Tools Challenge – Financiamento coletivo – Volume 1

Que ferramentas você precisa para viver?

No começo de 2013 eu fiz aqui no Gyabbo! um post sobre o manga nacional Tools Challenge, de Max Andrade, que estava tentando sair da internet para a publicação em papel através do financiamento coletivo no site Catarse. Felizmente tudo deu certo, a meta de cinco mil reais foi alcançada e hoje temos essa obra em mãos para ler, reler e guardar na coleção. Infelizmente acabei não revisando ela quando recebi a minha cópia, mas chegou a hora de corrigir esse problema.

Nossa história se passa em um mundo não tão diferente do nosso, mas com uma grande peculiaridade. Cada pessoa nasce com uma ferramenta. Alguns nascem com ferramentas especiais. Estes são chamados de “série ouro”.

Tools Challenge – Volume 1

A partir dessa premissa muito peculiar, o manga desenvolve-se a partir da história da Raion, uma dessas pessoas especiais que nasceu com uma ferramenta (chaves de fenda, serras, martelos etc) “série ouro”. No entanto, ainda na maternidade, o garoto teve sua chave griffo roubada e aquele que ficar mais de 15 anos sem contato com a sua irá morrer. Ao descobrir que sua ferramenta está em posse do campeão de um torneio ilegal intitulado “Tools Challenge”, o garoto – que possui apenas mais seis meses antes de completar os 15 – decide entrar no campeonato e lutar por sua vida.

Tools-Challenge-EU-QUERO-VIVERA primeira coisa que se percebe ao começar a ler Tools Challenge é que vamos precisar de uma grande suspensão de descrença para que a leitura funcione. Não exatamente por ter crianças saindo do útero de suas mães com ferramentas mecânicas, isso é o de menos para quem lê mangas há algum tempo. Bizarrice é a marca do Japão. A questão é que esses objetos fazem tão parte do nosso imaginário realista que é complicado abstrair essa questão em um primeiro momento.

Provavelmente consciente disso, o autor não perde tempo tentando racionalizar a situação. As coisas são assim e pronto, não é do objetivo da obra explicar ou dar um porquê. Rapidamente somos levados a nos preocupar coma iminente morte do protagonista e por todo caminho que ele terá que passar para sobreviver. Dentro desse primeiro volume onde Raion vai desde a inércia de uma vida fadada à morte, passando pela descoberta de onde está sua ferramenta original e a busca pela entrada no torneio Tools Challenge, os melhores momentos não estão nas lutas em si – apesar desse ser o foco que Andrade procura atender -, mas sim na construção do protagonista no meio dessa loucura toda.

Tools-Challenge-Pai-ChorandoNão a de se pensar, porém, que o manga é profundo, definitivamente não. Na verdade ele é bem honesto na sua proposta de ser um battle shonen, explicitamente influenciado por obras como One Piece, Yuyu Hakusho, GetBackers e, especialmente nesse primeiro volume, Hunter x Hunter.

Justamente por se assemelhar muito com essas obras já consagradas o manga acaba sendo um pouco previsível demais, utilizando-se muito do fator “protagonismo” para resolver as problemáticas que surgem. Seguir as fórmulas japonesas não é exatamente um problema, Tools Challenge diverte e entretêm, mas fica a vontade de vermos algo inédito, diferente, algo que somente poderia ser feito no Brasil e por brasileiros.

Tools-Challenge-KaoAlgo que acaba pecando é o traço do autor, ainda bem “cru”, deixando uma sensação de que poderia ser melhor. Mas isso só poderemos ver acontecer se Andrade conseguir continuar publicando, não é possível esperar que na primeira publicação em papel ele já esteja em seu máximo. Mesmo com esse problema, as principais cenas de ação são bem detalhadas e impactantes (como pode ser visto na primeira imagem desse post). Quero ver a partir do segundo volume essa evolução acontecer.

Por fim, com R$6.300 conseguidos no Catarse, Max Andrade nos entregou um material tecnicamente muito bom – melhor que muitas publicações das grandes editoras. A capa em papel cartão é resistente e vem com uma elegante camada de verniz no título e na imagem de Raion. O papel offset é branquinho, mas com uma ótima gramatura, evitando bastante as transparências. Temos algumas inconsistências na impressão, mas nada que chegue a incomodar. O único problema real está nos textos que apresentam alguns problemas de revisão e alguns erros de português.

Tools-Challenge-CapaFicou interessado? Quer ter esse belo volume na sua coleção? Bem, hoje isso é impossível. Felizmente a tiragem do primeiro volume está esgotada há um bom tempo. Pensando em como resolver esse problema e garantir a publicação do volume #2, Max Andrade voltou ao Catarse em busca de R$10.000 de um total de R$12.000 que ele precisará (dois mil vão sair do próprio bolso do autor).

Nada que esse post está saindo o site marca apenas mais cinco dias e um total de R$6.696 arrecadados. Você pode colaborar de R$10 até R$1000, com diferentes recompensas, incluindo, é claro, os volumes #1 e o #2 se tudo der certo.

Tools Challenge pode não ser um grande manga, mas é divertido e entrega o que promete. Seu autor é um apaixonado por quadrinhos e é muito bom ver projetos como esse dando certo no Brasil. Eu quero meu  volume #2 e acredito que vocês deveriam ler o material, para isso vá até a página do projeto no Catarse e colabore com a quantia que você puder.

Tools-Challenge-Catarse-2Vamos mostrar que os leitores do Gyabbo! acreditam no mercado brasileiro e fazem a diferença!

Ah, mas é claro que você não precisa ajudar para fazer “caridade”. Você pode conferir antes se Tools Challenge vale seu dinheiro no próprio site oficial da história clicando AQUI.

Que ferramentas você precisa para viver? No começo de 2013 […]