Checklist da editora JBC para Fevereiro/13

Depois do bom retorno que o checklist da fevereiro da Panini deu, incluindo a aprovação de Beth Kodama, uma das mais importantes editoras de mangas no país, e de pedidos para que fosse feito o mesmo com os mangas da JBC, aqui estamos!

Untitled-3

Apesar de já termos ultrapassado a metade do mês, o checklist vem em ótima hora visto que os 15 títulos desse mês da editora começaram a sair nas bancas da Fase 1 no último dia 13/02.

Demorei um pouco mais para lançar esse post também porque não queria trazer para vocês imagens tão pequenas, então cliquem nelas não só para verem a ficha técnica como também para vê-las em tamanho bem maior.

Ah! Não deixe de comentar, cada uma tem seu espaço para você dizer o que delas!

Muitas coisas interessantes acontecendo esse mês na editora JBC, sendo a mais óbvia delas o lançamento do manga de suspense Another, cujos detalhes você pode ler neste outro post. Com um acabamento um pouco mais fino, incluindo aí quatro páginas coloridas e capa fosca, o título promete fazer sucesso vindo atrás do anime que terminou não faz muito tempo e também por ser um tema pouco explorado no Brasil no mercado de mangas. Tirando Diário do Futuro – Mirai Nikki o que mais temos de suspense/terror/mistério? Manga que este que vem para seu segundo volume ainda com muita polêmica envolvendo a adaptação do título e o preço cobrado.

Você que está comprando Mirai Nikki, a qualidade do manga está valendo o preço cobrado? Deixe seus comentários ali embaixo ou na própria capa.

Outro lançamento se dá por Burn-up Excess & W, manga do famoso autor Oh! Great – o mesmo de Air Gear que mudou de preço a partir de fevereiro na Panini – ainda em começo de carreira, mas só por isso já gera um burburinho que deve fazer esse volume único vender bem, apesar da opinião geral ser de que não é exatamente o melhor manga do universo, se é que vocês me entendem.

Pulando de lançamentos para términos, depois de mais de sete anos em bancas brasileiras com um preço exorbitante chega ao fim no meio-tanko #76, Negima. Caramba, sete anos, imagino a emoção de quem comprou durante todo esse tempo pagando caro por isso, espero ao menos que a história de Ken Akamatsu tenha sido recompensatória (OBS: Achei a capa final um grande charme. E ponto para editora JBC que não colocou um “Edição final” ali no meio).

Outros que se encontram bem próximos do fim são Ranma 1/2 no #36 e Bakuman no #18, ambos com apenas mais dois volumes dos seus finais. O primeiro se aproxima de um marco na história do mercado brasileiro depois de todas as aventuras que o título teve que passar pelo Brasil até se firmar (ainda que com certos percalços vide páginas invertidas que aconteceram em alguns momentos) nas mãos da JBC. É uma coleção que eu queria muito ter, mas que na época não foi possível começar. Quem sabe em uma Fest Comix da vida eu não leve?

Já Bakuman, com uma capa carismática ao extremo (não teria como ser diferente tendo o incrível Hiramaru como destaque) promete muita diversão nesse que é um dos meus volumes favoritos. Incrível como essa série que até pouco tempo atrás eu acompanhava nascer na Shounen Jump já está terminando aqui no Brasil!

Este mês também traz uma imensa nostalgia ao vermos Sakura (#09), Cavaleiros do Zodíaco (#13) (haters gonna hate) e Rurouni Kenshin (#04) sendo republicados ao mesmo tempo. Curiosamente na época do primeiro lançamento eu também deixei CdZ longe da minha atenção, o que se repete pelo formato simples que a JBC resolveu adotar pouco mais de um ano atrás ao invés de uma qualidade maior como é o caso dos outros dois. E como finalmente o manga de Samurai X chega esse mês na selva amazônica, esperem por uma review aqui no Gyabbo!

Quase fechando meus comentários sobre o checklist de fevereiro da editora JBC, queria destacar a belíssima capa de RG Veda #4, que apesar de não ter me agradado parece ter sido muito bem recebido pelo público em geral, e de Nura #5, elogios que só fazem chover no molhado pois as capas desse manga são sempre bonitas.

Por fim, Fairy Tail continua bem com o volume #27, relativamente longe do Japão, Freezing #8 mantém os agrados ao seu público – além de ter um dos melhores acabamentos para um manga padrão de banca – e Futari H #42 permanece na sua saga infinita de trazer mais amarelo para as coleções de mangas de todo país!

Ah, Soul Eater já chega ao volume #7 e vocês já podem começar a pensar, este é realmente um dos melhores e mais originais mangas shounen da última geração?

Melhor capa do mês: Bakuman #18 (mas por muito pouco não foi RG Veda #4)

PS: Não coloquei, mas a JBC disponibiliza o checklist da fase 2 também, se vocês mostrarem interesse eu posso incluir no próximo post!

Depois do bom retorno que o checklist da fevereiro da […]