Animes da Temporada Inverno 2016 – Apostas e Sugestões

Bem vindos a 2016! Espero que tenham relaxado um pouco nesse recesso, quem sabe até tenham se atualizado na lista de animes para assistir, mas o fato é que, com o ano novo, uma enxurrada de animes nos espera nessa Temporada de Inverno! E como já é tradição no Anikenkai (embora eu tenha falhado miseravelmente nas últimas duas temporadas), vamos às minhas apostas e sugestões para os animes que estão por vir!

Lembro que esse post não é um guia sobre todas as estreias da temporada. Para isso, recomendo que vocês visitem o Gyabbo. Aqui eu irei falar das séries que me chamaram a atenção e que sugiro para vocês darem uma chance também. Não tomem também o que for escrito aqui como verdade universal, já que é tudo baseado apenas em especulação, trailers, sinopses, equipe técnica, etc. As primeiras impressões e eventuais reviews só virão depois. A ideia aqui é tentar ajudar vocês a escolherem o que assistir em meio a tantas estreias.

Por fim, não deixem de comentar, ao final da leitura, se vocês concordam com minhas apostas e/ou se tem algum outro anime para acrescentar. Pra mim, o que mais importa é essa troca com os leitores. Assim sendo, vamos à lista.

Musaigen no Phantom World

Musaigen-no-Phantom-WorldSeguindo a tradição de adaptar light novels publicadas pelo próprio estúdio, o Kyoto Animation vem agora com uma história de ação sobrenatural envolvendo um garoto e um grupo de garotas com superpoderes lutando contra uma ameaça maior do que eles previam. É, batido, eu sei. Sim, concordo que não gera muito hype. Mas é da KyoAni que estamos falando e, pelo menos, podemos ter certeza que teremos uma animação de excelência e boas cenas de ação pelas mãos da diretora de animação Kazumi Ikeda (Chuunibyou demo Koi ga Shitai!, Clannad, Kanon). Para me dar um pouco mais de confiança, temos o diretor Tatsuya Ishihara, que fez recentemente um excelente trabalho com Hibike! Euphonium, no comendo da série.

Active Raid: Kidou Kyoushuushitsu Dai Hakkei

Anime com história original, puxando pra ação e ficção científica, com uma mega pegada de tokusatsu? Tô dentro! Falando em tokusatsu, é bom destacar que o roteirista de Active Raid, Naruhisa Arakawa, além de ter trabalhado em outra séries sci-fi, como Blue Seed, também já escreveu uma boa quantidade de Tokusatsu, inclusive Kamen Rider! Eu me sinto mais empolgado do que deveria estar para essa série. Pode ser que eu acabe me decepcionando, mas quero acreditar que não.

Boku Dake ga Inai Machi

bokumachiAqui temos uma série que eu estou apostando bastante nessa temporada. Boku Dake ga Inai Machi é uma série de mistério, gênero com o qual eu comumente já simpatizo, mas além disso, é adaptado de um mangá conceituado e sua história promete explorar bem o psicológico de seus personagens, o que me interessa. Ainda mais que já achei o protagonista interessante só de ler a sinopse. Um mangaká que não consegue se expressar bem, tem dificuldades de se relacionar com os outros, mas que, vez ou outra se vê voltando no tempo para impedir catástrofes de acontecerem. Hummm… promete. Ainda mais sabendo que o roteirista Taku Kishimoto, além de ter no currículo as excelentes adaptações de Haikyuu!! e Usagi Drop, já trabalhou com o diretor Tomohiko Itou em Gin no Saji.

Dagashi Kashi

Dagashi-Kashi Eu confesso que não ia colocar esse anime nessa lista. Na verdade, eu ainda estou com um pé bastante atrás quanto a Dagashi Kashi. Muito se deve à minha desconfiança de que a série vá acabar descambando para a comédia ecchi besta genérica, temática da qual não simpatizo muito. Porém, há algo no design único dos personagens que me chama bastante a atenção e o diferencia dos demais, atiçando meu interesse. Expectativas bastante moderadas para esse, mas fica aí o registro.

Shouwa Genroku Rakugo Shinjuu

Shouwa-Genroku-Rakugo-ShinjuuQuando assisti pela primeira vez o trailer desse anime, eu estava certo de que a série estava sendo feita pela mesma equipe do excelente Sakamichi no Apollon. Seja pelo design dos personagens, pela ambientação, pela presença do jazz na trilha sonora… mas não. É, na verdade, uma equipe bem diferente e isso me deixou bastante curioso. Somando o fato de que o mangá no qual o anime se baseia ser bastante aclamado e já ter ganhado e concorrido a diversos prêmios, posso dizer que estou bastante interessado nessa série. Adoro esses animes históricos. Fico fascinado em como eles conseguem recriar e representar o estilo de vida da época. Especialmente numa época de tantas mudanças como foi a Era Showa pós Segunda Guerra no Japão.

Bubuki Buranki

Animação em CG com técnicas de cel shading tem evoluído bastante nos últimos tempos. Tanto que ao assistir pela primeira vez o trailer de Bubuki Buranki eu demorei um pouco até perceber que não estava vendo uma animação 2D tradicional, mas sim computação gráfica. Claro que os lindos cenários também me distraíram um pouco, mas gostei bastante do que vi. Pouco se sabe sobre a história desse anime, sendo um roteiro original (o que já garante pontos na minha lista), então eu recomendo que assistam ao trailer e tirem suas próprias conclusões. Pra mim foi suficiente para me fazer assistir aos primeiros episódios.

Dimension W

Aqui temos outro exemplar de uma série que estou botando bastante fé em. Dimension W tem tudo para me agradar: futuro distópico, o lado negro do avanço tecnológico, relação humano-androide, ação de qualidade, visual estiloso e um diretor competente. Nada mais precisa ser dito quanto a essa série.

Hai to Gensou no Grimgar

Hai-to-Gensou-no-GrimgarDuas coisas me chamaram a atenção nesse anime e por isso decidi colocá-lo nessa lista: primeiro, como ele está bonito e, segundo, como parece que eu estou vendo uma campanha de RPG ganhar vida. Desde muito pequeno gosto de RPG e qualquer coisa que ronde essa temática já chama a minha atenção, mas poucas séries conseguem capturar a essência de uma campanha de RPG. Hai to Gensou no Grimgar parece caminhar nessa direção, o que me deixa esperançoso. Vamos ver quando o anime estrear.

Ajin

O estúdio Polygon Pictures ganhou notoriedade entre os fãs de anime com sua adaptação de Sidonia no Kishi. Mesmo trazendo um estilo de animação não-convencional, agradou bastante e a colocou numa boa posição na indústria. A resposta a isso veio com a responsabilidade de se adaptar Ajin, um dos mangás mais falados dos últimos anos. A história, que permeia pelo terror, mistério e ação, tem uma pegada bem densa e vai ser interessante ver como vão adaptar isso para anime. Confesso que queria estar mais confiante para essa série do que me sinto estar. Já li críticas tanto positivas quanto negativas sobre a história e ambas com bons argumentos que as sustentam, mas acredito que podemos ter um bom anime vindo por aí.

Outros animes que devo dar uma conferida:

  • Mahou Tsukai Precure!
  • Sushi Police
  • Koukaku no Pandora

Concluindo

Quando dei uma olhada rápida nos animes dessa temporada de inverno, eu achava que iria acabar escolhendo bem menos do que os que pontuei aqui. Fico feliz de poder ter sido surpreendido já nessa etapa tão preliminar da temporada. Porém, o importante mesmo é ser surpreendido quando os animes, de fato, saírem! Então fiquem no aguardo das primeiras impressões que devem aparecer por aqui conforme os animes forem estreando. Não deixem também de botar nos comentários desse post quais são as SUAS apostas e sugestões!

Sobre Diogo Prado

Tradutor, professor, host do Anikencast, apaixonado por quadrinhos, apreciador de jogos eletrônicos e precoce entendedor de animação japonesa.

Você pode me achar no twitter em @didcart.

Bem vindos a 2016! Espero que tenham relaxado um pouco […]