Shouwa Genroku Rakugo Shinjuu – Primeiras Impressões

Provavelmente você não conhece a arte do Rakugo, mas vai se encantar com ela e com as primeiras impressões de Shouwa Genroku Rakugo Shinjuu aqui no Gyabbo!

Hai-to-Gensou-no-GrimgarShouwa Genroku Rakugo Shinjuu é a adaptação de um de manga de demografia josei do mesmo nome da autora Kumota Haruko, publicado pela editora ITAN desde 2010, e está sendo produzido pelo estúdio Deen, com direção de Shinichi Omata.

Trata-se da história de Yotaru, um homem que acaba de sair da prisão por bom comportamento no Japão da era Showa Genroku, em meados dos anos 60. Ao retornar para sociedade, ele ambiciona se tornar um apresentador de rakugo, uma espécie de stand-up de época, e ser aprendiz de Yakumo, um mestre pelo qual é fascinado desde a última vez que o viu fazendo seu papel de “Shinigami” numa dessas apresentações.

Shouwa1Este primeiro episódio inicia-se logo com a saída de Yotaru da prisão e em seus primeiros minutos pede para ser aprendiz de Yakumo – que nunca aceitou ninguém para tal posição. Contudo, pela insistência e ingenuidade do rapaz, ele aceita. Como o pobre garoto não tinha para onde ir, ele acaba se hospedando na casa de seu novo mestre.

No decorrer do episódio, conhecemos outros personagens, tal como a filha de um ex-amigo já falecido de Yakumo que também mora na sua residência, e do ex-chefe de Yotaru, que não entende a escolha de seu camarada e insiste para que ele volte à vida criminosa.

Shouwa2Olhando de modo superficial, observamos uma história bem simples, beirando o clichê: um homem que ao mudar de vida ambiciona ser aprendiz de alguém que tanto admira e vai atrás do seu sonho. Já vimos em muitos animes, certo? Mas, ao assisti-lo, minha opinião mudou totalmente! Além de uma ambientação incrível, trata-se, tal como Chihayafuru, de um anime com um enredo singular apresentando uma arte tradicional japonesa em declínio: o Rakugo.

Apesar de ter 40 minutos a duração, o espectador tem a impressão que o episódio passou muito depressa, pois o ritmo foi rápido o suficiente para afastar qualquer equívoco de que diálogos pudessem ser cansativos. Passamos mais da metade do episódio em um monólogo que prende o espectador até o final pela forma que é desenvolvido, algo difícil de ser bem executado.

Shouwa3

Os personagens são cativantes, principalmente o protagonista, um homem amável, que não tem medo de deixar seu orgulho de lado para conseguir o que deseja. Até mesmo seu mestre, que aparece no episódio inteiro como um homem rigoroso, muda para alguém de coração mole o suficiente para hospedar um desconhecido em sua casa. Ou terá outro motivo por trás?

A animação é suave e incorpora muito o estilo de sua obra original; está bem fluida e os cenários harmonizam com a ambientação. A paleta de cores do anime é de maior parte fria deixando um ar mais sério, que combina com o enredo. Apenas o character design dos personagens pode incomodar um pouco; é um traço muito bruto, principalmente no olhar,  tornando difícil de trabalhar os muitos gestos e reações das personagens femininas.

Shouwa4Se você gosta da cultura japonesa tradicional, ou quer desfrutar um anime que aborda um estilo de vida que muitas vezes não é explorado, vá em frente! Shouwa Genroku Rakugo nos oferece uma exposição à musica e ao entretenimento que dificilmente se encontra em outro anime.

Vamos ver como fica nos próximos episódios!

Sobre Karolina

Técnica em comunicação visual, 20 anos, mora em São Paulo. Desde
criança conviveu com animes na sua vida, mas só se interessou mais a fundo na 7ª serie do fundamental e está até hoje presente em sua vida. Fangirl de shoujo, animações clássicas e psicodélicas, também é fã de carteirinha de Evangelion e Noragami.
Twitter: @KarolFacaia

Provavelmente você não conhece a arte do Rakugo, mas vai […]