Video Quest 48 – Temporada de Outubro 2012 – Parte 2

Parte 2 do VQ 48 do nosso Guia da Temporada de Outubro de 2012!

Os melhores animes dessa temporada estão aqui!

Índice:

0:02 – Girls und Panzer

3:22 – [K]

7:02 – Zetsuen no Tempest

9:30 – Shin Sekai Yori

12:27 – Tonari no Kaibutsu-kun

13:50 – Code: Breaker

15:23 – Psycho Pass

17:43 – Magi – The Labyrinth of Magic

21:32 – Jojo’s Bizarre Adventure

E confira também os guias dos outros blogs do Genkidama:

Troca Equivalente

Anikenkai

Argama

Gyabbo!

 ACESSE:

Genkidama
Twitter @Video_Quest
Fanpage no Facebook 
E-mail: [email protected]

Twitter dos Aventureiros:
@LeoKitsune
@Fabio_O_Urso

Parte 2 do VQ 48 do nosso Guia da Temporada de […]

141 thoughts on “Video Quest 48 – Temporada de Outubro 2012 – Parte 2”

  1. Gracias por colocarem a posição de cada anime no video! A unica coisa que importa é… JOJO!!!

    A animação realmente não é muito boa, mas como disseram justamente o estilosão compensa em tudo! Você quase esquece que a animação “é ruim”. Os caras conseguiram tirar leite de pedra neste anime! Alias existe mesmo esta confirmação? Eles vão mesmo animar a saga toda?

    Espero que, aproveitando o ensejo, vocês continuem analisando o mangá!

    P.S: Cuidado ao ouvir YES, Kitty! Aquela vozinha de alface no cio do vocalista pode te viciar!

        1. tinha k se você fuck you num gosta num comenta meu eu não comento sobre berserk , k eu num sei porque alguem gosta , mas esse so eu num fala mal do que os outros gostam.

  2. Livia, 48, SP

    Estou acompanhando Magi (anime e mangá) e gostando muito. O Aladim realmente é mais do que parece, ele não é só fofo e poderoso, ele é questionador e de uma forma nem sempre “bonitinha e engraçadinha”, se o anime for fiel ao mangá vocês verão. O Ali Baba é um personagem extremamente humano com todas as suas falhas, dúvidas e medos, ele consegue ser hilário num momento e trágico em outro. Além deles, os personagens que surgem depois são muito interessantes também.

    Se me sobrar tempo estou considerando ver Psycho Pass também, já que eu gosto muito da arte de Reborn.


  3. Sério agora xD

    O que mais me surpreendeu em toda essa temporada foi Jojo.
    Com poucos recursos o pessoal da produção conseguiu fazer maravilhas! A abertura é INCRÍVEL, eles usaram um estilo de animação mais “barato” e conseguiram transformar isso em uma estética, que é característica da época do mangá, além da música também ter super a ver!
    E a animação dos episódios, mesmo sendo bem precária em relação aos animes com recursos decentes foi muito bem pensada, e é algo que quem lê quadrinhos [sejam orientais ou ocidentais] percebe muito. Os episódios têm uma pegada mais storyboard, esse é o ritmo do anime e não consigo pensar numa maneira melhor de usar recursos tão precários pra produzir o anime de um mangá que merece tanto respeito.

    Menção honrosa pras onomatopéias ENORMES aparecendo na tela! Eu adorei, achei FODA! Foi uma das características que me fez perceber esse ritmo mais “hqzado” do anime e pensar no quanto isso é incrível, e o quão foda é o cara que pensou nessa solução!

    Só posso dar os parabéns, Jojo tá se virando muito bem nessa temporada!

  4. Poxa, podiam ter falado sobre mais sobre o Code:Breaker, é um bom battle shonnen, melhor que Fairy Tail, Reborn, etc…
    Magi é realmente incrivel! Muito bom mesmo e junto com o Psycho Pass e Joj, acho os melhores da temporada. Tonari no Kaibutsu-kun é realmente engraçado, para alguem que nao curte muito Shoujos acho bem valido. Acho que a unica coisa que vale comentar agora é que deveriam assistir Gintama, ele é o pai de Sket Dance, todo episodio, tem risadas garantidas, fora os arcos de batalha que são muito fodas.
    Esse foi um otimo Video-Quest. Vlw Kitsune e Urso! o/

  5. (Lucas Bonato, 14 anos, Curitiba)
    O VQ É UMA GRANDE FALHA!
    Zuera, mas não podia perder a chance hehe

    Eu concordo com quase tudo o que vcs disseram, no entanto…
    -Como vcs não gostaram de Zetsuen no Tempest?(tudo bem nem é tão bom assim rsrs)
    Eu achei muito bom! Eles jogarem muitas informações logo de cara é melhor do que fazerem o 1º episódio um tutorial chato…

    -Chuunibyou seilaoque blablabla é muito chato e bizarro, me sinto em um circo vendo aquilo, não consigui rir mesmo sendo muito zuado…
    ——
    Bom…
    Psycho Pass, Sakurasou no Pet na Kanojo e Zetsuen no Tempest(e BTOOOM! +ou-) que eu to acompanhando toda a semana, os outros eu só vi o 1º ep e deixei meio de lado…
    Ótimo vídeo!
    ~flw
    PS: Malditos! me viciaram no encerramento de JoJo, agora vo te que começar a assistir!

      1. Cara, The Police não tem nada a ver com Yes

        Yes é rock progressivo, e The Police é uma mistura de reggae com pós-punk

        Ou seja, enquanto o Yes tem um instrumental muito técnico, rebuscado e com variações de ritmo, o The Police tem um instrumental mais simples e com um ritmo mais persistente

        E por que trash? hauahuahau

  6. Meus tops dessa temporada:
    Psycho Pass : esse anime esta em fazendo ficar a semana toda me questionando, não sai da minha cabeça, ele e ótimo esta sendo o melhor ate agora 😀

    Magi: Gostei muito hilario, como foi falado tem personagens carismáticos, não me faz ficar pensando na ideia a semana toda , como Psycho Pass., mas durante o momento que estou vendo sinto um prazer imenso .

    O resto estou vendo pelo mesmo motivo : Achei legal quero ver o final. U.U
    Robotics;Notes,BTOOOM,Zetsuen no Tempest,Tonari no Kaibutsu-kun, Code: Breaker e Litchi DE Hikari Club .

    Exceção : K que vou ver por que é bonito (apesar que a musica de elevador o tempo todo irrita ) e quero descobrir o mistério qual e o plot 😀

    Muito bom, o VQ dessa semana verei o Jojo por causa de vocês , o resto que ainda não vi tirando alguns darei uma chance ….

    Geovane Menezes,18 anos , Aguas lindas – GO

  7. Eu ri com o Kitsune falando um trecho da musica da Xuxa na parte do anime K ahauh.
    Manoo, eu tenho serios problemas com as cores do anime K, é muitooo azul ¬¬

    AA, sobre um outro VQ, só pra falar, o diretor de Boku no Pico é mesmo do Dinossauro Rei *coisas irrelevantes XD *

  8. Muito bom esse Video Quest. Inclusive concordei com vocês na maior parte.
    Resumindo, estou assistindo Psycho-Pass, Tonari no Kaibutsu-kun, Magi, Robotics;Notes e Jojo. Acho que vou levar K adiante também, só pra ver no que vai dar.

  9. Joinha pro Videoquest!

    Achei muito bom comentar os lançamentos da temporada. Ajuda a dar uma chance para alguns animes que passam despercebidos e também a não perder tempo vendo outros.

    Destaques da temporada que eu vou acompanhar:

    Tonari no Kaibutsu-kun
    Psycho Pass
    Magi
    Jojo
    ShinSekai Yori

    e o FAIL da temporada:

    Aoi Sekai no Chuushin de

    É o anime que iria falar da Sega vs a Nintendo, usando os personagens e tals…
    Mas, é uma bosta. Tudo Cliche, arte genérica, personagens ruins, referencias ruins e abuso do ecchi.

    A Unica coisa positiva é ver o Mario e seu Yoshi… O resto, lixo completo.
    =/

  10. Essa temporada só vou de Jojo e Gintama, mais é por falta de tempo mesmo, se não, estaria vendo Psycho Pass(não vi madoka, mais fate/zero eu gosto).
    Bem: Sobre Magi concordo totalmente com o Urso.
    Quando vi o encerramento de Jojo acabou. Não teve jeito. Não teve como não continuar vendo Jojo. Eu sou muito fã de Rock Progressivo. E não esperava ver rock progressivo em um encerramento de desenho japonês, realmente foi indescritível. Assistir um ótimo anime e encerrar.
    Uma produção de baixo custo dando um banho, em muitas outras produções com um custo enorme.

  11. Apenas alguns comentários:
    Zetsuen no Tempest foi aparentemente inspirado em Shakesphere. Creio que isso explique o “excesso dramático” (que por sinal ficou muito bem feito caso você considere esse aspecto, vá tomar no cu Kitsune).

    A comparação de SAO com Btooom!, na primeira parte do vídeo, ficou meio “mew”. O contexto geral de morrer no jogo e morrer na vida real (que é muito óbvio no Btooom!) pode até ser considerado, mas as duas obras não tem muito como serem comparadas… o estilo e o “objetivo” são completamente diferentes.

    Magi tem tudo pra ser um ótimo shounen, não no mesmo nível do FMA:Brotherhood, mas diria que próximo (talvez) ao Hunter x Hunter. (E que se fodam esses *coff*One Piece, Bleach, Naruto, Fairy Tail*coff* genéricos.)

    Essa é provavelmente a melhor temporada dos últimos, sei la…, 5 anos.
    Estou acompanhando Btooom!, JoJo, K, Magi, Psycho-Pass (provavelmente o melhor anime da temporada), Robotics;Notes, Shinsekai Yori, Zetsuen no Tempest e ainda estou pensando se pego algum desses “Slice of Life” de escolinha HEUIAHSEUI. Desses o único que decepcionou foi K, que provavelmente droparei no próximo episódio.

    1. Pros 2 primeiros pontos:
      Meu problema com ZnT é excesso de exposição (toda hora alguém pára pra explicar algo, de maneira artificial), e uso abusivo de trilha sonora, deixando tudo banalizado.
      E minha comparação com SAO é simples: os dois são sobre jogo online, numa época com vários animes sobre isso. Só. Mais nada.

      1. Pois então, o “excesso” de ZnT provavelmente é intencional. No entanto, não sei até que ponto a intertextualidade com o Shakespheare é válida pra explicar isso.

        Sobre o SAO e o Btooom! eu entendo seu ponto. Só queria explicitar (enfaticamente enfaticando) a diferença, que por sinal já foi bastante comentado por outras pessoas no post da primeira parte.

          1. Tudo bem. Vou comparar você “Rafael Santos” com meu vizinho que também se chama Rafael, afinal vocês tem o mesmo nome. Ponto.

            Não, seu argumento é inválido.

          2. Pode comparar.
            Mais o Fato não é o nome e sim o tema. Ambos são sobre jogos online, não importa se um é mais violento e o outro mais romance. No final é nos dois se pode morrer de verdade. São JOGOS ONLINE.
            Outro exemplo…Buso Rankin e e Full Metal Alchemist…albos são de ação, aventura, e usam Homunculos. Eu posso comparar eles? Posso.
            O que não posso comparar é quando 2 animes falam de temas totalmente diferente.

            Se BTOOM e SAO começam em JOGO ONLINE e levam caminhos diferentes, ai não importa.
            Vou repetir mais uma vez pra ver se você entende.
            OS 2 SÃO SOBRE JOGOS ONLINE.

          3. Po Rafael, na moral, você assistiu mesmo Btoom?
            Tem jogo online sim, mas SAO é sobre um jogo online. Btoom é muito mais parecido com Battle Royale, Jogos Vorazes e etc. Eu sinceramente só estou acompanhando o mangá. Só se o anime fugiu completamente do plot do manga.

          4. Daqui a pouco você vai dizer que Welcome to NHK também é sobre jogo Online, afinal o protagonista jogava um jogo online. Essa lógica está meio deturpada…

          5. Cara….tu não pensa eu acho…serio mesmo.
            BTOOO não fala sobre jogo online? Em BTOOOM eles não estão jogando de verdade, morrendo de verdade?

            SAO não é fala sobre jogos online? Em SAO não estão jogando de verdade, morrendo de verdade?

            Me diz qual a dificuldade?

            Você esta preso no caminho q velou cada um. Enquanto SAO tem mais “romance”, BTOOM! é mais no estilo PREDADORES.

            Entendeu ou precisa desenhar. Oo
            o foco real de tudo é JOGOS ONLINE. Por esse tema eles poderiam ser comparados.

        1. se é assim Rei Leão também é baseado em Shakespeare e em nenhum momento a dramatização ficou forçada como é em ZnT. Eles adaptaram muito mau e acabaram
          criando personagens supérfluos.

          1. ZnT não é a melhor coisa do mundo (e nem teria como ser, com tanta coisa boa ofuscando [nessa temporada]), mas também está longe de ser ruim. O tão criticado excesso de dramatização não me incomodou tanto, na verdade, achei um dos melhores primeiros episódios da temporada, talvez justamente pelo fato de ter sido “corrido”. A tendência, pelo que percebi no terceiro episódio, é começarem a puxar pro lado psicológico (o nome The Civilization Blaster e o próprio conceito de magia apresentado sugerem isso).

            É esperar pra ver, torcendo pro nosso querido estúdio Bones não fuder tudo como eles adoram fazer (vide Soul Eater e provavelmente Eureka Seven AO que sai o último episódio em novembro e… caralho…. eu to com muito medo daquilo).

          2. aí é puro gosto, na verdade eu estou julgando pelo pouco que eu li do manga mas acho que não muda muito, enfim, vai meu ultimo comentário sobre o anime. Eu particularmente achei que jogaram muita coisa de uma vez só, acho que para ficar bem feito e fazer a vingança algo sobre o que o publico deseja, tinham que mostrar um pouco a relação deles antes do assassinato e mostrar o irmão pirar um pouco, não só com flashbacks vagos, para dar profundidade aos personagens, acho também que a magia e a organização só deveriam ser mostrados no final do episodio(capítulo), de forma rápida, para ter o episódio seguinte inteiro para explicar e relacionar os dois pontos da historia, ficaria uma adaptação muito melhor, minha humilde, porem, sincera opinião. Muito corrido, e sem a profundidade necessária. 😀

  12. Realmente Psycho Pass e Magi se destacaram bastante. Psycho pass para mim é disparado o melhor dessa temporada, me lembra muito de Ghost in the Shell, se bem que são feitos pelo mesmo estúdio (Production I.G.)… Magi gostei bastante também e juro que em um certo momento eu pausei o video em alguma cena (que eu não me lembro), e fiquei me questioando que esse Aladin parece MUITO, uma menina (apesar da aparente obsessão por peitos…)e fiquei reparando principalmente naquela faixa cobrindo o tórax o.O Dai dei uma pesquisada na wikipédia, olhei uns capítulos do mangá (online) e parece que é “O” Aladin mesmo ^^ Em alguns foruns gringos o pessoal também comenta que a idéia original era mesmo fazer Aladin sendo menina, mas que depois voltaram atras (o autor ou os responsaveis pela produção) e adaptaram algumas características como o estilo da roupa, por exemplo. Não que eu descarte a idéia de que possam sei lá, no último episódio revelar que ele é realmente uma garota o/ Vai saber, desses japas não duvido nada ^^
    Com esses dois, adiciono BTOOOM, que achei legalzinho também e quem sabe em um horizonte distante Zetsuen no Tempest… Como essa é a última temporada do ano de animes, não só por causa das previsões dos maias, mas pelo calendário também, pra mim o melhor anime do ano (e do ano pasado também, já que teve “duas temporadas”) foi sem dúvida Fate/Zero. Psycho Pass parece bastante promissor, mas dificilmente chegará ao mesmo patamar de Fate ^^

    É isso, já fica uma dica pra um próximo Video Quest, ou Side Quest, “O melhor anime do ano!”

  13. PARTE 2
    GIRLS UND PANZER: Odiei…fui difícil assistir até o fim. E depois de ver que tudo aquilo é num navio, tive a certeza…não verei mais.

    K: Um dos melhor para mim. Os movimentos usado nas lutas, são uma das melhores que já, em animes. Promissor, e vou continuar a ver. Não gosto muito de coisas jogadas, sem explicações. Mais tenho esperanças.

    ZETSUEN NO TEMPEST: Muito legal…magos, vingança, ação, bons efeitos, trilha sonora, muito boa….tenho esperança nesse também…vou continuar vendo, ansioso.

    SHIN SEKAI YORI: Esse anime tem muitas coisas, que me força a assistir…mesmo que me de sono em muiiiiitos momentos. Esta no 4° episódio e ainda estou confuso com tudo. Quero ver como vai chegar naquele inicio do anime, no primeiro episódio. Mais verei me arrastando.

    TONARI NO KAIBUTSU-KUN: Gosto…simples assim. Gosto de histórias que vai direto ao ponto, sem enrolação. Vou acompanhar ansioso também, toda a semana para ver como vai ser.
    Esse anime me parece uma versão romantica do filme CÃO DE BRIGA.

    CODE: BREAKER: Gosto do modo de pensar do personagem Oogami. Se eu foce presidente do Brasil, já teria colocado pena de morte. Tem pessoas que pode dar 10 chances de melhorar e não vai..eles estão rindo de você…e a unica coisa que me faz odiar, é a Sakura…que vive num mundinho de fantasia, onde tudo e todos merecem uma conversa para melhorar. Eu espero sinceramente que aconteça algo grave, o suficiente para fazer ela acordar pra vida. Se acontecer o contrario, disso, eu vou pisar nesse anime.

    PSYCHO PASS: Gostei apesar de poucos momentos de ação mesmo, chegando a dar sono muitas vezes (principalmente no segundo episódio. Muitos trechos desnecessários. Muito falatório).
    Mais vejo algo no estilo MENORY REPORT.

    MAGI: O mais promissor de todos. de todos até agora, acredito que esse é o que poderá ir mais longe. Uma animação bem próximo de Gurren Lagann, que já me anima. É único. Vou continuar vendo ansiosamente toda a semana.

    JOJO’S BIZARRE ADVENTURE: A unica coisa foda mesmo que achei nesse anime, foi a abertura. Fora isso, achei bem fraca a animação. Eu nunca li o mangá, mais eu assisto, e tenho a sensação que esta corrido, todos os fatos, passando de uma forma, que não é natural para mim. Muito rápido. Falta algo. A arte esta bem parecida com a do mangá, que eu acho até bonita, detalhadas mais exagerada.
    To vendo, mais não muito animado… to baixando até onde eu ter paciência. Mais to me arrastando.

    1. Discordo, quando você fala que os diálogos no segundo EP foram desnecessário , serviram para firma a ideia de controle do sistema sobre a sociedade e os meios de controle …
      Foi o que eu peguei vendo o segundo EP e não me deu sono U.U
      Eu so fico triste por que como vai ser o final desse anime ? se for do jeito que eu estou pensando vai me decepciona totalmente… so o tempo dirá se sera um ótimo anime.

      1. O 2° episódio é o mais explicativo…muita conversa e pouca ação. E muitos não precisava ser tão longo.
        Um exemplo que me veio a mente agora, foi uma em que a policial novata, esta conversando com as amigas no almoço.
        Sem necessidade.

        1. Nessa parte que você cito, tem coisas interessantes citadas la sobre o universo e como ele funciona , como o “teste vocacional 2.0” e a frase “O que precisa ser feito é feito por aqueles que são capazes. Esta e a graça concedida sobre a humanidade por Sibila ” ficou mais claro pra min que essa Sibila e como um ” “Deus” ” ela julga e escolhe seu destino e tem poder absoluto , foi o que eu interpretei posso esta errado . 😀
          No caso então de você ter sentido sono e por que não deve fazer seu estilo o desenvolvimento mais calmo, acho que terá muitos momentos assim vai ficar alternando em eps de ação, somente no clímax que poderá-ser ação,ação e ação …

          1. Estou compreendendo tudo até agora. O fato de me dar sono, não quer dizer q não estou prestando a atenção.
            Existe inúmeras formas de explicar as coisas. e acredito que escolheram a forma mais cansativa de se fazer.

  14. Em resumo, esse foi dois VQ que mais discordei de vocês, hahahaha.
    mais fazer o que…gosto não se discute.
    Alguns provavelmente não deu para ser comentado, até porque, estreava durante os dias uq ejá postaram os videos.
    Uns eu esperava mais. Jojo’s, não achei o bicho…só a abertura muito boa. Psycho Pass, sono, mais interessante…tem muito falatório.
    mais pegando todos os animes, não tem nenhuma assim que se destaque ao ponto de Naruto, Bleach ou One Piece. Talvez Magi, irá mais longe, mais talvez com um numero de episódios igual a de Full Metall Alchemist, ou um pouco mais.

  15. Minha opinião: Gostei de muitos comentários de vcs. Psycho-Pass, q era uma grande aposta minha, n me decepcionou, foi um dos únicos q me empolgou na verdade. A ideia em si dos coeficientes q indicam se a pessoa é ou n perigoso, sendo o computador quem decide, é interessante e fez um ótimo clima a personagem q n estava acostumada com aquele mundo. Achei muito legal a ideia de Chuunibyu sei la o q, dessa coisa de inventar, partindo da propria imaginação, que é uma coisa q a gente quando criança sempre faz, pelo menos eu fazia criando aquelas histórias loucas hehe, e tipo assim, se tornou algo bem agradável de ver.Tonari no Kaibutsu-kun, muito legal esse shoujo!!! Eu gostei muito da personagem Mizutani, que é hosneta e talz, e foge daquela coisa de ir pouco a pouco, é romance mais dinâmico, mais real, talvez.Magi, eu n esperava muito, sabe? Mas n arrependi de ter tentado, adorei o humor embutido e os personagens de aladdin e alibaba.Eh..Zetsuen no Tempest, foi diferente, tenho uma certa curiosidade do q vai acontecer então vou la assistir pra ve o q da.Code;Breaker, olha a história n é empolgante, mas eu queria ver a evolução da personagem no sentido se ela n vai mudar sobre essas coisas de justiça, pq a realidade é mostrada bem…Malvada.(embora eu acho q ela é teimosa nisso, ja q ela ta vendo o mundo de outra perspectiva so agora).Enfim vo ver. Robotic;notes, adoro a ideia: estudante construindo robos.Queria ver isso mais no Brasil…T.T Ok, me parece q vai evoluir bem a história, mas n deu muito bem aquele gostinho de quero mais, o ritmo se demostra calmo(n q isso seja ruim, na verdade gostei de fujir do ritmo rapido) pq tipo pra mim pareceu que, mesmo eles tendo um prazo curto, eles n ficam sabe, se “matando”, apesar de é certo q eles tem uma preocupação sim sobre isso.Os personagens são bons, e espero uma boa explicação pra aquele começo.K, grande decepção: conteúdo fraco, efeitos bons demais pra o enredo. To esperando aquele milagre, sabe?Quando eles explicarem melhor…talvez to esperando d+(com certeza), por isso e por causa do design eu vo ver como vai ser.N vi ainda Shin Sekai Yori,*anotar: da uma conferida.Bem, eu vou continuar tb com os outros 2 shoujos, é…É isso.

  16. Entendo a crítica do Urso, faz sentido, a gente vê que já é quase um pilar dos animes e mangás de battle shounen o personagem principal comilão, ingênuo e facilmente furioso, tremendamente poderoso e fodão (o que, por incrível que pareça, Ichigo de Bleach é exceção aos 2 primeiros), mas quando o telespectador/leitor tem um estereótipo sob qual gira todo o mundo de leitura/audiovisual dele as coisas ficam sem dúvida mais agradáveis, e o que os produtores querem com tamanha concorrência por temporada é vender, e vender muito. Se parar pra pensarmos, uma obra inovadora demais pode ser meio chocante para o público e não ter o efeito esperado, até mesmo entre os seinens ou ecchis que achamos absurdos do lado de cá de Greenwich.

    1. Ah sim, tenho 19 anos, sou de Camaçari-BA, aliás grande abraço aí dos, sei lá, 6 baianos que acompanham Video Quest, e esqueci de dizer que faltou um anime da temporada que vocês deviam dar uma curta olhada – Aoi Sekai no Chuushin de, tem uma proposta até legal de parodiar a guerra dos consoles num anime (embora ficou uma merda ¬¬’) e também um VQ de Toriko, que eu achei bem divertido e está se destacando rapidamente na Jump! Enfim, abraços e continuem com o ótimo trabalho! ~So Long, and Thanks for All the Fish~

    2. Na verdade o Aladin não é comilão à toa, só pra fazer graça. Existe um bom motivo pra gula dele XD E, por ser um Magi – aquele que escolhe e guia o Rei – ele com certeza será um personagem razoavelmente complexo, com mais dúvidas e questionamentos do que o herói de anime shonen padrão. Afinal, escolher e guiar um rei não é trabalho para um cabeça-de-vento, só poderes mágicos e habilidade na batalha não bastam.

      Quem continuar assistindo verá.

        1. Gostar ou não do Luffy é parâmetro para dizer quem entende ou não das coisas?
          Pretotência sua Thoty, afirmar algo desse tipo.
          Não existe essa…eu não sou fã do Luffy. para mim não é o maior dos heróis. Mais cada um é cada um

        2. Não gosto do luffy, assim como não gosto de nenhum outro personagem que faz parte desse anime; não gosto do traço do anime, e nem da história, ou seja, não gosto de one piece. Certa vez “inventei” de assistir isso, e então baixei 30 episódios de cara, e fui assistindo, mas quando cheguei no episódioi 9, se não me engano, já vomitando, me deparo com aquele carinha narigudo lá do estilingue… Dai não teve mais jeito, dropei na hora e apaguei os 30 episódios. Contudo, não tenho nada contra quem gosta, pois gosto não se discute, cada um tem o seu. E que bom que é assim, não? O que é estranho é uma pessoa inventar uma fórmula esquisita, na sua cabeça, e sair pré-julgando as outras pessoas, ou tentando “impor” sua opnião: se você gosta de X, então tem que gostar de Y; se você assiste BTOOOM e SAO, então você não pode comparar os dois, só porque são animes baseados em jogos online; e por ai vai…
          Eu assisti e não gostei. Ponto. Não será a sua opinião, ou de qualquer outro que irá fazer eu mudar a minha. Assim como o povo fica “enchendo o saco” do Kitsune, porque ele disse que não gostou de Zetsuen no Tempest. Ele assistiu e não gostou. Ponto. Algumas pessoas ainda possuem opinião própria.
          E por favor, não leve para o lado pessoal, não tenho nada contra sua pessoa, mesmo porque nem lhe conheço, apenas não gosto do mesmo anime que você gosta o.O

          1. Vc ñ gosta de anime blz…
            Mais falar q ñ gosta de Luffy e gosta de Goku ..e outra coisa.
            E como trocar 6 por meia duzia …

          2. Cara, Comecei a assistir One Piece a duas semanas. Estou no episódio 160. E o Luffy tem muitas diferenças em relação ao Goku (pode ser que mude depois).

            (Comparação feita entre o Goku do Dragon Ball e o Luffy)

            Primeira diferença: Goku é inocente, Luffy é retardado (tanto que tem muitas piadas onde a tripulação chama o Luffy de idiota). A forma de agir deles também é diferente. O Goku, mesmo criança, age de forma seria quando necessário. O Luffy na maioria das vezes age de forma impulsiva e despreocupada (Isso é uma coisa que eu odeio nele. Um exemplo é o inicio da luta contra o Arlong, onde ele enterra o pé no chão e depois não consegue tirar…)

            Alem disso, as lutas de One Piece (Até agora) são muito forçadas. O exemplo maior é contra o Crocodile. Quando o Crocodile suga toda a água do corpo do Luffy, o que custava arrancar a cabeça dele fora? E que diabos foram aquelas gotas de água caindo em cima dele, sendo que ele cuspiu á agua pra frente… Sem contar da imunidade do veneno.

            Quando junta essas lutas sem noção com o Luffy retardado, isso tira todo o credito do personagem pra mim. Por isso não gosto dele.

            Parece que o autor que fazer com que agente engula a fodacidade dele guela abaixo, porque ele não tem nada de foda. Ele me lembra muito o Natsu de Fairy Tail na questão das lutas.

            Enfim, essa é minha Opinião.

    1. Concordo plenamente que os gostos do Urso são esquisitos, pois esse indivíduo deve ter problemas sérios por não gosta duma obra que está utilizando uma cultura vasta como a árabe.
      Mas a vida é assim mesmo, não se agrada a todo mundo.

      1. Mas, pelo que eu entendi, o Urso não gostou de Magi exatamente porque achou que o anime não fazia jus a vastidão da cultura árabe (se ele tem razão ou não eu não sei, não assisti)

          1. Sim, claro. Eu por exemplo gosto de Dokuro-chan mas não gosto de Blade Runner, logo sou um imbecil. Pq, obviamente, o mesmo critério deve ser usado para ambos. Isso aí.

          2. hahahahahahahah….acho uma graça isso.
            Se a pessoa não gosta de “popular”, ele é escroto, hahahaha
            Não entendo o pensamento dessas pessoas. Fala sério.

            Eu não achei Jojo’s tão foda assim, como a maioria. Quem vai começar a me bombardiar.

            PS.: Nem vou falar de novo que acho One Piece, bobo XD

          3. E como dizem “cada maluco com sua maluquice”
            Pq o doido ñ fala que é maluco no ponto de vista dele .. ele se acha uma pessoa normal…rsrs

      2. Brow, só no primeiro arco do manga e provavelmente do anime também eles modificam umas 50 lendas árabes, para alguém que fez faculdade de historia, isso é triste 😀

        Eu mesmo, só consegui gostar do manga quando percebi que é um outro universo e que só pega alguma inspiração dos árabes e mais pra frente, de outras culturas também 😀

  17. Primeiramente esse formato de VQ em que vocês comentam os animes da atual temporada é muito legal! Espero que vocês continuem com essa idéia.

    Bom, desta lista eu só vou acompanhar Shin Sekai, Tonari e Psycho Pass(este último, pra mim o melhor disparado). Somando-se à Chuunibyou(muito bom), Robotic;Notes e Btooom!!

    Os outros animes não me agradaram nem um pouco, mas enfim, opinião é opinião…
    Urso vc não está sozinho, eu também ODEIO “personagens do tipo Goku”.

  18. Bruno – 24 anos – Maceió-AL

    Vou coemntar brevemente os 3 animes que estouvendo:

    [K] – Animação muito bonita, mas roteiro confuso até então (terceiro episódio).
    Até agora a produção não decidiu se o anime vai ser ação, comédia, mistério, shounen, shoujo, ecchi, BL, enfim … é uma grande bagunça temática que ainda não chegou a lugar nenhum!

    Queria saber a opinião do Kitsune sobre o segundo episódio, que tenta ser engraçado, mas eu achei muito estúpido (no mal sentido)- desperdício para um anime de 13 episódios

    Psycho-Pass – Anime interessantíssimo, que remete aos assuntos e questões ideológicas que a gente estuda nas faculdades da área de humanas. Quero ver até onde vai esse sistema penal distópico que aboliu o devido processo legal em benefício da segurança da sociedade (será?).

    Jojo’s Bizarre Adventure – A animação está muito boa dentro das limitações de orçamento. A estética visual, a trilha sonora e todos os aspectos técnicos dão a impressão de que você está vendo um anime de 1985-1995, o que dá um ótimo clima retrô.
    E eu não estou achando a velocidade da adaptação ruim!

  19. Esse era o VQ que eu tava há muito tempo 🙂
    Adorei, mesmo não concordando com tudo.

    Zetsuen no tempest eu gostei pelo o que vocês não gostaram. Gosto de animes densos e não reparei que a trilha sonora tava presente o tempo todo.

    E Urso eu também não gostei muito do primeiro eps de Magi, não me empolgou muito. Mas depois começa a ficar muito bom. Tá valendo a pena.

    No mais Jojo… eu pensava que vocês não gostavam de dramalhão 😛 Se vocês dizem que tem um motivo pro Jojo ser um dos caras mais maltratados em um eps só no mundo ‘animístico'(sério mais exagerado que manga shoujo de bullying); e do Dio ser um dos maiores fdp, assim, por ser… eu credito em vocês. Mas até agora eu achei tudo raso e exagerado demais e isso me irrita muito no anime.

    PS: Kitsune, minha expectativa, que tava alta no primeiro eps, foi caindo com o decorrer dos eps de Shin Sekai. Parece que tá cada vez mais escolinha e menos mistério. E sim aquelas crianças são chatas pra caramaba.

  20. Zetsuen no Tempest não entendi as suas criticas a esse anime ,pra min parece ser um dos mais promisores dessa temporada
    sobre ter muita trilha sonora , qual o plobrema?
    em que isso atrapalha o andamento da historia?
    e por que não por uma musica triste numa cena triste ou uma agitada em um momento de ação?
    sobre o plot da historia apesar de ser gigantesco as explicaçoes do primeiro episodio isso não me incomodou ,pra min fopi necessario para o entendimento da historia ,pelo menos não foi algo vazio como o primeiro episodio de K

    sobre jojo ,o diretor devia ganhar um premio por conseguir fazer milagre com esse baixo orçamento compensando essa animação digamos “barata” com muito estilo ficou algo bizarro mas combinou com jojo

    de resto concordo concordo com os outros comentarios dos animes
    apenas uma resalva a code brek ,o primeiro episodio foi um tipico episodio cliche de escolinha ,mas acredito que melhora daqui pra frente

    1. Explicando de novo minhas críticas à ZnT:
      1º não me importo com plot denso. Meu problema é que isso faz com que, a todo momento, existam diálogos expositivos mega-artificiais pra explicar cada detalhe da trama. Os 3 primeiros episódios são quase tutoriais. Nada disso veio de maneira natural.
      2º trilha sonora demais é sinal q o diretor não confia no público, ou em si mesmo, pra passar emoções, aí tem q usar música como muleta. Tem conversas normais ali que a gente só percebe q tem importância pq tem uma música épica no fundo.

      1. milagre o kitsune respondeu meu post

        entendi agora seu motivo de não ter gostado ,parando pra avaliar melhor realmente tem um dialogo pra explicar a cada coisinha como você disse e ao decorrer dos episodios pode incomodar
        sobre a trilha sonora ,particularmente nunca me incomodei com trilha sonora de anime em exeço por tanto que sejam usadas nos momentos corretos ,mas ai é só minha opinião pessoal

  21. Gostei desse modelo do VQ, uma opnião rapida sobre tudo, pelo menos no meu caso que não tenho tempo pra ficar analisando tudo que sai em toda temporada, é muito bem vinda. Será que rola de fazer isso em todas as tempradas? Eu voto sim.

    Só faltou um aviso perto ali do Kitsune +/- da metade do video pra frente: FANBOY MODE [ON] ^^

  22. Obrigado VQ, graças a vocês eu tive coragem de finalmente mostrar meus verdadeiros sentimentos pelo animê Code: Breaker. Até agora, em todos os fóruns e rede sociais da vida, eu tinha falado bem desse animê, mas lá no fundo eu tinha meio que a mesmo opinião que vcs, depois de ver o vídeo, finalmente tomei coragem e dropei. Pensava que era só eu que achava Code: Breaker bem mais ou menos.

    Sobre Magi, Urso, vai tomar no olho de seu cú. Seus argumentos de Gostar e Não Gostar de algum animê são sempre vazios e vagos. Fala logo que não é seu estilo krl, mas não me venha com essa de “Não respeitar a cultura árabe”. Por favor!!

    Jojo me surpreendeu, gostei muito. Nunca vi o mangá, mas depois de assistir os primeiros episódios, entrou na minha lista de mangás que devo ler o mais rápido possível!

  23. Yei!
    Caramba, o formato de vocês ficou bem legal… conseguiu abordar tudo e do jeito que só vocês conseguem analizar, hahaha.
    Não sou muito fã do gênero de Magi, mas a empolgação do Kitsune me contagiuou a ponto de eu dar uma segunda chance. Shin Sekai Yori chamou minha atenção, mas da mesma forma que existe o medo de Psycho Pass virar um Guilty Crown, também fiquei com medo deste se tornar um novo Another… mas gostei do que vi no VQ e também irei encarar =)

  24. ÓTIMO VQ, um dos melhores até agora.

    Gostei da parte 2 porque finalmente foi falado sobre os melhores animes da temporada, e tenho certeza que os breves comentários fizeram com que as pessoas que não haviam acompanhando os primeiros episódios de animes como Psycho Pass, Magi e Jojo se interessassem por tais…^^

    Aparentemente essa temporada está sendo muito boa, e a chance de um desses animes(Magi, Psycho Pass, Jojo) virarem modinha em breve é muito grande, assim como foi Another e SAO nas temporadas anteriores.

    Parabens.

  25. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    bom, ninguem é obrigado a gostar do goku

    sobre o comentario do urso de magi não seguir a risca a cultura arabi
    um cara como ele que acompanha naruto,bleach e one peac devia estar acostumado com isso

  26. Sério, cada vez que assisto um novo VQ eu me surpreendo mais.

    1. Kitsune gostou de Tonari no Kaibutsu-kun, Magi, Chuunibyou demo Koi ga Shitai e ainda por cima lê Kimi ni todoke, o que é isso? Eu sempre achei que ele era um vilão que criticava todos os animes incluindo “shoujos”… sério adorei, ele não é um coração de pedra como pensava.
    2. Urso odeia personagens comilões, inocentes, e que dê lição de vida. Na hora eu pensei “Nossa tem tanto personagem fuleiro por aí pra se odiar, e ele não gosta logo de Luffy, Goku?” até intendo a revolta dos fãs inclusive da minha. Motivo? É simples pense assim o que é One piece sem o Luffy? Bem mas do Urso.. pensando bem, dava pra esperar isso dele, logo quero um VQ top 10 urso, top 10 Kitsune!
    3. Eu não dava nada pra Magi, vi o primeiro capitulo ontem à noite e curti muito, obrigada pela recomendação! E aaaa vai urso dá uma chance pra Magi! E Kitsune não deixe de ver, ler a obra por causa do urso humpf!

  27. Gostaria de fazer alguns breves comentários (que, juntos, no final, muito provavelmente irão resultar em um comentário grande XD) sobre esse formato do Video Quest e sobre alguns dos animes tratados neste e no VQ anterior, com a primeira parte.

    Em primeiro lugar, sobre o formato. Acompanho o VQ há algum tempo já, assistindo especialmente os que dizem respeito aos animes que já assisti (evito spoilers XD). E, sinceramente, acho que esse foi o VQ mais engraçado que vocês já fizeram rs. Eu ri muito e me diverti muito assistindo, foi realmente uma experiência muito interessante e acho que seria válida ser repetida quando chegar a próxima temporada de animês. Fora isso, a ideia de comentar as primeiras impressões que um anime deixar (com base em, digamos 1 a 5 episódios)é muito boa.

    Agora sobre os animes da temporada.
    Por conta de outros animes e outros afazeres, só peguei três para acompanhar dessa temporada, e foram BTOOOM!, >lK e Magi.

    Sobre Btooom: concordo com muito do que foi falado. A primeira coisa que discordo é quando ao personagem principal. Não me desce nem um pouco. Não consegui ir com a cara dele e espero que isso melhore ao longo do tempo, mas por hora ele que se exploda (literalmente ¬¬). Fora isso, esse me parece que será o típico anime “o mundo inteiro é FDP e só o mocinho e a mocinha prestam”, coisa que detesto. As únicas coisas que me fazem continuar interessado nesse animê são a musica de abertura (XD) e o desenvolvimento do plot, que apesar de aparentar se apenas uma desculpa pra todo mundo sair jogando bombas, ao mesmo tempo é um mistério que prende (ao menos para mim)

    Já sobre K, eu teria de discordar da análise. Não tenho o menor contato com a obra original (isso se existe, nem chequei isso rs), mas esse parece o tipo de anime onde cada mínimo detalhe é relevante para o desenvolvimento final. Algo meio no estilo de Durarara, com pessoas se encontrando e se separando, cada qual com seu próprio plot, que as leva a um determinado ponto. Assim sendo, é natural que o animê comece confuso (e pelo menos até onde assisti ele continua confuso rs) e as coisas vão se explicando e se interligando ao longo do tempo. Este eu acho que não é um anime que dará para julgar com base em primeiras impressões, mas que torna necessário uma análise melhor da obra como um todo, especialmente no que diz respeito ao plot. Portando, discordo quando o Kitsune coloca que algumas cenas são inúteis. No final, acho que não dá para saber isso, pelo menos não por enquanto.

    Finalmente, Magi (e este será um comentário um pouco mais extenso rs):
    Este é, para mim, o melhor anime da temporada (ou ao menos dos que peguei para assistir rs). Mas antes de falar bem, uma pequena crítica: este me parece um anime shonen incrivelmente genérico e marcado por clichê atrás de clichê. Ao mesmo tempo, isso não é, de forma alguma, necessariamente ruim. Um clichê bem utilizado pode resultar em algo excepcionalmente bom. E embora eu não considere, ainda, Magi “excepcional”, ele certamente faz um ótimo uso dos chichês que coloca.

    Como o urso apontou, o personagem do Aladin já é bastante conhecido. É o tipico protagonista inocente. Mas eu acho ele diferente por um motivo: a inocência dele pode muito bem ser sabedoria. Ainda que ele aparente ser bobo, muitas vezes ele se mostra mais esperto do que parece (acho que a cena dele com Alibaba quando transportam vinhos é o melhor exemplo). Além disso, ele tem o adicional de ser um “ser de fora”. Ele não pertence àquele mundo e caiu de paraquedas ali. E por isso ele consegue apontar incoerências e inconsistências no mundo ao redor que alguém de dentro daquele mundo não conseguiria, o que o faz parecer ingênuo. Em fim, essa é a minha impressão. Parece que há algo de mais nele, algo que os distingue um pouco desses outros personagens citados.

    Já sobre não respeitar a cultura árabe… Bem, pra ser sincero essa foi uma preocupação minha desde o início também. Eu sou estudante de História e por isso costumo detestar animes ambientados em um dado período do passado, já que normalmente aparece cada bizarrice que me irrita –‘. Felizmente, com Magi ainda não notei nada de mais. Pelo contrário, ele parece corresponder relativamente bem ao pouco que conheço da cultura árabe. Mas… É sempre preciso ter em mente que o anime é uma reinterpretação japonesa de um conjunto de mitos e contos árabes, transmitidos pela oralidade por um largo período de tempo antes de serem colocados em texto e que já na época em que circulavam diziam respeito a uma dada visão de um passado longínquo que certamente já deturpava esse passado. Em fim, o que digo é: o anime não será fiel a cultura árabe, pois a própria cultura já não é igual à dos mitos em que o anime se basa e os próprios mitos não eram representações fidedignas de um passado histórico. Erros irão ocorrer, isso é certo e uma questão de tempo e de notá-los. Porém, não acho que seja necessariamente um problema maior neste caso. O propósito do anime não é ser fiel a uma cultura, mas recontar uma série de mitos sobre uma nova visão e acho que é isso que deve ser avaliado nele.

    Em fim, é isso. Como disse, acabo meio grande rs XD.

  28. Não sei pq falam tão bem de Jojo viu? Os caras fizeram um mangá animado mew.Igual fizeram com o anime novo de Inu Yasha…Afinal pra que direção? ambientação?O cara faz igual ta na pg do quadrinho e ja era.Alguém ensina pra esses japarugas que linguagem de quadrinho e linguagem televisiva são coisas totalmente diferentes.Os personagens estão explicando oque a gente ve que esta acontecendo o tempo inteiro.Eu não sou idiota, estou vendo que tem alguma coisa batendo na porta do forno,e que o fdp esta socando a sua cara.Precisa ficar explicando oque se passa na tela como se eu fosse cega?Isso funciona no manga…No anime parece extremamente estupido.

  29. eae kra acho que unicos animes que vou acompanhar e Kami-sama Hajimemashita Code Breaker voces nao fazem um trabalho nem um pouco profissional e deve ter muito escritor de manga/anime que deve estar fazendo macumba pra transformar todos voces em bixas e por isso vcs sao FODA DE MAIS eu como tantas pessoas querem participar de um VQ ou sei la sei que minha ideia e idiota mas oq axam de fazerem lives com participaçao de alguns de nos que te assistem todos que te assistem sabem que se isso acontecer nao serao todos que poderam participar entao tirem dinheiro do cu comprem headseats sem fio e façam isso e venho tambem lhes informar que irei começar um canal de analises de manga/animes por culpa sua obrigado seus desgraçados

  30. Ah, Kitsune, você não entendeu a proposta de “Girls und Panzer”: “meninas fofinha (o moe) podem dominar o mundo”, é isso, uma metáfora!(Nossa, precisei viajar muito para escrever isso…). Os japas estão declaram guerra contra quem odeia moe!

      1. É uma rápida análise, nem assisti, e provavelmente, não assistirei, mas como o Kitsune deu enfase a “meninas fofinhas pilotando tanques”, citei essa invasão de moe atual, que á nem tem muito por onde escapar dela. nada contra também, só acho que há certas séries que exageram, além de por vezes encontrarmos moe em momentos que não são legais. Nem tudo fica mais interessante só por ter uma menininha fofinha e com jeitinho inocente, ao contrário, isso pode estragar uma boa proposta…

        1. Odeio quando isso acontece, ali na segunda linha, não entrou o “J” na última palavra: invasão de moe atual, que JÁ nem tem muito por onde escapar dela…

  31. VCS PRECIZAM FAZER UM VIDEO QUEST SOBRE ANO HANA!!!! EU E MEUS AMIGOS ESTAMOS DESESPERADOS QUERENDO SABER MAIS SOBRE ESSE ANIME DE 11 EPISODIOS E SABER O QUE VCS ACHAM!! . O . FASSAM UM VIDEO QUEST DE ANO HAMA ATENDENDO PEDIDOS POR FAVOOOOOOR!!!!

  32. Bom, dessa temporada eu irei acompanhar K, code:breaker, Psycho Pass e Jojo, o restante nem me interessou muito, e sei la, vcs deviam ver mais alguns episódios de code;breaker antes de julgar o anime como fizeram, acho q deve ter algo bem mais aprofundado, pelo menos eu espero pelos 3 episódios que assisti.

      1. Entao Rafael, o resto não me interessou pela temática mesmo, talvez até de uma chance pro Zetsuen mais pra frente se o pessoal falar bem do anime, ou MUITO mau eu acabo assistindo, mas falo isso por eles terem visto somente o primeiro episodio de Code;Breaker e ja acharem que sabem como vai terminar o anime parece, e pelo ritmo que esta indo parece ser muito mais do aquilo que eles “previram”

        1. Mais temos que ver que são opiniões deles neh.
          Muitas coisas descordei deles nesse VQ. Tanto que muitas coisas dos que eles disseram que não vão nem ver mais, eu vou esperar ansioso toda a semana para ver a continuação. Já o que eles adoraram como Jojo’s, to vendo me arrastando, e é bem capaz que eu largue futuramente ele.
          Acho que o lado “fanboy” falou mais alto. A gente nota isso, quando eles acham irrelevante, o fato de o primeiro capitulo ter sido corrido, que tem um propósito.
          A opiniões do VQ não são regras a serem seguidas. hehehehe

          1. é opinião deles, nao sigo como regra, assim como eles podem, eu posso usar o espaço pra dar minha opinião aqui e discordar deles em alguns pontos e concordar em outros, assim como vc

  33. Kitsune quando sai um video quest de OP, pocha o Oda merece, depois de tanto sucesso, so falta o video quest expor o que eles acham de One Piece.
    To adorando Jojo assim como vocês, to lendo ele atualmente e ta entre os melhos Shonens de todos os tempos, aquela coisa trash e poses ridiculas(???) é muito legal, não sei por que mais acho jojo um mangá tão legal vizualmente.
    Fica o pedido ae, sei que nem vou ser escutado por vocês, mas enfim
    façam VQ de OP algum dia.

  34. eu vi ate o terceiro episodio de K e continuo não intendendo porra nenhuma ,pior que essa bagaça só vai ter 12 episodios daqui a pouco acaba o anime e só mais duvivas surgem,o unico ponto positivo é a animação que é impecavel muito bonito esse tom azul que deixam as coisas .
    mas parece que vai ser mais um black rock shoter da vida orçamento enorme graficos fodas e um enrredo sem sentido nenhum

  35. Eduardo – 14 anos – Santa Barbara d’Oeste.

    Quero entender uma coisa, pra que tanto babaovismo pra JoJo? Nem é essas coisas e tem MUITO MAIS exposição do que Zetsuen no Tempest, que aliás, no episódio 3 teve até um cara explicando tudo que estava acontecendo … E também, Jojo foi muito corrido no primeiro episódio, deveria ter sido uns 2 epis para explicar o 1° episódio

    1. Também acho. A unica coisa que eu realmente gostei foi da abertura de Jojo’s. Não é o melhor da temporada.
      Não podem deixar o fanboy falar mais alto. Não é bom Ver um anime corrido como esta sendo Jojo’s.
      K, BTOOM, Zetsuen no Tempest, estão entre os que eu espero ansioso toda a semana…fora outros que o VQ não aprovou

      1. Vocês são chatos. =(

        Os motivos para que os primeiros epis estejam sendo corridos estão aí, eles pretendem fazer algo GRANDE. Então senta aí e espera a porra da ação começar para valer. E aliás, eles estão fazendo algo até bem feito, não é aquela correria que não te passar emoção nenhuma, é algo mais natural.

        FLW!

        1. Não, não esta uma correria natural.
          Se eu que nunca li o mangá de Jojo’s notei a correria, como é que me diz que esta natural?
          Natural é quando algo te prende sem você nem notar as coisas.
          Mais não to dizendo que não achei legalzinho. mais não é isso tudo também. Tem melhores.

          1. O que é uma correria natural para vc? Para mim é algo que é evidente que está corrido, caso de jojo, só que mesmo assim consegue passar as emoções necessárias para seguir em frente, uma coisa BEM FEITA. E eu acho que isso está sendo feito em jojo. Como eu disse antes, eles estão querendo fazer algo GRANDE, pois jojo, é GRANDE. Eles só estão cortando aqueles capítulos de introdução que todo mangá tem. Querem chegar na parte principal, para aí sim, fazer com calma.

            Por isso como eu disse antes, espera aí.

          2. Te dar algo natural e bom de se ver.
            O filme ” O Ultimo Mestre do Ar”. Os que conhecem a história, sabe que no filme foi cortado muitas coisas, mais você mau sente.
            Não sei da onde que você acha, que, se todos vêem que esta corrido, é natural. Você tem que rever muitas coisas.
            Isso não acontece com Jojo’s. Se para você passou as emoções, parabéns.
            Pois para mim foi como o Kitsune disse, só vi que o Dio é mau, e o Jonathan é bom.
            Não nego…Jojo’s é grande como você diz, e todos nós sabemos. Da para chamar ele de um clássico.
            E acho que é ai mesmo que ele merece respeito.
            Mais não vou passar a mão na cabeça e dizer que o anime é o melhor, porque não é.
            A correria é justificável pelo pouco orçamento, mais não foi bem feito.
            Não vou me deixar levar só pelo nome “Jojo’s Bizarre Adventure”.
            A animação não condiz com o nome.
            Se para todos ficou bom, isso, beleza. Mais eu vou discordar.
            Quando chegar mais pra frente e eu ver que melhorou eu vou ser o primeiro a dizer.
            Mais por enquanto , para mim, Jojo’s não passa da abertura.

          3. Dizer que jojo não passa da abertura é uma crítica muito pesada, muito mesmo. Pois claramente, até mesmo você, percebe que o anime de jojo tem um planejamento, tem toda aquele negócio de economizar verba aqui para gastar ali, ou então, pular partes desnecessárias para acelerar o processo e etc. E essa parte da rivalidade entre Jonathan e Dio, é bem aquilo mesmo, passou o que tinha que passar, pode parecer clichê e é… mas como todos nós sabemos, é um clássico, inspirou gerações.

            Por isso como eu disse, os episódios estão sendo corridos sim, é uma questão de planejamento, mas calma, essa parte não é tão importante, apenas relaxe e entre no mundo de jojo como eu estou fazendo, a parte que precisará de mais cuidados, eles vão fazer com mais cuidado. Até agora eles só pularam aquilo que seria considerado “enrolação”.

    2. ‘Babaovismo’ é o nome que você dá quando dois caras valorizam a animação de um clássico da cultura pop japonesa. JoJo, como disseram, é uma homenagem ao quadrinho americano, e também recheado de referências à música, cultura estrangeira (e MUITO da mitologia grega também). JoJo é um épico estiloso, bizarro, no qual os personagens gritam tudo o que pensam, os vilões são maus e os heróis são bons; mais importante que isso, JoJo é marcante, tal foi seu impacto na cultura pop japonesa (e, cosiderado a referência de muitos dos mangakás atuais). Concordo que o primeiro episódio é corrido, mas falar que JoJo não é lá essas coisas? Até a IGN avaliou JoJo como ‘must read’: http://www.ign.com/articles/2005/12/01/jojos-bizarre-adventure-vol-1-review

  36. O que eu gostei em Jojo foi o ritmo corrido mesmo, mau consigo tirar os olhos do episódio. Não é igual esses shonens (Jojo é Shonen?) clássicos ai q o personagem demora 3 episódios pra dar um ataque, tem uma seção gigante de flashbacks no meio das lutas (Naruto kk). Vou continuar vendo Jojo, pelos 3 primeiros episódios to gostando muito, espero continuar.

  37. bom é que o mangá do jojo tem mis de 100 volumes ,ou seja o estudio não tem motivo nenhum pra enrrolar o anime ,mesmo com as coisas corridas assim ,não se perde o sentido da coisa

  38. 18 anos – Ceará
    Fabio Urso: “Não gosto do Goku”. Cara, sempre soube que você era estranho. Mas não pensava que era tanto. q
    enfim amei cada minuto! Obrigada pelas dicas! Muitos dos que vocês falaram dos contras me chamaram atenção por eu gostar do estilo e tal. então anotei o nome de muitos para conferir o primeiro ep! apesar de esse JoJo não ter me chamado atenção nem um pouco. Mas gosto é gosto né K
    Dos novos eu amei e viciei foram só Tonari no Kaibutsu-kun, e Kami-sama Hajimemashita! Bem, só assisti eles até agora… xD mas apaixonei! gosto muito desse estilo… E fiquei tão feliz do Leonardo ter gostado do Tonari no Kaibutsu-kun \o/ é muito bom mesmo!
    enfim. até mais! esperando logo pelo 49! :3
    beijos :*

  39. Ok, moçada! Gostei do VQ, mas alguns dos animes citados tenho algumas observações:
    Girls und Panzer: É, tive a mesma impressão de vocês – não irei assistir.
    [K] – Assistindo mais por desencargo de consciência. Estou dando uma chance, embora eu tive a mesma impressão que vocês. É capaz de eu desistir do anime mais pra frente. Ele tem mais fanservice yaoi que o próprio Hetalia…kkkkk
    Zetsuen no Tempest – Ele tem cara de drama Shakesperiano, muitas vezes eles citam a obra de Otelo (acho que é Otelo, não lembro direito…kkk), mas é algo que tenho esperanças que se torne algo melhor. Eles estão muito na explicação ainda, mas, aparentemente, ele é melhor que K. Verei no que dá.
    Shin Sekai Yori – Estou acompanhando. Gosto de anime de mistério e, aparentemente, ele está apresentando uma proposta muito interessante. Como falado no VQ, adorei o tratamento de imagens e direção do anime, embora lento no desenvolvimento, ele deixa sempre um gostinho de quero mais em cada final de episódio.
    Tonari no Kaibutsu-kun – Não sou chegada em shoujos, mas este me convenceu. Não sabia ainda da existência dele (descobri através deste VQ) e estava cansada de caras bundões que nunca chegam pra moça e falam: EU QUERO FICAR COM VOCÊ! Quem sabe mais pra frente eu encare este anime (estou acompanhando um monte no momento…kkkk).
    Code: Breaker – Estou acompanhando, alguma coisa nele me convenceu. Algo subjetivo que ainda não sei explicar (talvez por ser característico shonen e tals – talvez um fraco pra shonens bestas…kkkk). Se a coisa ficar melhor, aviso vocês…kkkkk
    Psycho Pass: Por enquanto, para mim, um dos melhores animes do ano (a menos que a produção faça alguma “besteira master” e estrague depois – espero que não). A proposta do anime, os gráficos, a pegada ficção científica (que amo – lembrou Minority Report com Blade Runner), ficou muito legal. Além disso, adoro os desenhos de Amano Akira (autora de Reborn – devo ser ainda um dos poucos que acompanha o mangá…kkkk). Quando vi a propaganda deste anime, a autora de Reborn foi a primeira coisa que chamou atenção, mas depois que saiu a história – praticamente o primeiro episódio, fiquei empolgada: fazia tempos que não via algo com substância no mundo dos animes.
    Magi – The Labyrinth of Magic: Sigo o que Kitsune falou, ou seja, não dava nada para o anime, mas surpreendeu muito. Gostei do estilo, do universo apresentado – embora descaracterizado do que seria dos árabes na realidade (pelo que entendi, um dos contras do Urso), mas, eu entendo como liberdade criativa. Você pode se inspirar numa cultura sem ofendê-la, mas não totalmente copiá-la. Digamos que é um negócio subjetivo: cada pessoa entende da forma que quer. Continuarei acompanhando, achei fofo o Aladin, mas adoro o Ali Babá.
    Jojo’s Bizarre Adventure: Apesar de eu ter assistido o VQ à respeito de Jojo e ter “tentado” assistir os dois primeiros episódios – fui convencida de que seria um bom anime, simplesmente o superestimado Jojo não me agradou. Ainda estou tentando bolar o porquê disto. Talvez pelo fato dos personagens serem totalmente planos (bom é bom, mal é mal), ou o gráfico, sei lá. Quem sabe eu tente mais pra frente. Aconteceu isso comigo quando fui assistir Code Geass (outro anime bem superestimado) e, depois de dois anos estou dando uma segunda chance – pelo menos estou atualmente em um episódio acima de onde eu parei – já é um progresso. O que posso afirmar é que é algo subjetivo. Ninguém está certo e ninguém está errado. Ano que vem, posso dar novamente chance para Jojo e gostar. Darei tempo ao tempo.
    Estão de parabéns pelo vídeo quest e espero que continuem com este ótimo trabalho.

  40. Gostei desse VQ, o anime mais cômico para mim, que vocês mostraram, foi o Girls und Panzer, com garotinhas Kawaii Moe em tanques de Guerra, sendo que uma delas tem um cor-de-rosa. Hauahaua! xD

    Que exagero por causa de Tonari no Kaibutsu-kun, Kitsune, não quer dizer que só porque você gosta, que já vai querer “comer” a pessoa, seu exagerado. Huahauah! xD

    E o Kitsune tem razão sobre a parte dos Shinigamis de Bleach (Alvejante), se o que é apresentado em outros animes for verdade (como Kuroshitsuji) e a série de TV Supernatural. Os Shinigamis só deveriam morrer nas mãos de suas próprias armas de ceifadores e não nas mãos das armas de outros. -.-

    Agora para finalizar galera, eu gostaria de um VQ sobre Pet Shop of Horrors, é um dos especiais animes de terror que gosto. Então por isso que estou pedindo. Valeu gente, até mais. Õ/

  41. Salve Urso e Kitsune! Meu nome é Thiago e assisto o videoquest toda semana! As vezes concordo e outras discordo, mas no fim gosto mto das análises de vcs! Entre todas as sugestões dadas aqui no videoquest, aquela que mais me marcou foi, claro, Devilman! Li esse manga em uma noite e fiquei de cara com esse filho da puta do Go Nagai! Nunca vou esquecer aquela página com a cabeça da menina numa estaca! foi a pagina de manga que mais me surpreendeu no manga inteiro (e talvez de todos os mangas que li)…
    mas mudando de assunto, esta temporada até que está boa se comparada com as outras, estou assistindo psycho-pass, magi, shinsekai e jojo (que vcs também venderam bem no outro videoquest) que prometem bastante; concordo com vcs, não aguento mais anime de escolinha (por isso larguei robotics note no primeiro episódio, apesar de ter esperanças para este anime, qm sabe um dia volto) e roteiros cliches que são bem comuns hoje em dia (como o BTOOM que a não ser q surpreenda mto, é uma cópia da idéia de Battle Royalle (que por sinal é insuperável).

    Pra finalizar gostaria de sugerir uns animes um pouco menos comentados, pra quem sabe vcs um dia fazerem um videoquest.

    Fantastic children
    Baccano
    Eureka Seven
    Golden Boy (ova)
    Rahxephon
    Great teacher onizuka

    Fechou então! Abraço pra vcs e nos surpreendam com o próximo VQ!

  42. Ae galera sobre BTOOOOM! quatro dos sete escritores são de BR! então esse argumento que é muito parecido com BR é valido mas tinha de se parecido porque se num fosse não seriam os escritores de BR! né galera so queria fala esse comentario , e a sim Tonari no Kaibutsu-kun e do mesmo criador de Kimi ni todoke ou seja é foda o cara só mudo duas coisas e a historia flui melhor ne .;)

  43. Concordo com vocês quando dizem que a oppening do Jojo é incrivel. Sim é. Estou apaixonado pela série. Para mim a melhor da temporada.
    Aconselho a dar uma olhada em btoom, mas não agora, esperar se estender um pouco, pode ser bem melhor do que vocês acham. ;D
    E assistam Gintama (se tiverem paciência). É muito bom, mas realmente requere uma paciência gigantesca para alguns (muitos) episódios. Mas as sagas, que são pequenas, e excelentes fazem o nome do anime.

  44. Me chamou bastante a atenção esse Psycho Pass. Vou assistir. Tonari No Kaibutsu-kun também parece ser interessante. E depois de ver essa abertura de Jojo’s e saber que possui encerramento com música do Yes e referências a bandas de rock dos anos 70 com certeza não vou perder.

  45. Oi Urso, Kitsune,

    Por enquanto está muito bom o VideoQuest, mas tive que parar tudo e fazer esse comentário. Por favor urso, não confunda Persas com Árabes, são culturas diferentes.

    Abraços,
    ephiongundam

Deixe uma resposta