Temporada de Outono 2012

A poucos dias de começarmos mais uma nova temporada de animações japonesas – agora o Outono 2012 – chega a hora do post mais famoso do blog Gyabbo! onde faço um belo resumão dos animes que iremos encontrar nos próximos três meses e as minhas expectativas em cima deles, além da famosa tabela com todos os animes que virão feita pelo AnimuCharts.

Para quem ainda não conhece, o post está dividido em seis categorias:

  • Grandes Apostas: Esses são os animes que eu com certeza irei conferir e onde coloco as minhas fichas para serem os melhores da temporada;
  • Prometem Muito: São animes com grande potencial e que provavelmente também serão bons, mas sem tanta segurança quanto os da categoria anterior;
  • Podem ser bons, mas não tenho certeza: Nesta categoria estão os animes ainda com potencial, mas que por um motivo ou outro trazem uma certa desconfiança;
  • Milagres acontecem: Animes com temas que não me agradam, com estúdios sem currículo, escolhas técnicas questionáveis são as características das séries dessa categoria. Mas ainda assim, há sempre a possibilidade de um milagre acontecer…
  • Sobre continuações e similares: Tem que explicar? Aqui ficam as séries que estão recebendo suas continuações, remakes, spin-offs etc;
  • Er… não (animes que prefiro ignorar: Por último, séries que não me dão nenhuma vontade de assistir, normalmente os ecchis mais explícitos e os animes mais infantis.

Então, sem mais delongas, que comecem as apostas! 

Grande Apostas

Psycho-Pass (11/10)

Porque depois da fraca temporada de verão temos que começar chutando logo a porta. E nada melhor para fazer isso que o novo anime escrito por Gen Urobochi, pronto para fechar a trinca de trabalhos muito acima da média após os grandes sucessos de Madoka Magica e Fate/Zero.

Psycho-Pass é um anime original que se passa em um futuro próximo onde a personalidade das pessoas pode ser mensurada e quantificada através da medida “Psycho-Pass”. Temos então Shinya Kougami, um policial responsável por controlar o mundo do crime dentro desse contexto.

Produzido pelo estúdio Production I.G. para o badalado bloco noitaminA, Psycho-Pass completa o pacote com um belíssimo Character Design de Akira Amano, criadora do manga da Katekyou Hitman Reborn, atualmente publicado na Shounen Jump.

Se o Vegeta fosse medir o nível de hype dessa série certamente Nappa diria que esse aparelho só pode estar quebrado.

[K] (04/10)

Não, [K] não tem nada a ver com [C], fiquem calmos.

Primeiro, eita série difícil de achar informações concretas, quase desisto de comentar ela por aqui, mas é você assistir ao trailer, se embasbacar com aquela animação estupidamente incrível e voltar atrás. Sério, não sei quanto estão colocando nessa animação do estúdio GoHands, mas é algo impressionante para uma série de televisão. Só espero que não estejam vendendo gato por lebre com esses promote videos…

Ainda sem muitas informações disponíveis, a série trata de uma organização urbana chamada Homra, criada por um lendário homem com grandes poderes como os de um demônio. Na cidade de Shizume, fazer parte da Homra é ter acesso à muitas habilidades e influência, enquanto ser contra ela pode ser uma grande desgraça.

Com uma pegada que lembra em diversos aspectos o ótimo Durarara!!, [K] carrega em si as expectativas de ser o grande anime de ação da temporada, balanceando isso com uma história de mistérios, brigas por poder e claro, muitos personagens cool dublados pela nata da dublagem japonesa, como Daisuke Ono, Jun Fukuyama, Mamoru Miyano, Daisuke Namikawa, Sugita Tomokazu e outros.

Magi: The Labyrinth of Magic (07/10)

Se Psycho-Pass é um dos animes mais hypados dessa temporada, Magi com certeza não fica atrás. Apesar de nunca ter lido o manga, até o momento só ouvi críticas positivas a essa obra do autor Shinobu Ohtaka publicada desde 2009 na Shounen Sunday (lar de obras como InuYasha, Detective Conan, Major e muitas outras) e contando atualmente com 13 volumes encadernados.

Produzido pela Aniplex e pelo estúdio A-1 Pictures está gerando grande expectativa de repetir o sucesso que Ao no Exorcist conseguiu, mas com um anime ainda mais bem feito pois possui um número maior de volumes para não depender de fillers.

A obra gira em torno do garoto Aladdin que após passar boa parte da sua vida preso descobri que é um Magi, um tipo de mágico responsável pela escolha de reis, estando nas mãos dele escolher o rei que guiará o mundo pelo caminho certo. Com muitas referências aos contos de As Mil e uma Noites e com uma estúdio que vem com muitos trabalhos consistentes, Magi promete não só muita ação e aventuras, mas também um maravilhamento em explorar um mundo tão original, mas pouco usado como o do Oriente Médio dos contos.

Shin Sekai Yori (28/09)

Shin Sekai Yori – “De um novo mundo” em uma tradução liberal – é uma séria baseada no livro de nome homônimo do premiado autor japonês Yusuke Kishi também pelo estúdio A-1 Pictures e Aniplex que buscará emplacar um anime de ficção científica com o contexto de uma distopia após Fractale e No.6 não terem dado tão certo em outras mãos.

No futuro a humanidade desenvolve a habilidade da telecinese o que acaba levando o mundo a uma grande guerra entre aqueles que possuem e os que não possuem tal poder. No final, os psíquicos vencem e a humanidade passa a viver em pequenos aglomerados, dividindo o mundo com uma raça com feições de rato, mas com uma inteligência no mesmo patamar dos humanos, chamada Bakenezumi. A história se foca em cinco crianças – Saki, Satoru, Maria, Mamoru, e Shun – que moram em um pacífico vilarejo até descobrirem a verdade por trás do mundo perfeito onde vivem.

Com uma ambientação interessante, um argumento que parece unir bem tanto o ponto de forças presentes na manutenção do status quo pelos mais fortes e a necessidade de lutar daqueles que descobrem que seu mundo é uma grande mentira, Shin Sekai tem tudo para finalmente deslanchar esse tema nos animes atuais.

Little Busters! (06/10)

Depois de muita espera por parte dos fãs da produtora de Visual Novels Key, a mesma criadora de obras como Clannad, Air e Kanon, finalmente Little Busters! recebe sua adaptação em anime pelo estúdio J.C. Staff.

Devo dizer que não sou nenhum fã da Key, não vi nenhuma das três obras citadas, apesar de tanto ouvir elas serem elogiadas e estarem na lista para assistir logo, mas a ideia do roteiro de Little Busters! acabou me fisgando.

Riki Naoe quando criança perdeu seus pais, deixando-o em um estado muito frágil de depressão. Sua salvação veio a partir de um grupo de quatro amigos que se auto-intitulavam “Little Busters” e que aceitaram Riki, fazendo-o passar pela difícil fase através de uma amizade forte e verdadeira.

Apesar de a uma primeira vista parecer visualmente um tanto quanto genérico, Little Busters!, assim como as outras obras citadas, promete causar muitos choros ao carregar a temática do crescimento e as fases da infância e adolescência perpassadas por traumas e amizades.

Prometem muito

Tonari no Kaibutsu-kun (01/10)

Baseado em um shoujo da autora Robico e publicado na revista Dessert desde 2009, contando atualmente com nove volumes, Tonari é uma comédia romântica sobre uma garota tsundere e um garoto atrapalhado. Eu já estava animado por termos uma comédia romântica interessante no ar, depois que vi que o estúdio responsável é o Brains Base fiquei mais empolgado ainda.

BTOOOM! (04/10)

É a Madhouse de volta com suas loucuras (sem trocadilhos) em um anime seinen que deve agradar bastante o público brasileiro por unir ação, sangue e bastante fanservice. Sakamoto Ryuuta é um cara de 22 anos que mora com a mãe e não faz nada da vida além de jogar  BTOOOM!, famoso jogo de combate, onde é um dos melhores. Um dia ele acorda em uma ilha sem saber o que aconteceu, mas descobre que agora terá que participar de um jogo real que simula a versão online ao custo de sua vida.

Vai, tem muita cara de guilty pleasure da temporada.

Sukitte Ii na yo. (06/10)

Outro shoujo da revista Dessert que também conta com nove volumes e outra adaptação da qual estou bastante ansioso. Pra falar a verdade só não subi mais esse anime por ser uma produção do estúdio Zexcs, mas a singela história de romance entre uma garota tímida  de 16 anos que nunca teve sequer amigos, mas acaba se envolvendo com o garoto mais popular da escola por causa de alguns mal entendidos tem tudo para dar certo (apesar de que tem tudo para dar errado se forem clichês demais).

Zetsuen no Tempest (04/10)

Tenho muito respeito pelo estúdio Bones e já fico de olho em tudo que eles fazem, mesmo que (tirando Eureka Seven: AO que eu não assisti) seus últimos trabalhos não tenham sido dos mais brilhantes. Em Zetsuen temos uma história meio bizarra de vingança do adolescente Mahiro Fuwa cuja família foi misteriosamente morta e um clã que pretende acordar a árvore de Zetsuen cujo poder poderia destruir o mundo. Pipocão que com o sempre bom trabalho de animação do estúdio Bones pode ser um ótimo divertimento.

Robotics;Notes (11/10)

A outra obra do bloco noitaminA acabou não me empolgando. Mesmo estando no bloco que está, sendo produzido pelo estúdio Production I.G e sendo dos mesmos criadores de Steins;Gate, a história de um grupo de adolescentes que pretendem criar um robô gigante por conta própria e acabam envolvidos em uma grande conspiração mundial soa um tanto quanto clichê, mas com potencial se fizerem um bom trabalho. Tem tudo para dar certo, mas meu gosto pessoal não conseguiu engolir bem a ideia.

Podem ser bons, mas não tenho certeza

Chuunibyou Demo Koi ga Shitai! (03/10)

Depois de ter gostado tanto das últimas obras do estúdio Kyoto Animation (Nichijou; Hyouka) me sinto até mal deixando a nova obra do estúdio nesta categoria, mas a ideia de um casal de um garoto ex-portador de uma síndrome chamada chuunibyou – onde a pessoa acredita ter super poderes e que deve salvar o mundo – e uma garota que ainda sofre com o problema foi um pouco além da minha conta. Sendo um pouco repetitivo, pode dar certo, até porque com certeza a parte técnica está garantida, mas não tenho certeza para arriscar tanto dessa vez.

Aoi Sekai no Chuushin de (20/10)

A ideia parece genial demais para ser verdade: uma história de aventura onde todos os personagens são paródias de jogos da Nintendo e da Sega. Eu vou conferir isso, mas quando as informações são escassas e o estúdio responsável tem um currículo bem fraco, o melhor é ficar com um pé atrás.

CODE:BREAKER (06/10)

Garota com forte senso de justiça busca mudar o frio e sanguinário Oogami Rei, um Code Breaker que utiliza seus poderes para pagar o mal com o mal. Do relativamente novo estúdio Kinema Citrus, não inspira muita empolgação senão por um anime mediano de ação e mistério.

Litchi DE Hikari Club (01/10)

Nove estudantes do clube Hikari buscam criar um ser de inteligência artificial perfeito, utilizando-se de qualquer meio para tal, mesmo que por caminhos bem sórdidos. Baseado em um manga do mesmo autor do bom Jisatsu Club e do elogiado Genkaku Picasso, Usamaru Furuya, Litchi DE Hikari Club pode muito bem ser a surpresa da temporada, mas o trabalho do estúdio Kachidoki Studio acaba tirando boa parte da esperança de termos algo muito bom.

JoJo’s Bizarre Adventure (05/10)

E finalmente Jojo recebe sua série de TV, dentro das comemorações de 25 anos da série! Não sabe o que é Jojo’s Bizarre Adventure, leia esse ótimo guest post para saber os detalhes. Se o material original é bom, o trailer lançado minou um pouco as expectativas de termos algo além de um material de comemoração… mas eu confio no trabalho do estúdio David Production que em seu curto currículo vem mostrando bastante consistência! Quem sabe, né? Quando uma grande franquia está em jogo não é bom jogarmos a toalha.

Ixion Saga DT (07/10)

Aventura fantasiosa genêrica pelo estúdio Brains Base? Eu posso esperar algo, mas sinceramente, beira um milagre.

Sakurasou no Pet na Kanojo (08/10)

Ah! J.C. Staff… vocês são sempre uma incógnita para mim. Do super esperado Little Buster, ao certo Bakuman até Pet Na Kanojo… consistência? Meh. A ideia de uma garota completamente avoada que vai morar no dormitório dos alunos problemáticos da escola, o Sakurasou, e de um garoto “normal” que acaba tendo que cuidar dela, virando seu mestre até tem certo potencial, mas de potencial o J.C. Staff já estragou argumentos o suficiente.

Milagres acontecem

Girls und Panzer (08/10)

Um mundo onde o uso de tanques de guerra é uma nobre arte marcial especialmente para garotas fofinhas. Não, obrigado.

Teekyu (07/10)

Quarteto de colegiais participantes de um clube escolar – nesse caso um clube de tênis – onde fazem de tudo, menos o que deveria fazer nele… sinto já ter visto isso antes. Desculpa, mas estou cansado disso já.

Kamisama Kiss (01/10)

Harém reverso da temporada onde a jovem Nanami Momozono, desesperada por ter sido despejada de casa após seu pai ter fugido por causa de dívidas, vai parar em um templo onde acaba tomando sem querer o lugar de uma divindade local, sendo adorada pelos frequentadores do lugar (bishounens, claro). Depois da decepção que foi Arcana Famiglia eu prefiro passar longe.

Busou Shinki (04/10)

Busou Shinki, pequenas bonecas dotadas de emoções e armadas para lutar e servir seus mestres. Será que se eu chamar de um Angelic Layer moe as pessoas vão ficar furiosas sem nenhum motivo?

Haitai Nanafa (06/10)

Garotas bonitinhas que moram em Okinawa e viverão altas aventuras após presenciarem a libertação de espíritos ancestrais. Até gosto da ideia dos espíritos próprios de Okinawa, mas a ideia parece sem propósito demais para dar em algo a mais.

Sobre continuações e similares

Bakuman Season 3 (06/10)

Se o fim de Bakuman foi bastante triste para os seus fãs,  tanto por ter tido um final não tão digno ao nível da série quanto por ter, obviamente, chegado ao final, pelo menos podemos matar um pouco das saudades da história de Ashirogi Muto com o bom trabalho feito pela J.C. Staff na adaptação animada que chega a sua terceira – e possivelmente derradeira – temporada. Só está aqui por ser uma terceira temporada, mas com certeza será um anime que assistirei fielmente toda semana.

Medaka Box Abnormal (10/10); Initial D Fifth Stage (—); Gintama (04/10); To Love-Ru Darkness (05/10); Hidamari Sketch x (04/10); Jormungand PERFECT ORDER (02/10); Hayate no Gotoku! I Can’t Take My Eyes Off You (03/10); Hiiro no Kakera S2 (—); Cross Fight B-Daman eS Akatsu! (07/10).

Sobre esses outros animes não posso falar muita coisa pois, ou não vi nada das suas outras séries ou vi muito pouco. Cheguei a assistir ao começo de Medaka Box, Jormungand e Hiiro no Kakera, tendo droppado os três rapidamente (apesar de que Jormungand até foi interessante, mas nada que conseguiu manter meu interesse).

Er… não (animes que prefiro ignorar)

Battle Spirits: Sword Eyes (09/09); Wooser no Sono Higurashi (02/10); Onii-chan Dakeko Ai Sae Areba Kankei Nai yo ne- (05/10); Monsuno (03/10)Ghou Soku Henkei Gyrozetter (02/10); Oshiri Kajiri Mushi (07/10); Seitokai no Ichizon (New) (13/10); Aikatsu (08/10).

Como vocês puderam ver, depois de uma fraquíssima temporada de Verão, o Outono japonês vem muito forte, com as duas primeiras categorias carregadas de animes promissores. Se eu tivesse que apostar em um único anime este seria Psycho-Pass, mas é difícil não dividir a atenção com Magi, esperado como o grande sucesso shounen do ano.

Ah! Para facilitar ainda mais o conhecimento do que vem por aí e aprimorar suas escolhas para essa nova leva de animes não deixe de conferir no blog parceiro Argama uma lista completa com os trailers trailers de todos os animes!

Mas agora quero saber a opinião de vocês, quais são os animes que vocês pretendem assistir? Quais vocês acham que serão os mais fracos? Qual será a maior decepção? E, se vocês tivessem que ver só um anime, qual seria?

Os comentários é de vocês!

Quer ler outras apostas para essa temporada? Confira nos links a seguir:

Anikenkai

– Troca Equivalente

– Elfen Lied Brasil

Chuva de Nanquim

A poucos dias de começarmos mais uma nova temporada de […]