Review: Pokémon BW Episode N (09-10)

009---banner

Chegamos na reta final da temporada Pokémon Episode N, com revelações surgindo sobre o passado e algo grande se aproximando!

09 – A Conspiração da Equipe Plasma! Os Pokémon Controlados!!

Neste episódio, a Equipe Plasma está novamente fazendo experimentos, e agora a tecnologia de controle mental está mais aprimorada: não requer que um aparelho seja instalado na cabeça dos pokémons. Como teste, eles controlam um Haxorus, destroem e controlam o centro de uma cidade, onde Ash e seus companheiros estavam para chegar.

009---imagem-0

Em certa parte, podemos ver também Ghetsis, o líder da Equipe Plasma, comandando 4 operações diferentes por toda a região Unova. Isso dá uma idéia de como a Equipe Plasma é grande, e ainda assim as 4 operações parecem ter alguma ligação: uma das missões envolve encontrar N (por um motivo ainda não explicado no anime, mas quem conhece a história dos jogos já tem uma idéia do que seja). Enquanto outra missão é observar os arqueólogos nas Ruínas Brancas (onde está o pai da professora Juniper). O “Projeto G” também é citado, e sabemos, por um trailer, que se trata do Genesect que escapou do laboratório lá no início. Isso não fará parte da trama do anime, mas sim do próximo filme.

009---imagem-5Colress, com essa cara de psicótico estuprador consegue causar mais medo que Ghetsis (palavras da minha amiga @Quarbie, haha). Felizmente ele não é tão caricato quanto Sugou, de Sword Art Online

Quando os protagonistas ouvem que há um Haxorus descontrolado, eles decidem chegar ao centro, mesmo desobedecendo as ordens dos policiais. Em especial a Íris quer solucionar o caso, já que ela quer ser uma mestre de pokémons dragões, e Haxorus é um do tipo. E sabe do que eu gostei? O poder da amizade falhou nesse episódio! Ela não consegue controlar Haxorus, e também perde o controle de seu próprio Dragonite (que é atingido pelo controle mental também), devido ao poder da tecnologia ter aumentado.

009---imagem-7

Lá no centro eles encontram Looker, que novamente está investigando os plasmas. Ali Looker conhece N, e mentalmente vemos que ele sabe que os plasmas estão atrás dele. Isso acontece bem no final, quando Colress convida N para voltar aos plasmas, convite este recusado. A Equipe Rocket, tentando roubar a máquina de controle mental, também enfrenta os Plasmas. Foi um episódio de bastante ação e que aconteceram muitas coisas em paralelo. Todos tiveram alguma participação, inclusive Cilan (que senti meio apagado nos últimos episódios) e até o Meowth teve um momento de luta. Ah sim, e o capítulo termina de um jeito bem místico: duas jovens surgem para resgatar N, ferido durante a batalha entre os dragões. Ambas com pokémons psíquicos, usam uma névoa para teletransportá-los para um lago, e assim curar N… seu irmão.

009---imagem-8

Ponto negativo do episódio: embora teve muitas batalhas, não deixando o episódio monótono, boa parte das lutas foram ataques colidindo no ar e se “anulando”, ou ataques errando o alvo. Eu até tolero isso de vez em quando, mas nesse teve demais. Não tem lógica, até porque ataques ofensivos que se auto-anulam não existem nos jogos. Parece que houve um pouco de preguiça em tornar as lutas mais estratégicas, ou mais próximas aos jogos, e deveria, afinal o anime é uma propaganda gigante dos jogos da franquia, famosos pelas lutas estratégicas.

Bônus: imagem de duplo sentido do dia.

009---imagem-6Be gentle

 10 – O segredo de N… Além do nevoeiro!

010---imagem-1

Com a treta do Haxorus resolvida, aqui começamos com a Equipe Rocket e os Plasmas completamente perdidos após entrarem no nevoeiro místico do último episódio, que leva para uma floresta desconhecida. Na mesma floresta, mas em outro lugar, N é colocado em um lago cuja água tem propriedades de cura. Quando acorda ele consegue ver as duas jovens que o salvaram: Anthea e Concordia (no oriente o nome delas é Helena e Verbena, nomes cujos significados são: “Deusa do amor” e “Deusa da paz”). Elas são em certo sentido irmãs de N, tendo sido criadas por Ghetsis e também cuidaram de N Harmonia enquanto era criança (o que sugerem que N é um pouco mais novo que elas). Em outras palavras, o amor e a paz criaram a harmonia…

010---imagem-2

Ambas também tem a capacidade de entender a língua dos pokémons. Quando nossos heróis entram na casa delas, ela está cheia de pokémons, mas todos mostram ter medo de Ash e seus companheiros. Isso porque todos eles sofreram com armadilhas feitas por humanos. A partir daí, N começa a contar sua história, e podemos ver o background que ele possui (bastante fiel aos jogos). É interessante que neste momento, N não mostra ser aquela pessoa ingênua que passou 90% da história de Black/White enganado por Ghetsis (talvez ele seria se os plasmas tivesses surgido na temporada anterior), mas ele, assim como Anthea e Concordia, tem conciência de que foram colocados para viver junto com pokémons maltratados por um motivo: crescer com o ideal de que os pokémons devem ser libertados. Ideal que eles ainda seguem, já que elas não confiam em outros humanos de jeito nenhum. Compreensível, visto que, além de terem vivido presas durante toda a infância sem conhecer o mundo do lado de fora, o único humano que elas confiavam (Ghetsis) mostrou ser um temendo farsante.

010---imagem-3

N conta também que dois anos atrás ele foi chamado para uma cerimônia (provavelmente onde seria coroado Rei da Equipe Plasma – cena que é vista na abertura dos games Black/White), mas a cerimônia é interrompida por um ataque repentino de Reshiram, que destruiu o castelo dos plasmas. N acredita que Reshiram foi, de alguma forma, invocado por Ghetsis, mas o motivo ainda é desconhecido.

010---imagem-4

Após conhecer o passado de N e suas “irmãs”, Ash e os outros começam a tentar fazer amizade com os pokémons do lado de fora da casa, inconformados que Anthea e Concordia não acreditam que existam humanos bons no mundo, humanos que realmente se preocupam com os pokémons (isto é, com seus “semelhantes”… lembrem-se que os pokémons nesta saga também representam humanos). Mas a paz logo é quebrada quando os Plasmas finalmente encontram o local. Só quando Ash, Íris e Cilan protegem seus amigos, Anthea e Concordia reconhecem, ainda contra a vontade, que bons humanos podem sim existir. A batalha contra os plasmas aqui é bem melhor que a do episódio anterior, o Ash até usou um pokémon que tem vantagem (um milagre, hehe). A névoa novamente surge, ajudando a despistar os plasmas outra vez, e então N, Anthea e Concordia se despedem. Quando a névoa se dispersa, eles se veem fora da floresta, próximos a um castelo misterioso…

010---imagem-8

Muitas coisas acontecendo na reta final, mas alguns mistérios ficam no ar: porquê os Plasmas estão tão interessados em N? Como Ghetsis planeja usá-lo? Tem algo a ver com Reshiram? E Zekrom, o outro dragão, também terá alguma participação? Não perca os próximos episódios e as reviews no Video Quest =)

Chegamos na reta final da temporada Pokémon Episode N, com […]