Outubro/2012: Apostas e Comentários

[chart | trailers]

Sim, é aquela hora de fazer as apostas e comentários sobre as estreias da temporada. E com perdão da imodéstia, pode vir que o guia está muito do completo.

Hora de, em uma temporada que promete ser a mais forte em um bom tempo, fazermos as costumeiras Apostas [Abril/2012 | Julho/2012] do que afinal estaremos assistindo nos próximos três [ou mais] meses.

Afinal, após três meses sem assistirmos praticamente nada – ou você estava assistindo Arcana Famiglia? – hora de voltar ao hobby que fez que você conhecer este _não tão humilde assim_ blog.

Claro que faz parte do show errarmos: afinal, fomos – e muito – surpreendidos por Jinrui wa Suitai Shimashita -, mas a proposta de apresentarmos os dados que podemos para ajudar na sua escolha do que assistir e do que não assistir continua mais do que válida – tanto é que as dois grandes exemplares da última safra [Kyoukai Senjou no Horizon e erm, Sword Art Online] eram Grandes Apostas deste blog.

Enfim, continuamos com a configuração da temporada passada, que tenta abranger literalmente todas as estreias balanceando ainda mais informação e opinião – aprovada pelos leitores deste blog. Desta vez, o post – que está excelente – fica a cargo do Luka Malafaia – com ajuda da Josi Machado, Mibshiny e Qwerty [com comentários especiais em alguns animes – e neste prefácio – destacados em cinza]. Como sempre, mãos à obra!

Grandes Apostas

JoJo’s Bizarre Adventure
david production, indefinido [provavelmente 2-cour]

[trailer]

Sinopse: A história da família Joestar e suas batalhas contra inimigos bizarros. A batalha de Jonathan Joestar contra o vampiro Dio Brando é o início de tudo.

Impressões: Por que a poderosa franquia criada por Hirohiko Araki nunca teve sua chance de brilhar em uma série de TV? Um OVA aqui, um filme ali, mas nada de algo maior. De qualquer forma, o importante é que finalmente JoJo’s Bizarre Adventure ganha um merecido anime para possivelmente adaptar uma boa parte do imenso mangá que já ultrapassou a marca de cem volumes encadernados divididos em até o momento em oito séries.

Mas apesar de ser uma produção grande a animação deixa um pouco a desejar, mostrando certas falhas que poderiam ser corrigidas com mais dinheiro investido. Porém está não é uma questão muito preocupante pois de resto o anime surpreende. O david production conseguiu passar todo o estilo de JoJo – desde a escolha de cores até o traçado – para anime, o que já é um grande mérito. Ainda não é uma certeza, mas o anime de JoJo pode surpreender; não custa nada apostar.

Por que assistir: Merecido anime de um clássico do mundo dos mangás, adaptação para TV aparentemente fidedigna. É JoJo.
Por que _não_ assistir: Custo que não faz jus à franquia, estúdio que erra – e muito. O mangá é algo difícil de ser passado para animação – principalmente no que se diz à arte.

Expectativa: Alta [8].

[K]
GoHands, indefinido [provavelmente 1-cour] 

[trailer]

Sinopse: O colégio Ashinaka é conhecido por sua atmosfera única:  o campus foi construído em uma ilha. Yashiro Isana, também conhecido como Shiro, está almoçando com um gato em um dos telhados da escola. Após a pausa do almoço, Shiro é incumbido pelo seu colega Kukuri a cuidar dos preparativos para o próximo festival escolar apenas para ser perseguido por alguns homens de aparência intimidadora…

Impressões: Mais uma grande produção para a temporada de outubro. Há um estilo muito característico nos trailers apresentados, com uma escolha de cores puxando pro azul e tons escuros. O uso diferenciado de cores é visto no recente Mardock Sramble, que tem character design pelo diretor de [K]. Como se não bastasse, a direção de arte estará nas mãos de Masanobu Nomura, o mesmo de Panty & Stocking with Garterbelt. Com esses dois, ao menos a parte artística estará impecável. É bem claro a intenção de vender [K] para fujoshis, mas isso de forma alguma indica perda ou ganho de qualidade da produção. Dia 4 saberemos o resultado dessa inusitada equipe trabalhando em um inusitado anime.

Por que assistir: Parte técnica impecável; cores e estilo; grandes nomes na equipe.
Por que _não_ assistir: Aparenta ser pseudo e alguns chiarão por ser voltado às fujoshis.

Expectativa: Muito alta [8,5].

Little Busters!
J.C.STAFF, indefinido [provavelmente 2-cour]

[trailer]

Sinopse: Riki era uma criança quando seus pais morreram, deixando-o desesperado e deprimido. Sua salvação foi um grupo de quatro crianças denominado Little Busters. Eles trouxeram Riki de volta à vida e brincaram com ele enquanto ele precisou, o que fez com que a dor de Riki passasse gradualmente. Agora, no segundo ano do ensino médio, ele vai aproveitar sua vida escolar…

Impressões: O anime mais esperado da década ou quase.

Três anos e meio após o fim de CLANNAD ~after story~ finalmente iremos acompanhar afinal o que Little Busters!, baseado na premiada Visual Novel lançada pelo key em 2007, tem. Se afastando um pouco do feeling básico da trilogia AIR, Kanon e CLANNAD mas sem desviar tanto como Angel Beats! acabou fazendo, a expectativa é para ao mesmo tempo mais do mesmo e algo diferente – algo como seu velho cachorro aprender um truque, um novo truque que seja tão bom que faça a diferença.

A estreante produtora Warner Bros. parece estar se esforçando e o estúdio J.C.STAFF tem aqui, juntamente com To Aru Majutsu no Index/Kagaku no Railgun, um orçamento – e provavelmente tempo – adequados a contar este verdadeiro épico que claro, arrancará algumas lágrimas de seus olhos. Claro que não é algo para todos, mas há um vasto público para um drama otaku – e não é pouco, até mesmo por aqui.

Por que assistir: Original considerado excelente; alto investimento da Warner Bros.; prato cheio para quem gosta de drama, especialmente a variação key da coisa.
Por que _não_ assistir: Otaku demais; falta ação; staff não muito confiável.

Expectativa: Média-alta [7,5].

Magi
A-1 Pictures, 2-cour 

[trailer]

Sinopse: A história deste anime é sobre o fluxo do destino e da batalha para manter o mundo no caminho certo. Aladdin é um garoto que tem a intenção de explorar o mundo após ter sido mantido preso em uma sala durante a maior parte de sua vida. Seu melhor amigo é uma flauta com um djinn nele de nome Ugo. Logo, Aladdin descobre que é um Magi, um mago responsável pela escolha de reis e que ele deve escolher pessoas que sigam o caminho correto, lutando contra aqueles que querem destruir o destino.

Impressões: Se o anime battle shounen em geral está entrando em decadência, Magi vem para mostrar que ainda há como fazer uma história carismática, envolvente e bem conduzida de superação e amizade em busca de um objetivo – e regada de belas lutas. Pelos trailers o A1 Pictures aparenta ter caprichado na animação e na parte artística como um todo; além disso, a trilha sonora do excelente compositor de Neon Genesis Evangelion e Bleach promete tornar a experiência de assistir a este anime ainda mais prazerosa. Uma das maiores apostas de uma temporada que tem muito potencial.

Por que assistir: Animação e trilha sonora perfeitas para um battle shounen; carisma; feijão com arroz de qualidade.
Por que _não_ assistir: Não é para quem procura por algo a mais quando assiste anime.

Expectativa: Alta [8].

PSYCHO-PASS
Production I.G, indefinido [provavelmente 1-cour]

[trailer]

Sinopse: A série se passa num futuro próximo onde é possível medir e quantificar o estado de espírito e a personalidade de uma pessoa. Esta informação é gravada e processada e o termo “Psycho-Pass” refere-se ao método utilizado para medir cada tipo de comportamento. A história se foca no “agente de excecução” Shinya Kougami, que está incumbido de controlar o crime neste mundo.

Impressões: Gen Urobuchi (Mahou Shoujo Madoka Magica e Fate/zero), Akira Amano (Katekyo Hitman Reborn!), ficção científica e noitaminA. Uma mistura que pode dar certo, sendo um projeto tão grandioso. Tendo sido mantido em total mistério até pouco tempo antes de sua estreia, PSYCHO-PASS com certeza foi uma surpresa para todos. Só o fato do idealizador do maior sucesso de 2011 estar por trás da série já a torna obrigatória para todos. Além do mais, estando no bloco noitaminA e tendo um character design feito pela autora de Reborn!, forma-se um projeto diferente e que desperta, no mínimo, curiosidade. A ficção científica dá liga a este que promete ser um dos melhores animes da temporada.

Por que assistir: Gen Urobuchi. Grande produção com um orçamento capaz de entregar o que quer da melhor maneira possível.
Por que _não_ assistir: Projeto pretensioso ao extremo.

Expectativa: Gigantesca [9].

Tonari no Kaibutsu-kun
Brain’s Base, indefinido

[trailer]

Sinopse: Mizutani Shizuku é o tipo de pessoa que só se preocupa com as suas notas, porém, quando ela acidentalmente entrega seu caderno a Yoshida Haru, ele acredita que eles são amigos. Haru demonstra ter uma personalidade inocente, mas quem pensaria que Haru se declararia para Shizuku? Uma garota insensível e um romance cheio de confusões com uma nova perspectiva.

Impressões: E o diretor de Kimi ni Todoke retorna com outra adaptação de um mangá shoujo, o que por si só já garantiria a certeza de algo de mínima qualidade. Mas Kaibutsu-kun não se trata apenas de diretor (e estúdio) e consegue gerar expectativa por si só. Se compromete a oferecer uma experiência interessante regada a comédia, slice of life e, por que não?, drama, diferente dos outros romances da temporada, mais centrados em somente um desses pontos. Por abranger mais gêneros e ter um enredo que exala carisma, além de, obviamente, ter uma equipe sólida para administrar tudo da forma que deve ser feito, Tonari no Kaibutsu-kun é o romance da temporada.

Por que assistir: Arrisca, brinca com as possibilidades, não sendo só um romance água com açúcar; diretor forte.
Por que _não_ assistir: Possível falta de foco. Se quer um romance cru, fique com Sukitte ii na yo..

Expectativa: Alta [7,8].

Pequenas Apostas

CODE:BREAKER
Kinema Citrus, 1-cour

[trailer]

Sinopse: Da janela do ônibus em um dia qualquer, Sakurakouji Sakura vê pela janela pessoas sendo queimadas vivas com um fogo azul e um garoto, que aparenta ter sua idade, ileso e de pé sobre as pessoas. No dia seguinte, ela retorna ao local e não há cadáveres nem evidências de qualquer tipo de crime, apenas vestígios de um pequeno incêndio. Já na escola, um estudante transferido integra sua classe, Oogami Rei se parece muito com o garoto que ela viu no incêndio e usa uma peculiar luva preta em sua mão esquerda.

Impressões: Sendo a mais nova investida do diretor de Fullmetal Alchemist: Brotherhood, CODE:BREAKER promete ser o anime baseado em mangá mais divertido da temporada. Tem uma história de suspense boa o suficiente para prender quem assiste, apesar de enfrentar um problema que pode acabar com a boa promessa que é este anime: o ritmo.

Sendo um manga em andamento e com uma quantidade grande de volumes (dezenove até o momento), a adaptação para anime periga de ter um ritmo exageradamente acelerado, cortando pontos na história (caso de ZETMAN) e até mesmo tendo um final inventado, fraco e que não fecha as pontas deixadas. Fiquemos de olho.

Por que assistir: Possível entretenimento na média; mistério interessante; manga adorado por quem o lê.
Por que _não_ assistir: Risco ao adaptar tanto material em poucos episódios; mangá em andamento, o que inviabilizaria uma história fechada.

Expectativa: Pouco acima da média [6,5].

Hayate no Gotoku! CAN’T TAKE MY EYES OFF YOU
manglobe, 1-cour, spin-off

Sinopse: A história de Hayate Ayasaki trabalhando junto com a empregada doméstica Maria na mansão Nagi Sanzenin continua. Um dia, Nagi recebe um telefonema da “Área 51”, convidando-a para o universo.

Impressões:Hayate no Gotoku! volta para sua Terceira TempOHWAIT.

Tudo bem que já há um belo buraco entre os acontecimentos contados nas duas temporadas anteriores de Hayate no Gotoku! e o que acontece no manga, mas mesmo assim causa certa apreensão o fato de termos aqui em vez de uma costumeira adaptação do manga de Kenjirou Hata um roteiro original escrito pelo próprio; claro que ele pode nos surpreender, mas parece – assim como One Piece, Strong World – material de segunda mão que não virou manga adaptado para a telinha.

E com os responsáveis pelo filme mediano [que tem o character design parecido com o atual do manga mas ainda assim horrível] no comando da coisa toda, o resultado é profundo receio. Aprendemos a amar a história do mordomo de batalha que para pagar uma dívida protege uma riquinha loira, mas vai saber se não temos um Minami-ke Okawari a caminho. Assim, o ideal é desconfiar mesmo.

Por que assistir: História original pelo mangaka; franquia conhecida por ser carismática.

Por que _não_ assistir: Dos mesmos responsáveis pelo mediano filme; a história pode muito bem ser de segunda mão.

Expectativa: Pouco acima da média. [6,5]

Hidamari Sketch xHoshimittsu
SHAFT, 1-cour, continuação direta

[trailer]

Sinopse: Quarta temporada de Hidamari Sketch.

Impressões: Resposta curta: puro amor.

Resposta longa: mais da fórmula relaxante que combina o seu slice-of-life moe de sempre com uma direção afiada de um Akiyuki Shinbo de luvas – afinal, as quatro e depois seis moradoras dos apartamentos Hidamari não resistiriam ao Shinbo de Madoka Magica ou Monogatari Series.

Sim, é para otaku gordo virgem de trinta anos que vê menina de doze anos sendo menina de doze anos que não pensa em garotos, mas e daí, quem disse que um anime desses não pode ser bom, calmo e relaxante? Hidamari Sketch é exatamente isso, feito da maneira certa.

Por que assistir: Perfeito ao ser um resumo do gênero slice-of-life moe.
Por que _não_ assistir:Ser um resumo do gênero slice-of-life moe.

Expectativa: Acima da Média [7].

Kami-sama Hajimeshita
TMS Entertainment, indefinido

[trailer]

Sinopse: Nanami Momozono está sozinha e sem abrigo após o seu pai fugir da cidade para escapar de suas dívidas de jogo e os cobradores a expulsarem de seu apartamento. Assim, quando um homem que ela havia salvado de um cão lhe oferece sua casa, ela aceita prontamente. Entretanto, este lugar trata-se de um santuário e Nanami acaba por, involuntariamente, trabalhar como a divindade do local.

Impressões: Outubro definitivamente é uma temporada forte em adaptações de mangás shoujo. Kamisama Hajimeshita é uma delas. É daquelas histórias de romance com um protagonista imponente que vai deixar a mocinha apaixonada (como Black Bird). Vindo do diretor de Fruits Basket, há de se esperar uma série estável e, como também mostra o trailer, prazerosa de ser assistida. Não será o melhor romance da década, mas com certeza será uma deliciosa experiência, assim como foi Chihayafuru.

Por que assistir: Romance honesto, com uma química ímpar; diretor mais do que experiente no assunto.
Por que _não_ assistir: Pode cair numa fórmula cansativa; doçura além da conta.

Expectativa: Acima da Média [7].

Robotics;Notes
Production I.G., 2-cour

[trailer]

Sinopse: O clube de robótica da escola Chuuoutanegashima Chuuoutanegashima está correndo perigo de perder seu status como clube. Kaito Yashio, um dos dois únicos membros, é obcecado por jogos de luta com robôs, mas não no clube de robótica em si mesmo nesta situação. A imprudente e líder do clube, Akiho Senomiya, pretende concluir a montagem de um robô gigante para não perder o status do clube. Então, certo dia, Kaito descobre a anotação sobre realidade aumentada que se torna o Relatório Kimishima e neste está escrito o indício da conspiração de alguém chamado Kou Kimishima acerca do mundo.

Impressões: Sim, é o novo anime dos responsáveis de Steins;Gate. Sim, é a nova ficção científica do noitaminA. Mas…

…o fato da adaptação de uma Visual Novel que nem havia sido lançada ainda pode ter assustado a alguns – e quando o resultado original da obra do 5pb./Nitroplus foi classificada simplesmente de mediana, o hype – ao menos no Japão – morreu um pouco. E quando, apesar do estelar Production I.G., o mesmo de PSYCHO-PASS [e Guilty Crown] estar envolvido, um diretor não muito conhecido assume o projeto, é hora de desconfiar um pouco.

Pode ser divertido, é feito para ser divertido, mas pode ser muito chato. Saber contar uma história os criadores sabem, resta saber que em Robotics;Notes a magia pode ser atingida novamente – provavelmente não.

Por que assistir: Dos mesmos criadores de Steins;Gate; produção bem-feita; parece querer agradar a todos.
Por que _não_ assistir: Original considerado mediano, com ritmo considerado lento; parece querer agradar _demais_ a todos.

Expectativa: Média [7].

Shin Sekai Yori
A-1 Pictures, indefinido

[trailer]

Sinopse: A história se passa no Japão mil anos a frente. Cinco crianças nasceram e se criaram em uma cidade muito tranquila que pode ser descrita como uma utopia abundante de água e de verde. Este mundo é controlado pelas pessoas que possuem poderes de “amaldiçoar” ou os “bons poderes” da telecinese. Depois de um incidente, Saki, a protagonista, e os outros começam a descobrir a verdadeira origem do mundo em que eles vivem.

Impressões: O A-1 Pictures, que vem produzindo animes de sucesso nos últimos anos, como Ano Hana e Ao no Exorcist, agradando bastante o público ocidental, traz mais um anime para seu catálogo. Sem grandes nomes, mas com uma história que se destaca no meio de grandes produções, Shin Sekai Yori promete, principalmente com seus trailers que são um bom aperitivo do que está por vir. Que nos surpreenda positivamente, porque de decepções do A-1 Pictures, um Tsuritama já basta.

Por que assistir: Baseado em livro premiado, trailers sugerem uma interessante mistura de temas.
Por que _não assistir: Traço genérico, staff mediano.

Expectativa: Acima da média [7].

Sukitte ii na yo.
ZEXCS, indefinido

[trailer]

Sinopse: Mei Tachibana é uma garota que viveu até os seus 16 anos sem amigos ou um namorado. Certo dia, ela acaba por, acidentalmente, acertar um pontapé no garoto mais popular da escola, Yamato Kurosawa. Por alguma razão, ele acaba gostando dela e a considerando – unilateralmente – sua amiga. Além disso, ele não somente protege Mei de um stalker, como o faz com um beijo.

Impressões: O romance açucarado da temporada, Sukitte ii na yo., busca os fãs órfãos de Kimi ni Todoke, com um enredo bastante similar, mas com uma protagonista que não é tratada como uma santa e com menos idealização. Vai ser fofo, vai ser gostoso de assistir, mas o desafio da animação é não ser apenas isso.

Periga de cair no esquecimento ao ser legal, fofo, divertido e não tentar ser diferente, uma história para marcar em uma temporada com animes que prometem mais. Mas os fãs do gênero com certeza acompanharão esse anime que é uma aposta certa de um enredo honesto, carismático e com um romance palpável.

Por que assistir: Romance fofo; história bem redonda e constante; típico “shoujo”, agradando assim aos que consomem desse meio.
Por que _não_ assistir: Não parece arriscar; Há romances melhores por aí, inclusive nesta temporada.

Expectativa: Pouco acima da média [6,5].

Quem Sabe…

Aoi Sekai no Chuushin de
5th Avenue, indefinido

Sinopse: O Reino de Segua está perdendo a guerra contra o Império Ninterdo mas o jogo se inverte com a chegada de um garoto chamado Gear. Todos os personagens deste anime são paródias baseadas nas franquias mais famosas da Sega e da Nintendo.

Impressões: Paródia de jogos da Sega e da Nintendo? Isso pode ser legal. Para gamers, Aoi Sekai no Chuushin de é uma escolha interessante da temporada. Se der errado, é só parar de assistir. Não há nada de errado em colocar fé neste anime. Ansioso para ver a caracterização de personagens icônicos de duas das maiores e mais importantes produtoras de jogos do mundo. Vai que diverte?

Por que assistir: Referências; talvez entretenha.
Por que _não_ assistir: Difícil compreensão das referências por quem não é do meio; Grandes chances de ser trash.

Expectativa: Na média [5].

BTOOOM!
MADHOUSE, indefinido [provavelmente 1-cour]

[trailer]

Sinopse: A história se foca em Ryuuta Sakamoto, um jovem NEET que está no topo do ranking de um game online chamado BTOOOM!. Um dia, ele acorda em uma ilha tropical sem recordar como chegou lá.

Impressões: BTOOOM! tem de tudo para dar errado. É o primeiro trabalho como diretora principal de Kotono Watanabe, a parte artística não tem muito refinamento e esse tipo de história sempre pode cair na mesmice (vide Highschool of the Dead, que inclusive é muito comparado a BTOOOM!). No entanto, o que a sinopse e o trailer dessa adaptação do mangá de Junya Inoue nos mostra é que, sim, isso pode ser divertido. Explosões, correria, romance e claro, peitos.

É um anime que pode conquistar quem quer se divertir com uma história que talvez venha a nos surpreender. Diversão de qualidade é algo que anda faltando nos últimos tempos, e por que não ter esperanças de algo assim vindo de BTOOOM!? Ao menos honesto o anime deve ser. Quem Sabe…

Por que assistir: Não tem medo de ser divertido; temática contada de um jeito mais que bem-vindo.
Por que _não_ assistir: Parte técnica que peca na falta de refinamento; roteiro que desabará se mal conduzido; manga em andamento em uma história que precisa de um final definido.

Expectativa: Na média [6].

Chuunibyou Demo Koi ga Shitai!
Kyoto Animation, 1-cour 

[trailer]

Sinopse: Yuuta Togashi sofreu de chuunibyou (termo japonês para uma “síndrome” que ataca adolescentes na faixa dos 14 anos fazendo-os agir como um adulto “sabe tudo” ou o faz pensar que possui poderes especiais que ninguém mais tem) enquanto estava no ensino fundamental. Depois de se graduar, pôs um fim na história e estava levando uma vida pacata quando um acontecimento fora do comum o faz encontrar Rikka Takanashi e interromper a calmaria…

Impressões: Parecia somente um Another da KyoAni até… Tatsuya Ichihara, o diretor de CLANNAD, Haruhi, Air, Nichijou e Kanon [2006]. Com uma premissa comum para atingir e confortar o seu público alvo, Chuunibyou Demo Koi ga Shitai! parece ser apenas mais do mesmo, com o protagonista apático que magicamente tem uma garota em sua cola. Mas as mãos do aclamado diretor (e o dinheiro e a técnica de animação da excelente tecnicamente KyoAni) impedem que haja uma certeza disso. O anime, baseado não fielmente em uma novel, ainda é uma incógnita a ser desvendada com o passar das semanas e, por isso, merece uma chance. Vai que…

Por que assistir: KyoAni e sua maravilhosa animação; o mestre de CLANNAD como diretor.
Por que _não_ assistir: Enredo que fica aquém dos nomes envolvidos no projeto.

Expectativa: Na média [6].

Girls und Panzer
Actas, 1-cour

[trailer]

Sinopse: A manipulação de tanques (Sensha-do) é uma das artes marciais tradicionais no universo deste anime, especialmente para as garotas. Miho não gosta de praticar o Sensha-do e resolve mudar de escola, entretanto, o presidente do conselho estudantil dá ordens para que ela participe do campeonato nacional do esporte.

Impressões: Sinopse mais estranha da temporada? Talvez. Moe e tanques, uma dupla que pode gerar algo de fato interessante. Mas que, ao mesmo tempo, pode dar origem a um dos piores animes da temporada. Então, por que está na categoria “Quem Sabe?”? Porque eu quero ver no que essa loucura dará. Pode ser ruim, como também pode ser divertido. E nas mãos dos roteiristas de Bakuman., tudo pode acontecer.

Por que assistir: Moe e tanques; equipe no mínimo curiosa.
Por que _não_ assistir: Moe e tanques.

Expectativa: Na média [5].

Zetsuen no Tempest
BONES, indefinido 

[trailer]

Sinopse: A história em torno de Mahiro Fuwa – um adolescente cuja família foi misteriosamente assassinada – e seu amigo Yoshino Takigawa. Mahiro é contatado por Hakase Kusaribe, lider do clã Kusaribe que ficou presa em uma ilha deserta desconhecida e concorda em ajudá-la em troca da sua ajuda para descobrir o culpado pela morte de sua família.

Impressões: Estilo é o que esse anime passa logo de cara. Um tanto forçado, mas ainda assim estiloso. Típica história que vai depender completamente da direção e do feeling passado, ainda é uma incógnita. Do mesmo diretor do criticado por muitos Hanasaku Iroha, é uma série que gostaria muito que desse certo, apesar do roteiro desinteressante a uma primeira vista. Há tudo para ser divertido, basta que saibam coordenar bem este projeto. Entra no mesmo grupo de BTOOOM! no quesito “indefinido até sua estreia”.

Por que assistir: Se dirigido bem, o roteiro pode ser polido; potencial para entreter.
Por que _não_ assistir: Forçado, pseudo e pretensioso além da conta; sinopse aponta para um enredo que não tem nada que o faça brilhar.

Expectativa: Na média [5,5].

Erm…

Aikatsu!
Sunrise, indefinido

[trailer]

Sinopse: Adaptação de um card game sobre produção de idols. That’s all, folks!

Impressões:

Baseado em um card games de idols, Aikatsu! está sobrando nessa lista. Apesar dos nomes da equipe quase não terem saído ainda, não há muito o que se esperar deste anime. Com certeza não será um The [email protected] e, assim como Ixion Saga DT, foi produzido para promover a franquia. Passável.

Por que assistir:

Por que _não_ assistir: Propaganda semanal de vinte minutos; The [email protected] de pobre.

Expectativa: A pior possível [1].

Busou Shinki
8bit, 1-cour 

[trailer]

Sinopse: Uma história de batalhas em um futuro alternativo que não está próximo nem da 3ª Guerra Mundial, nem de uma invasão alienígena. Entretanto, neste mundo os robôs fazem parte do cotidiano e contribuem com a sociedade em vários aspectos.

Impressões: Robôs em animação 3D como pretexto para mostrar meninas fofinhas em um harém de um garoto panaca. Nada de novo. Diferente de Girls und Panzer, que provoca esperança de ao menos ser divertido, Busou Shinki parece ser só mais do mesmo. Moe, lutas e harém em uma só série é um atestado de perigo.

Por que assistir: Seu moe de cada dia, amém.
Por que _não_ assistir: 3D; Combinação frustrante de gêneros; mais do mesmo.

Expectativa: Nenhuma [2].

Haitai Nanafa
Passhone, indefinido

Sinopse: Nanafa Kyan vive em Okinawa com a avó, que administra o “Kame Soba” loja de soba, sua bela irmã mais velha Nao, que é estudante do ensino médio, e sua irmã mais nova Kokona, que está na escola primária e tem uma forte capacidade de sentir o sobrenatural. Após um acontecimento, espíritos começam a aparecer um após o outro e a vida pacífica de Nanafa e sua família começa a mudar.

Impressões: Ao lado de Kyosugiga, é o nonsense da temporada. Mas, vindo de um estúdio novato e de um diretor inexperiente, não há muito o que se esperar. Com uma sinopse boba, Haitai Nanafa se apresenta como um daqueles animes aleatórios de cinco minutos: você assiste por inércia. Se gostar do gênero, melhor que fique com Kyousogiga. É muito mais promissor.

Por que assistir: Para os fãs mais assíduos de moe e “slice of nada”.
Por que _não_ assistir: Conjunto que cansa em menos de cinco minutos de anime.

Expectativa: Baixa [3,5].

Ixion Saga DT
Brain’s Base, provavelmente 2-cour

[trailer]

Sinopse: O jogo e anime seguem Kon Hokaze, um garoto que embarca em uma jornada partindo do nosso mundo para um mundo alternativo conhecido como Mira, o qual é cheio de uma energia misteriosa conhecida como Alma. Depois de salvar a Princesa Ecarlate de atacantes, ele logo se vê no meio de uma luta em torno de Alma.

Impressões: Depois de Accel World e Sword Art Online, mais um anime se tratando de experiências dentro de games aparece em 2012. Só que, dessa vez, sem ser baseado em uma light novel de Reki Kawahara. Feito para promover o lançamento de Ixion Saga, novo RPG da Capcom, o anime não aparenta ser nada além de propaganda semanal. Será o esquecido da temporada de outubro, com uma animação que falta refino e um roteiro que não chama um mínimo de atenção.

Por que assistir: Perspectiva in-game sem as escolhas erradas de um Sword Art Online.
Por que _não_ assistir: Óbvia propaganda do jogo; animação e roteiro fracos.

Expectativa: Nenhuma [2].

Litchi de Hikari Club
Kachidoki Studio, indefinido

Sinopse: A história começa com nove garotos, membros do Clube Hikari, que estão dispostos a criar a melhor tecnologia em inteligência artificial e nada vai pará-los. O líder do clube, Zera, é um garoto atraente, porém doente. Ele tem o controle total dos membros. O segundo líder, Tamiya, não está satisfeito com a maneira como Zera administra tudo e então ele tenta recuperar a liderança do clube provocando um verdadeiro caos.

Impressões: Anime de três minutos por episódio feito em flash versus manga de autor premiado reconhecido pela abordagem diferente a temas controversas, quem vencerá essa disputa?

Por que assistir: Baseado em manga considero excelente.
Por que _não_ assistir: Não adianta, anime de três minutos por episódio em flash é ruim. Ponto.

Expectativa: Baixa [4]

Onii-chan Dakedo Ai Sae Areba Kankei Nai yo
SILVER LINK., 1-cour

[trailer]

Sinopse: A história é focada em Akito Himenokouji, um garoto que foi separado de sua irmã gêmea Akiko, porém eles acabam vivendo juntos sob o mesmo teto durante o ensino médio.

Impressões: Incesto, fanservice e harém feitos de um jeito genérico para agradar os fãs mais hardcore do gênero. Pelo menos o anime não parece exagerar no tema do incesto, então será mais digerível na mente de puritanos (o que não é o caso de um kissXsis da vida). O que intriga nesta série são os responsáveis por ela: o diretor do recente concluído SKET Dance e o roteirista do também concluído anime de Bleach. Conseguirão tornar essa história interessante? Não é o que parece.

Por que assistir: Novo trabalho do diretor de SKET Dance; incesto de forma menos agressiva.
Por que _não_ assistir: Incesto; fanservice pode ser mal colocado.

Expectativa: Baixa [4].

Sakurasou no Pet na Kanojo
J.C.STAFF, 1-cour

[trailer]

Sinopse: Kanda Sorata é um estudante do segundo ano que fora recentemente expulso do dormitório no alojamento escolar porque foi pego mantendo um gato consigo no quarto. Sorata então se muda para um apartamento na casa Sakurasou, um lugar de má fama por manter moradores excêntricos. Ali, Sorata começa a cuidar de uma de suas colegas, Shiina Mashiro. Apesar de ela ser uma estudante brilhante, ela é extremamente desajeitada e não tem um pingo de bom senso.

Impressões: O J.C.STAFF nos trazendo mais um anime esquecível. Porque não bastava Ano Natsu de Matteru. Para piorar, Mari Okada (sim, aquela que queria colocar conteúdo sexual em Ano Hana e responsável pelo desastroso Lupin: Mine Fujiko to Iu Onna) está encarregada do roteiro de Sakurasou no Pet na Kanojo. Além da parte artística interessante, a série não apresenta nada que a torne interessante. Pelo contrário.

Por que assistir: Passa um feeling agradável; Arte inusitavelmente bela.
Por que _não_ assistir: Mari Okada; você provavelmente já assistiu a um anime igual a esse; fanservice pode ser mal colocado.

Expectativa: Abaixo da média [4,5].

Continuações

Bakuman. [Terceira Temporada]

[abertura da segunda temporada]

Sinopse/Impressões: Bakuman. tem sua terceira e, possivelmente, última temporada.

Com tanto material a ser adaptado, é certo que haverá cortes no roteiro de Ohba. Em uma reta final bastante inferior à excelente primeira metade do mangá – adaptada nas duas primeiras temporadas do anime – Bakuman. comete exageros que ferem a sua própria proposta inicial e se mostra estendido em excesso. Talvez uma temporada mais enxuta corrija ou ao menos diminua os erros de seus autores.

Por que assistir: Possível conclusão de uma obra em geral muito boa; mesmo nos momentos ruins, a narrativa da história e o carisma dos personagens te prendem.
Por que _não_ assistir: Nanamine-kun; perigo de haver cortes no roteiro e ritmo mal escolhido.

Expectativa: Na média [6].

Initial D 5th Stage

[abertura da quarta temporada]

Sinopse/Impressões: O retorno de um clássico.

Se Initial D 5th Stage seguir a fórmula adotada anteriormente em seus Stages, é uma das maiores apostas de Outubro/2012. O anime conhecido pelas cenas de ação com carros prossegue com a história do vendedor de tofu e corredor amador Fujiwara Takumi e seu Toyota Sprinter nas diversas corridas que aparecem em seu caminho. A theme song oficial será cantado pela banda MOVE, podendo se esperar também uma grande trilha sonora, que complementará as cenas de ação estimulantes e tão apreensivas.

Não se tem ainda conhecimento sobre a história, elenco ou mesmo o staff que irá trabalhar na obra; no entanto, por ser um clássico no mundo dos animes, é aposta certa de bom entretenimento.

Por que assistir: Sequel de um grande clássico.
Por que _não_ assistir: Se você não assistiu aos stages anteriores, começar pelo quinto não é uma boa pedida.

Expectativa: Acima da média [7].

Kyousogiga
Toei Animation, cinco episódios~

[primeiro OAD]

Sinopse:  É Kyoto e não é ao mesmo tempo. Um microcosmo de origens peculiares, “Espelho de Kyoto”. Um pequeno incidente faz com que uma jovem de nome Koto comece a vagar por este mundo. Ela vai atrás de um monge misterioso, é perseguida por uma garota obcecada por tecnologia… Nesta misteriosa cidade onde os espíritos e seremos humanos estão misturados, as festividades estão prestes a começar!

Impressões: A Toei Animation ao mesmo tempo que faz besteiras absurdas como a adaptação do mangá Toriko é responsável por projetos diferenciados para um público de nicho, como Mononoke e Kuuchuu Buranko. Kyousogiga, mesmo não tendo o ar cult dos dois animes anteriormente citados, entra em diferenciado, sendo um forte nonsense que claramente bebe da fonte de FLCL e outros grandes nomes do gênero. Sequência do ONA produzido em 2011, será uma grande surpresa para os poucos que assistirem – assim, deem uma chance para este curto anime, porque a loucura é sempre bem-vinda.

Por que assistir: ONA muito bem conduzido; mesmo nonsense, é entendível por todos; estilo diferente do que assistimos normalmente.
Por que _não_ assistir: Apesar de bom, Kyousogiga não é extraordinário; Estilo de narrativa que irrita muitos; FLCL superior.

Expectativa: Acima da média [6,5].

Medaka Box Abnormal
GAINAX, 1-cour

[abertura da primeira temporada]

Sinopse: Segunda temporada de Medaka Box, adaptação do arco Flask Plan do manga.

Impressões: Depois de ter sua primeira temporada exibida em Abril deste ano, Medaka Box ganha sua segunda temporada em Outubro. O que a adaptação do mangá escrito por ninguém mais que nisiOisin enfrenta de dificuldade é a mesma da obra original: demorar para engrenar e para apresentar sua verdadeira face. A primeira temporada não correspondeu às expectativas e a segunda fará o mesmo. A obra assinada pelo mestre de Monogatari Series só mostrará ao que veio em uma terceira temporada. A pergunta que fica é: será que o anime conseguirá popularidade suficiente para isso?

Por que assistir: É divertido pra quem espera pouco do anime; Cada vez mais mostrando a sua cara, apesar de ainda estar caminhando nesse ponto.
Por que _não_ assistir: Medaka Box Abnormal não é Medaka Box; A possibilidade de uma continuação é pequena.

Expectativa: Na média [5].

To Love Ru Darkness
XEBEC, 1-cour

[trailer]

Sinopse: Sequel de To Love Ru na qual todos os personagens principais retornam juntamente com a adição de mais alguns.

Impressões: O harém de Yuuki Rito retorna dois anos após a conclusão da segunda temporada original, agora com muito mais fanservice para a fanbase hardcore de To Love Ru. É para poucos, talvez o que mais se enquadre nisso nesta temporada. Se você quer um anime com o único propósito de mostrar fanservice, aí está o seu anime da temporada. Mas lembre-se que a versão de TV sofrerá censuras que desagradarão a muitos (com borrões brancos para todos os lados, como aconteceu em BLOOD-C), então talvez seja importante considerar só assistir à versão de Blu-ray.

Por que assistir: Um prato cheio para fãs do gênero.
Por que _não_ assistir: Fanservice agressivo para muitos; vai pouco além do ecchi.

Expectativa: Baixa [3,5].

Quer uma segunda ou até terceira opinião? Artigos dos parceiros abaixo:
Anikenkai | Chuva de Nanquim | Elfen Lied Brasil | Gyabbo!

Artigo escrito em colaboração com @josikm, @Mibshiny e @qwertybr

[chart | trailers] Sim, é aquela hora de fazer as […]

9 thoughts on “Outubro/2012: Apostas e Comentários”

  1. Vou acompanhar BTOOOM! entendo sobre poder dar errado, mas acho que vai dar certo leio o mangá e a historia e personagens são muito bons.

    Não compararia com HOTD, BTOOOM! é mais serio e o fanservice não é exagerado, estou torcendo pra Madhouse fazer um bom trabalho.

  2. Minhas maiores expectativas estão em To Love-Ru Darkness, Btooom!, Magi, Robotic;notes e Chuunibyou Demo Koi ga Shitai!

    Só não verei [K], pelo motivo citado no post ¬¬, e Zetsuen no Tempest pelo mesmo motivo do [K]. ¬¬²

    Enquanto à os outros, acompanharei a maioria, mas com poucas expectativas, só espero não dropar nenhum. \o

  3. Tenho expectativa de que essa segunda temporada de Medaka Box será boa. Esse arco do Flask plan é quando o Ishin deixa de tentar parecer inteligente e descamba pra porradaria total. Muito melhor.

  4. suas notas não condizem com o conteúdo apresentado, Zetsuen no Tempest até o momento apresentou uma história muito bem elaborada gostei muito, sinceramente não posso me basear em sua opinião de expectativas, pois ao conferir varios animes dessa nova temporada realmente alguns ótimos estão com uma media sinceramente baixa em comparação a outros animes de muito menos conteúdo.

  5. Dois animes que fizeram sucesso e estavam na expectativa média: Zetsuen no Tempest e Btooom! Parabéns, animes que estiveram no quesito “indefinido até sua estreia”. Eu pessoalmente gostei muito dos dois ^^

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *