Mangá Quest – Chobits 07, Assassination Classroom 08, Magi 16, Kuroko no Basket 16

ÚLTIMO MANGÁ QUEST DO ANO!!!

ÚLTIMO MANGÁ QUEST DO ANO!!! Sobre Leonardo KitsuneUm dos Criadores, […]

98 thoughts on “Mangá Quest – Chobits 07, Assassination Classroom 08, Magi 16, Kuroko no Basket 16”

    1. Passou sim. Normalmente, as mulheres passam pelo Complexo de Édipo com o pai. Os homens passam com a mãe.

      Porém, “pai” e “mãe” em psicologia não tem o significado literal usado coloquialmente. “Figura paterna” e “Figura materna” pode ser qualquer pessoa do seu convívio. Se você fosse órfão, passaria pelo Complexo de Édipo com avó, tio, professor, etc. O Complexo de Édipo fala sobre a descoberta do desejo e do amor através da pessoa mais próxima a você (normalmente familiares), e a elaboração disso para que esse sentimento seja projetado numa relação não-incestuosa.

      Provavelmente tenha errado alguns termos específicos, mas a ideia geral é essa.

        1. não me recordo da minha infancia, só lembro que eu era bem vazio e sem nenhuma preocupação com nada, ajudava minha mãe por achar isso certo, mas quando ela sofria eu meio que não entendia ou não sentia, apenas ajudava porque queria, depois de muito tempo passei a sentir algum tipo de coisa como se preocupar ou sentir encomodado com sofrimento e agora tenho esse sentimento por quem eu amo, acho que no nivel normal, mas so meio frio ainda sim

          1. ninguém se lembra! São eventos inconscientes que são elaborados durante a infância!!
            Para saber da sua situação só com terapia mesmo!

          2. na verdade so bem frio, me importo com familia amigos e quero bem de uma outra pessoa que nao esta dentro desses grupos, mas de resto não sinto nada, contudo, respeito, afinal creio na liberdade como o certo, todos são livres pois ninguem nasceu obrigado a nada, nem a ser obrigado ou prejudicado por alguem, portanto prejudicar e obrigar não é um direito

        2. Como a Kushina disse, se uma pessoa não passou pelo Complexo de Édipo, precisa passar. 🙂

          Psicologia não é opcional, todas as pessoas são sujeitas ao desenvolvimento psíquico, para levar ao amadurecimento. As particularidades no processo só dizem respeito ao “COMO” as pessoas passam por esse desenvolvimento, não “SE”.

          1. Não passar pelo Complexo de Édipo é o equivalente psíquico a não passar pela puberdade, por exemplo.

            Se não passasse pela puberdade, você se tornaria um adulto sem pelos, com voz fina, sem capacidade reprodutiva…ou seja, seria uma pessoa velha, mas não seria um adulto plenamente desenvolvido.

            Processos psíquicos são a mesma coisa. Se você não passar por certos processos, você não amadurecerá como pessoa, e não estará apto ao convívio à sociedade.

            Perceba que “não estar apto” não significa “ser incapaz”. Não adianta falar “ah, mas eu tenho namorada, amigos, tenho uma vida normal”, porque não estamos falando da pessoa ser um pária ou um psicopata. Cada pequeno problema social (isolamento, “frieza” como você mencionou) são sintomas de saúde psíquica prejudicada.

        1. Na verdade essa nomenclatura não “pegou”! A Melanie Klein chama de Édipo feminino! Não tem diferenciação em termos! Mesmo porque, para a Klein, o Édipo nas meninas também se passa primeiramente com a mãe e depois que é com o pai!
          Não dá para eu dar uma aula de complexo de édipo aqui, mas de forma superficial é isso!

  1. essa parte do assassination classroom é muito boa. Se tivesse com tempo veria o anime.
    O kuro sensei é engraçado.
    Se tivesse grana e espaço em casa compraria o mangá,mas parece que ele tem mais de 10 volumes.
    E nesse mangá que tem uma professora que não sabe se ela ta vestida ou não?

  2. a persocon que ser perfeita, mas não se ve perfeita porque não é humana por falha. Por que o fato dela ser uma escrava conciente não é considerado um defeito pra ela?

      1. mas é uma condição vinda de fabrica uma programação que entroua em paradoxo, porque para ser perfeita ela tem que ser humana e falha, mas para ser humana ela questiona o fato de ser submissa a um humano quando outros humanos não o fazem? ou ele segue as leis lá do eu, robo?

  3. Eu nunca terminei “O Guarani”, pura e simplesmente porque eu com 14 anos achei aquilo muito chato. Não me arrependo nem um pouco de ter feito isso, se tem uma coisa que aprendi com esse livro foi: se uma coisa é ruim pra você, larga ela!

  4. É basicamente isso que AC tenta mostrar. Ele tenta pegar várias situações que ocorrem com os jovens japoneses, exemplifica eles com os personagens e trabalha isso exatamente para que o máximo de pessoas possível possa se identificar com a obra e entender a mensagem “Você não é patético, você também tem o seu valor!”.

    A parte do moleque na balada inclusive eu acho que é uma mensagem de demonstração do valor do feminino muito bom.

  5. E podem confiar que o autor vai trabalhar esse conflito do Nagisa e o talento dele mais pra frente. Acho que o Kaneda diz que está mediano porque realmente não gostou do resto dos volumes, mas veja, ele mesmo disse que esse volume sozinho seria acima da média. Pra quem não se incomodou, são 9 volumes acima da média com um tema interessante e bem conduzido, claro que o pessoal vai achar uma maravilha.

      1. Entender Assassination Classroom é simples: você gosta de HOUSE (a série)?

        Porque as duas obras são praticamente idênticas nesse sentido. São repetitivas, formuláicas, e muita gente não gosta por causa disso. Outras pessoas gostam justamente por isso. Enfim, é questão de gosto.

      2. Sim, sim eu entendo e não acho que você está errado também. Não gostou não gostou, de boa :p É só pra dizer que quem gostou tem motivo pra achar uma maravilha

        Eu ainda acho que AC funciona melhor semanalmente, porque você pega mais o ritmo de “casos semanais” e não pega de uma vez um monte de arcos parecidos. Você acaba se focando mais no cerne do capítulo mesmo. Mas é perfeitamente compreensível, as piadas mesmo eu acho que já não são tão boas também.

  6. Momento premio Darwin pra mim, eu sai do hangout enquanto falava de berserk para um antigo e fiquei me perguntando porque estavam falando do assassinio de Gatts de novo

  7. Pra mim o Dumbledore da cidade é meio que um Hittler desse mundo, com toda essa ideia dos humanos representados animais que usam os magos como “escravos”, e ficam com o dinheiro e a fama, eu vi tudo isso com um paralelismo temático.

  8. n lí esse mangá chamado magi, dsclp aí se eu curto ouvir uns spoilers loko, mas sobre quando os animu de lutinha começa com discussões sociais fica pesado, lembro sempre de como faz passar mal as sagas de OP expondo os tururubito from hell escravista do caralho

  9. Como todo o mundo de Magi é baseado em tretas do mundo real, eu nunca encontrei sobre o que é baseado Magnostatt. Minha teoria é de que a cidade é baseada na relação da Irlanda/Inglaterra/IRA.

    o IRA/Dumbledore quer independencia nacional e usam para isso um discurso odio e superioridade religiosa para formentar isso, além da relação dele com os piratas para financiar sua independencia.

  10. Kushina a transparencia de orange não atrpalha a leitura não, pelo menos não me atrapalhou! E não ta como as pessoas tao dizendo de dra pra ver tres paginas de uma vez não nao se preocupe!

    1. Kushina a transparencia de orange não atrpalha a leitura não, pelo menos não me atrapalhou! E não ta como as pessoas tao dizendo de dra pra ver tres paginas de uma vez não nao se preocupe!

      Ps. Queria ter dinheiro pra mandar orange pra tu ms não trabalho, e pra clara tbm! Kitsune tbm!

    2. estará recendo uma surpresa juntamente com os cartões da newpop nessa caixa postal, que será enviado assim que eu empacotar o envio sem lutar contra a fita adesiva.

Deixe uma resposta