Coluna do Fred especial de dia das crianças: Top 6 animes infantis!

Dia das crianças é sempre uma data especial… Exceto no meu caso, já que em casa eu nunca comemorei… Meu aniversário era perto e o pessoal desprezava, fazer o quê, né? Por isso eu nunca dei muito valor ao dia, mas sei que as crianças merecem um dia pra elas ganharem seus presentes e assistirem seus animes em paz pra variar… E os adultos também. Afinal, todo mundo tem uma criança interior.

A partir disso, resolvi fazer um top 6 de animes infantis. Top 6 porque 5 era pouco e 7 é demais.

Vamos a eles!

6 – Shiba Inuko-San

Esse é polêmico! É sobre a vida de uma cadela que age como se fosse humana e… É isso aí! Shiba Inuko-san não preza por roteiros incríveis, boa animação ou, até mesmo, qualidade, mas é uma série bem fofa e gentil que tenta passar lições para as crianças sobre o certo e errado e sobre como se sentir melhor consigo mesmo, no melhor estilo Hello Kitty, só que saiu ano passado, tudo isso com um toque de falta de humor, porque engraçado é que não é, mas a Inuko-chan é uma fofa.

5 – Kaleido Star

Kaleido Star é um anime mágico que eu nunca entendi porquê não fez mais sucesso no Brasil. Conta a história de Sora Naegino, uma menina que sai do Japão para tentar a sorte como acrobata no maior circo itinerante do mundo, o Kaleido star. É uma série delicada, limpa e muito agradável, com uma temática sobre como devemos perseguir nossos sonhos a todo custo e um grupo de personagens bem interessantes(ainda que não sejam muito aprofundados), além de uma trilha sonora muito legal. Queria que tivesse feito mais sucesso aqui, mas acabou ficando relegado ao cartoon network e só.

4 – A viagem de Chihiro

Tudo bem que é um filme e não uma série, mas Chihiro é realmente algo incrível e, pra mim, a maior obra do MiYAzaki. É sobre Chihiro, uma menina que viaja com os pais e acaba parando em um mundo estranho e mágico onde seus pais se tornam porcos e ela que tem que arranjar uma forma de trazer os dois de volta e ir pra casa. Chihiro é incrível, além de ser um espetáculo visual, ainda tem uma trilha linda e personagens muito legais, sem contar a história que é muito bem trabalhada. Não gostei muito dos animes do Miyazaki que vieram após Chihiro, mas era difícil também seguir uma obra tão irretocável quanto essa.

3 – Digi Charat Nyo

Essa é uma pérola perdida do finado animax. Digi Charat Nyo é difícil de explicar em palavras, mesmo tendo uma premissa simples: A princesa Dejiko cai na terra e quer ser famosa, mas começa “trabalhando” como garota propaganda de uma lojinha de fundo de quintal. Fim… Mas é muito mais que isso! Na verdade, a maior parte do tempo, Dejiko sequer fica na loja, ela vive uma mil e uma “aventuras” com sua trupe, sempre se centrando em situações do cotidiano que estrapolam pra coisas absurdas e cretinas devido ao quão loucos são os personagens principais e os coadjuvantes, que transformam até comprar um pacote de soja no mercado em uma tragédia grega. Esse é um dos melhores animes que já vi, excetuando pela segunda parte, quando elas vão pra escola, que perde um pouco o ritmo por sair do clima e relegar o pessoal da vila pra escanteio.

2 – Dragon Ball

O original! Não o Z. Acho que Dragon Ball dispensa apresentações se você veio até esse site, né? Apesar da sequência se focar muito mais nas lutas, o primeiro é muito mais sobre as aventuras e descobertas atrás das esferas do dragão. Ainda que no fim, tenhamos uma palhinha da saga Z, quando Goku enfrenta Piccolo, até lá, é pura aventura e comédia no caminho que Goku trilha pra conseguir todas as esferas. Se possível, assistam a versão do SBT que eu achava a dublagem melhor, hehe.

1 – Twin Spica

Esse é outro que vem do saudoso Animax e é ainda mais perdido, por ter um aspecto um tanto quanto pobre. Twin Spica relata a história de Asumi Kamogawa, uma menina que sonha em ser astronauta a todo custo, mesmo que o caminho a percorrer seja extremamente difícil. Eu pensei bem se deveria incluir Spica aqui, porque é uma série que, apesar de ter seus momentos de descontração, foca mais no drama, ainda que não tenha nenhuma situação violenta ou pesada, tem momentos que são realmente tristes, mas eu acho que é um anime muito sincero na mensagem que ele quer passar que é de que não importa a situação, se você tem um sonho, você deve seguir, mesmo que muitos percalços apareçam, se você se dedicar, você vai chegar lá. É uma mensagem típica de séries japonesas, Kaleido Star dessa mesma lista também trata disso, mas poucas séries vão aos limites que Twin Spica vai. Recomendo muito.

Sobre Fred

I'm a very twisted person. Gosto de animes e mangás por boa parte da minha vida e comentar sobre isso é sempre um prazer... Desde que eu tenha algo útil pra falar. Afinal, Dirac já dizia: "Eu não começo uma frase sem saber como ela vai terminar". Sou também um quimicuzinho que sabe falar bobagem o suficiente pra parecer inteligente.

Dia das crianças é sempre uma data especial… Exceto no […]