Lúcifer e o Martelo – Editora JBC – Vol. 2

Esse texto pode conter spoilers!

Se ao final do primeiro volume de Lúcifer e o Martelo eu fiquei com um gostinho de quero mais, nesse segundo volume eu anseio vorazmente pela continuação dessa saga alucinante!

Lúcifer e o Martelo é tão… tão… louco que nem eu entendo como consegue fazer algum sentido e tragar a atenção do leitor de forma tão fascinante. Quando você pensa que apareceu um personagem normal, você logo é surpreendido pelas atitudes bizarras e totalmente fora de contexto dentro de uma cena que só mesmo Satoshi Mizukami seria capaz de compor!

Eu vou tentar não dar muito spoiler embora seja difícil fazer isso nessa altura do campeonato! Bem, se o primeiro volume esclareceu um pouco sobre o passado de Yuuhi Amamiya, esse segundo explicou mais sobre a história de Samidare. Explicou, mas deixou muito mais questões em aberto. Juntando os mistério que envolvem Amamiya e Samidare, eu me pergunto que tipo de papel será o das mães desses dois jovens? Sim, porque por alguma razão praticamente nada foi revelado até agora sobre ambas, uma está desaparecida, a outra em um país distante, procurando a cura para a doença de sua filha.

Será que elas terão algum destaque em meio a essa guerra pelo planeta?

IMG_1076

Evidente que ainda mais personagens apareceram nesse segundo volume, personagens hilários, misteriosos e ambiciosos! A irmã de Samidare também ganhou um destaque razoável e um clima de romance surgiu no ar. A nossa querida “princesa” também precisou encarar os fatos de que não era tão forte quanto imaginava, ainda que quando se tem um objetivo, a força surge de forma inesperada e esmagadora.

Infelizmente nem sempre existem finais felizes e despedidas são necessárias para nos engradecer por dentro. Quando realmente somos adultos? Esse assunto foi abordado, eu diria que de forma até insistente, afinal nossos protagonistas não são mais crianças, mas também não são adultos (aos olhos do autor).

Podemos ver aí certa diferença no modo que cada cultura vê a chegada da maturidade.

IMG_1078

Uma coisa que me chamou atenção, desde o primeiro volume, mas que teve maior destaque dessa vez, foram as lições que Noi Crescent, o cavaleiro lagarto, dá para Amamiya, trazendo-o à realidade muitas vezes, fazendo-o refletir sobre o que é certo e errado, impedindo-o de cometer atitudes das quais possa se arrepender posteriormente.

Noi se encontra muitas vezes tendo que ser ardiloso para entender o modo de pensamento de Amamiya e convencê-lo a não cometer certas atitudes. Seus argumentos são concretos, maduros e engrandecedores no meu ponto de vista, ele realmente serve como um pai muitas vezes, precisando parar um filho quando ele está ficando rebelde.

IMG_1075

“Saber diferenciar o que é possível e o que não é, e, dentro disso, fazer o seu melhor.” – Hangetsu Shinonome 

Aos poucos você nota que Amamiya está mudando, se tornando menos introspectivo e expondo mais seus pensamentos e sentimentos, tornando-se mais humilde e humanamente verdadeiro consigo mesmo. Quanto aos novos personagens, eu posso dizer que enquanto uns garantem boas risadas, outros talvez tragam certa aversão, mas isso vai do olhar de cada um.

Uma coisa que foi mais bem esclarecida nessa continuação é o papel de cada personagem; temos o Feiticeiro que é um personagem totalmente oculto, ninguém sabe quem é ou onde está. Temos a Samidare que é a Princesa e os três Cavaleiros das Feras Míticas que possuem uma força superior e inigualável, embora nenhum deles tenha aparecido ainda. E para complementar temos os cavaleiros de nível menor, o cavaleiro de lagarto, o cavaleiro de cachorro e o cavaleiro de corvo que apareceu neste volume. Obviamente aparecerão mais e aos poucos esse quebra cabeça vai se encaixando!

IMG_1079

Outro fato importante é a tão citada “Guerra Passada” da qual apenas alguns se lembram, deixando o leitor se corroer na curiosidade!

Bem, por enquanto é só, vamos aguardar enquanto nossos guerreiros se unem aos poucos para a guerra que virá! Beijos e até a próxima!

Sobre Karina Herbsthofer

Artesã, fotógrafa, escritora, otaku, comilona, amante de gatos e dança. Viciada em cheirar livros! Mora no estado de São Paulo. Escreve no blog do Gyabbo! desde 2014.

Esse texto pode conter spoilers! Se ao final do primeiro […]

2 thoughts on “Lúcifer e o Martelo – Editora JBC – Vol. 2”

Deixe sua opinião