A Comida Japonesa no Ano Novo

No Japão, o cardápio de Ano Novo tem muito mais que sushi.

Para os orientais, o Ano Novo é bem mais importante do que o Natal. É ocasião para se reunir a família, as crianças e jovens ganham Otoshidama e todo mundo festeja com boa comida.

Para começar, o soba, um macarrão rústico, de cor escura. É servido na noite do dia 31. No dia primeiro tem o ozoni, uma sopa com moti, o conhecido bolinho de arroz. Aliás, o moti é presença importante nas festividades de Ano Novo: além do kagami moti, um arranjo de dois motis e uma laranja feito especialmente para a passagem de ano, há o moti tsuki, evento em que o moti é preparado artesanalmente e em público, para depois ser distribuido aos presentes. Embora o moti tsuki não tenha caráter religioso muita gente usa o moti ganho nesse evento como oferenda nos altares (*) de suas casas.

Chama-se kagami (espelho) por que os dois motis empilhados ficam parecendo reflexos um do outro

Mas a comemoração de Ano Novo não para por aí. Ainda tem o osechi ryori, uma seleção de diversos pratos preparados para a ocasião. Se você é descendente ou frequenta restaurantes japoneses poderá reconhecer alguns itens, como sushi, sashimi, o kinpira gobo (um tipo de refogado de raiz de bardana), o kamaboko (massa de peixe) e vários outros. Não vou detalhar muito por que esses pratos variam bastante dependendo da região, inclusive alguns que são considerados comidas que “dão sorte” (como lentilhas, no Brasil) em certos lugares, em outros são justamente o contrário. O importante é que os pratos do osechi ryori sejam comidas que não se estraguem facilmente, pois essa tradição vem dos tempos em que não existia geladeira e todo o comércio, inclusive mercearias e mercados, fechavam no Ano Novo.

No Brasil os imigrantes japoneses e seus descendentes adaptaram essa tradição alimentar à realidade do país de diversas maneiras. Minha família, por exemplo, substituiu o ozoni, que é uma sopa quente, por hiyazomen, macarrão com molho à base de shoyu que é prato frio, típico de verão. O osechi ryori também é composto basicamente de comidas frias como o sushi, mas incluindo pratos ocidentais como o pernil assado.

osechi

Um exemplo de osechi ryori.

Na Praça da Liberdade, aqui em São Paulo, é realizado o moti tsuki todos os anos. Saiba mais sobre esse evento no site Cultura Japonesa. O de 2014/2015 já passou mas vocë pode ir se preparando para o de 2015/2016.

No final das contas, seja no Japão ou no Brasil, o importante é começar o ano com alegria, e comer bem é essencial para isso.

Feliz Ano Novo, meus amigos!

(*)em muitas casas japonesas há um altar doméstico onde são reverenciados os antepassados.

Saiba mais sobre o moti tsuki em São Paulo: http://www.culturajaponesa.com.br/?page_id=191

Sobre liviasuguihara

Instrutora de inglês, "arteira", amante de animes e mangás. Você também me encontra no Twitter (@lks46), no Deviantart (https://liviaks.deviantart.com/), e no Instagram (liviasuguihara).

No Japão, o cardápio de Ano Novo tem muito mais […]

One thought on “A Comida Japonesa no Ano Novo”

  1. Meio atrasado e ainda por cima off-topic XD: Lendo um mangá estes dias, os japas estavam em uma destas feiras, que lembram nossas quermesses, e achei interessante eles comprarem maçã do amor, algodão doce e tapioca. Achava que era coisas tipicas do Brasil, mas pelo jeito são comidas populares no mundo, ou eles trouxeram daqui estas coisas?

Deixe sua opinião