Durarara!! – Conclusão

Olá a todos, como estão? Eu estou com uma leve dor no ombro esquerdo, espero que melhore quando eu acordar. Mas tirando isso tive um bom sábado, espero que vocês também! Hoje continuo com os posts de conclusão, possivelmente um dos mais esperados (pelo menos por mim), o de Durarara!!.

Lembro bem que na época em que saíram os primeiros vídeos de Durarara!!, apesar da empolgação geral quanto a ele, eu não consegui esperar muito dele. A animação era claramente boa e certamente havia potencial, mas não me cativou de primeira.

O que me fez assistir a Durarara!! na verdade foi a equipe que estava por trás do projeto;

  • Diretor: Omori Takahiro
  • Estúdio: Brains Base
  • Criador Original: Ryohgo Narita

Eu não sou muito bom de reconhecer nomes, mas nada que um pouco de pesquisa não resolva. Rapidamente descobri que se tratava do mesmo estúdio, do mesmo diretor e do mesmo criador original de um dos melhores animes dessa década, Baccano!, que quem não viu, faça o favor de ver. Foram necessários apenas alguns poucos episódios, porém, para perceber que Durarara!! iria trilhar seu próprio caminho, mas com a mesma qualidade do seu antecessor.

A história de um garoto simples que veio do interior para a agitada vida na capital do Japão, mas precisamente no distrito de Ikebukuro, por convite de seu grande amigo de infância, apesar de não contar nada do que Durarara!! realmente mostra, fala exatamente aquilo que o anime realmente conta.

Não, não pense que o anime é sobre uma motoqueira sem-cabeça, ou sobre guerras entre gangues, ou mesmo sobre traumas familiares, existe isso e muito mais, com certeza atrativos que fazem de Durarara!! aquilo que ele é. Mas no fim, a história é muito mais sobre a perplexidade dos indivíduos quando percebem sua pequenez frente ao resto do mundo.

Esse tema está dentro de praticamente todos os personagens, ainda que Ryohgo Narita construa uma rede de personagens que se interrelacionam ricamente em um mundo próprio, cada um deles tem suas histórias relacionadas a um passado de angústias pessoais que acabam motivando suas ações para os mais diversos movimentos, seja a criação de gangues, busca por sua cabeça ou de grupos pela internet, tudo está envolvido na procura por sua própria identidade, ou na própria redenção.

O mais impressionante em Durarara!!, o que já havíamos visto em Baccano!, é a gigantesca conta de personagens interessantes. Não há como simplesmente escolher apenas um como favorito (ok, muita gente escolheu o Shizuwo, o mais forte do distrito, mas tudo bem), todos são tão bem construídos que deixa de ser uma questão de escolha, você simplesmente é levado a  entender cada um desses personagens com toda sua atenção.

Apesar dos principais terem sua história, personalidade e motivos bem detalhados, muitos personagens secundários recebem menos atenção do que poderiam, mas isso é algo normal vindo de uma adaptação de uma material escrito (são 7 volumes de Light Novel).

A lista é verdadeiramente longa dos personagens que realmente se destacam, desde o protagonista Mikado Ryugamine, que de um garoto simples e deslumbrado termina como um rapaz bem mais forte do que no início (e estou falando de personalidade, não poderes), ou seu amigo de infância, Kida Masaomi, com seu jeito extrovertido, mas que guarda um passado sombrio. Não poderíamos esquecer de citar o Semyon, um russo que trabalha como sushiman ou ainda Shizuwo que eu já citei, com sua rotineira vontade de quebrar tudo que há pelos lados, incluindo nisso postes ou máquinas de refrigerantes que são usados como “armas”. Não vou continuar pois estaria sendo injusto, quase todos mereceriam ser detalhados aqui, o elenco é realmente farto de bons personagens.

A animação do estúdio Bones, como já é de costume, tem um quê de estilo próprio que possibilita a fácil discriminação entre os traços mais comuns de outros estúdios. As cenas de ação são fluidas e empolgantes, apesar de definitivamente não serem o alvo do anime, servem como um ponto qualitativo a mais. A comédia está presente e é sempre bem encaixada, sendo consideravelmente melhor do que muitos animes de comédia propriamente ditos (sem comentários que eu não quero haters atrás de mim).

Gostaria (na verdade sou obrigado) também de comentar sobre a parte sonora, e não somente das músicas de abertura e de encerramento. Os sons da cidade, da moto, das lutas, todos são feitos praticamente com perfeição, não tenho o que criticar. Mas o melhor de tudo é a sua primeira abertura, que não somente dá o tom perfeito para a série, mas é por si própria uma grande abertura e que fica marcada como uma das melhores dessa década.

(desculpas, mas foi o único que achei no youtube)

É importante também ressaltar que Durarara!! possui dois arcos. Apesar de estarem logicamente interligados, pessoalmente eu prefiro o primeiro arco, tendo seu último episódio sido épico, principalmente por uma determinada participação especial que foi simplesmente incrível para os fãs de Baccano!. O segundo arco continua com o ritmo da série, mas com um olhar diferente, aprofundado no trio colegial da série.

Apesar de não ter um episódio final tão impressionante como toda a série, o mesmo não deixa a desejar e termina como deve. Durarara!! com certeza é novo must seen que não deve ser ignorado por qualquer fã de anime.

Da ação à comédia, do sobrenatural ao colegial, do drama ao romance, tudo está lá e de uma forma que mesmo animes focados em cada um destes pontos muitas vezes não conseguem obter o mesmo sucesso.

Se você ainda não entendeu, pare todos os animes que está vendo e vá assistir a Durarara!!

PS: MIRIA!

Olá a todos, como estão? Eu estou com uma leve […]