Video Quest 30 – O realismo exagerado de Bakuman!

Um mangá/animê que muita gente pediu (e dessa vez é sério! hehehe) e que o Video Quest não podia deixar passar, BAKUMAN!
E mais um vídeo com convidado, e já que estamos falando de mangakás, temos o nosso também: J.M. Trevisan, autor de Ledd!

ACESSEM:
JBox: http://www.jbox.com.br/
Anime Freak Show: http://anfreak.com.br/
Rádio Fast 89: http://www.89fm.com.br
Ledd HQ: http://www.leddhq.com.br/ 

Twitter: https://twitter.com/video_quest
Fanpage no Facebook: http://www.facebook.com/canalvideoquest
E-mail: [email protected]

Twitter dos Aventureiros:
https://twitter.com/leokitsune
https://twitter.com/fabio_o_urso
https://twitter.com/azraellima
http://twitter.com/JMTrevisan

Um mangá/animê que muita gente pediu (e dessa vez é […]

106 thoughts on “Video Quest 30 – O realismo exagerado de Bakuman!”

  1. kitsune eu nunca vi bakuman eu so vejo os tres shounen infinito que todo mundo ja sabe bleach naruto one piece

    PS espero que o youtube nao reclama do tempo de 25 minutos desse video guest que esta um pouco lento pra carregar a barrinha do video a vinheta do aurerio dantas voltou

  2. Lulten PA 26

    Opa galera do VQ. Muito bom o video e a participação do J.M. Trevisan foi impagável!

    Agora falando de Bakuman. Sinceramente quando vi a proprosta do anime simplesmente não tive vontade alguma de assistir. A ideia de dois autores de manga tentando ficar famosos não me agradou mais pelo falo de que ja assiti muitos animes e li muitos mangas. Então sempre posso contar com a opinião do VQ para me ajudar a decidir se vou ou não perder algum tempo assistindo um episodio de um anime que esta sendo lançado no mercado ou que muita gente anda assitindo.

    Bakuman entrou na lista de animes que tenho que baixar e assistir!
    Ah sim! Vlw por me avisarem das partes sobre relacionamento pelo menos posso passar sem tem que ver e nao vai alterar táo profundamente o sentido no manga/anime

    Obrigado

  3. Uma mangá com um tempo vai melhorando, se olhar o Bakuman no Arco do PCP eles aprofundam bastante nessa visão do criativo de um mangaka que vocês falaram que não é muito aprofundado.

    E também acredito que o romance é uma forma de puxar um pouco o Bakuman e tirar da repetição porque com o tempo fica repetitivo com aquilo deles desenharem e depois o editor deles ligar para saber a posição deles no Ranking. Então é ai que entra o romance/comedia/drama para tirar da repetição e chamar a atenção da pessoa que ler. =]

    1. Sim, sim, como dissemos: até esse ponto do Trap o trabalho criativo dos autores não é muito abordado, mas to ligado q muda. Curti muito o jeito como desenvolveram Reversi recentemente.
      E concordo q o romance faz o foco do mangá ficar mais variado. (ainda assim acho um saco, hahaha)

  4. VQ 30 foi Bom, em o romance em Bakuman é desnecesario para a historia,
    porem eu vejo assim “É normal ele ter uma namorada, assim como o outro é casado eles são pessoas normal.”Estranho é o Nizuma que alem de não ter uma namorada, se quer parece querer ter.
    Sobre eles não mostraren a historia: a unica que cheguei a ler é Others 11 tem um capitulo pela net.

      1. “Meio Forçado”? Eu acho totalmente forçado. Tudo bem que o objetivo é realçar a “Honra” e “Comprometimento” dos personagens, mas tudo tem limite… Toda vez que leio esses trechos de “romance” eu ignoro.

        Aliás, muito bom o VQ, gostei da participação do Trevisan e ele deveria participar mais!

  5. Acho que deu para entender o pq do VQ com Bakuman…
    Pq mt gente pediu Bakuman ?
    One Piece e Naruto foi mais…
    hehe….

    “Outra coisa que porra de promessa de merda é essa do Moritaka Mashiro”..
    pqp …hehe…

  6. As críticas ao romance são bem válidas, mas acho que até essa parte abordada (o arco do Trap) ele ainda é bacaninha. Nos arcos seguintes ele fica insuportável, passamos um bom tempo sem ver a cara da Miho e nem ligamos mais pra ela. No arco atual eu estou curtindo bastante o romance, é a primeira vez que eu sinto que ele é um foco interessante da história.

    Acho que Bakuman, com a passagem de Trap pra PCP (notem que eu ignoro completamente o Tanto, de tão ridículo que aquilo foi), cresce em tudo, menos no romance, que só está realmente ficando legal ultimamente.

  7. Ahá! Acertei o tema do VQ, mais uma vez! Vou começar a cobrar pelos meus serviços de trazer a pessoa amada em 7 dias aqui nos comentários, do mais, imaginei que o convidado seria o Trevisan ou Lancaster.

  8. Pela parte de textos grande e explicativos é coisa do Tsugumi ooba se for ver no death note os textos tambem sao “gigantes” entao seria o geito dele de contar as coisas do q o manga em si ser assim ,como opniao pessoal acho isso em bakuman um poco chato em certas horas + em death note era muito bom pq a trama era meio “inrolada” entao tinha q ter explicaçoes bem detalhadas

  9. Bom VQ, falaram bastante dos “pontos ruins” e isso é o que eu espero sempre.

    Discordando um pouco com o que disseram sobre o romance, eu sou um leitor que lê Bakuman muito mais pelo romance do que a parte editorial. Quando eu conheci Bakuman eu fiquei com um pé atras achando que iria ser muito maçante e boring, quando eu vi que não era apenas isso eu comecei a me interessar. Eu não sou um cara que gosta muito de romances, mas o de Bakuman me interessou muito, acredito que pelo fato de ser um pouco diferente dos demais mangas(pelo menos os que eu leio…), a parte legal mesmo desse romance entre o Mashiro e a Miho é que os dois não ficam naquela ladainha chata de histórias de manga/anime, onde levam capítulos pra mostrarem seu verdadeiro sentimento, aqui vai logo no primeiro capítulo sem muita enrolação. Claro isso também é um ponto negativo já que não da muito tempo pra desenvolver o romance entre os dois, mas pra mim melhor ir rápido do que ficar enrolando muito nesse ponto.

    Agora sobre a parte criativa dos autores, isso é mostrado na dose certa na minha opinião, no começo do manga é tudo muito rápido, mas depois de “Tanto” é mostrado muito mais dessa criação, principalmente do Takagi.

    No geral, na minha opinião Bakuman tem a dose certa de cada ponto que o manga se compromete, tem uns arcos bem chatos, mas outros bem empolgantes, um ótimo manga no geral.

  10. Eu não vi o VQ ainda mais até que enfim um tema bom, e parece que o vq esta bem estruturado nesses, quando sair do trabalho vou assitir:

    Bakuman realmente é uma serie exagerada mais isso é um ponto forte dele, nós os leitores de bakuman curtimos entre “” essa realidade exagerada, é claro que esse chove e não molha do mashiro e da miho já encheu o saco, mais tem muitos personagens bons como o fukuda, o desenhista e o editor do others, o Hattori. Eu não gosto da dupla Takaki e Mashiro mais os demais personagens são fodas…. provavelmente o manga deve terminar esse ano ou no ano que vem, pois não tem mais o que enrolar

  11. ai Kitsune, quando que vai rolar uma festinha com eu, vc, e esse carecão gostoso aí!?

    com vc e o Azrael já rolou, agora eu quero com esse pedaço de futuro aí…

    bjs Lohane ~.^

  12. Será que esse romance não existe pra da uma variada?? Tipo, pra mudar um pouco os ares do manga ele existe, evitando q esse negócio editorial todo não enjoar.

  13. Otimo VQ, abordou uma anime POP atual e isso sempre é um “gás” novo ao animo do povo que acompanha o VQ.

    Sobre o Bakuman, ele é um Anime/mangá de sucesso porque ele tira muitas curiosidades sobre como é a formação, detalhes técnicos, e etapas da criação do mangá e consecutivamente do anime! e Qual fã de anime/mangá nunca teve esta curiosidade?

    Tem firulas e extras no meio do processo? algumas, mas da atrapalhe tanto.

    Sobre a abordagem da parte criativa do Mangakás (que estava faltando e foi comentado) é exatamente o que começa a entrar em evidencia apos o arco do Detetive Trap.
    (clube do crime perfeito tem praticamente o primeiro capitulo todo explicado.)
    Logo o anime/mangá esta se expandindo em termos de abordagem sobre a vida de um mangaká…

    Ja em relação ao Romance tão criticado! poderia viver sem ele e ter outra motivação? poderia! Mas faz diferença realmente? é o mesmo tipo de romance praticamente em termos de “pureza”, “Honra” e “Comprometimento” da MAIORIA se não totalidade dos Animes/mangás de romance ou que tenha romance como centro motivador onde SEMPRE a primeira namorada do protagonista é a futura esposa… e Pedido de namoro é praticamente perdido de casamento, com direito a um “sempre estarei ao seu lado pelo resto da minha vida” antes mesmo do primeiro beijo.

    Para os nossos padrões (Brasileiros) é idealismo, infantil de mais e totalmente forçado! mas como sempre é assim, imagina que este seja o padrão de romance desejado pelos “otakus” japoneses.

    Sobre a tal explicação de tudo que acontece (urso ate comparou usando o shoryuken) é uma questão de gosto! eu prefiro percar pela excesso de informação do que pela falta! ate mesmo em shounen combate! pq se é impossível ou muito dificil: mensurar, calcular, comparar, adaptar para RPG/game ou entender a mecânica COMPLETA de como funciona o poder, ele perder “realismo” dentro da fantasia proposta!

    (tem animes que são fáceis fazer um RPG deles e tem outros quase impossíveis pela falta de informação)

    por fim foi bem legal a presença de um dos criadores do LED, quem tem um carinho especial pelo mundo de Tormenta gosta muita da iniciativa. E é isso ai.

  14. Caraca, JM Trevisan! Vocês acabaram de subir mais de oito mil no meu conceito agora! Passei minha adolescência acompanhando a obra desse cara! Só sua presença já tornaria este Video Quest épico, sem contar a análise, como sempre, muito bem feita do Video Quest. Parabéns a todos, me convenceram a assistir Bakuman! 🙂

  15. claro que eles não iriam mostrar com detalhes o mangá do Nizuma ou os outros mangás considerados ótimos, pois com certeza se mostrassem como é o mangá do Nizuma grande parte não acharia genial, então simplesmente tem que ficar no ar que é um ótimo mangá

    afinal.. se os autores de Bakuman tivessem alguma ideia pra um mangá realmente genial eles não colocariam em Bakuman, eles usariam pra eles mesmos pra terem outro mangá de sucesso na jump

  16. Olha nao querendo comparar mas ja fazendo isso ..
    Esse foi uns ou se nao o melhor Video quest q vcs fizeram falaram tudo oq q tinha q falar sem deixar escapar algum detalhe.
    Pela primeira vez vi que o URSo sabe se expressar bem mas ainda continua sem meio zuadao.
    Bakuman é uma obra muito legal eu so acompanho o manga pois acho q da muito mais enfase a historia e nao fika encantando muito com o romantismo do mashiro.
    Acho que esse é um manga muito bom, ainda mais pq ultimamente nao tem saido coisas muito legais pelo menos é isso que eu acho.
    opiniões variadas é sempre bom para compor um manga e eu acho q vejo isso no Bakuman kd um tem seu estilo e o jeito de trabalhar ninguem chega a ser subordinado de ninguem é um trabalho em equipe ,so nao sei se isso chega a realidade.
    Adorei esse video quest espero mais de vcs agora.

  17. Gostei do Video Quest.

    Todas as pessoas que eu conheço dizem “Bakuman me ensinou que a vida de mangaká é difícil”, e eu sempre discordei (O fato de dois adolescentes de 17 anos publicarem uma série em uma revista semanal, do jeito que retratam em Bakuman, não passa a ideia de difícil, tampouco realista).

    O que eu achei engraçado é alguns dos maiores defeitos citados nesse VQ foram consertados futuramente (Como o desenvolvimento do mangá, coisa que se mostrava ausente nessa época e que vocês comentaram).

    Quanto ao romance, devo dizer que eu gosto do romance em si, mas não do romance do Mashiro e da Azuki. Devo dizer que prefiro muito mais o romance do Takagi e da Miyoshi, ou até mesmo o mais recente do Hiramaru e da Aoki ao dos dois.

    Do mais nada mais, ótimo Video Quest, espero com ansiedade o próximo.

    Ps : O nome do editor do Hiramaru é de fato Yoshida.

  18. Acredito que a parte do relacionamento, escolhas e os exageros são importantes para o manga (por mais chatas que sejam) justamente para mostrar que bakuman é um manga e nao um documentario em papel super acurado sobre a vida de um magaka

  19. Gostei muito deste VQ 30 sobre Bakuman, um anime que confesso que no começo achei que não ia gostar. Mas no espaço de apenas cinco episódios se tornou para mim num anime fantástico. Antes quando via alguma anime ou lia algum manga, não sabia como esse mundo é complicado. Sobretudo para quem se quer tornar um mangaka de sucesso. Concordo com vocês sobre o romance do Mashiro e da Azuki ser desnecessário e secundário, para o andamento principal da história. A minha princcipal motivação em Bakuman é ver a criação de ideias para os novos mangas e a rivalidade entre eles e os seus colegas mangakas e também um pouco como funciona o departamento editorial da Jump.

    Aguardo ansiosamente pelo próximo VQ.

  20. 17, Florianópolis

    Muito bom o VQ sobre bakuman, parabéns pelo trabalho. Eu sinceramente eu não consigo ver o romance idealizado do Mashiro desnecessário, só mal feito, infantil em comparação aos outros pontos que o mangá aborda, acho que uma criança já tem uma noção melhor do que ele das consequências de um casamento.
    Em relação as explicações em massa como falaram é para atender até os mais desinformados, que no final das contas acho que serviu mais para nós (não-japoneses), talvez já estavam pensando na exportação quando o fizeram (provável que não), mas acho que isso foi extremamente necessário para a nossa compreensão ( pelo menos da maioria) e a vinda do mangá para o brasil.
    De resto concordo com tudo.

  21. Concordo com a opinião de voces… no começo mesmo ele é mais explicativo até pra inserir o leitor no universo, depois o foco é muda, o que deixa ele cada vez mais interessante.
    O romance se torna idiota em certos pontos do manga que seja a ser imbecil, mais ele(o romance)está ali pra ter um “pretexto” pro Mashiro ser o “obstinado” q é, mais acho q nem o Takagi e Miyoshi gostam desse romance, pq eles vivem tentando dar um jeito dos dois se encontrem e tanto q Takagi decide fazer historias melhores pq os dois não vão poder ficar junto enquanto um manga deles não virar anime.
    Mas bakuman pra mim é um manga acima da media… oq me surpreende é a capacidade de mudar dos autores(q eu não vou lembrar os nomes), mudam o tema, mais ainda se ve muito das caracteristicas deles

  22. Eu comecei a ler bakuman por causa do desenvolvimento dos mangás e para entender melhor como funciona, estava cagando e andando para o romance, mas devo admitir que atualmente está interessante toda essa questão da azuki e do mashiro com o problema da internet e os “boatos” isso faz a história descontrair e chama a atenção de outro tipo de público ao mesmo tempo, é uma abordagem bastante válida. Não que eu GOSTE do romance, mas acho que ele tem um motivo para estar presente e atualmente até que está “interessante”.

  23. Em relação a criatividade dos personagens pode ser que eles sejam baseados em Autores reais logo essa ideia fica meio que “escondida” exemplo é que eu pesquisei que o Niizuma Eiji ele tem a aparência do autor de Toriko(Mitsutoshi Shimabukuro) e a personalidade do autor de One piece(Eichihiro Oda).
    Muito obrigado por todo seu trabalho família Video quest e pelo incrivel HQ Ledd ao J.M. Trevisan e ao Lobo

  24. Bem em grande parte realmente concordo com vocês a respeito do que foi falado no video mais tenho q discordar em 2 coisas q o “carequinha” falo e 1 que o Kitsuni falo:
    1) Carequinha: Ah eles mostram no manga como se os caras tivesem ideias brilhantes sempre
    Eu:Bem num é assim não muitas vez eles fazem mangas que são ruins e que os outros tambe acham ruins(aqueles manga q eles manda pros premios e tals) teve muito mangas q eles achavam que eram bons mais ai chegava o Hattori o Nizuma outros Editores e outros autores e diziam isso ta uma bosta esse estilo não da certo com vocês fazam outro
    admito passa longe de ser um documentario mais eles falham sim elees fazem merda sim
    2)Carequinha:Todo mundo agora q ser critico vem um chega e diz “è você não ta bom agora mais me mostre depois que eu do uma olhada”
    EU:Bem eu acho q toda pessoa que assiste anime acaba crianto um senso critico com animes(assim como o pessoal do video quest) e o cara quando falo isso estava elogiando seu trabalhos anteriores pq e tipo como eu digo com bleach, bleach ta uma merda mais pode melhorar pq o autor é bom e ja fez trabalhos bons(o Arco da Soul Socity)
    3)Kitisuni:Eu sinto falta de ver os manga q os cara escreve
    Eu:Bem adimito q eu tbm sinto mais vamos entra num bom senso se o escritor fosse colocar o processo criativo colocar mais do que uma visão geral o manga de bakuman ia acabar e ele ia virar so um monte de mini mangas dos autores do bakuman pq veio tem muito mangaka amigo deles la e é direto chegando mais

  25. aaaa por isso que o kitsune cortou o cabelo… trauma do email XD

    agora o comentário sério… como eu gosto de bakuman ficou um poco grande então desculpe por isso

    Sobre a relação forte entre eles e os editores, alem de ser algo que movimenta o anime naqueles momentos estáveis da obra (aqueles sem grande clímax), também ajuda a evitar algumas cenas que seriam repetitivas, que seriam justamente aqueles dias em que nada de interessante acontece

    ou seja é justamente essa proximidade e apoio constante dos editores que vai justificar o fato de eles terem boas ideias logo e evitar cenas cansativas

    Sobre a quantidade de textos, realmente acho maçante se for lido de uma vez só, portanto eu cheguei a conclusão que talvez ele funcione de maneira oposta a bleach (que fica muito mais interessante se lido de uma vez só por causa de sua leitura rápida)
    eu tive essa impressão de que o autor estivesse dizendo pra acompanhar o manga juntamente com o lançamento dele.. sem acumular pra depois

    talvez seja até dai que ele tirou aquele drama de que se eles parassem de publicar trap ia diminuir a quantidade de fãs

    Sobre as ideia continuem lendo.. vai continuar aparecendo mais… inclusive eles vão discutir muito com os editores para chegarem juntos a uma boa ideia, e inclusive uma das ideias eles colocam em pratica na “vida real” pra ter inspiraçoes para os arcos do manga

    Sobre o romance, em minha opinião o autor provavelmente não quis colocar a mesma importância… ele só quis aumentar o publico alvo

    ps: começei com “sobre” varias vezes pra mostrar que mudei de assunto
    e eu também quero ler Trap e PCP (acho que era isso)

  26. Olha a unica pessoa q me diz q gosta da historia por causa do romance e tbm por causa da kaya foi a minha namorada. Talvez essa seja uma parte importante pro publico femnino. E pra kem tah lendo essa ultima saga da meio q um nervoso msm nao sendo o grande forte da historia neh.

  27. Sabe a parte do romance que vocês dizem que pulam por ser forçada demais. Acho que pode ser forçada, mais a principiou foi o que me comprou no manga/anime e pelo manos pra mim acho que serve de medidor, por que quando os sonho deles se tornar real pode ter certeza que é o começo do fim(isso se não for o fim) de resto concordo com vocês.

  28. aki estou eu escrevendo na casa do caralho. eu achei interessante bakumam e acompanho o anime. é foda.

    eu acho ke eu assisto pq é foda. tudo que acontece forma um conjunto foda.
    eu acho ke a arte ta boa assim ja ke o manga n é de luta.

    casa do caralho kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    o urso fala cada coisa ke faz agente rir pra caralho. kkkkkkkkkkkkkk

    acabei de lembra do video quest 8 part.2:

    kitsune: uma grand história é povoada por grandes personagens-

    urso: a não ser que seja uma história de anões.

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    eu ri muito nesse vq

    vcs são fodas

  29. Sou Saudosista do trabalho do Trevisan!!!

    Ainda tenho meus Volumes da Dragão Brasil e DragonSlayer aqui!!
    Sem contar a Holy Avenger!

    Ainda não li Ledd (devo começar esta semana), mas e for na mesma linha de Holy vai ser d+ tb!

    Parabens Video Quest e Trevisan!
    E Viva ao Paladino de Arton!

  30. Primeiramente, gostei muito desse VQ, ter convidado um autor de mangá achei muito legal.

    Quanto a Bakuman, o que achei mais interessante foi q me deu uma nova visão sobre mangás, de certa forma, como vcs disseram no post, mangá da um olhar mais crítico para seus leitores sobre esse universo, cria um monte de gente se achando crítico de mangá, mas da forma como eles apresentam a história, mostrando os pontos positivos e negativos dos mangás, inevitavelmente isto ira acontecer. A dúvida que tinha enquanto eu lia era até que ponto aquela história apresentada era real, já que os autores de Bakuman poderiam ter inventado qualquer coisa sobre esse tema, então o mangá poderia passar uma idéia muito irreal, criando então críticos sem embasamento nenhum. Mas sendo verdade ou muito fora da realidade, a idéia de saber como as coisas funcionam na produção de um mangá, relacionamento com a editora, o modo como eles enxergam os leitores, o universo competitivo entre escritores, a batalha para manter um magá serializado, muitos leitores de mangás (assim como eu) nem se atentam a este ponto, e foi tudo isso que me deu essa nova visão, algo que eu nem imaginava, e até hoje ainda é o que mais me fascina nele. Concluindo, acho que essa idéia de mostrar esse universo é totalmente original, ao que provavelmente todos os autores de uma editora grande podem passar, mas que os autores de Bakuman foram muito felizes em publicar isso.

    E no anime, gostei muito da música de abertura, acho ela legal, o arranjo principalmente.

  31. Cara eu leria quase todos os mangás que mostram no Bakuman aquele da lontra eu leria tem cara de ser mt engraçado tipo o crow eu leria como o cara falou la no começo dos comentarios parece ser melhor q Naruto por exemplo .
    Pra mim aquele romance do Mashiro com a Azuki foi feito pra mostrar q os autores tem vida social. Pq eles n vão so ficar dentro de um estudio a vida toda. Bakuman é mt show e espero q fique por mais um ano pelo menos.
    Felipe
    13 anos
    Distrito Federal

  32. Bakuman, shoujo, o anime parece interessante até a desconstrução do personagem Takuro Nakai, para formar um novo par romântico Aoki e Fukuda. ai reparei que era um shoujo que gostava de juntar casaizinhos bonitinhos, o desperdício de um personagem do nakai que poderia ter sido aproveitado de outra forma, ele poderia não ser utilizado em nenhum par romântico e continuar em seu amor platônico e sua luta para ser um mangaka. fez eu desistir da série. sinceramente até Papa no Iukoto wo Kikinasai tem um drama e uma estoria melhor que bukaman, e é uma obra mais honesta pois é de personagens bonitinhos para agradar otaku punheteiros. realmente fazer outra obra fantástica como death note é realmente difícil.

    obs: eu gosto de shoujo mas deste eu não gostei.

  33. Dois comentários rápidos…

    1- Eu gosto muito do romance de bakuman, só acho que ele deveria ficar num segundo plano ao invés de puxar a história.
    2- Pensa na emoção da criança quando começou a tocar Give Me Five! do AKB48… o/

    1. Dois, por assim dizer. Achei interessante e, até certo ponto, original a proposta da motivação. O fato do romance se estender tanto é que quando a condição for cumprida, o mangá termina, e é justamente ESTE gancho, que recentemente volta a ser usado, que une os elos da série, pois permite a cada arco ter muita liberdade em enredo, contato que a condição de “estar mais próximo do sonho” seja satisfeita.

      O modo como o romance é conduzido talvez um problema, mas é devido justamente ao fato dessa escada rumo ao sonho precisar ser respeitada. Após o arco do do final do Trap, quando eles quase quebram a promessa, o autor vai no limite da proposta e é obrigado a retroceder. A chave é: se o romance avançar muito rápido, é necessário manter ele SEMPRE como foco ou o clímax esfria e se perde, justamente, essa ótima função dele, que é unir a história.

      E como “comentário pessoal”, o Urso anda muito revoltado…Parece aqueles garotinhos que gostam do anti-herói só porque ele é o que não tá nem ae pra ninguém. Análise muita rasa e simplista. Tem que comentar só Seinen então…Mas respeito muito a opinião dele. Um abraço VQ.

  34. desculpa mais sem Azrael fica muito melhor VQS. haja vista que não parece tentar analisar o anime em si, observando as nuncias do roteiro, desenvolvimento do personagens, construção da narrativa… mas tenta passar sua paixão ou aversão do anime. Me parecendo mais um Fã, falando sobre animes, do que uma critica ou analise. Mesmo vcs dizendo que sua opinião não vale nada e tal, acho que Azrael empobrece a imagem da proposta de analise de animes/filmes. Isso fica claro quando defende com furor sua opinião, não pela mesma, mas pelo seu apego ao objeto (exemplo: Rocky, Cavaleiros do Zodíaco,Bldade Runner….). No entanto como é uma tentativa de crítica deveria se apegar mais a analise. Como vemos no Bakuman por exemplo, quando mesmo vocês gostando do anime, se apegam a analise. não quero ser positivista aqui dizendo que não podemos relacionar com o objeto, mas devemos controlar este relacionar, com um modelo racional de analise.
    Não quero aqui crucificar ninguém, mais salientar se o Azrael quer seguir proposta VQS, creio que ele tem que deixar seu lado passional, fan, para tentar se formar mais critico e analista.
    Claro que minha opinião e não vale nada, não deixando de plagiar vocês.

  35. opa…. eu comecei a ler por causa que eu queria entender como é a publicação e como funciona o processo editorial! mas muitas vezes enquanto eu estava lendo, eu ficava afim de saber o que aconteceria com o romance da azuki e do mashiro e ver se esses caras casam de uma vez… ate por que, imagino eu, quando eles casarem ele vai ter que mudar o foco principal do porque ele que ser autor, e eu acho que isso sera interessante

  36. Muito bom vcs falarem de um mangá um pouco mais conhecido e tbm um mangá que vcs parecem curtir pelo menos um pouco… pq na maioria dos VQ vcs falam sobre muitos mangas pau no cu que vcs odeiam… e ai ficam 15 ou 20 minutos execrando o manga, dessa vez ficou muito bom, deu pra falar dos pontos positivos e negativos da serie, eu concordei com quase tudo parabéns ai e bom tomara que vcs voltem a falar de mangas e animes mais um pouco populares breve e raramente falem dos undergrounds pau no cu q nem vcs aguentam kkkk zoa#

  37. Ficou muito legal o videoquest novamente, sobretudo a participação do Trevisan com opiniões interessantes e pertinentes ao assunto como um autor de mangá falando de uma publicação justamente sobre o tema.

    Porém, acho que o comentário de vocês acabou sendo meio interno. Melhor explicando vocês pareciam com um grupo de fãs que discute os pontos não tão bons de uma obra que gostam. Tentando me colocar como alguém que não conhecesse a HQ certamente eu acharia que era uma publicação cujo único grande mérito seria a proposta pois foi apenas este ponto positivo que vocês deixaram relativamente claro.

    Quanto a Bakuman eu gosto sobretudo pelo processo editorial e criativo com as histórias com teor adulto do Takagi. Quanto aos elementos de romance acho que eles acabam sendo mais uma espécie de alívio cômico que exaspera quando se prolonga em excesso mas que não incomoda e vem até a calhar quando divide passagens da história.

    Em suma, é uma história que serve como pano de fundo para falar sobre o processo de criação de mangá de uma forma bastante exagerada que caracteriza as publicações japonesas. Certamente um bom título de caráter introdutório sobre o assunto.

  38. A Relação do Mashiro com o Takagi seria a relação Kitsune X Urso XD?

    Tbm concordo que o Detetive Trap deveria ser melhor aproveitado, até pq lançando alguns capitulos do mangá dentro do mangá, a Jump teria mais tempo de publicação de Bakuman, além de muitos extras e produtos pra lançar, o mesmo serve pra Crow, podia ser mais explorado como Marketing da editora mesmo.

    1. Serio? vc foi achado amigo kkkkk nao conheço quase ninguem que goste do romance de Bakuman… eu gosto da rivalidade dos autores, isso me faz pensar em como deve ser a motivação dos autores iniciantes ou nao pra superar Kishimoto ou Oda e outros autores que estão no top 3 a algum tempo.

  39. Eu prefiro olhar para as ideias de mangás que eles pouco desenvolvem na série como sendo ideias que os próprios autores ja tenham submetido aos editores e que não tenham passado, mas também como ideias de futuros mangás escritos por eles e divulgam-nas no bakuman como uma forma de descobrir a receptividade do público em relação a essas ideias.
    Basta pensar na ideia do “Crime Perfeito” que é conseguida através da experiencial real dos personagens, e um anime/mangá como bakuman também acaba por ter elementos da experiência real dos seus autores, por outro lado “Dinheiro e Inteligência” segue um pouco as ideias tidas no “Death Note” embora com outra finalidade. Podemos também pensar no mangá que no bakuman foi “pensado” através da história do Mashiro e da Azuki, que basicamente é uma das histórias do próprio bakuman.
    Por estas razões e penso que o bakuman pode servir como um meio de divulgação de possíveis mangás a serem lançados.

  40. Concordo que a parte do romance é realmente muito: zzzzzzzzzzZzzzzzzzzz
    Mas ele encaixa perfeitamente na REALIDADE japonesa, pra gente pode parecer infantil e idealizado aquele romance, mas aquilo lá é um retrato real dos casais japoneses.
    Lá casais que NAMORAM ficam meses até pegarem na mão um do outro, chegam a demorar 1 ano para darem um selinho. Lá eles realmente são bem frigidos. E sexo para eles é só mesmo para ter filhos, tanto que o homem dorme em um quarto separado com os filhos homens e a mulher dorme em quarto separado com as filhas mulheres. Fora que Japoneses são bem machistas, mulheres lá são vistar como objetos e empregadas.
    Apesar de parecer ruim para outras culturas o romance, ele se encaixa perfeitamente na realidade que Bakuman ‘tenta’ passar.

  41. Ola, primeira vez que farei um comentário no blog do vídeo quest.

    Bem eu tenho um grande carinho pelo manga de bakuman (apesar de não o estar o acompanhado) já que sou estudante de arquitetura (um tipo de arte), e vi que o universo dos mangakas é similar ao de demais artistas principalmente aquela questão dos concurso. Na arquitetura normalmente se ganha o direito de projetar edifícios como museus, sedes de empresas, teatros, centros culturais, entre outros, através de concursos, e para muitos vai parecer estranho mas eu a serei me deu uma força ao me fazer ver a determinação dos personagens (mesmo sabendo que essa determinação é exagerada), por que meus amigos, se vocês acham que fazer “deseinho” é fácil estão enganados, ainda mais quando voce tem que respeitar e saber trabalhar com questões técnicas.

    Sobre o romance ser chato…bem realmente é o que menos empolga, mas no japão ainda ha alguns doidos assim. Claro que não é como o Nicholas disse, a maior parte do japoneses ja estão ficando mais liberais, e ja ha um respeito mais pelo mulher, esse negocio de marido e mulher dormirem em quartos separados e sexo e so para ter filhos é algo que so ocorre em familiar extremamente tradicionais.

    Mais uma coisa… não sei se é correto fazer um pedido mas…eu sei que tipo… tem series mais cult populares, e algumas não populares que vocês poderiam apresentar ao publico, mas…. ultimamente eu estou buscando uma resposta sobre uma serie que eu gosto muito mas a vejo cercada de criticas e polemicas apesar de estar tendo um desempenho crescente em ventas a cada ano…eu quero uma resposta vinda de semi-conhecedores do mundo do manga como vocês, querendo ou não vocês estão acima do nível de outros pseudo críticos de manga e por isso tem mais moral que os demais (apesar de que muita coisa que vocês dizem são coisa que todos dizem sobre serie x mas tudo bem). Então, a serie que eu um dia ver no vídeo quest é Fairy Tail (não me matem), sim fairy tail… eu sei que tem muita coisa melhor para analisar (Hunter x Hunter, evangelion, Death Note, one piece e muitos outros), mas por favor se possível um dia voltem seu olhos para esse seria, gostaria de ver qual a opinião de voces sobre a questão do plagio (algo que acho que não é real mas mesmo assim quero ver a opinião de voces), o protagonismo, as trolladas (quem ve a serie sabe ao que refiro), e outros questões polemicas da serie….Eu modero um fórum de fairy tail(sdaj, se alguem me conhece) e vivo lado a lado com isso… por isso eu quero tanto a saber a opinião dos melhores pseudo-criticos do brasil, por favor.

  42. Eu sei que ta bem atrasado o coment mas é que eu assisto os VQ’s acumulando um ou dois, de qualquer jeito ta aí minha opinião.
    eu acho que essa questão de mostrar o desenvolvimento das estorias é bem como o vincenzo falou, eu tenho a impressão de que tanto os mangas quanto os mangakás são referencias a mangas e mangakas reais, tipow o Niizuma é o Oda, o jeito preguiçoso do Hiramaru é uma referencia ao Yoshihiro (autor de hunterxhunter), já o Fukuda é uma referencia ao Tite Kubo (acho q a arte de kiyoshi knight tem as caracteristicas de bleach) e Ashirogi muto é claramente uma referencia aos autores, inclusive trap é Death Note e CPC é Bakuman (uma comedia com caracteristicas serias)

  43. Não achei legal a parte do “Se você lê Bakuman só para ver se os caras vão se casar, pode se considerar um pau no cu.”

    Sabe, isso seria como chamar muitas pessoas de pau no cu. (Conheço muita gente que lê Bakuman por achar o romance deles “fofo”, a maioria são garotas.)
    No meu caso, ele me ajuda um pouco na produção dos meus mangás, e acho o dia-a-dia deles interessante, além de assimilar com o meu.

    Meu parceiro fez 4 histórias em 1 horário da escola, quando éramos do fundamental (ano passado), você fez parecer como se não existisse esses “gênios” que tem idéias a todo momento. :/

    – CarL –

  44. Eu leio o Bakuman justamente pra ver a tragetória dos personagens até conseguirem o estrelato.

    Também um dos motivos é justamente o romance idealista (que fico torcendo pelo Mashiro e a Azuki) que muita gente chama de viadagem porque nunca quis ter algo assim e não sabe aceitar e nem respeitar o sonho dos outros(coisa normal entre brasileiros e muitas culturas ocidentais),eu mesmo ja sonhei muito com algo como o lance do Mashiro e da Azuki,infelizmente na vida real não acontece as coisas daquele jeito.Acho que é muito valido expor a motivação de um mangaka para querer o sucesso (no caso a do Mashiro), o mangá nem foca tanto nisso,mas é completamente valido expor esse lado da vida ,além de suavizar a história.

    Acho muito foda o Mangá,mesmo ja tendo torcido o nariz pelo tema e por os autores estarem trabalhando “nisso” e não num outro Death Note,mesmo assim me surpreendi e gostei bastante e com certeza comprarei de ante mão uma possivel próxima obra de ambos 😀 (de preferencia seria legal ver : Crow,Trap e Reversi >)

    Indico para todo mundo que sabe curtir uma história onde alguém corre atras de seu sonho. =)

  45. fuck…. eu digitei antes do final…. eu sou o pau no cu D:
    .

    well by the way… é Mioshi e não Miho xD
    Miho é a Azuki.
    Enfim, fora o ceticismo com a visão idealista de amor e o fato do mangá ser SIM focado também no romance, o video foi de boa.

    Lembrando: Bakuman se trata de sonhos mais do que a própria produção do mangá, a história inteira é baseada neles seguindo o sonho de ser mangaka (dai vem a parte tecnica e a criativa/PSP é um ótimo exemplo,quando verem entenderão) E o sonho do mashiro de não só ser mangaká,mas obter um anime para realizar o sonho de se casar com a garota que gosta desde novo.
    (Quem dera se desse pra viver com uma unica guria pro resto da vida e ela ser a certa. (y) ).

Deixe uma resposta