Cinco recomendações de mangás publicados em 2017

Mais um ano se passou e novamente estou aqui para deixar minhas recomendações. Espero que vocês se interessem pelos títulos indicados e recomendem outros mangás que acabei deixando passar batido nas bancas e livrarias (afinal dinheiro não é infinito né).

Como sempre gostaria de deixar claro que essa lista é totalmente pessoal. São mangás que comprei durante o ano e só contempla o que foi lançado no Brasil em 2017. Tento sempre dar preferência para indicar títulos curtos, assim caso alguém se interesse não será dificil de achar os volumes e nem gastará muito dinheiro.

Confira também minhas indicações de mangás para os anos de 2015 e 2016.



Fragmentos do Horror

Volume único
R$54,90
Comprar AQUI

A estreia da editora Dark Side no mercado de mangás não poderia ter sido melhor. Fragmentos do Horror é uma ótima amostra de como o terror japonês pode ser bom e também serve muito bem como introdução ao universo do mangaká Junji Ito. Nesta edição de volume único acompanhamos 8 contos bem perturbadores onde os personagens acabam precisando lidar com criaturas bizarras, o medo irracional e a loucura. Alguns contos são apenas OK, mas outros acabaram mexendo comigo, fazendo eu ficar temeroso.

Vale destacar também o incrível projeto gráfico que a Dark Side desenvolveu para esse produto, o formato da edição ajuda muito na experiência da leitura, o papel valoriza bem os desenhos grotescos de Junji Ito e o acabamento da capa, com desenhos em verniz, deixa o produto ainda mais temático e macabro. É sem dúvida o mangá mais caprichado lançado no Brasil em 2017.



O homem que Foge – Nigeru Otoko

Volume único
R$19,90
Comprar AQUI

Nigeru Otoko me pegou de jeito. É incrível como a autora Natsume Ono consegue ser tão clara na mensagem que deseja passar, mesmo quase não usando balões de fala e trabalhando com um desenho bem simples e com formas pouco definidas. Ela mostra um domínio narrativo muito grande, sabendo conduzir a história no ritmo que deseja e revelando os acontecimentos aos poucos, de maneira inesperada. É uma bela história sobre as consequências das decisões que tomamos ao longo da vida e falar mais do que isso é estragar tudo que esse mangá pode entregar.



A voz do Silêncio

7 volumes
R$16,00
Comprar AQUI

Mangá shonen premiado e muito aguardado pelo público mais antenado em relação ao que é publicado fora do país. A história aborda temas bem atuais como o bullying e a inclusão de pessoas com algum tipo de deficiência na sociedade. Foi o grande lançamento da editora NewPOP ano passado e, justamente pela fama do mangá, poderia ter sido publicado com uma melhor qualidade. Mas se o acabamento não é dos melhores, pelo menos a história é muito bonita, passa uma mensagem importante e vale a pena ser lida.



Opus

2 volumes
R$13,90
Comprar AQUI

Satoshi Kon foi um grande cineasta, se você nunca assistiu nada dele pare agora o que está fazendo e assista, e como muitos diretores de animação japoneses seus primeiros passos foram no mundo dos mangás. Opus é justamente um desses mangás que o autor fez antes de estourar com seus filmes, mas que só agora após sua morte ganhou mais atenção. Na história, que é uma metaficção, acompanhamos um mangaká que por rebeldia de um dos seus personagens acaba indo parar dentro do mangá que está publicando.

Como em todas as suas obras posteriores o autor mistura o subconsciente e a realidade para fazer questionamentos que gerem reflexão em que está lendo. Não é um mangá fácil, na verdade é bem confuso em vários momentos, mas tudo ali parece ter um propósito e é muito bom ler histórias instigantes e que fogem do usual.



O homem que passeia

Volume único
R$55,00
Comprar AQUI

O homem que passeia é o mangá menos convencional dessa lista, não espere uma grande narrativa, lutas, poderes, romance ou outras coisas que esteja acostumado a ver nos mangás. Aqui temos a velha e boa caminhada pelas ruas como “força motriz” da história. São vários capítulos com o protagonista andando por ruas e mais ruas, o que torna essa história muito mais contemplativa que qualquer outra coisa. Senti uma serenidade muito grande ao ler esse quadrinho.

Vivemos em um mundo tão agitado que as vezes esquecemos de dar atenção aos pequenos detalhes, esquecemos de aproveitar o que temos ao nosso redor e essa obra joga isso na cara o tempo todo. É também uma ótima indicação para aquele seu conhecido que torce o nariz para mangás, mas adora quadrinhos autorais europeus, por exemplo, o trabalho do Jiro Taniguchi tem muita cara de quadrinho europeu.


 

Sobre Wagner

Wagner é o manda chuva do Troca Equivalente. Formando em algo sem relação alguma com o universo dos animes e mangás, está sempre por aqui dando seus pitacos. Pelo nome do blog já dá para imaginar qual é o seu mangá/anime favorito.

Mais um ano se passou e novamente estou aqui para […]

  • GuiYuukii

    Boa a lista mas senti falta de akira, foi de 2017 não?!??
    Colocaria tambem your lie In april e mob pyscho