Video Quest 24 – UKE! Delícia! Assim voSEMEmata! – Loveless

Kitsune e a convidada June se juntam para a maior piada pronta da história do Video Quest: LOVELESS!

Ou seja: Video Quest gay na edição nº 24.
É, somos péssimos.

 

ACESSEM:
Rádio Fast 89: http://www.89fm.com.br
Twitter da Fast 89: https://twitter.com/#!/oficialfast89fm

Twitter: https://twitter.com/video_quest
Fanpage no Facebook: http://www.facebook.com/canalvideoquest
E-mail: [email protected]

Twitter dos Aventureiros:
Leonardo Kitsune
Fabio Urso
Azrael
Rah Walker
Danilo Kaneda

Agradecimentos:
http://www.jbox.com.br/
http://www.punchsub.com/
http://yokaianimes.com/
http://anfreak.com.br/

Kitsune e a convidada June se juntam para a maior […]

268 thoughts on “Video Quest 24 – UKE! Delícia! Assim voSEMEmata! – Loveless”

  1. sinto muito Kitsune eu tentei assistir o VQ em respeito ao seu sacrifício (mentiria eu queria ver vc chorar) mas tava tão chato que eu desisti… mas admito que tem um lado bom nisso tudo…… a June é bonita

      1. XD mas continuo sendo fã de vocês, como Kisume e o Zumonee disseram ai em baixo seria bem legal uma opinião feminina no VQ convidem ela mais vezes

        ps: mas falem de anime de verdade por favor

      2. um poco de ambos.. o anime realmente não ajudou, mas acredito que o tema poderia ter sido abordado de uma maneira interessante (na minha humilde opinião), pois se pegassem um anime “homo” que a June gostasse mas que você odiasse (oque provavelmente iria acontecer… porque acredito que você não se interesse por esse tipo de anime), acabaria ocorrendo uma discussão onde poderíamos ver a opinião feminina e a masculina a respeito do mesmo, mas como vocês simplesmente tinham a mesma opinião (que era chato) acabou sendo sendo apenas uma analise de um anime (ruim)

        resumindo eu acho que eu esperava uma coisa um pouco diferente do normal, mas como foi igual e por eu não gostar do tema.. eu acabei achando chato

  2. AAA cara eu gostei desse video. Mas eu realmente não gosto de yaoi ‘-‘
    é realmente uma merda, nunca vi, nunca verei e nm quero ver -q
    quero ver mais videos com a June :3~
    gostei dela, uma opinião feminina seria otimo *O*/

  3. Eu gostei desse VQ tava cansado de só ver macho nisso, um pouco de opinião feminina não faz mal a ninguém espero que a presença feminina se repita por várias vezes!

    Se bem que ja tinha o Kitsune… ahuahuahua (brinks)

  4. Adorei o VQ parabéns já vi uns dois shounen-ai ,
    o engraçado que cheguei a baixar loveless mas quando vi quer era yaoi exclui na hora..hauha
    depois de alguns anos quis ver shounen-ai de tanto me recomendarem e vi Sekai-ichi hatsukoi e Junjou romantica, é bem como a June falou , romance feito para meninas mesmo.

  5. Foi bom ter uma opinião feminina no videoquest, embora o assunto não tenha sido dos mais profundos. Depois de um ano já tá todo mundo cansado de ver a cara feia de três machos (piorou, antes eram só dois), vamo que vamo trazendo convidadAs aí. Falô!

  6. Eu confesso que este é o primeiro Video Quest que assisto, mas gostei da iniciativa de falar sobre BL. ^^

    A June é muito simpática e articulada. Parabéns pela desenvoltura dela, já que eu fico nervosa até com podcast, tenho inveja branca desta intimidade com a câmera.

    Eu pessoalmente não curto Loveless, acho que apesar da animação bonitinha e a tentativa de metaforizar a coisa de “coming of age”, ele realmente não tem muito sentido e rumo. Daí concordo com a maioria das críticas do vídeo, acho que foram bem colocadas, assim como a síntese dos clichês ainda muito presentes no gênero. *a parte da pedofilia… #euri*

    Não vou pregar que o roteiro da maioria dos yaoi/BL que li e principalmente que assisti tenham sido todos muito mais profundos que isso, no entanto vi pouca coisa se “perder” como neste anime, mesmo que o objetivo fosse só que o casal se unisse no final. (bom, é um objetivo razoável para uma história de romance) Como não leio o mangá, também não posso nem dizer que o anime ficou assim porque o original estava ongoing… seria um trabalho porco dos roteiristas do mesmo jeito.

    Eu não sei se consideraria Loveless yaoi/BL por conta da revista onde ele sai… eu diria que é um shoujo com recorte BL. Mesmo nos EUA, o título não era publicado no selo BL da editora Tokyopop. Mas este assunto de classificação é meio controverso, já que mal ou bem, o yaoi/BL tem a mesma demografia e nasceu, de fato, do shoujo.

    Enfim, além dessa minha opinião, eu queria só dizer duas coisinhas. O shounen-ai é usado no ocidente para material leve e também como gíria no Japão, mas não se usa pra classificar um anime ou material oficial hoje em dia, embora seja aplicável como termo histórico para mangás clássicos (principalmente os de 70).

    Já o Boy’s Love/BL é todo e qualquer material de mídia japonesa como mangá/anime/game/filme que contenha homossexualidade masculina para mulheres. Não importa se é levinho, pesadinho ou pesadão, é tudo BL mesmo. Geralmente se usa apenas para material oficial, sendo o yaoi usado para doujinshi, como a June explicou muito bem.

    Claro que não vejo problema nenhum no uso da palavra yaoi para tudo, já que por aqui a gente se entende com essa palavra mesmo.

    E é isso, desculpa o testamento. Vou postar um link lá no Blyme pra esse vídeo, acho que o pessoal vai se interessar.

        1. Concordo que poderia ter sido melhor pensado (além do fato de o tempo ser limitado, e de que a nossa gravação de 40 minutos teve de ser reduzida pra 15), e que, de acordo com a própria June, ficou mesmo incompleto.
          Mas discordo que “é preferível chamar alguém que curta o assunto”. Todos têm direito a uma opinião. Já existem sites especializados em yaoi/BL que, obviamente, têm uma opinião positiva quanto ao assunto. A nossa não precisa necessariamente ser a mesma que a desses sites.

      1. Não acho tao ruim chamar alguém que goste, Kitsune, pois dai já se tem uma boa discussão com pontos de vista diferentes, um defendendo e outro criticando, como meio que aconteceu em Cavaleiros do Zodíaco entre você e o Azrael … nem tanto. O lado ruim seria achar alguém que goste MUITO que defenderia seu ponto de vista só dizendo que é “legal” sem um bom argumento.

      2. Mesma opinião do Edgar, numa conversa ou discussão com os dois lados, a opinião final ainda pode ser negativa, se for o caso, e/ou diferente da opinião do convidado.

        Não estou dizendo de forma alguma que este seria o jeito certo ou ideal de fazer as coisas, porque eu acho que isso nem existe. (longe de mim dizer que todos devem se padronizar).

        Talvez tenha me expressado mal, portanto vou corrigir: “Eu acho” que é preferível ter alguém que goste do assunto, a não ser que a intenção seja a ênfase no lado negativo.

      3. É, tipo dar ao anime o direito a defesa … se é que esse merece …
        E foi mal, não era esse sentido de “ruim” ou que disse que você falou ruim Kitsune.

      4. como eu disse em um comentário anterior, isso poderia ser resolvido pegando um anime que a June já tivesse assistido e ainda gostasse muito, seria bem interessante uma discussão sobre esse tema onde nos pudéssemos ver o ponto de vista masculino e o feminino

      5. apos ler tudo (inclusive a Rebeka Kitsune em baixo)- basicamente estar na obra escolhida, se era para apresentar o gênero (yaoi) que fosse na melhor (ou uma das melhores) obras Yaoi, porque teria a visão de quem gosta da obra e de quem não gosta da obra e cada um justificando os seus pq!

        como existia um consenso que a obra era ruim, (não por ser yaoi, mesmo se fosse um garota la no Uke, ainda seria ruim) se faz uma ligação direta para quem não conhece o gênero que a YAOI é ruim (para mim é, mas n é meu gosto que esta em questão) mas sim que não ficou injusto para quem gosta de Yaoi usar Loveless.

        fica mais fácil condenar o gênero pelo exemplo mostrado (loveless), se fosse uma obra “boa” e um debate de valores bem elaborado quem sabe o VQ teria servido para no minimo tirar o ódio e desprezo do Yaoi e digamos “fazer as pessoas no minimo tolerar o gosto dos outros”.

        enfim. valeu debate esta tendo (mesmo tomando um rumo tordo do ideal)… mas os fã do genero não gostaram (pelo visto) do que foi dito, somado ao “desprezo da grande maioria” acho que o objetivo não foi alcançado neste VQ. (se o objetivo era debates construtivos ou conscientização e tolerância).

    1. Bom.. felizmente(ou infelizmente pra vcs), tenho que concordar com a Tanko.

      Acho bem preferível mesmo uma pessoa que goste do assunto, comentar pra poder defender um ponto de vista diferente. Veja bem, eu disse uma pessoa que goste do ASSUNTO, no caso, o Yaoi/BL, não necessariamente, do anime em questão.

      Vc disse que quer ver o que as fãs vão dizer. Infelizmente, o anime escolhido é bem controverso e tem lá as suas ressalvas mesmo dentro do Yaoi. Não é um titulo lá muito querido, embora seja amplamente conhecido.

      Eu mesma, sou da velha guarda do yaoi/BL e não gosto. O anime é vazio e sem graça, como vcs disseram e tenho que concordar.

      O que chateou mesmo foi ver que tudo o que é o BL, ficou restringido a Loveless.

      Me chateou tbm a June dizer que o yaoi é algo pra se ter vergonha, sendo que é apena mais uma das infinitas vertentes de entretenimento que o Japão nos oferece. E não só o Japão, pois temos um similar no ocidente, que é o Slash).

      Acho que, no fim, o que a maioria não entende é: O que realmente é o Yaoi/BL? Simples. Histórias de conteúdo homoerótico masculino, voltado para o público feminino. Romances, com as mais diversas temáticas. Sci-Fi, ação, aventura, terror, comédia, ou, puramente, romance mesmo. São plots como os de qualquer outro anime q estamos acostumados a ver, mas com um foco diferente. Amor entre meninos.

      É uma pena ver meninos falando mal, como se yaoi fosse uma coisa do demônio, quando eles mesmos, gostam de shoujo-ai e yuri – embora eu DUVIDO que estes mesmos meninos conheçam o Yuri de verdade. Curtem apenas putaria entre mulheres – e acham isso normal.

      No mais, curti, ri e continuo no voto de que um direito de defesa maior seria interessante.

  7. Caras, vcs poderiam trocar o Azrael pela June, seria ótimo xD eliminariamos um fã de cavaleiros do zodiaco e teriamos uma presença feminina permanente no VQ!!!

  8. Linda a June!!! espero que a Aninha seja pelo menos um decimo de beleza da June aí ta bom demais!!! =D~~~~~ vi esse video quest com enorme prazer adorei a participação dela, e nossa que gata!! eu confesso que vi o video quest inteiro com os olhos no decote da June!! porra que peitos são esses!?!??!!? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    1. Quero manter o nível aqui nessa área de comentários. O YouTube não tem muita negociação nem controle, então estou simplesmente apagando comentários no nível do seu. Por aqui, acho q eu posso simplesmente pedir pra pegar leve, né?

      1. Aaaah pois me desculpe pelo comentario, mas o que eu escrevi foi só um elogio de um otaku a uma bela fujoshi, nada mais que isso peço desculpas ^_^x

  9. Kamina e Simmon não tem interação nenhuma. O Kamina é inclusive um EPÍTOMO de masculinidade! E TEM YAOI. Como assim “se as outras vão lá e pegam e mostram uma coisa que já tá lá”. Gostaria que me explicasse essa lógica. HEIM? E AÍ?

    Deixando isso de lado, eu gostei desse VQ pelo nível de humor. Me identifiquei com o kitsune. Não é “fácio” TER que ver yaoi. Minhas sinceras congratulações, caro Kitsune. Como já disse em um e-mail, gosto mais da dinâmica kitsune-urso APENAS (Nada contra Azrael, você é bom, mas os 2 juntos funcionam melhor). Mas a idéia de convidados especiais é interessante.

    No mais, que feio Azrael e Urso. Deixando só o pior ao pobre Kitsune.

  10. Kara Nem vou ver esse tal de loveless! Tambem só assisti para ver o kitsune chorar, kara já cheguei a baixar Alguma coisa assim de Yuri e goste pra caramba poderiam fazer algo do tipo em um novo video? Mas sem delongas Shun e agora Loveless Kitsune Vc ta se emtregando hehehe. Faltou o Urso e o Azrael. T+ Videos de vcs são muito mas muito 10 Biba!!!

  11. Kitsune parabens pelo video o assunto nao me interesso muito mas concerteza o video ficou com otima qualidade EM TODOS OS TERMOS Foi muito profissional o VQ 24 pois a participaçao especial foi fantastica e mais Vou abrir uma comunidade no orkut ela se chmará : VQ troquem o urso pela June kkkkkkkkk
    (Obs: Sou pobre tenho q usar orkut) auhauhauahuahu

  12. Sinceramente, não é por ela ser bonita (Tarado Detected – Fap Fap Fap -), ou pelo decote (Que eu gostei muito -.O) Mas seria legal uma visão feminina nas reviews do Video Quest. podia ate não ser ela, mas uma visão feminina, qualquer uma com argumentos legais. (E DECOTES!!!)

  13. Bom, eu nunca assisti Loveless, mas falando sobre yaoi em geral mesmo sendo fã tenho que admitir que o “romance” é forçado na maioria deles, PORÉM existem muitos shounen-ais bons (como Nabari no ou e No. 6) onde o yaoi não é o centro da história é só um “complemento”, e o envolvimento entre os personagens vai acontecendo naturalmente no decorrer da trama.

    Achei esse VQ interessante, embora tenha ficado um pouco irritada em algumas partes xD

  14. bem……. é o VQ 24, se fosse para falar do assunto (yaoi) tinha que ser neste VQ mesmo então é Valido!
    é um anime para garota sim! não sei exatamente pq uma brasileira exatamente se identifica com eles em especial (não estamos exatamente no contexto) mas gosto é gosto, simples assim, não precisa te nenhuma ligação ideológica para se gostar de algo.

    Não tenho medo do Yaoi. perdi este medo (leia medo = repulsa ) quando li o blog Otakismo.
    http://otakismo.blogspot.com/2011/09/quem-tem-medo-do-yaoi.html

    logo, Yaoi não apenas anime para garotas, mas sim anime para garotas em sociedades extremamente machistas onde não é comum o casamento pelo sentimento dos 2 (reciprocidade).

    (colocando uma analogia e generalizando) Ativo (seme) representa o homem e o Passivo (uke) representa a Mulher, ai entra a questão!

    PQ diabos 2 homens? pq é o desenho feminino e ver um relacionamento dentre 2 iguais socialmente falando, todos olham para o “casal” e ver 2 pessoas de mesma hierarquia, importância e etc, e estes 2 tem um relacionamento, basicamente o Yaoi é uma critica a sociedade machista e nele representa como seria o relacionamento ideal de 2 iguais.
    (logo a ideologia NADA tem aver com os GAY)…

    Apos este primeiro momento, que Yaoi tinha esta mensagem direta. se especula que tenha a virada de mesa, (onde é comum a troca de papeis entre quem é Seme e Uke na guerra da dominação), que representaria não apenas a igualdade mas sim a virada de mesa das mulheres na sociedade (agora elas no poder), haha representada nas crises e ataque de pelancas dos Uke’s que viram o macho da vez..

    @[email protected] enfim, obras puramente Yaoi não vejo, mas parei para entender do assunto para não ser um ignorante do assunto… O objetivo inicial dele era para ser o modo das mulheres japonesas usaram como válvula de escape emocional, não um conteúdo gay para gay. Obras que tem um tema central interessante e aparece algum Yaoi no meio são toleráveis (de que isso seja mera ferramenta e não a finalidade do anime)

    (ta difícil fazer um video comentado XD)

    1. Pra você que acha que finalmente “entendeu a Matrix do Yaoi/BL” só por ler uma matéria tendenciosa e preconceituosa do Otakismo, sugiro esse blog!

      http://fujoshisoul.wordpress.com/2011/10/14/yaoi-de-c-e-rla-quanta-agressividade-u_u/

      É muito fácil falarmos de algo que não gostamos, sem ser tendencioso. Nesse blog – linkei direto pro post – fala sobre tudo o que o Otakismo não falou. Sobre as mulheres do japão, sobre a sexualidade do japão, sobre os homossexuais no japão. Fala até sobre história japonesa! Tudo com fontes! Acho que a sua visão se suavizaria muito de ler esse post, apesar do título parecer agressivo.

      Beijocas de uma fujoshi q se sente injustiçada, quando tbm gosta de gêneros comuns…..

      1. valeu pelo link eu li, gostei complementou muita coisa que ja pensava e adicionou uma visão que não tinha, de FORMA alguma elimina nenhuma palavra do que li no otakismo, os 2 artigos são tendenciosos pelos seus criadores como TODA e qualquer informação é tendenciosa por que o cria.

        serviu para mostrar mais coisas e pontos de vista. (o lado mais carnal/desejo e humano simplesmente) e os 2 artigo não tem a menor necessidade de se atacarem ja que ambos são “meias verdades”.

        Sinceramente é irrelevante qual é a ideologia do criado do movimento Yaoi (se era para fantasia uma relação entre iguais “como aborda o otakismo” se é o desejo puro e simples pela sexo/prazer e representação do mesmo em fantasias eróticas com equivalência plena com Yuri para o homem é o Yaoi para a mulher “como aborda este artigo do fujoshisoul” se é para expressar a liberdade sexual seja com quem for “como é o movimento homossexual”

        Não importa qual seja o motivo da criação, NÃO significa que pessoas com motivos diferente do inicial tenha se juntado e criado sua própria motivação, logo todas as motivações citadas, são validas, coerentes com o material Yaoi e possíveis de ser interpretar de diversas maneiras. (logo uma motivação não desqualifica a existência da outra)

        EU tenho minha duvidas se Yaoi é para mulher o que o Yuri é para o homem, NÃO tenho nenhum propriedade ou conhecimento do que Yaoi é para a mulher (pode ser qualquer um dos motivos acima) mas:

        Homem (hétero) com o Yuri ele Admira as belas mulheres E mesmo rolando uma historia a 2 ele SEMPRE fantasia o quanto seria divertido aquela historia a 2 sendo na verdade uma historia a 3 (com ela junto das 2 garotas na festinha). a grande maioria dos homens é assim e pra esta finalidade!

        Ja a Mulher (tenho a impressão/eu acho) com o Yaoi ela Admira os “belos” homens e/ou ela Não tão sempre (raramente eu diria) fantasia a historia a 2 sendo na verdade uma historia a 3 (com ela junto com os 2 homens na festinha).

        Este pequeno (talvez grande) detalha muda a relação de motivação dos 2 casos, Logo acho que como Não é exatamente igual o pq um homem gosta de Yuri e uma mulher gostar de Yaoi, logo é aceitavel os 3 motivos (e outros possíveis não sitados) motivos que leva a mulher a gostar do Yaoi.

        Enfim obrigado Rebeka Kitsune pelo link e pelo esclarecimento, me foi muito valido e espero que tenha entendido a conclusão que eu cheguei ao olhar os 2 artigos como complemento um do outro!

      2. Eu nao acho que a visao do otakismo foi preconceituosa ele mostrou argumentos que realmente apontavam para aquela situaçao e sempre mostrou base para aqueles argumentos. Acredito q tanto o otakismo qnto este que voce mostrou tem a mesma quantidade de verdade. Nao tem como determinar a real intençao das pessoas que começaram portanto eh errado dizer q uma ou outra explicaçao eh uma verdade absoluta

  15. eu n gosto de yaoi mas esse video quest foi daora ^^

    gostei da convidada ^^ ela é legal (pelomenos aki no video quest ela foi) e tmb mesmo eu n gostando de yaoi vlw por explicar as categorias e tudo mais

    e esse loveless parece ser uma porcaria –.– ke lixo de anime e ainda por cima tem pedofilia… o cara ke fez deveria ta drogado ou augo do tipo pq fazer um anime pedófilo com lutas e sem rumo e nem explicação de nada o cara tem ke tar muito sem noção…

    to ancioso pro proximo video quest (como sempre ) e me pergunto… o urso e o azrael vão aparecer na proximo video quest?? pq ja ke vai ter outra convidada acho ke vai ficar meio dificio encaixar todo mundo na visão da camera

  16. O conteúdo do vídeo em sí me interessou um pouco: Sempre tive curiosidade de ver comentários sobre o Yaoi para ver se era o que eu pensava, e com o vídeo, tive certeza que esse gênero de anime/mangá continuará excluido da minha lista de interesse em assistir/ler. E, sim, Dragonball Evolution comparado com Loveless merecia ganhar um óscar.

  17. Eu nunca entendi bem o porque de tantas meninas gostarem de yaoi e fazer parzinho com todos os homens do shounen, principalmente quando vejo fics do miloxcamus. Enfim, já conhecia os termos e eu nunca peguei um yaoi para ver justamente por não entender o objetivo que eu acreditava ser um representante para gays. Isso me fez gostar bastante desse VQ, No mais ele não teve uma análise tão profunda assim (talvez o assunto ou o próprio anime n permitisse isso) e vi ele mais como uma explicação do que é yaoi.
    Gostaria também de dar uma sugestão, já que pretendem fazer VQs de outros gêneros, sugiro o josei, que tem como público mulheres adultas e não é tão popular, salvo por alguns títulos. Tudo bem que não existem muitos animes do gênero, mas posso citar alguns bem famosos como Honey e Clover, Nodame Contabile ou até mesmo Nana, que apesar de ser publicado em uma revista shoujo a história está mais para josei.

    Aila Lima. 22 anos, Belo Horizonte

  18. pergunta direciona a june acho que esse é o nome dela se yaoi é uma merda por que voce assistir ou assistiu ?
    a unica coisa boa nesse video foi ver uma garota bonita e sabe que algo que pensei que seria legal que é ter convidados no video quest vai acontece .
    mesmo não gostando dessas coisas esse video me ajudou a entende o que é yaoi

  19. Achei legal o fato do VQ falar sobre yaoi, e também pela convidada.
    Palmas ao Leo que conseguiu ver um anime (na minha opinião) péssimo, até gosto de yaoi mas Loveless é um anime sem sentido, sem foco, acho que seria uma boa pornografia onde as pessoas veriam para fapar e excluiriam as “lutas” e veriam somente os abraços, sei lá. Não consegui ver mais de dois episódeos de Loveless pra dizer mais sobre.

    Enfim parabéns o VQ por estar com essas mudanças novas e continuar divertido, só tenho pena da convidada pois acho que vão haver comentários maldosos.

    Que tenham mais convidados futuramente, acho que o VQ funciona de todas as maneiras, mas esse VQ não me deu a minima vontade de tentar ver Loveless, só assisti pra rir um pouco.

    Sobre o gênero yaoi, eu gosto mas a minha forma de ver yaoi é como uma forma de ver um shoujo, claro que a diferença obvia é que são dois homens, mas o yaoi é de certa forma muito mais “sensível”, as vezes a protagonista de um shoujo é muito mais “macho” que os ukes, o que faz com que gostar de um personagem uke de yaoi é mais fácil do que gostar de muitas protagonistas de shoujos.[Deixando bem claro que essa é a minha opnião, nem sempre protagonistas de shoujos são assim.]

  20. eu falei q o VQ ia se sobre yaoi e so ve o 18° comentario em ninja scroll kkkkkk

    adorei a participaçao da june tomara q venha a se repeti

    pergunta vc ja pode ter fala mais kade o urso i u azreal ?????

  21. O Video Quest acabei assistindo por causa da convidada achei muito legal trazer convidados e opiniões diferentes estão de parabéns.
    Nunca ví Yaoi somente algo parecido como Naruto (Naruto + Sasuke) e X-Tv. Poderiam fazer também algo relacionado a Yuri.

  22. Eu realmente não acho que loveless seja ruim assim por esses motivos . Todo o shojo em geral segue essa linha da menina inocente e de alto-estima baixa que se acha feia e inútil ou que jurou nunca se apaixonar (ou qualquer coisa nessa linha , ou não ) até que seu príncipe chegue. Bom tem a clássica resistência quando eles se encontram, a menina em geral já esta apaixonada, mas nega firmemente seu amor por ele por algum motivo de pouca importância (orgulho em geral).Eu acho que no yaoi pelo menos o motivo dessa ..hum…resistência inicial é bem mais valido.Em geral eu acho que yaois são shojos sem as meninas (?).Bom eu em geral não sou muito fão de shojo e só leio os shojos e yaois que eu venho assistindo dês de muito tempo atrás.Os protótipos de romance que caem no gosto da galera geralmente me irritam bastante .
    Mas Loveless é muito ruim ,não consegui passar do terceiro episodio .Não valia a pena ficar acordada até as três da madrugada par ver isso (porque assistir yaoi com os pais cristãos das antigas na sala não dá)…o Ritsuka era quase pior que a menininha de Kimi ni Todoke …sem contar que eu acho que pedófilos são a casta mais baixa da sociedade e que eles merecem todos morrer de câncer no cu.
    E sobre as meninas pervertendo tudo…bom não rola só com o yaoi …as meninas perverteram Madoka até o fim e por ai vai.Em geral as shiper’s doidas não conseguem escutar as palavras “eu gosto de você” ou “eu te odeio” sem pensar merda…bom as vezes elas não tem que escutar nada ,maslas merecem um credito.Elas são as fã mais dedicadas/obcecadas .Fazem fanart ,escrevem fanfic’s ,fazem cosplay ,bonecos e tudo mais .
    Eu realmente acho que se o objetivo era falar de yaoi vocês podiam ter pegado um melhorzinho,mas eu até gostei do vídeo …E eu tenho pena da June tadinha …e melhor tomar cuidado com as fãs locas que elas assustam muito .
    Beijos par vocês

  23. Falar em Yaoi me lembrou da antiga tv Manchete, quando passava Sailon moon e tinha um romance entre dois generais do submundo(acho que era esse nome dado aos vilões da historias), onde na dublagem brasileira mudaram o genero de um dos personagem para femininoe logico colocaram uma voz de mulher. Nessa época sim foi o primeiro romace homosexual da tv Brasileira. huahuahahuahuahuahuha

      1. sabe eu sei um anime que tem mais generos reunidos
        Kannazuki no miko
        porra que desenho estranho tem romance/yuri/mecha/drama/superpoderes/estupro(não sei como ela foi estrupada mais …)/mulheres locas/brigas amorosas/lutas/demonios/dimensões alternativas … e muito mais poderiam fazer um vq disso kk ia ser um dos mais engraçados xD

    1. xDDDDDD Na verdade, o traço yaoi em Sailor Moon ficou somente no anime mesmo, no mangá não existe o relacionamento do Zoisite com Kunzite. Agora, o relacionamento yuri entre a Haruka e a Michiru é evidente tanto no anime quanto no mangá 🙂

      1. cara o VQ tem uma introdução sobre o anime, mas eles analizam mais do que repetem a historia, se for parar pra ver a maior parte do vídeo mostra a opinião dos três ao mesmo tempo eles explicam a mensagem que o anime quer mostrar, ou pelo menos qual eles acham que foi a mensagem, e quando eles sitam a cena é geralmente pra levar a um novo comentário.

        no caso desses caras ai, eu acabei mais vendo um resumo da historia do que a impressão deles sobre a série, então pra mim fico cansativo de assistir, mas se eles falarem um pouco menos do capitulo, e começarem a falar na obra como um todo, sairia algo interessante.

        e claro que essa é apenas a minha opinião, se não concorda fique livre para questionar que ficarei feliz em debater com você (afinal de contas me interesso sobre o assunto), só não há necessidade de chamarmos um ao outro de hipocrita.

  24. kitsune finalmente uma garota no video guest pena que nao e SHOUNEN

    PS quero um video guest so genero ECCHI aja paciencia pra ver os 15 minutos desse video

  25. A June é o fã service do VQ. kkkkkkkkkk

    Mudando de assunto: Não sabia que existia esse genero de romance gay, pedofilo e sem enredo pra meninas. Pensar nessas obras fora do contexto Japão, pra mim é muito bizarro e não entra na minha cabeça que exista publico pra isso no Brasil.

    1. Acho que existe publico sim, porque né existe gente para gostar de tudo rs, mas foi até uma boa fazer um VQ desse, nao que eu goste, mas o legal do VQ é sua diversidade de temas 😀

  26. Leonardo Kitsune, Realmente. Depois desse video até eu, que gosto de yaoi, sinti como se yaoi fosse o pior genero do mundo… Imagino quem não gosta. Não concordo com varias coisas que foram ditas o.o … Enfim, pensei que o objetivo era explicar, não confundir…

    Sobre o anime, realmente não faz muito sentido, quando você não leu o mangá. Mas como no japão a ordem é: mangá – anime, creio que o fãs da serie ficaram muito felizes com o anime. Eu gostei muito do anime,(claro que não dá pra entender muita coisas vendo apenas o anime, e esse não é o unico) e depois fui ler o mangá: O mangá não se compara, é bem melhor, é tudo bem mais explicado. O anime te dá uma ideia meio errada das coisas, e como na maioria dos mangás o fanservice é menor, Loveless é um mangá Josei, com recorte BL/shounen ai. Enfim. Não acho ruim. Mas mesmo no mangá algumas coisas perdem o rumo… Mesmo assim eu gostei, sempre acompanho o VQ, adoro! ;* Obrigada.

  27. Yaoi como sempre pensei é uma merda.
    Espero ansioso pelo VQ 69.(outra piada pronta kkkk).
    E Kirsune tenho certeza que você ja viu/leu Evangelion então coloque-o na sua lista de yaois.
    Que o santo Gatts livrem suas almas desta pederastia.

    1. Que versão de Evangelion você viu? The Iron Maiden?
      Desde de quando Evangelion é Yaoi? Só na sua mentezinha de merda.

      E concordo com o hanzes, Gatts não pode salvar ninguem aqui.

      1. Evangelion ficou muito comercial, no final do segundo filme “rebuild of evangelion 2.22 you can (not) advanced” a Asuka fala, “no proximo filme tera muito mais fanservice para voces!!”

      2. Putz, nem tinha reparado kkk’, já li esse texto ai, nao entendi algumas coisas e outras sim, e realmente evangelion é um marco da animação japonesa, um dos meus animes preferidos, mas acho que os filmes fugirão da historia ):

    2. Bom Evangelion é uma merda sem graça que tenta ter um psicologico cocô.
      Ikari Shinji e o muleque angel (Tabris, como o senhor Edgar Shimizu citou) no banheiro, se aquilo não foi uma boiolagem eu não sei mais o que pensar.
      Terceiro, personagem que mais exala testosterona em todo o universo, Gatts, mesmo com o fato que nosso amigo hanzes citou.
      Tudo dito é opinião minha e não me importo de ser ofendido.
      (meu objetivo de ser odiado pelos otakus esta dando resultados hehe)

  28. realment foi uma proposta muito boa msm q o publico do VQ meio q viu com um certo “receio” pelo oq eu pude ver nos outros comentarios, nao foi muito bem pra trabalho a conversa sobre o assunto,o anime poderia ser realment um melhor q desse + debate entre vc e a june + o pessoal devereia ter visto com olhos + abertos o video verem como otakus nao como heteros q somos em maioria aq (bom pelo – eu acho XD)e seria legal um video do YURI q seria o inverso do YAOI se nao estou errado
    v6 estao de parabens pelo trabalho

  29. eu gostei,bastante desse VQ,por causa da june que deu um outro ar no programa,mas eu acho que seria bem legal voces fazerem um VQ com todos juntos o leonarod kitsune,fabio urso,azrael,june e sua irmãnzinha kitsune….!!!!!!!!!!!

    ps:eu gosto do azrael acho q quando ele chegou deu outro ar ao programa com discussões e criticas,ele é um bom fanboy,e eu gosto dele,(acho que sou o primeiro a gostar da opinião do azrael…)

    VIVA O VIDEO QUEST…/

  30. eu nao tenho coragem de ver loveless, mas ja vi/li alguns BL como tokyo babylon, X, kuroshitsuji, 07-ghost e cavaleiros do zodiaco, mas loveless parece ser ruim.
    acho que muitas pessoas tem preconceito com yaoi por causa de BL ruins como este.

  31. Video quest bom, poderia ter sido mais legal se um anime melhor tivesse sido abordado, mas acho que pelo tema yaoi fica dificil escolher algo descente, tudo que sei de yaoi foi o que o pessoal da Anfreak falou no cast a um tempo atrás…

    Uma presença feminina no video anima XD. E kitsune, meus pesames, vocês será muito zoado na certa por esse video, imagino o que o Urso e o Azrael falariam XD

    E que venha um video de yuri e temas shonen com participação femininas o/

  32. e primeira ves que escrevo acompanho vcs des do secon no queiser.
    graças a deus apareceu uma rosa nomeio de tantos espinhos,o trabalho de vcs e muintos interesante não perco um vq .
    purfavor tragão mas mulheres pra deichar o vq mais interessante

  33. posso parecer gay mas é sério. Gostei da June tal, mas tipo… o Urso e o Azrael fazem falta ( eu sei que eles vão voltar ) mas o próximo VQ tbm será uma convidada X(.
    quando o urso e o Azrael voltam?

  34. Eu nunca assisti yaoi(sem contar os cavaleiros dos zodíaco)e esse video fez eu ficar com menos vontade ainda, porem as analises que vocês fizeram de todos os outros videos eu deduzi que esse anime não parece ser bom.
    Parabéns pelo 1 ano de VQ, para o Azrael que entrou recentemente e a June por estar fazendo uma VQ com o Kitsune.
    E vocês Kitsune e Urso vocês não estão assistindo os 3 primeiro episódio estão assistindo mais, no primeiro VQ vocês falam que iriam assistir apenas os 3 primeiros episódios, mas vendo mais que 3 é mais legal então continue assim!!

      1. Provavelmente o pessoal curtiu mais ver completo porque é dificil de se aprofundar num anime em só 3 episódios. Muitas vezes ainda ta só na introdução e nem começou de “verdade”.

      2. Não entendi o que o Duarte disse.

        3 episódios, já é mais do que suficiente que para mostrar ao público pra quê o anime veio. Tipo, se você está lendo/assistindo um mangá/anime, 3 episódios já são o bastante pra dizer se você vai continuar assistindo ou vai embora jogar video game.

        Anime e Mangá, além de material de entretenimento ,é um produto de comercialização,
        e como todo produto de comércio,TEM QUE TER um marketing decente. Não estou falando de Banners ou panfletos de rua, estou falando do anime em si. Não existe marketing melhor do que o conteúdo do produto, que no caso do anime( loveless )
        Deixa a desejar.

      3. Samuel os 3 primeiros episódios normalmente é só para mostrar os personagens, então eu acho que ver os 3 episódios não é muito bom para falar sobre o anime que talvez tenha mais se 100 episódios, mas isso e minha opinião de merda cada um tem uma opinião.

      4. 3 Episódios são suficientes pra se ter uma ideia de como é a parte técnica do Anime.

        Mas quanto aos personagens e a historia em si … muitas vezes o anime deixa duvidas no ar ou talvez nem apresente nada em relação a isso.

        Como exemplo eu posso dar Durararara [não sei quantos “ra”s tem]:
        Os 6 primeiros episódios mostram como é toda a forma de abordagem pro ritmo da serie, mas a historia, só começa a se mostrar na verdade a partir do episodio 7. Antes disso o anime pode parecer um tanto sem proposito, e por isso muitos podem desistir de assistir.

      5. Pra proposta original do VQ [ou pelo menos era o porque de eu assistir], os 3 episodios eram o suficiente pra vc dizer se quer ou não assistir.

        Já que a ideia agora é dar uma opinião profunda da obra, 3 episodios podem ser insuficientes.

    1. Realmente, só 3 episodios nao da para saber quase nada em um anime que tenha 26 episodios para cima, ver ele completo é bem melhor para fazer uma análise.

  35. Lol pessoal parece realmente que nunca viu uma mulher .-. em vez de se concentrar no VQ que teve uma participação especial pessoal fica so falando besteira :s
    apesar de ter alguns coments bom tbm.

    Kitsuneeeee faz logo de one piece plx >.<

    1. Acho que o Kistune nunca assistiu ou leu One Piece.
      Já pensou ter que assistir ou ler aquilo tudo e depois ter que resenhar e roteirizar???

      Coitado deles… hahahaha

  36. Kitsune a cada vez que vc faz video quest percebo o quanto vc evolui nao so vc mais toda a equipe video quest, Mas agora que vc teve a coragemmmmmmmmmmmmm de ver um anime desse tipo que nao tem nen pé nen cabeça eu te respeitooo muitooooo por vc ser corajosooooooo. Mas por favor nao fassa mais nada relacionado a esse genereno por favor T.T

  37. Primeiramente, parabéns para a June. Ela foi uma excelente convidada.
    Segundo, Loveless. Por favor, vocês escolheram esta merda de propósito. Porque se o gênero BL já tem má fama, divulgando uma obra destas é pra falar por povo fugir disto.
    Se queriam romance homossexual com porradaria podiam ter escolhido X ou 7-Ghost.
    Clichês todo anime tem. Eles servem para ajudar a dar estrutura na obra. O problema não está no clichê do yaoi, mas no mau uso dele. Isso é que faz um anime ruim. Não a temática.

  38. Não gostei dessa edição do Video Quest. Mas o motivo não é o tema, yaoi, não tenho nada contra nem a favor.

    O que me desagradou foi a acusação feita pelo Kitsune a moral Cristã. Não entendi o por que da afirmação, mas gostaria que ele explicasse nem que foce na leitura de e-mails.

  39. Nossa, tem gente aqui muito loka. Eu tenho 15 anos(fase com maior quantidade de hormonios) e nao fiquei olhando pra ela, bando de forever alone. Como sempre otimo VQ e com certeza nao vo assistir esse anime, mas adoro rir com o video e escutar a analise de vocês :).

  40. Acho que o único anime com níveis significativos de Yaoi que eu vi foi No.6. Eu gostava de Number 6 porque ele mostrava os dois lados de uma opressão. O garoto marginalizado que cresceu nas ruas tomando porrada na cara, e o mauricinho ignorante que é alheio a tudo o que há de ruim de mundo, é mimado e tira boas notas na escola. E à medida que o plot ia tomando desenvoltura, apareciam algumas questões, como o passado do Nezumi e a razão de Number 6 ser um estado totalitário. Eu não assisti o anime inteiro, mas eu vi alguns reviews dizendo que ele perdeu o rumo no fim. Bom, isso é só pra mostrar um exemplo de um anime cujo tema central não é o yaoi. Porque se o tema central for o yaoi, eu deixo de ser o público alvo. O público alvo são as fujoshis, afinal.

    Agora, vamos falar de Loveless. Eu nunca vi o anime (e nunca verei), mas sério, orelhas e rabos de gato? Porque japonês gosta tanto de gato, afinal? Eu já vi algo semelhante a isso em Strike Witches. Obviamente, eu dropei no primeiro episódio, de tão tosco que aquilo me pareceu. Sobre os romances chatos e inverossímeis, acredito que essa é uma tendência universal. Os japoneses realmente acham que juntar um protagonista loser com uma garota moe sem personalidade engana alguém. Essa é a filosofia de 95% dos harems, e de uns tempos pra cá tem se expandido a outros gêneros, como o mecha, por exemplo (Sim, estou falando de Inori e Shu, e aquele casal tosco do aquarion). Desde que eu assisti Spice and wolf há alguns dias atrás, sinto falta de um anime que tenha um romance bom.
    Alguém me recomenda algum?

    Agora vou falar de adaptações. As temidas adaptações! Eu acho válido que o anime e o mangá possam ser analisados de maneira separada. Se a adaptação foi ruim, a culpa é do estúdio. O roteirista principal e os scriptwriters de cada episódio são os principais responsáveis por cagar a história de alguém. Eu concordo com o Kitsune em uma coisa. Ninguém é obrigado a procurar mangá, enciclopédia, databook e essa parafernália toda pra julgar uma adaptação em anime. Se o anime te dá uma impressão ruim, pra que se dar ao trabalho de ler o mangá? Pule fora desse barco, amigo! Assim como existem adaptações ruins que instigam o seu interesse por ler o mangá. Um exemplo disso é Shadow Star (Narutaru no original), que deixa várias questões sem resposta, introduz alguns personagens pra depois eles simplesmente sumirem, e nos últimos episódios finalmente mostra os seus pontos fortes. O final fica aberto, convidando todos que assistiram a ler o mangá.

    Acho que tá bom, vou assistir black cat.

    1. Vc perdiu um bom romance? blz vamos evitar os Rarens, comedia romântica pastelão!

      Amagami SS , Toradora , Kimi ni Todoke, Bokura ga Ita, Clannad, Lovely Complex, Karekano são os que a base do todo é o romance, praticamente com pouca historia alem do romance…. (alguns deles tem um mudança de estilo na segunda temporada como é o caso do Clannad After Story)

      Bakemonogatari, Ano Hi Mita Hana no Namae wo Bokutachi wa Mada Shiranai, NHK Youkoso, Angel Beats, Nana – estes tem o elemento romance forte mas não é o unico pilar da serie, são bons que são historias interessantes se acontecem um romance no decorrer “ou no final”.

      Oretachi ni Tsubasa wa Nai (ecchi talvez romântico para zuar um pouco)

      1. Gostei de REC de Hanamizawa. Não vi o manga, mas gostei da serie. é pequena, episódios curtos, mas abordou alguns assuntos um pouco mais maduros.

      2. eu costumo evitar comedia romântica pq por mais bonitinho que seja eles normalmente não aprofundam a coisa! mass valeu pela dica… REC? 9 episódios correto? (Jdownload ja ta trabalhando) e todos os que eu citei acima eu recomendo!

      3. Ok, me decidi. Vou assistir Bokura ga Ita e Nana, eles tem um score alto nos reviews. Da parte de cima só vi Clannad. Da parte de baixo, só falta ver Nana. Vlw!

      4. Gustavo Petry então de recomendo Karekano pessoalmente concidero o melhor do genero, pq diferente dos outros ele n fala “de como o casal” se formou mas sim do namoro! (o casal começar um namoro declarado no 4 episódio) tanto que o titulo em português seria “coisa de namorado”

        Eu adicionaria ao grupo de baixo ou um novo grupo um pouco menos romântico ainda (aqueles que passam um pouco mais longe do tema romance mas ele ainda existe): Gundan Seed, Sousei no Aquarion, Eureka Seven, 11eyes , Phantom Requiem for the Phantom, Dance in the vampire bund, Darker Than Black – destes eu indico “Phantom Requiem for the Phantom e Darker Than Black (o sentimento motivando o protagonista começa no ova e segunda temporada)

        se tiver algum se vc acha que se encaixa na parte de baixo (boas historias com um fundo romântico) coloque o nome, Edgar Shimizu estou terminando o Rec (haha fofinha XD)

      5. Karekano? Bom, acho que já está na hora de assistir esse anime mesmo. Eu já ouvi o nome dele várias vezes. Já vi Gundam Seed (aquele romance realista manipulador entre Kira e Flay foi uma das coisas que me atraiu na série), Darker than Black (tem romance, mas fica meio em segundo plano), Phantom (um roteiro envolvente e um romance bom) e 11eyes é o anime que tem aquela mina possessiva. Eureka Seven está na minha lista, parece ser um guilty crown com melhores roteiro e personagens, que vai me servir como boa base de comparação (ou destruição).

        O que eu poderia recomendar seria Eden of the east (ou higashi no eden),
        Chrno Crusade, Bounen no Xamdou, Beck, D.N Angel, e porque não Patlabor?
        Casshern sins e “Now and Then Here and There” também tem um pouco.

      6. Gustavo Petry
        Eden of the east (ou higashi no eden) ja tinha baixado – esta na espera para eu assisti ^^

        Chrno Crusade – quase chorei no fim @[email protected] isso é muito raro e sou velho para isso. (gostei muito)

        Beck – é o da banda ? sim muito bom anime.

        D.N Angel – ja assisti O.o achei +ou-.

        Bounen no Xamdou – eu tinha gostado, (tenho ate o 4 epi) o site que eu baixava fechou e nunca mais achei.. valeu por me lembrar dele, achei novamente e ja estou baixando!

        Patlabor O.o este vou dispensar !
        Casshern e “Now and Then Here and There” eu vou olhar

        Katanagatari é um bom anime (traço bem diferente mas da para acostuma) ele é de luta mas tem o seu romance ate bem interessante.

        Kanon 2006 é romance como tema central (ou não) cabe interpretação ^^

  41. As mulheres estão a invadir o VQ!!! o/
    Gostei imenso da participação da June e gostava que ele aparecesse em outros VQ. Seria muito bom. Ela tem uma opinião bem formada e consegue fazer uma boa articulação das mesmas.
    Estou ansiosa para ver a próxima convidada! Vai ser bem interessante. =)
    Bjs.

  42. Aleluia Uma mulher Participou do VQ, gostei dela Argumento muito bem Kiysune tb, Mas esse LOVELESS é uma bostinha, anime de merda esse, Aja paciencia pra assistir ele!

    Que Porra uma hora um pedofilo beijando um garotinho, outra hora Lutas sem sentido!

    Por favor mas uma vez pesso, Kitsune se vc não tiver visto o SOUL EATER, ou DEATH NOTE veja e fassa um VQ sobre eles, aposto q muita gente vai gosta!!

    Abraço!

  43. A June é muito fofa *-*
    E o Kitsune pra ser taxado de viado só falta ser torcedor do São Paulo, porque tá difícil.
    Gostei do vídeo, não do tema, já me fizeram assistir Loveless(a pessoa que me fez assistir não está mais viva), eu odiei e pensei que eu fosse o único que tinha odiado, ainda bem que não sou.
    Gostaria de ver mais vezes a June no VQ e Parabéns pelo 1 ano, acompanho vocês desde Seikon no Qwaser(que eu já assisti todo antes do VQ, outro que não gostei)

  44. Olá pessoal do VQ. Primeiramente quero elogiar o Kitsune por assistir Loveless e por falar sobre o anime em um VQ, uma vez que o gênero sofre muito preconceito, principalmente nas mãos de homens. Já aviso de ante mão que o que vocês leram agora é a humilde opinião de uma fujoshi.
    Quanto ao gênero: Yaoi foi feito por mulheres e para mulheres. Principalmente para mulher orientais que sofrem na posição de passivas. O uke, nada mais é, do que a japonesa que foi criada para ser santa, para nunca pensar em sexo e que está a espera do príncipe encantado. A grande maioria dos ukes não admitem gostar de outros homens, nunca se interessaram por outros homens e só querem se encaixar normalmente na sociedade que diz que isso é errado. É um reflexo da pressão social imposta sobre as orientais. O seme é o homem que elas tanto desejam. Sexy, que diz que elas podem fazer o que quiserem. Com eles, elas estão livres dos julgamentos da sociedade. O seme é culpado por transformar o uke em homossexual, é culpado pela paixão dele e também culpado pelos comportamentos que são considerados certos serem deixados de lado em algumas ocasiões. O yaoi é imaginário, nenhum relacionamento é assim e é exatamente por isso que vende tanto, pois esse absurdo é o que as mulheres desejam.
    Quanto ao anime: Loveless não tem nada, além dos relacionamentos. O plot, o cenário, é só uma desculpa para que mais casais sejam criados, para que mais doujinshis sejam feitos e para que mais produtos sejam vendidos. O termo Yaoi vem de “yama nashi (sem apogeu ou climax), ochi nashi (sem queda ou final) e imi nashi (sem significado)” e Loveless é a prova, a história sem sentido é que dá oportunidade para que os fãs criem e imaginem um mundo em que o centro é o relacionamento SoubixRitsuka e que o resto da realidade não importa, pois um tem o outro. É só disso que os fãs precisam, pois se eles não estão satisfeitos com a história, mas tem os personagens, eles simplesmente fazer fanfiction de realidades alternativas.

    Eu não estou defendendo o anime, ele realmente é ruim se você for parar para pensar, só queria dividir um pouco de opinião e informação. Concluindo um pouco: o Yaoi serve para tirar a mulher da posição de passiva e coloca-lá quase como a ativa, pois na imaginação dela, ela pode fazer qualquer um abrir as pernas para qualquer um. E é essa sensação de “poder” tão rara para a mulher, que a faz gostar de Yaoi.Eu recomendo altamente o texto sobre Yaoi feito pelo Otakismo para entender um pouco melhor o que eu quero dizer.
    Existem outros títulos yaoi, com histórias mais compridas, realmente centradas no relacionamento e não com desculpas para que ele role, algo mais “É, eu gosto de homem, e daí?”. Com o tempo o gênero deixou de corresponder ao significado da palavra e ganhou mais sentido, ganhou um fundo.

    Muito obrigada pela atenção, o comentário ficou longo, mas fazer o que. Espero que tenha conseguido passar o que pretendia e protejam a June, pois nem toda fujoshi é sensata e existem sim as doidas varidas e defensoras ávidas.

    1. Putz, nem sabia dessa origem do termo yaoi … mas saber disso só o deixa mais desagradavel pra mim … entao Loveless seria simplesmente um fanfic?! Já que tanto o plot quanto o enredo parecem ser do nivel amador …

  45. Não gosto do gênero, mas concordo com o que o Silas disse no comentário dele. A raiz podre da xenofobia é a ignorância
    Sou da época de Sakura Card Captor, então tive um bom contato com a Clamp d qual devo ter visto quase 10 títulos. Então não posso falar que não conheço o gênero, mas sou ignorante sobre yaoi. Exatamente por essa ignorância eu gostei desse VQ (o qual eu achei que não veria inteiro) que eu achei muito informativo. E nao só o VQ, mas os comentários também. Achei que a June acabaria ficando mais retraída, apenas respondendo, mas mandou muito bem, explicou muito bem. Foi quase uma disputa de quem falava mais entre vocês dois.
    O pecado mesmo foi a escolha do anime. Como muita gente falou aqui, já que era o primeiro VQ sobre o gênero, ter escolhido um titulo bom, uma obra mais famosa talvez. Assim os dois concordaram sobre todos os aspectos RUINS, ou seja, tudo pelo que pareceu. Não houve houve uma defesa. Então o VQ acabou sendo mais uma analise do gênero do que sobre o anime, pois o que chamou a atenção mesmo foram as explicações.
    Parabéns ao Kitsune que se sacrificou por nós ao ver esse anime! Eu diria que você foi muito macho … se não fosse um anime yaoi … encarou essa pra fazer esse VQ!!
    E é impressão minha ou o Urso estava lá e não quis ser visto neste vídeo?! Estava PRESENTE, mas não quis se expor!! Vai falar que o Azrael também estava lá??

  46. Odeio Yaoi do fundo da minha alma. Então, pode ter a mulher linda que for, pode ter 100 dessa menina linda que está presente nesse VQ, não vou assistir.
    Kitsune, eu já esperava que um dia você fizesse essa barbaridade. Mas, estava muito cedo para zoar tendo Yaoi no meio, poderia ter esperado mais um pouco, mal fizeram um ano, maldito.

  47. Achei o VQ engraçado, nao gostei do anime, mas como é o VQ 24 nada melhor que uma piada pronta rs, gostei da partipação da june, alem de ser bonita rs, ela soube falar bem e que aconteça mais participações especias ^^

  48. Será que só eu entendi a historia de Loveless?!?! Sei que tem muita coisa sem sentido, como a coisa das orelhinhas, mas ainda sim. O anime foi feito de forma bem incompleta em relação ao mangá, entao é normal que quem nao leia fique perdido mesmo na historia dos sete luas.
    Acho que a Tanko já falou muita coisa que eu pensei e mesmo que Yaoi tenha sido criado para agradar mulheres, acho que tem uns que chegam mais perto das relaçoes homossexuais, como Kaze no Yukue, que é minha grande referencia de manga BL.

    Tem BLs e BLs…
    Mas acabei rindo do video, confeço. Adoro yaoi e por isso vivo comentando os “defeitos”. Nada melhor quem gosta pra falar mal! (tipo os fãs de Saint Seiya)

  49. eu não gosto de yaoi e talz mais
    axei bem legal o video não ligo de fazerem videos assim
    vejo até video quest do sailor moon se vcs fizerem kkk
    foi bom ter feito um video com mulheres nem prestei atenção no kitsune u.u

  50. Nossa, já tava até vendo se o Urso tivesse nesse Quest, ele ia fala muita merda cara…. agora minha opiniao ñ gosto de Yaoi, mais fikou muito bem explicado. E deve ser dificil falar disso acreditando eu que o Kitsune seja hetero. Fikou meio chato devo dizer mais achoo q o tema tbm ñ ajudou, mas pra quem gosta do genero…

    P.S: E a June é bem gata!!! WTF

  51. Parabéns pelo VQ mais sugestivo do ano (por enquanto). VQ nº 24 falando sobre Loveless, anime yaoi. É uma boa piada mesmo!
    Já ouvia falar de Loveless – uns falando bem, outros não – por outras garotas fãs de yaoi (não curto yaoi, mas confesso que leio alguns mangás que muita gente suspeita de seu conteúdo, como Kuroshitsuji, Katekyo Hitman Reborn – depois dos CDZ, encontrei muito fanfic yaoi deste anime – chega a ser absurdo, Naruto, Ao No Exorcist, Axis Powers Hetalia, entre outros), mas não imaginava isso.
    Acrescento que esse VQ foi muito esclarecedor, até para quem não entendia do gênero. Serviu muito… para que eu passasse longe de ver este anime. Não é nem preconceito com yaoi, o problema mesmo é a história sem sentido.
    Aprovo a iniciativa de ter mais convidados nos vídeos. Que a June apareça mais vezes no programa.
    Abraços!

  52. Não sou muito fã desse gênero, mas não vejo nenhum problema em inovar com outros temas. O domínio da June nesse assunto é bem amplo e eu aprendi um pouco mais sobre o gênero agora.
    Enfim, independente do gênero ou conteúdo do que eu vejo, tudo que eu espero assistir é uma história boa.
    O VQ tá de parabéns por fazer esse vídeo. E aguardando ansiosamente o próximo *_*

  53. Ola pessoal, muito foda vcs comentarem Devil Man, na minha cidade parecia que apenas eu sabia da existência de Go Nagai(cidade do interior do caralho).
    Gosto das escolhas de animes que vcs fizeram, Ninja Scroll, Devil Man, Mahou Shoujo Madoka. Espero que um dia façam um Video Quest de Berserk, serie cultuada por mim e meus amigos. E sobre animes mais recentes com temáticas legais como Control C e Higashi no Eden.
    Sobre Devil man, foi comentado que o Ova Amon mokushiroku, nao tinha relação com o manga, diretamente nao, mas ele eh baseado no manga do mesmo nome, que eh apenas sobre o Amon, escrito por Go Nagai possuindo 6 velumes.

    Valeu galera e ate a próxima

  54. cara foi legal ter a opinião de mulher pela primeira vez mas falar sobre yaoi, =/
    mas continue com outros tipos de animes e mangás (tirando,yaoi).Bem sacado a piada do 24 e do video gay.

  55. Nunca imaginei vocês falando de yaoi. Esse VQ foi anormalmente calmo, acho que foi pela falta de urso aí no meio.
    Eu nunca assisti um anime nem li um mangá desse estilo, mas já li umas fanfics (se bem que não são tão FANfics porque os personagens são originais) yaoi e eu assumo que gostei de algumas delas. Essa coisa de seme e uke, eu não conhecia os nomes mas eu tinha já essas definições, e é sempre assim me dá agonia as vezes porque o UKE é “inocente”(entre aspas porque depois o seme perverte ele) demais, é muito bonitinho e muito anjinho e e o seme chega e ele não sabe se defender e deixa ele fazer tudo o que quer. Os que são assim eu acabo desistindo.

    Gostei da participação da June, achei ela bem legal. Aliás, apareça outras vezes por aqui vai ser divertido uma opinião feminina de vez em quando.

  56. Quando comecei a ver o vídeo “Eu: legal uma garota bonita que curte anime.” “Kitsune: Hoje vamos falar sobre Aoi” “Eu: Afffffffff”.

    Você meteu o pau (expressão em comemoração ao episódio) no Midori no Hibi que eu acho engraçado, e nem xingou, nenhuma vez esse lix.. Anime. Como é possível, acho que esse decote da June tem alguma coisa a ver.

    Mais achei legal essa explicação da June sobre o negocio da mulheres não ter sexualidade no japão, achei super interresante.

    Como falaram o VideoQuest foi calminho, mais gostei mesmo assim, seria legal fazer um com todo mundo reunido e sua irmã também.

    Espero que a June apareça mais, ela muito carismatica já parece membro do VideoQuest.

    PS.: Assiti agora pouco a video de aniversário, muito bom =p.

    PS2(do latim “post scriptum”, não o vídeo game): Você fez teatro Kitsune ?, você é muito bom nas imitações.

  57. Ri muito desse VQ.Foi bem legal,June parabéns sua participação no VQ foi otima e você é muito bonita.

    Kitsune e o Shoujo Quest, sai ou não sai?Se sair será apresentado por vocês?
    ou pela Rah,com algumas convidadas?

    E uma sugestão para o SQ,Falem também de Josei,é menos conhecido que o Shoujo, mas tem histórias melhores.

    Isso é só uma opinião de merda de fã de vocês.Valeu.

  58. Gostei do video quest, apesar de que, qualquer um que ver esse video vai achar que yaoi é um gênero muito ruim, quando na verdade não é.
    Loveless é sim, um anime sem sentido, mas eu como fujoshi tenho que defender que essa animação não foi feita pra ser um anime brilhate e explicativo. Ele foi feito especialmente pra vender o mangá, e para isso, basta ter um plot interessante de personagens que as fãs vão logo atrás.

    Outra coisa que não entendi, porque não escolheram um anime melhor pra representar o shounen-ai / yaoi ? Nossa, No.6 tá ai pra quebrar preconceitos e mostrar que um anime pode ter conteúdo homossexual e agradar a outro tipo de público também, não se restringindo só ao público alvo do BL.

    Pra finalizar, ressalto os comentários acima de que senti falta de alguém pra defender o Yaoi XD~ E também pra fazer um pedido de que não o abandonem … Ele pode ter muitos clichês, mas obras também se destacam com suas boas histórias.

  59. Aew Kitsune sempre assisto os videos……mas nunca comentei..estaum de parabenss..q azar q vc teve q assistir essi tipo de anime…..Vcs poderiam fazer um de hajime no ippo neh..ou major..abraças…e parabens aew..

  60. Alem das piadas queria ressaltar a evoluçao do kitsune e do pessoal do vq eu acompanho a uns 10 meses comecei qndo estava no quarto se nao me engano q foi o q me fez querer acompanhar legends alias foi oq eu mais gostei.
    O kitsune nem parece mais aquele cara que fazia de tudo pra arrancar uma risada ele sabe encaixar na hora certa e ao mesmo tempo tenta ser respeitoso nao importanto a merda que seja

  61. June linda 🙂

    VQ-24 foi até bom,mas sinceramente nao gosto desse anime e nem dos tipos desse anime :S

    June articula bem as palavras e parece que entede muito de Anime/manga (assim com Kitsune e todo o resto do VQ) mas de qualquer modo Vq muito bom

  62. não tinha noção de tanta gente babaca comentava o video quest mais já era de se esperar comentários assim sobre esse assunto né, gente que como diz no próprio comentário nem conhece o assunto mas já juga como uma merda por simples idéia pre concebida e claro homofobia e machismo.

    Não tenho como comentar sobre o anime em questão pois ainda não o vi então vou falar só do que conheço sobre o assunto yaoi.

    apesar de não ser nenhum expert procuro conhecer cada vez mais um pouco pra me manter informado, coisa que eu acho que algumas pessoas que comentam aqui deveriam fazer um pouco também antes de escrever posts cheios de escatologias.

    primeiro o que tenho a dizer é que eu não concordo muito nisso de criar divisões entre yaoi, shounen-ai e BL pois pra mim é tudo a mesma coisa só com nomes diferentes e no final das contas qualquer um dos termos poderia ser muito bem usado pra qualquer tipo de situação de homossexualidade em ficção, desde um simples beijo a uma cena de sexo.

    Outra coisa é separar o yaoi comercial dos animes e mangás do criado pelo fandom.
    Como foi muito bem dito no vídeo o yaoi foi criado pra garotas e não para o publico gay, é como se fosse um shoujo de homossexualidade masculina com todos os seus clichês de uke e seme e etc que agradão a esse determinado publico formado em sua maioria por garotas.
    eu como homem gay não consigo gostar muito nem me identificar com os personagens e nem com as situações desse material comercial, os animes e mangás yaoi que conheço são quase todos extremamente fantasiosos e irreais com a realidade do que seria um relacionamento homossexual real, e alguns chegam ao cumulo do ridículo como é Kirepapa e Papa to Kiss in the Dark que são realmente uma das coisas mais ruins que eu já vi.

    mas você não pode limitar o dito “yaoi” só com base nos animes e mangás pois existe todo um outro mundo por trás que vai muito além dele, que engloba fanfics, fanartes, doujinshis e tudo mais feito pela mente dos fãs que criam seu próprio conteúdo com base em algo já existente ou não que pode tanto vim a ser animes, mangás, filmes, livros, seriados (como a June citou Sherlock Holmes e Supernatural no vídeo xD rrs) e etc mesmo que estes não tenham nada de homossexual nas suas tramas, vai tudo a cargo da imaginação e criatividade, sem necessariamente estar ligado a temática e clichês já existentes dos animes e mangás yaois comerciais feitos para o mercado.

    e um recado para as pessoas que estavam falando mal do yaoi sem nem ao menos conhecerem nada, vejam seus animes shounens com mais cuidado que vocês podem tomar um grande surpresa com algumas coisas que ficam nas entre linhas, comecem com Naruto que quem só não vê é quem não quer a paixonite do personagem principal pelo seu amiguinho (não é por nada que existem milhares de fanartes, fanfics e doujinshis só dessa pareia né).

    1. Quanto aos comentários, estou tentando sempre deletar comentários que eu julgue homofóbicos (ou homófobos? nunca sei). Tem alguns óbvios, daqueles que dizem “ah, isso é coisa de viado, vai se fuder!”, mas quando a pessoa simplesmente diz q nunca vai ASSISTIR YAOI eu não posso dizer que a pessoa está sendo necessariamente homofóbica (nesse caso ela está simplesmente dizendo que não gosta do gênero, e não da orientação sexual de qualquer pessoa. o motivo pra não gostar do gênero pode até ser homofobia, mas não posso julgar apenas com essa frase), portanto fico em dúvida quanto a que critério usar.

      Homofobia é obviamente errado, mas ter a cabeça fechada para outros gêneros de animê e mangá não é crime. É imbecil, mas não dá cadeia.

      Mas pode ter certeza que estou pelo menos tentando moderar a coisa aqui, pro VQ não virar a casa da mãe joana.

      1. bem, se a pessoa diz que nunca vai ver um anime ou mangá yaoi eu não me importo pois cada um tem direito a escolher o que quer ler/ver ou não ( claro que isso é em função da nossa sociedade machista, mas isso é outra historia e deixa pra lé…)
        mas outra coisa totalmente diferente é vim falar mal sem nem ao menos conhecer nada sobre o assunto, logo só se pode pre supor que é devido a preconceito e homofobia.
        é claro que eu não espero que você apague todo os comentários que possam ter alguma conotação homofóbica por mais pequena que seja até por que isso não adiantaria em nada nem é seu papel tentar mudar a mentalidade alheia ou dar lição de moral, e eu também não me importo muito com isso vindo de pessoas tão imaturas que parecem que nunca viram uma garota na vida xD krskrks (pobre June)

        mas bem, não tenho nada contra esse VQ mesmo que eu possa não concordar com alguma coisa, pois você se deu ao trabalho de ver um estilo de anime que não é do seu gosto pra poder falar e dar sua opinião, atitude muito mais madura do que a vista por algumas pessoas que comentaram aqui.

      2. Preconceito pode ser sim(e devo lembrar que TODOS nós temos preconceitos, até os que criticam o preconceito), mas daí ser homofobia?(que por sinal é uma expressão usada de uma forma bem tosca né…já que homofobia é medo de gay e quem tem “homofobia” tem raiva, mesmo que ela tivesse medo de virar gay ainda assim não seria homofobia.)Também não acho estupidez não gostar de um gênero, a pessoa simplesmente não gosta de um aspecto do mesmo, mesmo sendo um preconceito não é o mesmo preconceito punível como crime, só seria se a pessoa falasse que o anime é ruim.Tem gente que não gosta de romance, de ecchi, de terror…é simplesmente um gosto da pessoa, não se pode criticar essa pessoa só por isso…isso sim seria um preconceito.

        Quanto ao VQ não tem muito o que falar, só que para cada gênero existem animes bons e ruins e esse definitivamente é um ruim feito para vender(não que os outros não sejam feitos para vender…mas nesse a autora não se esforçou muito para criar a história, só pensou nas vendas).Não critico autores que fazem história baseada em um gênero, mas que pelo menos tenha algo a mais além do gênero, uma história no mínimo com sentido e uma comédia legal ou uma história boa. Apesar disso não critico alguém por gostar de uma obra, posso até criticar a obra, mas a pessoa que gosta não(só se ela não aceitar que a obra tem defeitos).

        Já que é a primeira vez que consigo comentar, parabenizo a equipe do VQ, acompanho desde o primeiro vídeo.Tenho plena consciência que os videos são baseados em opiniões apesar da vontade de querer ser imparcial(existe algo imparcial?).Apesar de não concordar com algumas coisas, gosto de ouvir opiniões que no mínimo tentam ser sensatas(ou será que não?).Se me permitem fazer uma sugestão, coloco como candidato o anime chamado anohana(abreviação) e desafio qualquer um que assistir a não chorar.

  63. Somas e Resultados.

    Kitsune + Urso = Shounen, Shoujo e Ecchi.
    Kitsune + Azrael = Shonen
    Azrael + Urso = Shounen e Ecchi.
    Kitsune + Guest = Yaoi

    HAHAHAHAHHA

    Não tão legal por culpa do anime, pois não tem muito o que analisar senão os esquisitos romances homossexuais de Yaoi.
    Valeu pela primeira convidada.

  64. Gostei do VQ 24 maaass… não acho que foram felizes na escolha do anime, pra mim, foi mais uma… introdução ao mundo yaoi pra ser sincero, pq afinal, o anime deve ser tão ruim (acho) que não tem mais nada a falar dele alem de ” que merda é essa? “.
    Pra mim não foi um VQ sobre o anime em si, e sim uma explicação de leve sobre o que o yaoi é e talz, o que achei legal pq eu nem fazia ideia de algumas coisas que ela falou. xD
    Gostei desse VQ pelas informações, parabéns. o/

    Obs: Kitsune, não reclame de nada ein, depois de falar que gosta do shun do Kurama ( acho que eh ele… o mais ” afeminado ” ) e depois de fazer o VQ 24 falando sobre yaoi… até eu duvido agr… kaoskaoskaoskaosak /brinks

    Parabéns pelo ótimo trabalho na analise de animes, mangás, tokusatsus e afins. o/

  65. uma salva de vaias pra nossa hipocrisia (salvo exceções é claro)
    Mesmo que vários tenham dito que não gostam do gênero, esse parece ser um dos VQ mais movimentados …

  66. video quest foi sobre um estilo que eu não gosto nem um pouco (yaoi) e a unica coisa que eu prestava atenção era no decote da June que por sinal:
    kitsune se eu fosse vc, só para calar a boca do Urso e do Azrael daria um beijo na June!

  67. Hajimemashite mina!
    Meu nome é Samuel David, tenho 16 anos, sou carioca e moro em Manaus/AM (nem me pergunte o porquê de eu ter vindo morar aqui)

    Esse é meu primeiro comentário aqui, apesar de assistir o VQ há bastante tempo. Não sei se vão ler, mas não custa nada tentar né xD.

    Acho os vídeos de vocês muito bons, porque abrangem coisas(animes/mangas/filmes) conhecidas e desconhecidas. Isso serve pra “alertar” a nós, que assistimos, o que existe de bom e ruim no mundo do entretenimento audio-visual( aconteceu comigo, tipo eu não assisti Guilt Crown, e fui buscar saber mais sobre Devilman). Não sigo ao pé-da-letra TUDO o que vocês recomendam ou o que vocês não recomendam, mas procuro levar em consideração suas opiniões, que são na maioria das vezes “relevantes”.

    Sobre o VQ 24, acho melhor nem comentar, ODEIO Yaoi e isso não vai mudar.

    N.T.: Continuem com a iniciativa de trazer mulheres aos VQ’s, é um saco ver todas as semanas, SÓ HOMEM, SÓ HOMEM, SÓ HOMEM aff.

    Ja ne!

  68. Sempre achei q esse anime foi feito pra ficar cheio de ”buracos e misterios”pq foi criado pra vender o manga,então acho q é valido como diverção apenas.

    Sobre a participação da June,o Leo dizer,”especialista em Yaoi” me animou depois q assisti o video me ofendi..

    1. Calma cara. não é bem assim.
      Tem gente que gosta (fazer o que?!). É meio agressivo falar desse jeito.
      Eu também não vou com a cara de Yaoi, mas não fico dando pedradas no gênero
      (porque existem pessoas que gostam, e também porque não sou homofóbico)
      só ignoro…

  69. LUIZ FELIPE
    SÃO PAULO, CAPITAL.
    INTERLAGOS

    Deu pra perceber que apagaram meu comentário a respeito de Yaois, eu ainda acho que TODO o anime yaoi, sempre tem uma história ridícula apenas para mostrar dois homens se pegando, o mesmo vale para animes ECCHIS e HARÈM ( É assim que se escreve? ) que seja eu ainda acho animes Yaois são para um público especifico que seria o caso para garotas, já que nem mesmo os Otakus Gays ou para não ser homofóbico Otakus Homossexuais assistem esse tipo de anime, tenho amigos que são Gays que detestam animes Yaois.

  70. Ei, ja que a bagaça chegou nesse ponto, proponho que o pessoal do VQ me chame pra gente fazer um VideoQuest de Bible Black então.

    Quanto aos comentarios acima, confesso que não li nem vou ler, ja da pra imaginar o que devem ter escrito, odeio yaoi mas se alguem gosta, bom pra essa pessoa, desde que não venha me dizer pra assistir.

    E por favor, Kitsune e equipe, se quiser continuar fazendo VQ deste tipo, faça uma enquete com a gente pra ver nossa opinião.
    Admiramos seu trabalho e gostariamos de ter nossa opinião ouvida e levada em consideração.

      1. eu sempre admirei a equipe do VQ por dispor do seu tempo pra fazer esses videos que nos divertem com suas piadas engraçadas e opiniões bem embasadas.

        adoraria saber em que parte do texto que escrevi acima o tal rafael achou que fui agressivo…

        ainda fiz todo o possivel pra ser educado ao expressar minha opinião, que se alguem gosta de yaoi, problema dela, é como preferencia por um sabor ou outro de pizza, ninguem é obrigado a gostar.

        dai vem um muleque com ataque pessoal.

        se não me conhece, não fale(no caso escreva) merda a meu respeito ok?(agora pode ter soado agressivo, mas só 2 numa escala de 1 a 10.)

    1. Se você acompanhasse o VQ a mais tempo, saberia que ja houve votação entre CDZ e Yu Yu Hakusho, mas depois escolheram fazer ambos e o Azrael abriu votação para o tema do 1º tokuquest.

      A minha sugestão foi: ja que tem vq de dorama, tokusatsu, cinema e o k%#&%$& a 4, vamos fazer hentai tambem então ou sobre games, existem tantos jogos com enredos interessantes que superam muitos livros famosos, ganhando inclusive versões em anime ou live-action(persona 4 e tales of abyss por exemplo).

      ah…
      e pro Kitsune:

      não fiquei ofendido, tanto que assisti normalmente como todos os anteriores.

      1. Eu acompanho o VQ desde i 1°,então sei de tudo isso aew.Oq eu quis dizer foi q da maneira q vc falou tava querendo q eles falassem sobre a sua preferencia e não escolher entre alternativas.

      2. Nesse ritmo a Staff do VQ vai ter que aumentar mais XD.

        GameQuest é meio impossivel, visto que, nos dias de hoje, poucos jogos são feitos para ter menos de 30 horas de jogo. E fazer uma analise de um jogo aos moldes do VideoQuest não seria tão simples. É preferivel vc procurar um desses canais com que fazem Gameplay.

        e por que diabos esse povo pede tanto por HentaiQuest?
        1. A politica do Youtube não permite videos com esse tipo de Cena.
        2. Os unicos comentarios que poderiam haver, seria algo como o Urso enchendo a boca pra dizer: “PUTA!”

        Mas … Eu confesso que gosto da ideia de ter VQ’s escolhidos por meio de Enquete ou pelo menos com o assunto mais pedido. Nem que seja uma vez a cada 5~10 VQ’s.

  71. Kitsune to lendo vários comentários e muitos deles são bons e outros só de reclamação, eu acho um seguinte cara o VQ é variável ele inova a cada dia e é isso que faz ele ser o que é hoje, um canal onde fala de animes/mangás , onde não tem preconceito , respeita as decisões de cada um.

    Kitsune não liga para comentários bobos e idiotas que estão por ai vocês tem um público onde gosta de ver o que vocês fazem e continuem assim que vocês ainda vão nos mostrar muitas coisas legais o/

    PS: por que a rah não ta fazendo mas posts?

      1. Você ta certo, infelizmente é isso ai mesmo, mas não tem como colocar aqui nos comentários tipo aprovação do autor antes de ser postado?
        acho que assim seria um jeito mais facil para para você mas não sei fica a criterio de você, eu não quero que você seja preso por algo que você não cometeu u.u

  72. Em primeiro lugar parabéns pelo primeiro aniversário do VQ. Quanto ao VQ 24, não gosto do género Yaoi, mas respeito os fãs que apreciam. Eu já vi alguns Animes Shoujo e gostei bastante como Nana por exemplo. Um excelente anime que gostaria de ver abordado em algum VQ futuro.

    Gostei da participação da June, acho que ela apresentou bem o género Yaoi, embora eu não perceba muito desse género.

  73. Nome: Marcella Cristina de Oliveira.
    Idade: 16
    Cidade: Goiânia-GO

    Realmente, esse anime é muito fantasioso O.O (Falo isso pelo anime ser mal explicado)
    I LOVE YAOI *u* (Mas esse parece ser tão idiota que eu nem sinto vontade de ver ~~ Deve ter sido mesmo um sacrifício Leonardo ‘-‘) Mas, o unico que vi até hoje é Junjou Romantica (A June provavelmente já viu, então não preciso recomendar ^^ Se eu recomendasse pra você, você ia passar mal ‘-‘ – É por que é MUITO mais forte que Loveless)
    (PS: QUERO VER MAIS A JUNE NO VIDEO QUEST *u*)
    Eu conhecia o gênero Yaoi a muito tempo… Só que me sentia desconfortável ao vê-lo.
    Com o tempo mudei essa ideia, até por que, para mim são só personagens… O cara pode ter o corpo de um homem mas parece uma mulher (EM TUDO ‘-‘) Tanto é que não vejo o Seme (Ou Uke, eu sempre esqueço) como homem e sim como uma mulher…
    Os que mais sou fã de animes e mangás antigos, e comecei realmente a me conformar com o genero lendo obras do tipo, dos anos… Sei la, 70. Ou pesquisando.
    A pagina mais interessante que vi sobre esse gênero, foi o Shoujo House, aqui um trecho explicando um pouco sobre o por que das mulheres serem fissuradas nesse tipo de anime, ou o por que de ele ter começado(A ter que EXISTIR):
    Os primeiro Yaoi foi feito em 74, pela autora Hagio Moto.
    O interesse das meninas japonesas por esse tipo de romance tornou-se, a partir de então, uma febre. Os motivos são discutidos por fãs, psicólogos, antropólogos e outros especialistas. A hipótese que mais me agrada, embora certamente não possa ser colocada como a única explicação para o fato, é que quando as protagonistas são homens – que muitas vezes explicitam atitudes e sentimentos que poderiam ser rotulados de tipicamente femininos – as leitoras podem se projetar em uma das personagens sem as limitações impostas às mulheres por uma sociedade extremamente desigual como é a japonesa. Só para reforçar a questão, podemos citar que no live action feito para a TV de Tooma no Shinzou todos os papéis eram representados por mulheres, reafirmando a idéia de que o assunto da série eram os sentimentos femininos. De qualquer forma é preciso refletir muito sobre a questão ainda.

    Um do gênero que os recomendo por ser levinho, só que é MUITO mais interessante, é o Monochrone Factory (Posso ter errado o nome ‘-‘ Se você conhece esse anime, June, por favor me corrija)

    Mas, acho que prefiro Yuri a Yaoi (Mesmo que boa parte dos Yuris tenha uma estoria que é uma PORCARIA!)
    Se um dia vocês decidirem fazer um video quest Yuri, eu vos recomendo:
    Onii-Sama E…
    Shoujo Kakumei Utena.
    Sasameki Koto.
    Kannazuki no Miku.

    Bye bye ^^

  74. Kitsune apago meu comentário =T , com medo de ser preso por HOMOFOBIA , HAUHEAUHEAUHEAUHEAUHEAUHEAUHEUAHUEAHUEHAUEHAUEHAUEHAUEHUAehueh
    não tem como levar esses caras a serio = D

  75. Eu realmente não curto esse tipo de anime,tanto pelo fato da parte homo q acho bem estranha,e pela falta de “foco” em uma história…mas achei um bom VQ ,e galera menos menções sobre a beleza da june,blz ela é muito gata mas pela amor de deus ninguem nunca viu uma mulher na vida?

    por favor façam um VQ de samurai X

  76. Eu queria Deixar só dois comentarios:

    1º) PORRA DO MEU OVO ESQUERO!!!! SERIO? YAOI TOMATE CRU, PONTE QUE CAIU, E OUTRAS FRAZES DE SENTIDO AMBIGUO.

    2º) Já tendo espreçado meu desprejo por essa escolha infame, eu tenho a declara que eu não escutei nada do que vcs dos falavam alem de um bla bla bla corriqueiro porque o que realmente mexamo atenção nesse vidio foi o “Pequeno” Decote da June. Meu parabens June que saude!!!

  77. muito bo ter uma opiniao feminina…sei

    ficaram tudo olahndo o decote da garota…eu sei…tb fiquei olhando

    mas o anime eh ruim…quase vi…mas formatei o pc e nunca mais baixei…

    sorte a minha…e obrigado por me salvar VQ

    mas sobre YAOI…fodasse…se n tem papapa tah otimo…eh claro se tiver uma historia boa

    jah comecei a ver varios…mas nunca terminei um…hehehe

    o meu favorito eh N6…historia mt boa…ateh onde eu vi…heheheh…recomendo

  78. Gostaria de primeiramente lhes dar meus parabens… Apesar de como todos achamos, não seja um assunto aplausivel. A proposito o nivel de (gayolagem) Diminuiu apartir destes ilustres comvidado que nos divertem com seus pontos de vistas (muitas vezes obvius) Mas engraçados e surpreendentes. Assistia voces no punch quando baixava one piece, bleach (naruto só manga), mas me afastei de lá e ecentemente e por assim dizer (sem querer) O video quast tambem.
    Eu sou autor de um livro ainda em produção. Gostaria de ter voces como primeiros leitores da minha obra que não se encontra nem na metade do primeiro volume, mas os manterei informado.
    Passei hoje (não para assistir este) Mas para lhes da uma bronca… Em vista do que vi no ninja scrol não me conformei de não terem feito berserk. PELO AMOR DE DEUS!!!!!! O que voces tem na cabeça! Sim pelo que me consta voces o conhecem…. Não me façam ter que enviar um email detalhando o quão FODA é esse manga “e tenho dito”. Uma breve recomendação de um dos shoujos mais tristes e deprecivos que ja assisti: SCHOL DAYS. não vou ditar as qualidade dos proprio pois levaria muito tempo (não por eu não saber contar, sou um otimo contador de historias) Mas encerro por aqui e boa sorte. Sempre que puder vou passar um recadinho aqui. Espero ter meu livro muito inspirado em shonin em suas mão, para saber de voces (bons criticos) o que acharam. Bom termino aqui e boa sorte para nos

  79. nossa…comecei a ler os comentarios de cima para baixo e vi como estaum falando da garota como ela eh linda e …formosa…caramba

    ela precisa penssar melhor nas suas preocupacoes…eh mais facil ela participar de uma cena yaoi no meio da mata sem o seu consentimento do que ser esfaquiada por uma fa de yaoi…coitada

  80. Sei lá, como fã de Loveless, acho que em alguns pontos vocês realmente acertaram- como na historia confusa em relação aos combatentes e sacrificios. Mas é que o mangá basicamente não é feito para explicar essas lutas, elas são apenas plano de fundo para o relacionamento do Soubi com o Ritsuka, que, afinal, é o que garotas fãs de yaoi como eu querem ver mais.

  81. Oi pessoal,
    Primeiramente adorei o vídeo, muito mais porque me fez ri muito do que pelo anime em si, não curto yaoi e provavelmente nunca vou gostar. Não gosto de yaoi e nunca assisti, mas conheço gente que é muito fã do gênero e fica fácil perceber porque muitas fãs preferem fantasiar casais de séries, filmes e shonens do que assistir animes do gênero. É como vocês disseram é algo muito forçado. Mas acho que o próprio objetivo de Loveless e de qualquer outro anime do mesmo tipo é exatamente satisfazer uma fantasia, pelo que eu entendi foi exatamente isso que a June estava dizendo. Muita gente falou e eu concordo yaoi é como pornô ou hentai, não tem que ter lógica nem uma história bem planejada, não é pra entreter e pra dar um prazer sexual pra quem assisti.Grande parte dos yaois são assim mesmo, sem pé nem cabeça. Mas há excessões, principalmente do gênero shonen-ai, há animes em que as vezes é até possível ignorar o BL e se focar na história. Ou há animes que tem relações BL mas não são o foco mais importante. O manga X (da clamp ) originalmente é um shonen-ai, mas eu particularmente acho que teria sido um sacrifício menor para o kitsune (ou talvez não, admita logo seu lado gay kitsune e seja feliz). Por fim, adorei uma opinião feminina no video quest, é bom variar. Bom trabalho June, sua estreia foi melhor do que a do Asrael (kkk brincadeira, todo mundo te ama)

  82. Achei estranho esse video quest… Porem fiquei 15:10 olhando para a blusa da June (estou dizendo blusa para não falar peitos e ter o comentario apagado!) e fiquei satisfeito.

    Acho que um video quest de um anime de comedia cairia bem ja que são poucos desse genero de qualidade (Y)

    vlw!

  83. erraram só a porra do anime, tinha que ter feito do Sekai Ichi Hatsukoi que, sem dúvida, hoje representa a evolução do Yaoi não sendo tão fora da realidade quanto Loveless, bom pelo menos explica tudo do mangá em suas duas temporadas.

  84. Parece que este foi um videoquest polêmico. Não sei se é pelo fato de ter uma garota no video, ser o número 24, tratar de yaoi( cruz credo) ou pelo Kitsune ter uma garota conversando com ele.

    O Azrael e o Urso não gravaram esse video com medo da presença feminina(brincadeira, não resisti a piada).

    Esse negócio de homofobia agora é moda qualquer opinião que seja divergente é por muitos considerados homofobia( Vide o caso do Laerte-quadrinista). O termo é estranho também: homofobia-medo de iguais?

    Pobre Kitsune e June (principalmente Kitsune), vão ter de aturar comentários e emails de baixo calão com frequência, mas quem mandou insistir na piada.

    Parabéns atrasados ao Videoquest, e boa sorte no futuro. Não dessistam do Videoquest.

  85. Olá! Meu nome é Renan, e pela internet usando o nick de Renoth diversas vezes coloco conteúdo yaoi nos blogs que participo.
    Claro, não sou alguém que tenha grande conhecimento do tema como a Tanko, mas acredito que eu tenha algum conhecimento de causa depois de tanto ler sobre o tema.
    Parabenizo vocês pelo tema, mas acho que vocês pecaram ao escolher Loveless como gatilho para o tema yaoi. Apesar de ser um dos mais conhecidos, Loveless envolve Shotacon, tema controverso que pode ser encarado como pedofilia em alguns casos. É muito fácil alguém que nunca tenha visto, ou que já tenha a mente cheia de medos e preconceitos em relação a Yaoi tenha uma repulsa automatica ao tema, principalmente algo que envolve uma possivel pedofilia.
    Talvez Junjou Romantica ou Sekai Ichi Hatsukoi forem mais adquados pois, apesar de menos conhecidos pelo grande público, apresentam o yaoi de maneira mais engraçada e dinamica. Além de muito menos polêmica, claro.
    O anime Loveless é muito mal compreendido, e o seu fim repentino e inexistente deixa uma quantidade grande de questões sobre tamanha bizarrice. No mangá não é muito diferente, mas ao menos fica tudo melhor explicado e finalizado ponto a ponto.
    Acho que outro ponto negativo para o video é o fato de nenhum dos dois apresentadores simplesmente detestarem o tema, isso atrapalha a discução do assunto que acaba tendo somente um lado na balança.
    Outra coisa ruim foi vocês não saberem definir corretamente Yaoi. O Yaoi foi criado por garotas que faziam shoujo e por algum motivo desconhecido começaram a fazer Dounjinshins de casais homossexuais em animes famosos. Acredito que dê pra destacar entre aquelas que começaram assim as meninas do CLAMP, que faziam Dounjinshins de Cavaleiros do Zodiaco no começo da carreira. O significado de Yaoi é algo como “sem história” ou “sem sal”, algo simples e sem grandes atrativos para o público geral. Yaoi NÃO precisa ser um dounjinshin. Boys Love é o termo geral para o tema no Japão, e abrange desde o Shonen-ai (que de fato é o mais leve) até o Lemon (que é de fato o mais forte, envolvendo sexo algumas vezes).
    Vale dizer também que o Yaoi é completamente voltado para o público feminino, então é dificil ver homens (heteros, bis, gays ou de origem alienigena) gostando do tema.
    Achei “Poker Face” da Lady GaGa tocando no fundo um cliche desrespeitoso ao gosto gay, mas acho que falar sobre isso numa critica ao tema é ir um pouco longe demais.
    por ultimo gostaria de falar que se você vai fazer um video sobre um assunto, mas não pretende o apresentar e somente o atacar com palavras “incompreenssivel”, “tosco”,”ridiculo” e “pedofilo”, de modo a dar a entender que está falando de todo o tema yaoi, e não só do anime tratado como tema do video, é melhor ficar quieto.
    Novamente, parabens pela escolha do tema polemico que sem duvida vai render muitos novos acessos ao blog.

  86. Renoth sem dúvida falou tudo, Loveless chega a ser bizarro caso assista só o anime e acaba por banalizar o Yaoi, pelo menos para quem não viu algumas obras, famosa má impressão.

  87. Eu mais ri do vídeo, do que realmente aprendi alguma coisa de yaoi. uhsaoiuhsoiua
    Na verdade eu já entendo bem do assunto ^^ a parada é que eu não agüentava com a história do estupro nem com as piadinhas ”de vem cá, vou te dar doce” muito engraçado.
    Adorei esse videoquest, gostei da participação da June, pareceu que entendia bem do assunto. Que pena que foi tão pouco tempo.
    Ela poderia explicar melhor esse lado clichê do yaoi que é muito parecido com o clichê do josei e do shoujo, *Exemplo* Que o personagem masculino Homem ou Seme é o que ”domina” a relação, é o que agarra/estupra, é o rico/popular, é o arrogante e que para variar o moçinho/moçinha acabam sempre apaixonados por ele.
    É incrível como japonês cria esse personagem quieto, ”kawaii”, ”moe” e ele se torna tradição em todo santo BL.. o mesmiçe hein.

    Eu curto Yaoi até certo ponto, gosto quando tem história, quando tem um bom romance. Sabe? Coisa pra descontrair mesmo. (apesar de hoje em dia serem pouquíssimos)
    Se eu assistisse este videoquest há um ano eu odiaria *realidade*
    Porque é meio que fase entende?.. Você vê que o yaoi assim como o shoujo se torna muito clichê.. *isso não quer dizer que todo o shoujo ou yaoi são assim, ok?*
    Mas chega certo ponto que você não quer mais clichê, e quer histórias com um bom enredo e com um pouco mais de conteúdo não?
    Por isso estou bem caretona em aconselhar mangás, hoje prefiro ”o de sempre” bobo? Vamos dizer mangás/animes largos que dá pra se acompanhar e se divertir sem monotonia, topo em rankings ou lendas mesmo.. Do tipo Yu Yu(curti esse videoquest por sinal) Inuyasha, One piece, Skip Beat!, E pra ninguém falar que peguei raiva de yaoi um bom BLzinho Junjou romantica. É isso.

    obs nada ver como o assunto até agora:
    Homens têm de entender uma coisa! Assim como vocês tem tara por hentai, tem muita mulher no mesmo nível de otakisse que curte um yaoi lemon hardcore XD~ ué elas tem direitos de ver coisas pervertidas IUSAHOIUHSHA.. Não é o meu caso, graças a Deus! Mas respeito aí então.

  88. aew galera do video quest tudo ok?…….
    bom….vamos resumir oque achei deste tema…………
    nao achei muito estranho mais vamos falar a verdade, se apenas vc e o urso (ou azrael) estivessem discutindo sobre o assunto vcs teriam uma decaida historica kkkk…, n me leve a mal mais acho que se a june n estivesse ai ninguem assistiria, os outros videos estao d++ mais este em particular ficou uma merda por causa do tema que vcs escolheram

  89. Como Kitsune eu tambem so vi CDZ de yaoi…
    Deixando a brincadeira de lado acho que tem animes em que o yaoi soft estragam como Naruto CDZ ate mesmo Yu Yu Hakusho tem, sim falo de Sensui que tinha uma personalidade que era uma MENINA de nome Naru e tinha uma AMIZADE FULLCOLOR com Itsuki “Gate Keeper”.

  90. Fala serio,perdi 15 min da minha vida vendo isso,devia ta vendo Another ep 4.
    Essa june e realmente 1 ex-fã de YAOI por favor eu tbm so + ñ fico falando q YAOI e 1 merda os romances são muito bom…em alguns.
    E Loveless ñ e 1 coisa q so o maior sábio do mundo pode ver pra consegi entender.
    e qualquer 1 sabe diferencia o UKE e o SEMEM

  91. Você falhou miseravelmente Kitsune… deveria ter escolhido Boku no Pico.
    .
    .
    .
    Hahaha, falando sério, qnt butthurt por NADA. O VQ foi bem engraçado, informativo (sim, não conhecia essa “filosofia” por trás do gênero yaoi), e o George Michael de fundo deixou tudo ainda mais hilário XD
    E pros machões de plantão, PO**A, teve a June que estava muito à vontade com o Kitsune, e que como alguns disseram, deu um outro ar pro programa, realmente espero vê-la por aí de novo.

    Continuem explorando tudo que há no mundo dos animes/mangás, SEM MEDO de errarem 😉

  92. Bom fico triste por comentários tão infantis , mas vi comentários interessantes (óbvio né rs)

    Gosto muito do video quest , e esse achei bastante engraçado UDASHUDASUH

    Fizeram uma boa critica porque eu assisti esse anime , e fiquei wtf , fora que vcs abordaram um tema Yaoi , achei legal apesar de odiar kkk

    Bom parabéns pelo ótimo trabalho , e pra galera daqui , mais respeito né?!

    Pow vcs poderiam fazer de Bakemonogatari é um excelente anime! Valeu ;p

  93. Gostei da June e do modo que ela fala sobre mangás/animes. De fato, odiei o tema .. Espero que vocês convidem ela mais vezes para falar sobre um mangá/anime “melhor” e com o Urso junto. Ia ficar legal.

    PS: Ela ficaria ótima de cosplay da Victorica, de Gosick.

  94. aew galera queria dar uma sugestao para um anime random (espero que num futuro proximo ^-^) bom vamos a sujestao…, é um anime recente chamado “High School DXD” achei bem legal pela historia e tudo mais espero que vcs pensem sobre isto, ah! gostei bastante dos seus videos esperem que continuem assim ^-^

  95. RESUMINDO: Loveless uma merda, June linda e por favor não falem mais sobre yaoi nem de nenhum anime gay, mas mesmo assim esse Video Quest ficou muito legal.
    Vlw pessoal
    To esperando o próximo.

  96. Lálálálá *introdução*
    não gosto de animes sem uma história certa , pelo que vocês falaram e um anime que não têm uma historia em si … e, gosto bastante de yaoi , mas , loveless , eu não gostei , o principal motivo foi pela orelha de gato e o rabo também ~~ e muito cliche ~~
    Espero ver mais videis ruins ou bons do vídeo quest -AUSHAUHS
    e isso ^^

  97. Comentario puta atrazado mas to deixando aqui junto com uma sujestao:

    Faça um yaoi quest e chame a June de volta pois a galera curtiu ela e façam da proxima vez sobre N° 6 que é um yaoi que ate o kitsune iria gostar pois tem uma historia muito boa e ate o urso e o outro loko que eu esqueci o nome agora, iriam ver sem reclamar(muito).

  98. Comentario puta atrazado mas to deixando aqui junto com uma sujestao:

    Comentario: Mas que merda é lovless? Da pra chamar essa droga de anime? E que porcaria de historia mais sem noçao, antigamente eu tava curioso pra ver mais perdi a vontade com esse videoquest

    Sujestão: Faça um yaoi quest e chame a June de volta pois a galera curtiu ela e façam da proxima vez sobre N° 6 que é um yaoi que ate o kitsune iria gostar pois tem uma historia muito boa e ate o urso e o outro loko que eu esqueci o nome agora, iriam ver sem reclamar(muito).

  99. Tava falando de yaoi????
    Desculpe estava prestando atenção em outra coisas (66
    Finalmente um presença feminina mostra sua beleza no VQ o/
    Tava foda só 3 macho -q

  100. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Sério mesmo… quando vi Loveless (ano passado se não me engano) eu viajei na história dele! É muito no-sense!

    Até hoje, mesmo depois do VQ eu tento entender o motivo das lutas! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Além de que o anime é pedófilo! xD

    Ri muito na hora do:”Quer balinha? Vem cá! Vem cá!” Eu vi o VQ as 4:00 da manhã e ri demais! (levei bronca do meu tio depois)

    Beijos pessoal! Hona Sayonara! ^___^ v

  101. Olá, bem, eu já vejo uns vídeos do Vídeo Quest a um tempo, mas só agora resolvi comentar ^^’ Bem, eu gostei do vídeo, ele foi um pouco engraçado e até foi informativo em relação ao gênero, mas só pecou na escolha mesmo. Eu nunca vi Loveless, até mesmo porque eu nunca me interessei nele, mas os animes/mangás de yaoi não são todos assim, confusos ou clichês, é que nem os outros gêneros, cada um tem seus animes bons e ruins. Acho que seria melhor ter pegado o Junjou Romantica, que é bacana e e descontraído e tbm concordo com alguns comentários de que seria melhor que tivesse colocado alguém que confrontasse as ideias do outro, o debate teria sido melhor. E, de fato, o yaoi é mais voltado ao público feminino (embora ainda tenha gente que ache que só por ter como tema um relacionamento homossexual é para homossexual) mas tem um gênero que é voltado para os homossexuais, o bara, esse sim, com um conteúdo mais pesado (não curto bara, esse não me atrevo a ver D:).
    No mais, parabéns ao abordar esse tema e seria bom se pudesse abordar novamente em algum outro Vídeo Quest 🙂

Deixe uma resposta