VQ Review – Pokémon BW Episode N (13-14) – Final

013---banner

Pokémon Episode N chega ao final… e que final!

13 – O ataque da Equipe Plasma! A cerimônia de renascimento!!

RESUMINDO

A Equipe Plasma, controlando os pokémons na superfície, conseguem prender Cilan, Íris, Cedric e, mais pro final, Looker. Ash e N escapam da caverna e precisam enfrentar os pokémons sob controle dos Plasmas. Porém, Colress tenta controlar os pokémons dele, e como Pikachu não tem pokébola, é atingido pelo controle e passa a atacar seus amigos e o próprio Ash. N então é obrigado a se entregar, e Ghetsis começa os preparativos para ressuscitar Reshiram.

013---imagem-04

EU ACHO QUE…

Colress é o único da Equipe Plasma com algum tipo de inteligência. Sério… a máquina de controle mental dele agora está perfeita (a “força da amizade” não consegue trazer Pikachu de volta, e N não consegue mais ouvir a voz dos outros pokémons controlados, como se tivessem realmente perdido a memória). Mas os outros capangas dos Plasmas conseguiram fazer a maior burrada da história: o Ash tinha desmaiado por causa do ataque que recebeu do Pikachu… então, pra quê gastar mais uma algema para prendê-lo junto com os seus amigos né? Deixa ele lá largado no chão. “Ele deve ter morrido”, talvez pensaram. Me desculpe Plasmas, mas esse garoto aí já sobreviveu a um ataque direto do Mew e Mewtwo, um trovãozinho não deixaria ele fora de ação por muito tempo.

013---imagem-05

Aliás, o Ash e seus pokémons foram o destaque da primeira metade do episódio. Além dos pokémons ficarem fazendo pose para cada ataque que davam nos inimigos (??), eles sozinhos formulam um plano de ação para fugir da caverna onde estavam. E o Ash? Pouco antes, quando N estava perdendo suas esperanças…

013---imagem-03Lembram do primeiro episódio?

Acho que é por isso que ele sobrevive a tudo. Zumbi que nada @LeoKitsune, eu tenho certeza que ele é uma reencarnação do He-man.

Neste episódio aconteceu muita coisa. Imagine então no último episódio…

14 – Reshiram VS N! Além da realidade e dos ideais!!

RESUMINDO

Reshiram desperta, e a porra ficou séria.

014---imagem-02

EU ACHO QUE….

Não dá pra resumir. Foi um ótimo episódio final. Geralmente o que se espera num clímax é muita ação, e teve de sobra. Só deu tempo de respirar no intervalo. Houve tantos personagens envolvidos que você acabava esquecendo de alguns deles, só pra ser surpreendido com as reviravoltas (e houve muitas). Colress, Cedric, Ghetsis, Reshiram, N, Jessie, Looker, Anthea, James, Concordia, Ash, Pikachu, Íris, Axew, Meowth… A direção do episódio merece parabéns por colocar tanta gente diferente junto e conseguir deixar tudo entendível e empolgante.

014---imagem-06

Mas o personagem principal mesmo foi o Pikachu. Não posso falar o que ele fez porque ia perder a graça da melhor parte do episódio, mas foi foda pra cacete.

014---imagem-08

Falei, falei… mas não falei nada do que aconteceu ainda, né? Bom, tem duas frases de N que posso comentar. Em uma delas, ele fala a respeito do Ash: “Mesmo que ele não entenda a voz do coração dos Pokémon, Ash entende seus sentimentos. Você não acha que é esta a figura que seria nosso ideal?” Aplicação prática: Mesmo que nós não entendamos a língua de outros povos, podemos entender os seus sentimentos. Afinal, os sentimentos humanos são universais e independem da nacionalidade ou época. Digamos que algum dia você tope com um imigrante da Mongólia (chutei aqui). Talvez leve alguns meses (ou anos) até vocês começarem a entender o idioma um do outro. Mas se ele sorrir ou chorar, será preciso algum tradutor ou ajuda de um especialista para entender o que ele sente? Da mesma forma, oh humanidade, procure entender os sentimentos uns dos outros.

014---imagem-10

E outra frase foi quando N diz à Anthea e Concordia que elas estavam deixando de lado muita coisa através do nevoeiro. Caramba, o nevoeiro que Anthea e Concordia usavam para aparecer e desaparecer era simbólico, mas só agora percebi. Como elas foram criadas separadas do mundo exterior, estavam “cegas”, como que no meio de uma neblina. Elas viviam uma fantasia onde acreditavam que humanos e pokémons deveriam mesmo viver separados (aquela floresta mítica do episódio 10, então, talvez representava esse sonho delas).

CONCLUSÃO

Gostei demais de Pokémon Episode N. Apesar de alguns fillers no meio (que depois se justificaram, como o episódio das Mareeps), essa temporada teve bastante ação, coisa que as crianças principalmente adoram. Mas mesmo quem já está mais crescido consegue aproveitar as mensagens que o anime passou. Pokémon tem mensagens bem simples, porém é essa simplicidade nostálgica, que remete aos tempos da infância, que acho que torna Pokémon agradável de assistir até hoje. E sim, apesar de algumas temporadas terem um enredo melhor que outras, a essência continua a mesma desde quando o anime surgiu.

E assim, termina Pokémon Episode N. Gostaria de agradecer a todos que acompanharam o review até aqui e que disseram ter se interessado novamente por Pokémon por causa dos textos ^^. O filme do Genesect será exibido em julho no Japão, e nesta semana já começa a temporada seguinte do anime: Pokémon Best Wishes Season 2: Dekorora Adventure, temporada que não vou fazer reviews (todos choram), mas terá algumas coisas interessantes, como a Butterfree do Ash retornando (!!!!). Pra quem quiser acompanhar, indico o Pokémon Blast Fansub, parceiro do site Pokémon Mythology que é de onde eu vim. Provavelmente voltarei ao Video Quest para escrever sobre Pokémon XY (já estou me convidando, haha), ou em algum Fan Quest, se Arceus quiser. Comentem aí!

Pokémon Episode N chega ao final… e que final! 13 […]