Primeiras Impressões – Pokémon XY – Ep. 01 e 02

Olá pessoal! Estamos de volta com (mais) POKÉMON no Video Quest

Me apresentando de novo, sou o DaniloT_DS do site Pokémon Mythology, e já fiz um bico aqui nas reviews de Pokémon Best Wishes Episode N e Gargantia. Depois dei uma pausa enquanto era exibido Pokémon Decolora Adventures (uma temporada filler que serve como despedida de Cilan e Íris, mas em alguns momentos achei bem chata. Ainda bem que não peguei pra analisar aqui, haha).

Os jogos da nova geração dos monstrinhos foram lançados em todo o mundo em outubro deste ano, e com eles a nova temporada do anime com o mesmo nome: Pokémon XY. Será que essa temporada do anime tem algum ponto positivo em relação aos jogos?

XY 000 – A Estrada para Kalos!

Cerca de uma semana antes, um episódio de recapitulação chamado “A Estrada para Kalos” foi exibido, que mostrou, enquanto Ash dormia num avião, um resumo dos 2 primeiros episódios da primeira temporada de Pokémon, em Kanto. Serviu pro objetivo de explicar como Ash e Pikachu se conheceram, pros novos telespectadores, que todo ano se renovam. Mas foram mostradas coisas que iriam aconter no futuro também, então se você odeia spoilers, faça como eu: pule este capítulo.

XY 001 – Eu Cheguei à Região Kalos! O Princípio dos Sonhos e das Aventuras!!
XY 002 – A Mega Evolução e a Torre Prisma!

Os 2 episódios foram exibidos juntos. Se você já está jogando os novos jogos (…NÃO ESTÁ? AINDA??), vai gostar logo de cara da fidelidade de como começa a história da nova companheira do Ash: Serena. Aqui já queria comentar um ponto: tanto eu quanto alguns amigos que zeraram X/Y acharam a história dos jogos bem fraca desta vez. A equipe vilã não dá pra ser levada a sério, e os seus rivais, apesar de terem objetivos e personalidades diferentes, simplesmente servem pra indicar pra onde você tem que ir. Apenas o passado de Kalos que eu achei muito interessante, um pouco mais até que o passado de Unova.

001---02Eu quero aquela pelúcia

Como a história e os personagens dos jogos tem esse ponto fraco, o anime parece que dessa vez tem chance de ter um desenvolvimento melhor pra cada um. Começando pela Serena, que o anime revela que já conhecia o Ash durante a infância, antes dele começar a jornada. Isso promete uma boa interação entre os dois. Achei também o Ash bastante impaciente nesse começo, querendo logo vencer o primeiro ginásio e ser um mestre Pokémon de uma vez (ele mesmo diz!). É BOM ver ele já perdendo a paciência com isso, hehe. Logo conhecemos também o inventor Clemont (nos jogos, líder do ginásio da cidade Lumiose onde Ash está, no anime ainda está indefinido) e Bonnie, sua irmãzinha que segundo uma informação que li, quer encontrar uma noiva para ele (!!), apesar que isso ainda não foi citado no primeiro episódio. Eu tinha muito medo da Bonnie ser uma menininha irritante como foi o Max na terceira geração, mas graças a Arceus ela não é. Ah, e não podia faltar a Equipe Rocket. Eles… bom, não esperem mudanças. Wobbuffet está de volta, e só. Se eu fosse indicar, a aparição deles foi a única coisa que não gostei, porque a gente sempre sabe como termina. A surpresa mesmo foi um estranho Froakie surgindo no meio da luta contra eles.

001---03

As primeiras batalhas tiveram umas “movimentações de câmera” bem bacanas, que deram aquela impressão que o campo de batalha era 3D. E a animação foi tão boa quanto o início de Best Wishes, ou até um pouco melhor. De acordo com alguns previews, a maioria das lutas serão assim.

No segundo episódio eles levam o Froakie ferido para o laboratório do despenteado professor da região, Sycamore. Ele conta que esse Froakie não gosta de lutar, e por isso já fugiu de vários treinadores a quem ele foi dado. Mais um ponto positivo: teremos pokémons com personalidade própria também.

002---01Ansioso pelo Mega Amphabulous

Em vários momentos notei referências ao recurso Pokémon Amie, existente nos jogo,s e que permite fazer carinho nos pokémons. Em certo momento Sycamore também menciona a Mega Evolução, outra novidade dos jogos, que permite um pokémon ultrapassar seus limites e evoluir ainda mais. Mas ele diz, assim como nos jogos, que essa evolução está ligada aos laços entre treinador e Pokémon. Convenhamos, é bobagem. Basta o pokémon segurar um ítem específico e apertar um botão num bracelete especial, mas o anime e os jogos tentam dar uma profundidade meio forçada pra isso. Não seria bullshit se apenas dissessem que a Mega Evolução mostra que é possível superar seus limites.

Depois de outro ataque da Equipe Rocket, o Garchomp perde o controle e começa a atacar a cidade. Nessa hora foi bom ver uma cidade viva de verdade. O acontecimendo sendo exibido na TV, as ruas com trânsito pesado, esses tipos de detalhes. Esse realismo deixou um clima bem tenso!

002---02

Pelo menos a ação no começo dessa temporada me convenceu a assistir. Estou curioso pra ver como será explorada a familiaridade entre Ash e Serena, e como as Mega Evoluções serão tratadas no animes. E quem sabe o Team Flare seja melhor construído também… falando nisso, nem sinal deles ainda, nem mesmo na abertura, então imagino que vai demorar pra aparecerem. Rezo para que não ocorra nenhum terremoto no Japão até lá.

Não deixem de comentar =)

Olá pessoal! Estamos de volta com (mais) POKÉMON no Video […]