BEDA #010 – Fullmetal Alchemist e Lobo Solitário estão voltando! – RELANÇAMENTOS EVERYWHERE!

Esse não era o post que eu tinha pensado em escrever hoje, mas quando dois dos mangás que eu queria ter na coleção e não tinha são anunciados como relançamentos, não tem como não PARAR AS PRENSAS! Fullmetal Alchemist e Lobo Solitário voltarão às bancas de todo Brasil ainda esse ano!

Primeiro falemos um pouco de Fullmetal Alchemist. O mangá, publicado no Japão entre 2001 e 2010 em 27 volumes, chegou ao Brasil pela Editora JBC em 2007 no formato meio-tanko — que como o nome indica, equivale a metade da edição original. O mangá fez um tremendo sucesso por aqui (e por todo o mundo), motivado principalmente por uma história bastante envolvente e uma arte clean mas muito bonita assinados pela incrível Hiromu Arakawa, mas também pelas duas excelentes adaptações em anime.

Há pouco mais de 5 anos a editora JBC finalizou a publicação do título aqui no Brasil, em uma época que o formato meio-tanko já não era mais tão popular e, por isso, muitos fãs queriam ver esse material ser relançado em um formato mais bacana, com mais cuidado, etc. Demorou. Demorou muito. Chegou até a virar piada, mas finalmente no Henshin+ desse sábado a editora anunciou o tão aguardado relançamento!

fullmetal_alchemist_relancamento

Nada foi falado quanto a qual será o formato desse relançamento, mas é de se esperar um trabalho mais caprichado para esse que é um dos grandes clássicos modernos dos quadrinhos japoneses! (foi um pouco too much essa puxada de saco?). A Editora JBC tem sofrido um pouco com a crise que estamos passando em nosso país e muitos de seus títulos estão sendo publicados numa qualidade aquém do que a desejada. Espero que isso não afete a republicação Fullmental Alchemist. Pessoalmente sempre quis ter esse mangá em minha coleção e o que me impedia de compra-lo era, justamente, a qualidade datada de sua publicação. Poder ver, finalmente, esse material voltar às bancas é algo que genuinamente me deixa feliz.

MAAAAAAAS… esse post não existiria se fosse só isso. Não costumo dar notícias aqui no Anikenkai. O que motivou esse post foi que a editora Panini resolveu reagir (?) ao anúncio da JBC e divulgou DO NADA o relançamento de um dos maiores clássicos da história dos quadrinhos japonese — eu gostei desse negócio, né? — Lobo Solitário!

lobo_solitario_panini

Publicado originalmente no Japão em 28 volumes durante o início dos anos 70, Lobo Solitário veio pela primeira vez para o Brasil pelas mãos da editora Cedibra em 1988, sendo lançado em formato americano (como o das revistas mensais Marvel e DC que temos hoje). A publicação passou para as mãos da editora Sampa no início dos anos 90, ainda em formato americano, mas nunca chegou a ser concluída. Isso até a Panini publicar o título, agora num formato tankohon muito mais parecido com o original, em 2005.

Por causa dessa longa história em nosso país, tendo vindo pra cá muito antes da palavra mangá ser introduzida em nosso vocabulário, Lobo Solitário é um dos mangás mais bem aceitos por aqui. Seja a pessoa leitora de mangás, leitora de qualquer outro tipo de quadrinhos ou até de nenhum dos dois, todos tendem a reconhecer a qualidade e importância histórica dessa série.

Lembro que na época eu não tinha muito dinheiro, mas mesmo assim fiz questão de comprar os primeiros volumes dessa série baseada nas histórias de samurai da Era Edo. Porém, depois de perder um ou outro número, acabei deixando a coleção de lado e li o material emprestado de amigos. Agora, felizmente, poderei ter esse título na minha coleção e, ao que tudo indica, numa qualidade muito melhor. Especula-se que o mangá viria num formato muito parecido com o de Vagabond.

Apesar dos problemas que nosso mercado está vivendo atualmente, é bom ver títulos como esses voltando às bancas. Já estou aqui dando um jeito de separar uma grana para comprá-los e fico no aguardo de mais notícias quanto a datas de lançamento e formatos! E vocês, queridos leitores do Anikenkai? O que acham desses relançamentos? Ficaram felizes? Vão comprar? O espaço dos comentários é de vocês!

Sobre Diogo Prado

Tradutor, podcaster, jornalista, amante de cinema, apreciador de jogos eletrônicos e precoce entendedor de animação japonesa.

Você pode me achar no twitter em @didcart.

Esse não era o post que eu tinha pensado em […]