SAFRAS DA SHONEN MAGAZINE: 2013

Conheça os mangas que entraram e saíram da SHONEN MAGAZINE no ano de 2013!

“As pessoas boas devem amar seus inimigos”

Seu Madruga

No primeiro POST desta leva nós falamos das séries que estrearam, se encerraram e foram canceladas na SHONEN MAGAZINE no ano de 2012. Os maiores destaques ficaram para o final natural de Air Gear e Cage of Eden e a estreia de Nanatsu no Taizai. Saem dois sucessos e entra outro que promete superar a ambos!

Agora vamos aos lançamentos e cancelamentos/encerramentos de 2013!

Estreias: Kamisama no Iutoori Ni – Makku Miran no Joshi Nodamabu – Kyou no Onna Bare – Acma:Game – Days – A-bout! – Lastman – Koe no Katachi – Takara no Zen – Soredemo Bokuwa Kimi ga Suki – Sekkachi Hakushakuto Jikan Dorobou – Hangyaku no Kagetsukai – Kindaichi Shounen no Jikenbo R – Charon

Encerrados: GE – Good Ending – CØDE:BREAKER – Gamaran – Tobaku Haō-den Zero Gyanki-Hen

Cancelados: Dr. Duo – Otokodama Rock – KindaichiShonen no Jikenbo–Rakugomon – Takara no Zen – MakkuMiran no Joshi Nodamabu – Hangyaku no Kagetsukai – Lastman – Charon

As the Gods Will

Kamisama no Iutoori Ni, também conhecido como As the Gods Will. Sim, isso mesmo, é aquele manga que era publicado até então na Bessatsu Shonen Magazine, antologia mensal da Kodansha… hã, nunca ouviram falar? Mas o manga estava fazendo bastante sucesso e sendo muito popular, tanto que a editora o transferiu para a sua revista de maior vendagem, a MAGAZINE.

A história é sobre Takahata Shun, um aluno normal e sem nada de especial que se vê, junto de seus colegas de classe, presos em uma situação bizarra: num dia comum de aula, a cabeça de seu professor explode e de dentro do corpo sai um boneco Daruma. O boneco então inicia uma brincadeira típica japonesa chamada Darumaga Koronda, na qual você só pode se movimentar quando o Daruma não estiver olhando; se você se mexer, perde o jogo. Porém, nessa situação, o “perder o jogo” significa também ter sua cabeça explodida! E o objetivo no jogo é tentarem alcançar o Daruma e desligá-lo antes de atingir o tempo limite, onde todos morreriam. Como uma premissa desta poderia não fazer sucesso?

Tanto que a série segue até hoje, com a competente arte e roteiro de Fujimura Akeji. Já ganhou até mesmo um Live Action. Porém é daquelas séries que parece ganhar mais destaque no Japão que no exterior. Pelo menos por enquanto.

makku_miran

Makku Miran no Joshi Nodamabu é mais um manga da Bessatsu Shonen Magazine (revista mensal) que vai parar na MAGAZINE semanal. A história é no estilo 4-koma, ou seja, formato de tirinhas. É um manga de esportes focado do baseball com um pouco de ecchi.

Pena que no frigir dos ovos a série não agradou e voltou para a Bessatsu.

volei

Kyou no Onna Bare, ou ainda Kyono Jovolley, outro manga 4-koma de esportes, desta vez focado no vôlei. Escrito e desenhado por Kobayashi Kai. Tinha um protagonista bonito e parecia ser feito para agradar o público feminino. Acabou, no entanto, caindo fora da revista, sendo transferido para a Magazine SPECIAL.

takara

Takara no Zen. Obra de Kanji Sorasaki e Kazuki Yamamoto. Um manga sobre culinária, no mesmo estilo do título Souma da Shonen Jump. É bem provável que a série tenha sido “encomendada” depois que o título da revista rival começou a fazer sucesso.

Pena que não durou nada, sendo cancelado no mesmo ano. Quem nasceu para Monkees nunca chegará a Beatles.

XExO4oX

Acma:Game, de Mebu e Kouji Megumi. O manga gira em torno Teruasa Oda, um colegial dotado de grande inteligência, boa aparência e muito dinheiro (quem leu Bakuman sentiu um estraaaaaanho Deja Vu?). Este cara, que seria o “ser humano perfeito”, faz parte do grupo mafioso Oda que tem como seus maiores rivais a família Belmont.

Série de suspense com toque policial leve, típico de mangas shonen. O título prossegue na grade da revista, mas sem muito alarde. Vamos ver o quanto mais vai durar.

i191390

Days, obra de Yasuda Tsuyoshi. É um título que mistura esportes e slice of life. Na história, dois garotos se reuniram em uma noite de tempestade: Tsukushi, um menino comum e sem talentos para esportes, e Jin, um gênio do futebol. Naquela noite, Jin decide trazer Tsukushi para o mundo do futebol do seu colégio.

A série prossegue na grade, embora seja outra que não faz muito alarde.

i185751

A-bout! de Masa Ichikawa. Antes, vamos por partes: A-bout! teve uma série anterior, também publicada na MAGAZINE, então esta seria uma “parte dois”. Conta a história da Mitsumine High School, conhecida como uma escola de marginais. Os alunos são tão violentos que até mesmo os professores estão com medo por suas vidas (e você falando mal das escolas públicas no Brasil). Sunahara é o líder dos alunos do primeiro ano e é o cara mais forte de sua classe. Mas quando o estudante Asagiri Shinnosuke chega na escola uma grande guerra entre as gangues começa.

A primeira série fez sucesso e agora esta nova continua seguindo o mesmo ritmo. Não é um título que alcança vôos altos, mas parece firme e forte na grade. Até agora.

lastman

Lastman, série de basquete de Yuuji Ninomiya. Basquete? Levanta a mão quem acha que a série queria seguir os passos de Kuroko?

Pois é… foi tão insignificante que mal e mal chegou até o volume três. Vamos ver o próximo.

koe no

Koe no Katachi, também conhecido como ”The Shape of Voice”. Série de Oima Yoshitoki. A história gira em torno de Shoko Nishimiya, uma estudante do ensino fundamental que tem deficiência auditiva. Ela se muda para uma nova escola onde sofre bullying por seus colegas. Shouya Ishida, um dos valentões, vai até o ponto dela precisar ir para outra escola. Como resultado, ele está sem amigos para falar e não há planos para o futuro…

Historinha triste, feita para se pensar. Durou sete volumes, parece pouco, mas dizem que a história ficou bem amarradinha e ainda anunciaram um anime. Provavelmente não foi cancelamento, mas encerramento mesmo.

Soredemo Boku wa Kimi ga Suki

Soredemo Boku wa Kimi ga Suki, dos autores Suu Itin e Emoto Nao. Um dia, Serizawa adormeceu no trabalho e teve um sonho sobre um amor passado quando ele estava no ensino médio. No caminho para casa, ele se envolve em um acidente e uma mulher que o conhecia chama por uma ambulância. Agora, a mulher tem o seu número de telefone, mas ele não sabe sua identidade. Serizawa pensa sobre as mulheres que ele amou no passado, tentando determinar quem é esta mulher que reentrou em sua vida.

A arte suave e o plot de romance faz com que a série continue a se sustentar na revista até hoje. Não é um grande sucesso, mas tem sobrevivido.

Good Ending

GE – Good Ending, manga de Sasuga Kei. O título tem referência direta a jogos de video-games onde existe o “final bom” e o “final ruim”. Nele conhecemos Utsumi e Kurokawa Yuki. Ela é membro do time de tênis da escola e capitã do time. O jovem Utsumi tenta encontrar uma maneira de confessar seus sentimentos, embora ele acredite que isto possa terminar mal…

O título chegou até o número 16, tendo um final natural com direito até a página colorida. “Terminou bem”.

BREAKER

CØDE: BREAKER, obra de Kamijyo Akimine. Conhecemos Sakurakouji Sakura, uma garota muito habilidosa nas artes marciais. Depois de testemunhar um menino queimando as pessoas com a sua chama azul, ela se assusta ao ver que o mesmo rapaz é um estudante transferido para sua escola, Oogami Rei. Oogami é um CodeBreaker, aquele que “não existe”. Ele é um assassino aparentemente de sangue frio que segue o princípio do “olho por olho”, “usar o mal contra o mal”. Convencida de que matar não está certo, Sakurakouji tenta detê-lo.

Muitos esperavam que a série seria o novo arrasa-quarteirão quando estreou em 2008, não chegou a  tanto, mas foi bem popular, terminando com muitos fãs.

107543

Hangyaku no Kagetsukai, obra de Kanzaki Shin. Sente a fita: neste universo existem pessoas que têm a capacidade de controlar as suas sombras, moldando-as em formas de acordo com a sua vontade. Estes “Usuários Sombra” ganharam essa habilidade especial através de algum evento traumático de seu passado e da tristeza em suas almas. Cole é um desses usuários, mas sua sombra, com o nome de Shiva, já foi humano uma vez. Agora ele está em uma busca do indivíduo responsável por transformar Shiva em uma sombra e fazer Shiva voltar a ser humano.

Um plot bem interessante, não acham? Pena que não durou nada… foi concluído com dois volumes. Uma pena.

tobaku

Tobaku Haouden Rei Gyankihen, obra criada por Fukumoto Nobuyuki. Conta a história de Ukai Rei que um dia salva três adolescentes problemáticos que queriam cometer um suicídio em grupo. No entanto, os novos amigos de Rei são capturados por uma gangue que decidiu assaltar os jovens frustrados. A fim de resgatá-los, Rei é forçado a participar de uma competição de jogos organizada por um homem de idade rico que está à procura de um jogador talentoso para ser o seu representante em um torneio de jogos de azar para milionários de todo o mundo. O dinheiro da recompensa? Um trilhão de Ienes!

Apesar do traço esquisitão, o título fez sucesso. A série encerrou-se, mas já possui uma continuação no gatilho e que prossegue até hoje na Magazine.

holder

UQ Holder, obra de Ken Akamatsu. Num mundo semelhante ao nosso, um dia, a magia foi descoberta. O equilíbrio da sociedade foi afetado e tudo mudou. Mas para Touta a vida sempre foi reclusa em uma cidade rural, distante de tais mudanças. Porém, um dia sua vida tranquila é interrompida quando a aventura bate em sua porta.

Um plot bem simples, com uma arte bem bacana. UQ Holder se mantem na MAGAZINE sem muito alarde, mas sempre fazendo um bom trabalho.

gamaran

Gamaran, criado por Yousuke Nakamaru, fala de uma cidade chamada Unabara, “O local dos demônios”. Washitzu Naosata, o senhor da Unabara, decidiu organizar uma grande competição de artes marciais para ver quem é o mais forte dos seus 31 filhos. Washitzu Naoyoshi, o filho n°28, vai em busca de Gama, o último aluno da escola Ogame, para acompanha-lo no Grande Torneio.

O manga tinha uma grande quantidade de sangue jorrando, como todo bom shonen de espadas. Fez sucesso e encerrou-se de maneira orgânica.

i208438

Kindaichi Shounen no Jikenbo R. Conhecida também por Kindaichi Case Files. Esta é uma série bem antiga da magazine e que fez muito sucesso. A série original foi de 1992 a 1997. Outras versões surgiram em 1998, 2004 e 2012. Esta nova possui a letra “R” que é de “Return”. Os autores são Amagi Seimaru e Satou Fumiya.

O personagem principal é Kindaichi, um investigador mirim que resolve diversos casos sobrenaturais envolvendo fantasmas, maldições, magia e mistérios antigos. Uma série episódica que já completou 20 anos entre suas diversas encarnações. E esta é mais uma que está fazendo muito sucesso. Provavelmente ainda vai durara bastante!

kumeta

Sekkachi Hakushakuto Jikan Dorobou, obra de Kouji Kumeta, criador do recentemente encerrado com sucesso Sayonara Zetsubou Sensei. O enredo tem como protagonistas um nobre com uma cartola imensa, uma senhora de classe alta linda e uma garota do ensino médio cheio de energia. Estas três pessoas acabam se encontrando pelo fato de estarem perseguindo um objetivo em comum: qual seria ele?

O enredo surreal caiu bem e a arte de Kumeta é sempre agradável de se ver. Infelizmente a obra não durou muito, sendo encerrada no final de 2014.

charon

Charon por Yoshinobu Yamada, autor de Cage of Eden. Esta série chegou cheia de hype e talvez isto a tenha prejudicado. O plot gira em torno de Nitarazu Hisoka. Ele nasceu no dia 9 de setembro de 2024 às 9 horas e 9 minutos. Isto fez dele um ser especial, destinado a salvar o mundo – junto com outras crianças que nasceram ao mesmo tempo. Porém não será nada fácil, pois o grupo religioso Kreetha deseja cortar as asinhas deste povo que nasceu numa hora, dia e ano tão inoportuno.

Talvez a história não tenha tido tempo de se desenvolver direito, uma vez que a série terminou com míseros 2 volumes. Certamente um título que todos preferem esquecer.

…………………

Bem, e aqui encerramos o ano de 2013 para a Shonen Magazine! Como podem ver, foi um ano sem grandes estreias e com a conclusão de séries boas, embora longe de serem pilares. Um ano bem… tedioso para a revista. Vejamos o que o ano seguinte tem a nos apresentar no próximo post desta leva!

Conheça os mangas que entraram e saíram da SHONEN MAGAZINE […]