Yuri!!! on Ice (review)

No último vídeo de 2016, Kitsune fala do animê mais marcante de 2016! Yuri!!! on Ice é lindo!
Inscreva-se no trial de 14 dias GRÁTIS no Crunchyroll e ajude o Video Quest assistindo Yuri!!! on Ice!
www.crunchyroll.com/vq

[Total: 0    Média: 0/5]

No último vídeo de 2016, Kitsune fala do animê mais […]

  • rui

    Não indo para o Japão, para discutir uma cultura que não sei, ficarei só com dois exemplos culturais: um do Brasil e outro americano. Somente este ano (2016) houve uma cena de sexo gay em uma novela brasileira (Caio Blat e Ricardo Pereira em Liberdade Liberdade) e o resultado foi uma enxurrada de comentários preconceituosos e ignorantes sobre o tema (só creio que não tenha sido pior porque este ano foi muito agitado). Quase o mesmo aconteceu quando trailer de Procurando Dory foi divulgado e dava a entender que haveria um casal lésbico (http://g1.globo.com/pop-arte/cinema/noticia/2016/06/possivel-casal-de-lesbicas-em-procurando-dory-gera-polemica-nas-redes.html). Não se pode dizer o problema do conservadorismo não seja enorme no ocidente também.

  • Alessandra Bellefluer

    Muito obrigada pelo review, amei e adorei saber que gostou muito do anime <3.

  • Livia Suguihara

    Concordo que seria legal ver um beijo “de verdade”, mas acho que a autora foi o mais longe que era possível considerando que Yuri On Ice é um anime totalmente mainstream.

    E sim, o Japão é extremamente conservador. Eles não chegam a encarar coisas relacionadas ao sexo como pecado, mas têm preconceito contra tudo o que é fora do padrão “relacionamento heterossexual => filhos”.

    Curiosidade que pode ser um pequeno SPOILER pra quem ainda não viu o anime:






    Ainda não tive chance de conferir, mas parece que no final do último episódio, na apresentação em dupla de Victor e Yuri há um beijo. Alguém postou um gif no Twitter e realmente parece um beijo, sem nada impedindo a visão, mas é bem rápido e do jeito que são os fãs, esse gif pode muito bem ter sido editado para dar essa impressão. Precisaria ver essa parte no original em slowmotion pra ter certeza.

  • Bebop

    Assisti o vídeo quest e adorei! Parando pra pensar, acredito que Yuri on Ice é um anime sobre Yuri pessoa e patinador, tanto que todo o foco vai para a relação dele com o esporte, as pessoas envolta dele e aqueles que ele admira. Então não é um anime sobre patinação. A gente não entende bem os paços ou as séries dos patinadores e esse não é o ponto que o anime para mostra as danças mas sim as motivações e interpretações que os patinadores passam. Se for por em pratica o tempo para apresentar uma história com um desenvolvimento psicológico tão grande, com tantas diferenças culturais coisas pra ser contextualizada e bem apresentadas, a motivação de cada patinador se apresentando ele tendo que estar em pé de igualdade com o protagonista, a interação super interessante das redes sociais com pontos turísticos reais, tudo isso acaba deixando de fora coisas mais praticas como acompanhar os treinos e montagens das coreografias que são os mais técnicos no anime. Se os episódios fossem de 1h cobrindo a mesma história de um episódio de 20 min, eu assistiria sem problemas pq ele é muito interessante e bem feito.

    O casal Yuri e Victor são o carro chefe para o sucesso do anime. Se eles fossem jogadores de futebol ou escaladores de montanhas provável que também faria sucesso, mas seus personagens secundários também são maravilhosos e encantadores. Conhecer a comunidade de patinadores que o casal tem contato é muito importante e bem interessante, mas de novo, pouco tempo pra desenvolver o personagem + muito conteúdo de qualidade – tempo é uma pena. Porque são 12 episódios pra cobrir quase 1 ano de história. Espero ver mais o desenvolvimento dos secundários com os principais pq quando teve essa interação no episódio 10 foi maravilhosa, muito divertida e bem bonita mostrar a diferença do Yuri se dando bem com os competidores com quando a ultima vez que ele competiu (quando mostra as fotos dele bêbado na ultima competição).

    Como fã do casal… sabemos que eles são um casal. O nosso mundo sabe que eles são um casal. Os personagens sabem que eles estão em um relacionamento diferente dos outros amigos. Não colocar um nome ao relacionamento é um pouco desconfortante mas não é de todo ruim. Só não me agrada essa “duvida” que deixa em aberto nas cenas. Se fosse uma verdade velada sem as cenas clichês se evitarem serem pegos por outras pessoas, já me deixaria imensamente contente.

    No final o Yurio ganhar a medalha de ouro não me incomodou, até pelo contrário. Deixa aberta uma próxima disputa entre os Yuri para a segunda temporada. O que me diminuiu a empolgação foi a resolução bem suave do casal depois de algo tão impactante quanto a decisão de terminarem a parceria depois da competição. O casal não me empolgou mais como nos outros episódios. Eu trocaria a apresentação de gala no final por mais cenas com eles juntos de todos os personagens pra entender de verdade qual é o clima que vamos encontrar na segunda temporada.

    (comentário enorme eu sei. se vão ler não sei. me desculpem mas quando se tem gente falando de algo que gosta coisas inevitáveis acabam acontecendo ^^)