Animes da Temporada Primavera 2015 – Apostas e Sugestões

Tradicionalmente a Temporada de Primavera era onde os melhores animes do ano estreavam. Infelizmente há algum tempo essa tradição não corresponde à realidade, mas posso dizer que essa temporada que está para começar agora em Abril está até bem interessante. Então bora lá comentar um pouco sobre ela e tentar estabelecer algumas sugestões e apostas para vocês.

É sempre bom lembrar que são justamente Apostas e Sugestões, não opiniões definitivas sobre as séries – afinal elas não estrearam ainda. Se quiser esperar pelos posts de Primeiras Impressões, tudo bem, mas se quiser já ter uma ideia do que assistir nos próximos meses, continue lendo. Se quiser postar suas opiniões sobre os animes comentados aqui ou sobre outros que você acha que serão bons de acompanhar, dá uma passada lá nos comentários! Quero ouvir o que vocês tem a dizer!

Para conferir a lista completa com as estreias, nada melhor que o Guia Completo das Séries de Anime – Temporada de Primavera 2015 que o Gyabbo preparou. E podem apostar que o guia é tão grande quanto o nome dele.

Danna ga Nani o Itteiru ka Wakaranai Ken 2-sure-me

O primeiro anime que eu quero destacar é a segunda temporada de Danna ga. Se vocês não tiveram a oportunidade de conferir a primeira, o façam pois é um anime BEM curtinho mas ao mesmo tempo muito divertido. Um marido otaku, uma esposa não-otaku e as mais diversas coisas que podem sair dessa união. Leve, engraçado e curtinho. Vale a conferida.

Shokugeki no Soma

Trazido pelo estúdio J.C. Staff, o mesmo que adaptou BAKUMAN, Shokugeki no Soma é um dos animes que mais estou esperando nessa temporada. O motivo é que gosto muito do mangá. Leio desde que saiu o primeiro capítulo e hoje, já com seus 112, o mangá ainda continua a me interessar. Talvez seja claro meu interesse pela culinária, mas também aprecio certos elementos narrativos que o autor usou para passar certas ideias. Se você pensa que essa série vai ser só fanservice, pode esquecer, porque nesse, em uma rara ocasião, ele tem um propósito narrativo. Infelizmente corremos o risco do anime explorar um pouco demais esse tipo de coisa o que mudaria um pouco o tom da obra piorando-a consideravelmente.

Nagato Yuki-chan

Há ano não vemos nada vindo do universo de Haruhi Suzumiya. Quando finalmente temos algo, é um spin-off que cheia a caça-níquel. Só vamos saber se essa série será interessante de se acompanhar após uns dois ou três episódios, mas por mais que eu curta Haruhi, tá difícil botar fé nesse aqui.

Ninja Slayer

Nova obra do atual queridinho da galera, o Studio Trigger (Kill la Kill, Inou Battle-wa). Pelo que deu pra perceber no PV do anime, ele vai seguir muito estilo visual que o Trigger vem tentando manter em suas obras ao mesmo tempo que aparenta ter uma personalidade própria, com um uso forte de cores e contrastes. A sinopse pouco diz sobre a história e, para mim, ela é o principal ponto que me preocupa. O responsável por ela e também pela direção é Akira Amemiya. Ele nunca roteirizou nenhum anime antes e até então ele era apenas um animador. E como diretor, sua única experiência foi com Inferno Copa, um anime BEM alternativo. Vai ser interessante ver como ele vai se virar numa série maior como essa.

Plastic Memories

Eu sou fã de histórias de ficção científica e em Plastic Memories nós temos um sub-gênero clássico: histórias de androides. Vindo do mesmo campo temático de um Blade Runner da vida, a responsabilidade é grande, mas se a história for bem contata a recompensa também o será. Um mundo onde androides que passam do seu tempo de validade ficam bitolados e perigosos e uma unidade especial encarregada de recuperá-los. A ambientação e o plot são legais, resta saber como vai ser o desenvolvimento. Infelizmente não há muito o que prever já que tanto o diretor quanto o estúdio são uma incógnita pra mim.

Kyoukai no Rinne

Adaptação de uma obra de Rumiko Takahashi (Inu Yasha, Ranma 1/2). Pode até ser que não seja um anime legal, mas a vibe meio old-school – tanto visual como tematicamente – me atraiu bastante e o cacife da autora me faz querer assisti-lo. Para melhorar ainda mais, o roteiro da adaptação está a cargo da minha xodó, Michiko Yokote (Genshiken, Shirobako). É, amigos… promete.

Ghost in the Shell Arise

Galera, é GitS. Se você não sabe o que é GitS pare de ler esse post agora e vá descobrir o que é. Agora, sobre Arise, pelo que li sobre, vai ser uma reedição dos filmes com mais conteúdo depois. É, pode ser legal, mas também pode ser uma bosta caça-níquel. Prefiro acreditar que será a primeira opção. Se você nunca viu GitS antes, acho que não é uma boa começar por esse anime. Procure os clássicos e, depois, se quiser uma nova dose, vá pra Arise.

Hibike! Euphonium

Olha, eu curto o trabalho da Kyoto Animation. Acho o estúdio muito competente e seus animes são sempre muito bonitos. No entanto, Hibike! Euphonium pra mim não me atiça tanto a curiosidade. Acho difícil que seja um novo K-ON da vida (para o bem e para o mal), mas também não acho que vá para o lado Nodame Cantabile de ser. Será algo no meio desses dois e não sei até que ponto isso é bom. Só vendo para descobrir. Pelo menos sabemos que visualmente bonito o anime será.

Sidonia no Kishi – Season 2

Eu curti muito a primeira temporada de Sidonia no Kishi. Um sci-fi bem honesto. O visual completamente em CG incomodou um pouco no começo mas logo me acostumei e pude curtir a história. Essa segunda temporada é muito bem vinda e razão suficiente para você ir lá conferir a primeira.

Kekkai Sensen

Essa série me atraiu por causa do seu PV, mas também por ser situada em Nova York. Não é todo dia que vemos algo do tipo pipocar por aí e me pareceu uma “novidade” que justificava eu dar uma conferida no material final. Ainda assim, não tenho muito o que dizer do anime e sinto que posso quebrar a cara, mas pelo menos um episódiozinho eu assisto.

Digimon Adventure Tri

Acharam que eu ia deixar esse aqui de fora? Por mais que o anime seja uma porcaria no final das  contas, vale a pena conferirmos por causa do hype que está se gerando em volta e porque é Digimon… e Digimon com a equipe clássica! Como fã da série original, quero muito, mas MUITO mesmo que essa série seja boa. Estarei torcendo… mas é da Toei que estamos falando. Aquele estúdio que tem toneladas de dinheiro mas mesmo assim tem feito muita adaptação porca nos últimos tempos. Que não seja isso com Digimon. Por favor.

Outros animes que devo dar uma conferida:

– Arslan Senki
– Denpa Kyoushi
– Saint Seya: Ougon Tamashi
– Houkago no Pleiades

Concluindo

Tenho que ser sincero e dizer que nem todos dessa lista aí me empolgam pra caramba, mas tenho que dar o mérito por pelo menos eles terem me despertado interesse. Dificilmente acompanharei todos eles. No máximo uns 2 ou 3. Se eu tivesse que apostar, diria que vou acompanhar Ninja Slayer, Kyoukai no Rinne e Digimon, mas podemos ter boas surpresas! Só saberemos depois das primeiras impressões que já devem começar a pipocar na semana que vem! Então fiquem ligados aqui no Anikenkai!

Não deixem também de botar nos comentários desse post quais são as SUAS apostas e sugestões! Afinal, é para isso que esse tipo de post também serve, pra gente compartilhar! Então bora lá e que comece a temporada!

Sobre Diogo Prado

Tradutor, professor, host do Anikencast, apaixonado por quadrinhos, apreciador de jogos eletrônicos e precoce entendedor de animação japonesa.

Você pode me achar no twitter em @didcart.

Tradicionalmente a Temporada de Primavera era onde os melhores animes […]