Por que blogar sobre animes e mangás? – Anikenkai 5 ANOS!

Exatamente hoje o Anikenkai comemora 5 anos de existência e eu achei que seria um excelente momento para eu responder à pergunta: Por que blogar sobre animes e mangás?

Os motivos que levam cada um a blogar são os mais diversos. Claro que todos partimos do apreço que temos por aquilo que vamos escrever sobre, mas não apenas isso. Há uma gama de outros fatores que motivam uma pessoa a ter o trabalho de criar e manter um blog. Para tentar responder à pergunta do título desse post e, de alguma maneira, celebrar essa marca de meia década blogando sobre animes e mangás eu decidi compilar as principais razões pelas quais eu blogo desde a criação do Anikenkai.

Que elas sirvam de curiosidade para você que acompanha o Anikenkai há algum tempo e/ou que começou a acompanhar recentemente ou que sirvam de motivação para quem está pensando a começar a blogar agora.

Esse era o visual do Anikenkai há 5 anos atrás!

Esse era o visual do Anikenkai há 5 anos atrás!

Compartilhar meus Pensamentos e Opiniões

Sem dúvida nenhuma esse foi o principal motivo pelo qual eu comecei com o blog. Eu sempre gostei de ler blogs sobre anime e mangá, principalmente os estrangeiros (há cinco anos atrás poucos eram os blogs brasileiros sobre o assunto). Adorava as discussões que nasciam neles e eram propostas por eles, gostava de ficar sabendo da opinião dos outros sobre os animes e mangás que eu gostava e ou estava buscando saber mais sobre, enfim, gostava do conteúdo gerado por eles.

Eu comecei a pensar na ideia do Anikenkai quando eu me considerei maduro o suficiente para compartilhar com o mundo meus próprios pensamentos e opiniões. Quando me achei capaz de acrescentar algo aos assuntos que eram discutidos pelos outros blogueiros. Eu queria um lugar onde eu pudesse ser eu e que as pessoas que curtissem minhas opiniões e/ou a maneira com que eu escrevo e me coloco acerca dos assuntos pudesse me encontrar.

Desse modo, eu criaria um ambiente em que, além deu poder expor o meu lado de um tema ou minhas impressões de um anime ou mangá, como poderia também ver o lado das pessoas acerca dos mesmos.

Propor Discussões e Desenvolvimento de Ideias

Eu sempre gostei de discutir assuntos. Acho que uma boa discussão faz mais bem do que ficarmos pensando em certos assuntos sozinhos. Com o Anikenkai, eu poderia expor essas minhas elucubrações aos meus leitores e receber a resposta deles, vendo assim, diversos pontos de vista e opiniões. Essa troca de ideias é uma das coisas que poucas pessoas fazem em seus blogs, mas que faz parte da razão do Anikenkai existir desde o começo.
w640Fazer as pessoas conhecerem e se interessarem pelas coisas que eu gosto

Sempre foi natural pra mim, e acredito que pra muita gente também o é, querer fazer os outros conhecerem aquilo que eu gosto. E um lugar onde esse tipo de coisa deveria ser feito é em blogs. Afinal, cada blog é um reflexo de seu(s) autor(es). Um exemplo disso aqui no Anikenkai, é o quanto eu falo sobre Genshiken, meu mangá favorito. Já fiz diversos posts sobre o assunto (e até to nervoso de há tempos não estar escrevendo sobre ele) e, até hoje, fico extremamente feliz quando alguém manda um e-mail ou entra em contato comigo pelo twitter dizendo que começou a ler Genshiken por minha causa pois é aí que vejo que estou atingindo meu propósito.

Ah, e que fique claro que não precisa se limitar só a uma obra. Eu mesmo já botei Samurai X, Patlabor, K-ON, Nanatsu no Taizai e, mais recentemente, Shirobako nesse bolo. O importante é ver o que você realmente gosta e mostrar ao mundo porque você gosta daquilo.

Para praticar minha escrita e lapidar minhas ideias

Hoje em dia nós escrevemos muito pouco. Embora na internet nós usemos a linguagem escrita para muitas de nossas interações, raramente desenvolvemos ideias mais complexas em formato de texto. Um blog, sem dúvida, é uma excelente maneira de você manter um bom ritmo de prática escrita.  Tenha você aspiração de ser um escritor/jornalista ou não. Escrever regularmente faz você desenvolver sua voz (seu estilo pessoal), sua coesão, coerência e desenvoltura.

Mas além disso, pegar uma ideia e elaborá-la de forma escrita faz você pensar sobre ela. Inevitavelmente você revisita conceitos e gasta mais tempo pensando em certas coisas para poder escrever sobre elas. Isso faz com que suas ideias e opiniões vão sendo lapidadas com o tempo. Você vai lendo mais, pesquisando mais e, com isso, ampliando seus conhecimentos e sua bagagem. Assim, eu acabo não só lapido minhas ideias como também enriqueço meu texto e meu conteúdo.

jgngvsltjjv3cuftq45c

E vocês?

Acredito que muitos colegas blogueiros leem o Anikenkai, então por que não propor que estes que virem esse post e quiserem, claro, vão aos comentários e botem suas razões para blogar! Mas vamos terminar o post primeiro…

O Anikenkai (e alguns agradecimentos)…

Todas as razões acima compõe o Anikenkai, mas grande parte delas não seria possível sem vocês, leitores. Quando blogamos, temos sempre nosso leitor em mente. Blogs, no geral, são experiências muito mais pessoais que grandes veículos de comunicação. Nós escrevemos como se estivéssemos querendo passar algo para cada um de vocês. Nós sabemos que estamos falando para uma audiência grande e variada, mas sempre temos em mente querer fazer cada leitor achar que aquele post que ele está lendo foi feito para ele.

É aí que eu agradeço a todos vocês que nesses CINCO ANOS visitaram o Anikenkai. Agradeço ainda mais àqueles que continuam curtindo o conteúdo que eu e a equipe do Anikenkai postamos aqui. Fico muito feliz de saber que vocês continuam dando seu apoio para o blog e nos motivando a continuar. Estamos em fase de mudanças por aqui. Estou entrando numa nova fase da minha vida, mas, ao invés de deixar a peteca cair, o melhor é nos adaptarmos e tentar, de alguma maneira, continuar trazendo um conteúdo legal pra vocês!

Por fim, também não posso deixar de agradecer a todos que já colaboraram direta e indiretamente com o blog em todos esses anos. Especialmente à equipe atual do blog: o Fred, que já é meu amigo há mais tempo que o Anikenkai existe; a Clara, que se tornou minha amiga e colaboradora do blog nesse último ano; e o Starro que, embora só atue sazonalmente quando fazemos podcasts (eles vão voltar, eu juro!), ainda assim é um grande amigo e uma verdadeira biblioteca animística e mangazeira. Tenho outros diversos nomes para citar, mas seria injusto nomear alguns e acabar, inevitavelmente esquecendo de outros. Só não posso deixar de agradecer também à minha incrível namorada que sempre me deu seu apoio e compreensão mesmo que não concordasse com tudo.

5anosface

MAIS UMA VEZ MUITO OBRIGADO E CONTINUEM POR AQUI!!!

QUE VENHAM MAIS CINCO ANOS!!!

Sobre Diogo Prado

Tradutor, professor, host do Anikencast, apaixonado por quadrinhos, apreciador de jogos eletrônicos e precoce entendedor de animação japonesa.

Você pode me achar no twitter em @didcart.

Exatamente hoje o Anikenkai comemora 5 anos de existência e […]

16 thoughts on “Por que blogar sobre animes e mangás? – Anikenkai 5 ANOS!”

  1. Excelente texto! Blogar sobre animes é um excelente meio! De renovar e reciclar conhecimentos sobre os assuntos que mais gostamos.

  2. Parabéns pelos 5 anos, Diogo. Acompanho o Anikenkai há relativamente pouco tempo, mas gosto bastante da versatilidade dos posts.
    Há pouco também entrei nesse ramo, muito pela minha dificuldade em me expressar, assim recorrendo à escrita. Me identifiquei em todos os motivos relatados no texto. Inclusive, ouvi em algum lugar que você participava de fóruns de discussão, e eu tenho muito disso em mim, pq passei anos em fóruns observando os debates. Lembrar isso me motivou, e agora tenho certeza que vou continuar escrevendo. Por isso, também, agradeço. E que venham mais 5 anos!

  3. Parabéns pelos 5 anos, Did! Acho que os meus motivos, basicamente, englobam os mesmos que os seus. Blogar sobre algo que eu ame/ou odeie, me proporciona um momento a mais de reflexão sobre o assunto do que eu teria normalmente caso não blogasse. Claro que a ideia estaria lá, mas muito do aprendizado e bagagem iria se perder. Uma coisa engraçada é que minha principal motivação de ir atrás de certas coisas, é exatamente pelo meu hobbie. Claro que é por eu estar interessada e tudo, mas eu sei o quanto sou preguiçosa, e sem este compromisso, eu ficaria mais boiando na margem do que arriscando mergulhos mais fundos. Então, é com espanto que eu vejo o quanto aprendi blogando. Alguém disse uma vez que você só ensina outras pessoas aquilo ao qual tem certeza, e que ao ensinar, você está aprendendo mais e aprimorando seu conhecimento. Por isso gosto tanto disso. Por isso, por mais trabalhoso que seja blogar, e é, ainda pode ser algo muito satisfatório se você ainda consegue sentir que pode aprender ainda mais com aquilo e repassar seu conhecimento e sentimentos. É uma troca. Considero assim. A internet, no geral, me dá tantas coisas. Gente que perde horas do seu tempo escrevendo artigos colossais que irão abrir minha mente. Caramba! Acho incrível e sou grata. Pessoas anônimas, que eu nunca vou saber quem é, que talvez nunca fosse querer ser amiga. Enfim, nos comentários de cada post. É uma troca incrível e é muito bom fazer parte disso e com a melhor qualidade possível no momento. É tão chato sair de uma página com a sensação de que você perdeu o seu tempo lendo aquilo. E outra parte legal é isso, o quanto o seu estilo de blogging vai se ajustado à sua realidade/mentalidade atual. Com o tempo, você olha e vê um lindo histórico, de alguém de que você foi e está se tornando.

    1. Aliás, falando um pouco do Aninkenkai, sempre curti os posts dinâmicos e a comunicação casual daqui e a proposta adotada. Os posts sobre Bakuman, comportamento, e até mesmo de Genshiken (que eu nem vi ainda), sempre curti conferi-los. Vida longa /o/

      1. Valeu, Beta! Admiro muito seu trabalho no ELBr também. Blogar não é fácil, nós sabemos bem disso, mas é bem recompensador, como você disse. Acho que a melhor coisa é ver a participação dos leitores nos comentários! E são em datas como essa de hoje que eu renovo minhas energias e busco maneiras de melhorar meu conteúdo.

  4. Show de bola! Minha única dúvida é como vcs blogueiros lidam com as imagens, se pegam com direito autoral, sem direito, sem permissão, se isso trás problemas para vocês, como é que funciona?

    1. Olha, depende muito de que imagem estamos falando. Mas minha política sempre foi a de, se é imagem de mangá, eu apago o conteúdo dos balões e, quando é imagem de anime, eu tento retirar a legenda. Simples assim.

      Se você pode pedir permissão para pegar as imagens de outro, o faça sempre!

  5. Parabéns pelos 5 anos de blog. Se não me engano, acompanho o Anikenkai desde o começo de 2012, um pouco antes dele entrar pro Genkidama, e sempre gostei do modo que você escreve e inova no conteúdo (como o formato de Primeiras impressões em 1 minuto, por exemplo), portanto nunca deixo de ler os posts daqui. Que muitos outros anos venham pela frente.

  6. Parabéns ao Anikenkai, é realmente muito inspirador ver toda a sua dedicação ao blog e a sua vontade de criar conteúdo que além de entreter, servem de inspiração e aprendizagem. Gosto muito de como você incentiva as pessoas a aprenderem com seu próprios Hobbies e com isso as influencia de maneira positiva a fazerem o que gostam.

    Acompanho o site desde que descobri o Genkidama, tentei a pequena possibilidade de fazer parte do grupo quando vagas foram abertas para o Genkidama, mas minha insegurança e receio de não ser bom o suficiente me freiram na hora de tentar XD, mas fico feliz da Clara ter entrado para a equipe nessa mesma época, ela certamente agregou muito ao Anikenkai e contribuiu muito para com a qualidade do site, ela é uma pessoa admirável e muito legal.
    O Anikenkai acabou virando o meu favorito, tanto que acabei consumindo todo tipo de conteúdo que foi produzido aqui, principalmente os podcast, que é minha mídia favorita e torço muito para que eles retornem algum dia.

    Comecei a aprender editar podcast recentemente para usar no Portal Tanaka (um site bem novato que mal estreou e nasceu no Grupo do Genkidama no Facebook) e em outros projetos, e sei o quão é difícil e cansativo manter um, mas a sensação de dever cumprido ao terminar a edição é muito satisfatória e me traz um certo orgulho, e por mais que as pessoas possam não escutar, ou a qualidade não esteja tão boa quanto outros, é muito prazeroso ver algo que você se dedicou muito para fazer está lá, prontinho para ser ouvido, e mesmo que somente uma pessoa escute as palavras que este desconhecido tenha a dizer, isso certamente me deixaria muito feliz e realizado. E o mesmo vale para qualquer conteúdo produzido, números de views, comentários…etc são importantes, mas não os considero como o objetivo mais importante, a felicidade de estar fazendo, falando e escrevendo o que eu gosto já é mais que o suficiente para me sentir feliz, e toda essa historia me fez conhecer pessoas incríveis e marcantes que compartilham do mesmo objetivo.

    Sou muito grato a você Diogo, pois você foi um dos motivadores que me fizeram começar a estudar Japonês (vídeo de perguntas número 01) e a ter vontade de ir atrás de criar conteúdo e falar das coisas que eu gosto.

    E como já disse algumas vezes para a Clara, te admiro como pessoa e torço muito pelo o site, e que vocês podem contar comigo se alguma hora precisarem, posso não ser um manjão ou a pessoa mais esperta do mundo, mas farei o máximo possível para ajudar e faria com o maior prazer.

    Que o Anikenkai sempre continue nos agraciando com esse conteúdo divertido e de muita qualidade que nos entretêm e nos fazem crescer como pessoa.

    Abraço
    Bonkoski

  7. parabens pelos cinco anos! eu acompanho o blog já tem uns dois anos e gosto bastante do conteudo! continuem com o otimo trabalho!

  8. Parabéns. Sabemos o quanto é dificil manter um blog. Pergunta: Qual o anime daquela primeira imagem láaaaaa em cima? O usado na capa.

      1. Eu li uma resenha uma vez sobre um anime, mas eu acho que eram episódios. Porque fala sobre uns moleques que mexem em PC e falam que é muito boa. Aí vi a imagem e pensei que fosse esse anime, o qual estou procurando o nome pq quero ver. Mas li a resenha no link que me passou e me interessei por esse tb. Vou procurá-lo. Valeu!

Deixe um comentário!