Video Quest 55 – Ai, ai, ai, Cardcaptor Sakura

banner 55

Isso aí, Aventureiros! O último shojo apareceu há 30 VQs atrás! Tava na hora, não?

VQ 55 é Cardcaptor Sakura! O nosso vídeo mais fofo ever! (ou não)

ACESSE:

Genkidama
Twitter @Video_Quest
Fanpage no Facebook 
E-mail: [email protected]

Twitter dos Aventureiros:
@LeoKitsune
@Fabio_O_Urso
@dnokaneda 

Isso aí, Aventureiros! O último shojo apareceu há 30 VQs […]

47 thoughts on “Video Quest 55 – Ai, ai, ai, Cardcaptor Sakura”

    1. Sim, também fiquei um pouco “chocada” quando voltei a ler o manga. Se bem que no anime é tudo muito mais soft.
      Só consegues mesmo perceber bem no manga

  1. A carta que mostra maior personalidade durante o anime é a carta espelho, que por sinal tem um episódio muito bonito. Este episódio mostra que como “treinador pokemon” de cartas o Toya (um ser onipresente e onisciente) seria muito melhor.

  2. Na próxima faça Guerreiras Mágicas de Rayearth! porque? o primeiro mahou shoujo mais pra shounem que já teve, é também o grande clássico da CLAMP e fez muito sucesso aqui!

  3. Eu acho q esse “foco nos sentimentos” que vcs mencionaram que há, em detrimento do plot, é justamente oq torna Sakura um Shoujo. É óbvio que existem shoujos que focam no plot e shounens que focam nos sentimentos, mas convenhamos que o “padrão” é shoujo – sentimento e shounen – plot (tanto q o plot de muitos shoujos é o sentimento – vide Kimi ni Todoke).

    De resto, acho que Sakura é uma daquelas séries colocadas hour concours, pq fez parte da infância de muitos de nós, ensinou muito sobre sentimentos para a nossa geração e fica guardada com carinho nas nossas memórias. Achei interessante que o VQ teve a gana de fazer uma análise dela… e realmente como disseram, pode ser que a série não tenha tido um plot brilhante, mas o desenvolvimento de personagens foi mt bem feito. Não é atoa que Syaoran e Sakura são um dos casais mais “explorados” do universo clamp… especialmente em Tsubasa que tem pelo menos uns 3 deles.

    1. vc fala como se sentimentos não fosse um plot. XD na verdade Sakura tem sim um plot como esse q vc e o VQ almejam que é: “caçar cartas mágicas para que não causem dano no mundo”. Na verdade não importa se é complexo ou não, ou se é muito dano ou não ao mundo, mas lá está ele.

  4. Adoro os mangá/animes da clamp, principalmente cardcaptors Sakura que foi uns dos primeiros animes que assisti. Adorei o video, sou super fã e concordo com vocês.
    PS ” A tal catástrofe na verdade só acontece no filme 2″.

  5. Meus queridos,

    Primeiro ponto:
    vocês
    esqueceram-se do que estão falando de fato?Só
    para lembrar – lhes é CCS e não Madoka! Acho
    que vocês não se ligaram que sakura é um mangá/anime
    dirigido para crianças e pré-adolescentes e não uma história onde uma criança
    de 10 anos tem que bolar planos estratégicos para capturar cartas magicas que
    irão causar a destruição mundial. Primeiro ela não pediu por isso, ela não
    queria isso, como uma criança normal pode criar afeição assim do nada por
    cartas que estão lhe causando problemas, sim, mas o Clow tinha afeição por
    ela… É claro! Ele as criou, e sendo uma criação sua elas faziam parte dele,
    elas eram representações de sua personalidade e poder! Segundo, no mangá,
    quando essas cartas fossem liberadas elas causariam grande caos ao mundo, ok.
    Mas estamos falando de CLAMP meus amores, nunca leram X/1999 não? Esse caos ao qual elas se referem pode ser qualquer coisa inclusive esses
    “probleminhas”! Aí eu ressalto que como estamos falando de um mangá
    para crianças e pré-adolescentes não seria legal que houvesse mortes ou um plot
    mais obscuro ou mais denso (vide madoka) não é mesmo? Além disso, vcs não podem reclamar ou falar que o mago Clow é poderoso sem proposito, pra falar a
    verdade acho que vocês nem tem fundamento pra falar isso, até por que estamos
    falando de uma obra do CLAMP, Sakura Card Captor não termina nessa história,
    muita coisa é revelada em outras obras do estúdio em que todas se integram e se
    interligam inclusive o futuro de sakura e shoran, um pouco mais sobre a personalidade e história do mago Clow, então, por favor, não falem do que vcs não sabem.

    Segundo
    ponto:

    A parte dos sentimentos, eu tenho que
    admitir, é a melhor, apesar de que quando era criança eu não percebia muito
    tudo isso, mas assistido agora um pouco mais velha, ainda assim esse anime
    continua me tocando, só senti falta de vcs falarem das diferenças que há do
    manga pro anime que é justamente a presença da Meiling, fora isso, essa parte “Sakura”
    ficou muito boa, estão de parabéns por conseguirem captar isso de Sakura e não
    ficarem tirando uma dos vários tipos de relacionamento que há na história.

    1. Bom, se mangás e animês “para crianças e pré-adolescentes” não podem ter “plot mais obscuro ou mais denso”, acho que você não conhece Hunter x Hunter (um mangá com plots mirabolantes, cabeças decepadas, mortes brutais, que é publicado na Jump, uma revista para crianças e pré-adolescentes).
      De resto, é questão de perspectiva: PARA NÓS isso fez falta. Não queríamos uma grande estratégia, só queríamos ALGO. E a Sakura não faz nada (no nosso ponto de vista).

      Além disso, estamos fazendo o “Video Quest 55 – Cardcaptor Sakura”, e não “Video Quest 55 – Universo Clamp” (como ressaltamos num certo ponto do vídeo), portanto, mantenho minha crítica ao Mago Clow.

      1. eu acho que usar o hunter x hunter para a exemplificação não foi uma boa ideia, por causa do gênero diferente (shounen x shoujo)

        vamos usar os outros 2 concorrentes diretos de Sakura C.C no Kokoro dos brasileiros… EEE principalmente tem o mesmo publico alvo…

        Sailor Moon e Guerreiras Mágicas de Rayearth.

        em Sailor Moon da para vc separar a parte Serena (sentimentos) e a parte princesa Serenity (aventura/luta e etc)… e ambas são desenvolvidas e tem sua importância na serie….

        Ja Guerreiras Mágicas de Rayearth (tb CLAMP), a parte sentimentos é bem mais discreta, e a parte aventura/luta é ate bem elaborada…

        isso reforça que mesmo a obra sendo shoujo, ela não tem que obrigatoriamente ser desprovida de uma historia elaborada, combate e etc…

          1. Sei não, eu não colocaria hunter x hunter como seinen, ele pode ter uma história um pouco mais pesada, mas no geral para mim continua sendo um manga de batalha comum, a unica diferença é ele apresentar um mundo um pouco mais violento, o q para mim não serve como referencia para seinen, tanto que hellsing e outras histórias taxadas como seinem, para mim sao mangas shonen só com uma imensa quantidade de sangue.

  6. uma sugestao para o proximo tema com base na reflexao desse quest que seria yu gi oh que tras essa relaçao com as cartas que de certa forma tem seus espiritos ou quase um ‘coraçao’ ,é claro, eu sei que vcs so viram o primeira temporada mas considero um bom tema para discussao msm sendo um shounen clichê ou padrao em quase todos os sentidos mas valeu pelo quest.
    OBS: eu nuca vi inteiro sakura card captors so algumas partes mas ajudou conhecer a estoria.

  7. Eu pensava que era a única que achava que o CLAMP forçou a barra colocando um relacionamento entre uma menina de 10 anos e um professor (pra mim aquilo sempre pareceu pedofilia)

  8. Que nostálgico, foi sim um grande anime no seu gênero foi um dos mahou shoujo que fui Fã por muito tempo (guerreiras magicas e mais agora Madoka), tem um video pessoal mostrei de relance as cartas Clow (que eu ainda tinha pós 10+ anos) que eu vi o anime, e sim @[email protected] Sakura Kinomoto é a personagem que marcou este nome para mim, quando vejo o nome Sakura penso na minha caçadora de cartas predileta. (hhaha acho que ja foi apaixonado por ela, coisa de otaku pirralho)
    @[email protected] tive ciumes do Shoran no filme 2 que encerra SCC… (ela pulando nos braços dele aposta pegar a carta amor e aquela musica começando no exato momento. e eu gritando NNNNNNNÃÃÃÃÃÃÕOOOOOO )

    sobre o anime, ele ao menos deu uma solução criativa para a protagonista ter “roupas heroicas” ou no minimo diferente do padrão, a sakura muda de roupa que é algo raro em anime.

    Era um anime mesmo sendo simples, ele tinha alguns enigmas para pegar as cartas e uma variação interessante de acontecimentos e feitos necessários para as capturas das cartas (e bem criativo) se no inicio o visual é um pouco “diferente” (CLAMP na TV aberta) no fim ja estava mais que acostumando e achando muito bonito.

    ele tem a marca CLAMP estampado em tudo, (não que isso se uma boa coisa) no desenho, no estilo da historia, nas insinuações de gostos românticos e etc (SHOUJO ao extremo).

    Enfim eu falei mUiiiiiiiiiittooo “Chave que guarda o poder das Trevas! Mostre seus verdadeiros poderes sobre nós e ofereça-os à valente Sakura que aceitou essa missão! Liberte-se!” (com devidas adaptações) hahaha

    sobre o VQ em sir… não tem como discordar das resoluções da parte Sakura e da Parte Card..

    as cartas Clow são as esferas do dragão para DB (goku criança), so que o goku tinha interesse neste caso…. São as Almas (coletadas) em no inicio de Soul Eater…. é algo que ta la, tem sua importância de longa ou curta duração no enredo, mas o que importa não passa em perto disto…

    o anime é eficiente no que propõe e para o publico que propõe…..

  9. Wow, que nostalgia =D Nunca vi Sakura inteiro, mas do tanto que acompanhei, concordo plenamente com vocês. Achava estranho as cartas serem apresentadas como seres com sentimentos e a Sakura ligar pouco ou quase nada pra elas. É como se uma criança não desse a mínima pro cãozinho da família, sabe? Mesmo que não fosse dela, mesmo que atrapalhasse, seria impossível não querer brincar com o bicho.

    Tenho pena da Tomoyo, mesmo nos outros universos CLAMP ela continua sozinha (a não ser que tenha aparecido um par pra ela depois que parei de ler Tsubasa Chronicles…)

  10. Muita Nostalgia XD,esses dias eu vi denovo,realmente minha opiniao mudou,as partes dramaticas e boa,e humor mediano,so nao curto a parte sem sentido das cartas

  11. Kitsune estava com carinha de bebê há 30 VQs atrás. xD

    SCC foi um marco para mim, principalmente para me identificar como fã de Yaoi. Até antes de assistir o anime, eu “percebia” algo suspeitos nos animes em relação há assuntos de diversidade sexual, mas não queria acreditar que um anime trataria de de assuntos, que, pelo menos na minha época, era o extremo do tabu. Porque homossexuais eram considerados a mesma coisa que um viciado em drogas ou um bandido, do tipo que os mais velhos falavam “não olha para aquelas ali não” (duas mulheres que viviam juntas na rua de cima da minha casa). Como eu era muito criança (e inocente, né, já que as crianças de hj nem inocente são mais xD) imaginava que ser homossexual era o mesmo que ser bandidos e que eu poderia morrer se chegasse perto deles xD.

    Então, nos animes, em Saint Seiya (já mais grandinha e mais entendida) comecei a perceber algo entre Shun e Hyoga e a história da casa de Libra meio que fechou o que eu imaginava, mesmo assim, como não havia nenhuma confirmação, eu pensei, putz, é coisa da minha cabeça.

    Mas aí veio Guerreiras Mágicas, e aquele capitão do Cabelo Branco (que não lembro o nome agora) junto com o irmão do Zaga. Para mim rolava algo ali também e meio que continuei na dúvida. E então veio Sakura Card Captor que pra mim, foi decisivo e fechou. E passei a acreditar que não era algo da minha cabeça e que a diversidade sexual era realmente retratada em animes japoneses, tanto que em Sakura era explícito. Por isso concordei plenamente com o que vocês disseram sobre a atração ser justificada pelo poder mágico ser meio que uma desculpa pra suavizar a situação.

    Mas também, foi a partir de Sakura também, que a minha mente abriu. Porque percebi, o mesmo que vocês perceberam e expuseram, que o mundo ideal seria àquele do anime. Um mundo onde o que importa é o que você sente, é o amor, e não por quem se sente. A pureza com que os sentimentos são dispostos ao longo da trama meio que serve para remover as impurezas e as barreiras da nossa mente.

    É o mundo idealizado, mas certamente não é o real. Mas seria lindo se as pessoas respeitassem o amor e a diversidade do amor da forma que o anime retrata.

    Acho que esse VQ Sakura Card Captor às vésperas do Dia dos Namorados foi até um presente para quem tem um amor, seja ele como for. <3

    E para mim a história sempre se tratou disso, do amor. As cartas, as aventuras, era somente um adicional, e chegava a ser divertido. Como o Urso falou, a história funcionária muito bem também sem a parte Card Captor.

    Obrigada pelo presente, meninos! <3

  12. Já ouviram falar de Tsubasa Chronicle? Nunca li, mas uma amiga que leu e viu o anime, contou que é uma continuação direta que explica vários pontos soltos… Mas não sei se é isso mesmo, não conheço a obra.

  13. Bem, a análise foi boa…

    Pena que o anime/manga seja tão ruim…

    Sério, eu acho que essas minas do CLAMP são totalmente taradas ou vai ver todas elas são uns gordos nerds punheteiros de uns 50 anos, aheuhauheuahueha

    Enfim, o anime é uma história que fala sobre os sentimentos e as diversas formas de amor entre os personagens… mas mesmo com tudo isso acho a história bem fraca e fantasiosa, em um mundinho feliz e colorido cheio de aiaiai, onde ninguém morre, ninguém é mau, ninguém se machuca… traduzindo: uma bela de uma fantasia escapista, na qual as pessoas assistem pra se esquecerem da merda do mundo daqui de fora…. por isso, mesmo não gostando, no máximo eu diria que esse anime é “legalzinho”, agora, BOM, foi uma bela forçação de barra.

  14. Eu costumava dizer “se você quer convencer sua namorada a gostar de animes, Sakura nela!”. Ok, obviamente não deve funcionar com todas (e qual regra foge a exceções?). Mas é que comigo deu certo, na época minha ex não curtia nada niponico, mas bastou um empurrãozinho da Clamp para se deslumbrar com toda a série.

    Pensando hoje, acho que talvez o mérito do anime seja esse. Suas “fofisses” na medida certa. Um roteiro cheio de furos? Provavelmente. Mas soube compensar de outras formas e se tornou uma obra quem marcou os nossos kokoros. ; )

    Abraço.

  15. O video ficou muito bom. Uma sugestão: O que falta nessa abertura do VideoQuest é uma foto da capa do anime, ou algum poster promocional com a cara do Kitsune e do Urso colada por cima de um dos personagens.

    Por exemplo, a cara do Urso na cabeça do Kerberus e a cara do Kitsune na cabeça da Sakura.

    Espero que eu veja algo assim com o anime ou série do proximo VideoQuest.

  16. Acho meio difícil os fãs de Sakura não terem gostado do vídeo porque a maior parte das coisas que vocês zoaram, a maioria dos fãs também zoam. Um ano atrás eu comecei a assistir o anime junto da minha irmãzinha de 9 anos (que tem uma cabeça de menina de 13 anos) e ela mesma percebia certas coisas e zoava. Além disso, por mais que a nossa diferença de idade seja meio grande, nós duas nos divertimos e nos emocionamos da mesma forma. Então, por mais que o anime não seja perfeito, ele sempre terá um lugar especial no meu kokoro.

  17. concordo com o urso que faltou alguma coisa no final mas infelizmente isso é uma característica da clamp(pq eu li muitos da clamp com esse problema como Kobato e tsubasa) que os personagens,pelo menos os casais,demonstram o sentimento de amor só com um mero abraço,o que acaba prejudicando muitas vezes a obra fazendo com que se tenha uma leve decepção .pq como uma garota fica um ano sem ver o cara q ela gosta e quando vê só dá um simples abraço?

  18. Olha faz um tempão que assisti mas lembro ate hoje do romance da sakura com a outra menina e lembro da minha tia crente falando ai que absurdo duas meninas ou dois meninos , olha foi ai que eu virei fã so para discutir com minha tia KKKKKKKK

    ,mas acho que tem que ser assim mesmo se as pessoas se gostam e tem idade para isso ta tudo bem eu acho importante esta mensagem , eu não tenho nenhum preconceito quanto a isso ,

    A sim por favor se der passem na pagina http://www.facebook.com/ToonamiNoBrasil?ref=ts&fref=ts

  19. Eu adorava este anime chato pra caramba, por um motivo que foi pouco abordado (se é que foi), tecnicamente é uma puta animação, qualidade de filme em uma série de TV, isto fez eu ignorar toda a pluralidade sexual e esquizofrenia de sentimentos. É uma bela animação… principalmente em relação da parte técnica! Mas teve ma hora que eu tava implorando pra que acabasse a série… embora hoje eu gostaria de ver novos episódios… Eu gostava bastante da dublagem também.

  20. Olha foi um dos primeiros animes que eu assisti, não tinha nenhuma intenção de voltar ou ver isto. foi uma sensação de nostalgia e de repulsa em forma de paralelos, porque mudei muito meu gosto, Antes até gostava de ver algo assim agora prefiro sangue de Berserk. Muito bom o Video Quest Mais uma vez.

  21. A unica coisa que eu me lembro de CCS eram as cartas, ignorei o anime por puro preconceito de criança, feriria minha pequena honra de menino assistindo aquilo. Referente ao VQ, eu me vi no meio do vídeo ignorando totalmente o que vocês falavam e admirando a qualidade do vídeo e edição, estava fantástico e por algum motivo, na mesma hora me passou um filminho do VQ lá do começo, de Kimi Ni Todoke e meus “parabains” que evolução.

  22. não concordo com alguns dos pontos que vocês criticaram (como dizer que
    ela não se importa com as cartas), mas reconheço a validade de outros.
    adorava (e ainda adoro) CCS, e já tinha reparado na “falta de
    finalidade” das cartas, mas também acho que elas têm que estar lá. fico
    feliz em ver que “dois caras barbados” podem apreciar a história e
    entender e curtir o “lado Sakura”!! lembro de ver em alguma entrevista que o próprio CLAMP disse que a história se trata de amor, e suas várias formas – o que é bem óbvio, mas enfim, a questão é que esse sempre foi o foco. quanto ao vídeo, mesmo com a tiração de onda, imagino que não poderia esperar uma recepção muito melhor à série vinda de 2 marmanjos XD

    quanto ao BOOM que sentiram falta, por que não viram o filme, Sakura
    Card Captors: A Carta Selada? Normalmente eu acharia q seria demais
    pedir pra dois caras assistirem, mas se vocês viram tudo e gostaram… o
    filme encerra oficialmente o anime com uma história original que se
    passa alguns meses depois do último epi. tem perigo real para as pessoas
    e mostra sakura tentando se declarar pro Shaoran direito. eu acho o
    enrendo meio de última hora, mas é cheio de ótimos momentos Sakura E
    Card Captor

    mas sobre a parte que ninguém se machucou. faz tempo que assiti então n
    lembro de muitos detalhes do anime, mas lembro que uma mulher quase se
    afogou com a carta água. os alunos da escola estavam desaparecendo por
    causa da carta apagar. e o que acontecereia se sakura não tivesse
    capturado a carta sono, ou escuridão? não foi tudo tão inofensivo assim.
    talvez Clow tenha criado as cartas pra não ter tanto poder em si
    mesmo, porque seria perigoso e ele n gosta de tanto poder, como vocês
    disseram

    ps: descobri o canal de vocês agora, e já tô catando uns vídeos passados. legal o trabalho de vocês, em muita coisa nos vídeos que abordam lados da história que eu ainda não tinha pensado a respeito 🙂

  23. O prof. Terada (aka por mim como Prof. Tarado) nao é o único com problemas na história: a Mizuki teve um caso com o Touya quando ele tinha, sei lá, 13/14 anos de idade, nao? Tá, ele parecia bem mais velho do que era, mas ela era professora dele e ele nem no ensino médio estava (a mae da Sakura pelo menos já estava no médio, tinha mais nocao). E, se formos parar para pensar no amor em Sakura, veremos diversidade legal: Heteros, Homos, Bi (acho que o Touya se encaixa como bi, já que teve um relacionamento com a Mizuki), mulher mais velhaXgarotos mais novos e homens mais velhosXmeninas mais novas, e, a categoria inventada pela série: fantasmaXviúvo.

    Mas a minha maior dúvida sempre foi: como a Tomoyo nasceu? Em algum momento acho que dizem que ela herdou a companhia do pai da Tomoyo, mas nao falam mais nada (ah é, e ela mudou de nome, por isso o pai da Sakura nao tinha reconhecido o nome dela).

    E, realmente a coisa mais legal na série é o fato de que ninguém questiona nada, e, se formos parar para pensar, criancas nao questionam relacionamentos (especialmente quando tem entre seus 7/10 anos de idade).
    Eu sou fa de Sakura, mas entendi o pensamento de vcs meninos.

Deixe uma resposta