Cine Quest 01 – Blade Runner – Sim, Deckard era um replicante!

O Cine Quest começou! E para mostrar que estamos falando serio hoje vamos falar de um clássico que divide opiniões a décadas,Blade Runner!

 

ACESSEM:
Rádio Fast 89: http://www.89fm.com.br
Twitter da Fast 89: https://twitter.com/#!/oficialfast89fm

Twitter: https://twitter.com/video_quest
Fanpage no Facebook: http://www.facebook.com/canalvideoquest
E-mail: [email protected]

Twitter dos Aventureiros:
Leonardo Kitsune
Fabio Urso
Azrael
Rah Walker
Danilo Kaneda

Agradecimentos:
http://www.jbox.com.br/
http://www.punchsub.com/
http://yokaianimes.com/
http://anfreak.com.br/

O Cine Quest começou! E para mostrar que estamos falando […]

92 thoughts on “Cine Quest 01 – Blade Runner – Sim, Deckard era um replicante!”

  1. Legal caras, vocês me convenceram de que e legal legal variar. Aqui vão duas reivindicações/dicas:
    1-faz um Games Quest também:
    2-Que os animes seja sempre a prioridade.

  2. Excelente, curti muito o Cine Quest e acho que é um formato que pode dar muito certo. Achei muito bacana o jeito que vocês comentaram o filme, pareciam até profissionais da área.

    Gostaria de deixar uma sugestão de filme aqui: Ed Wood.

    Vlw.

  3. Otimo,acho que vai ser muito interessante ter abordagens diferentes em vídeo,sobre o filme,bem como posso dizer,e um dos filmes que mais me marcaram e um dos meus favoritos(se não o favorito) por que,bem,do mesmo jeito que Star Wars praticamente me apresentou a ficção cientifica,Blade Runner me apresentou os filmes mais “profundos” foi um dos primeiros filmes que tinham uma mensagem mais profunda que vi,e o que mais dei importância,o filme em si consegue ser muito bom,por alem de ter uma historia e uma mensagem muito interessantes,e um filme que não ficou datado,nem pela mensagem,nem visualmente,diferente por exemplo de Tron,um filme do mesmo ano que ficou visualmente datado,bem foi isso,e até a proxima

  4. Eu já estava esperando que o primeiro filme desta nova sessão, seria um filme que eu não assisti. Então, por causa deste fato, vou agora começar a baixar o filme e mais tarde tentar assisti-lo e se possível criarei uma critica. Depois apareço novamente por aqui…

    Até mais~

  5. Ótimo Cine quest, é uma bom filme para se fazer pensar e filosofar sobre valor da vida, o que vida? (conceito filosofio de vida que visa a consciência ou biológico que visa a mortalidade)

    basta algo ter a consciência/(inteligência + desejo e motivação propria) para ser considerado algo vivo? definição um ciborgue não tem vida, pq ele não esta dentro do atual conceito como vida, (biológico e filosófico) algo que orgânico, que naturalmente morre! (algo que não morre pode esta vivo?)

    Podem no fim ele é dotado (relativamente) dos 2 conceitos por ter um prazo de validade (logo morre, mas é relativo pq ele morre pq assim é programado/limitado mas poderia simplesmente não morre é uma mera questão tecnológica) e por ter consciência pela plena… (individualidade e auto gerenciamento)

    Uma Obra/anime que aborda de leve isso acho que é Zegapain, e um anime mais direto e parecido com a situação do filme eu diria que é Eve no Jika (este vale a pena conferi)

    também tem a questão do tempo limitado e definido, que como pessoas nos faz pensar como é ter uma vida com prazo de validade, um filme (mesmo com varias falhas estruturais do gerenciamento do tempo) que aborda esta parte do tema TEMPO DE VIDA so que isso em PESSOAS ( Título Original: In Time, Título Traduzido: O Preço do Amanhã) é muito interessante NESTE aspecto. vale a pena vcs conferirem.

    Por fim foi um otimo inicio de Cine Quest.

    1. (complementando) vi que esqueci de falar uma coisa que o urso falou e de fechar o raciocínio…

      é a Junção dos 2 conceitos de vida que temos o conceito “ser humano” o conceito filosófico é a base para uma humanidade, tanto é que se discute que tendo somente o conceito filosófico ja seria o bastante para ser considerado humano o filme O Homem Bicentenário (em inglês: Bicentennial Man) conclui que Não, é necessário atender os 2 conceitos de vida para se chegar ao conceito Humano… tanto é que Andrew Martin (o ciborgue) que “nasceu” com o conceito filosófico (consciência) mas so foi considerado Humano quando atendeu o conceito biológico (relativamente ja que n era exatamente orgânico mas era “morrivel”).

      e AI que entra questão do Urso, PQ nos achamos especiais… mesmo que o resto do planeta (natureza e seu habitantes) sejam vida (conceito biológico) não são dotados de consciência/(inteligência + desejo e motivação propria) a nivel para consideramos eles seres inteligentes… (adotamos o conceito “instinto” para defini a inteligência deles)… LOGO é o fato de sermos HUMANO que nos faz especial e acima dos demais…

      se isso é justo, correto e o modo certo de entender o que é humanidade e os poderes que este conceito nos dar! é uma OUTRA historia.

      1. sim. em nenhum momento falei que tinha visto ANTES, olhei a indicação e fui assisti e em quanto estava assistindo me veio na mente todas as citações que fiz, (pq esqueci de falar de Ghost in the Shell? haha) eu pessoalmente ME NEGO a fala de algo que eu não vi, (no sentido de avaliar) é o cumulo, apesar que @[email protected] deu sono durante o filme… por mais que o outro filme que citei (O Preço do Amanhã) seja bem +ou- e aborde parte do mesmo tema… ela não me deu sono (a ação compensa)… @[email protected]

  6. Em meus breves 16 anos de vida, posso afirmar que Blade Runner é, na minha opinião, um filme fora de série. Posso até equipará-lo a “Gladiador” (o meu favorito), como sendo um filme cansativo mas que passa uma mensagem muito gratificante – e por coincidência assisti ambos no mesmo dia.
    Dito isso, o formato do Cine Quest está excelente, uma mescla daquele papo técnico com um papo descontraído entre amigos. Realmente muito bom.
    Como já disseram acima meu deu até vontade de assistir de novo!
    Continuem assim e que venha o Cine Quest de “Gladiador”!!! (só fazendo um apelo né huahuahauhauha)

  7. Gostei muito da iniciativa de vcs (alguem avisa o Azarel p/ fazer um Tokuquest em vídeo, talvez com Kamen Rider Black), ficou muito legal e como deve ter dado com trabalho miseravel fazer isso, junto de todo o resto, eu gostaria de desejar força a vcs.

    Quanto a Blade Runner, eu acho um filme muito bom, e acima de tudo mostra como o Ritley Scott é bom criador, pq o filme não tem nada a ver com o conto do Asimov. O urso comentou do ambiente do filme, saiba que ele foi feito pelo grande Moébius, o maior mestre da FC em quadrinhos a já caminhar pela terra.

    A unica coisa que me desagradou um pouco é que eu pensei que vcs iam discutir um pouco sobre os finais alternativos do filme (tem 3 finais), mas do jeito que vcs fizeram ficou mais enxuto.

    De qualquer forma… foi foda!

  8. Gostei bastante do Cine Quest, e tenho uma ótima recomendação de Filme, pelo menos na minha opinião, ele daria um exelente Cine Quest.

    Santos Justiceiros ou The Boondock Saints, feito em 1990. É um Ótimo filme.

    Espero que dêe tudo certo para vocês ai do outro lado, continuem também o VideoQuest sobre Animes e Mangás, e quem sabe um GameQuest né? q

    Boa Sorte para o 3, Weslley.

  9. eu adorei Cine Quest começo melhor que video quest
    vamos compara
    enquanto video quest começo com a droga de seikon no qwaser
    cine quest começo com sensacional Blade Runner

  10. Gostei da ideia. Eu, particularmente, sou um nerd e não apenas otaku, então pra mim isso é muito interessante, até porque, mostra como vocês do Video Quest não veem apenas animes, o que é óbvio, mas nem todo mundo percebe. Não posso falar sobre o filme, já que nunca vi, mesmo querendo muito. Gosto mais do Video Quest por animes e mangás serem de muito mais fácil acesso do que filmes. Enfim, espero que os próximos Cine Quests sejam de filmes que eu tenha visto e mais novos, já que muita mais gente teria visto (como Avatar, Iron Man, ou até filmes menos mainstream como 127 horas, Milenium, etc). Obrigado pela iniciativa e boa sorte!

  11. Gostei muito do vídeo. Da minha parte acho interessante fugir do tema anime pra variar.
    Na verdade, não vejo a hora de pintar clássicos como 2001 e caçadores da arca perdida, quiça um Akira Kurosawa.

    Só gostaria, na minha módica opinião, dar uns pequenos toques para vocês. Tentem mudar o cenário. Já pensaram em um fundo parecido com o Videoquest, porém, com vários DVDs? E se possível separem o canal e e-mail. Creio que ficará melhor tanto a comunicação quanto divulgação.

    Parabéns mais uma vez!

  12. Gostei muito da iniciativa de vocês e achei o Cine Quest bom pra kct! Só que achei estranho porque eu pensei que vocês iam sobre filmes japoneses, não estou desapontado, mas achei que como vocês falavam sobre mangás, doramas, tokusatsus e animes, só faltava games mesmo. Não e isso não foi um ponto negativo, só pudesse dava joinha aqui. Queria dizer de novo que gostei muito e que venha o próximo Cine Quest!!

  13. Se voces querem falar de Filme classico FALEM DE CLUBE DA LUTA !!!!!!!!!!!!!!!

    e lembrando ” tudo é Copy of the copy of the copy ” ( só quem assistiu vai entender )

  14. Primeiro queria elogiar a iniciativa, acho que ficou bacana e que deveria se tornar um Quest fixo!

    Sobre o filme, acho que o título original é muito importante (o do livro), porque ele questiona o que o Urso falou, se os replicantes forem tão iguais como nós eles não deveriam ter os mesmo direitos? O título do livro é a pergunta “Os andróides contam carneirinhos elétricos para dormir?”, numa adaptação livre, e essa indagação da igualdade permanece no livro/filme todo, e por isso que o Decard pode ou não ser um replicante, porque se repararmos no fim ele é igual, sendo ou não um.
    Só discordo do Kitsune sobre o ritmo, acho que é mais que adequado, é o ritmo do autor, muito bem capturado no filme, se pegar os outros livros do Philip K. Dick vai notar esse mesmo tempo, como bem foi captado pelo Richard Linklater em “O Homem Duplo”, também adaptado daquele autor.

  15. Ah, meu primeiro comentário aqui. =)
    Acompanho VQ desde Seikon no Qwaser, foi muito legal ver a interpretação de vocês com Princesa Mononoke também.
    Gostei do VQ sobre CDZ, achei legal a analise do Kitsune que foi bem ponderada em relação ao anime, o Azrael foi mais fanboy, e o pessoal não gostou muito, mas acho que ele faz um bom trabalho no VQ. *brofist* Azrael. =D
    Sobre o Cine Quest, eu ADOREI. Sou fã de cinema, e curto Blade Runner, gostei da maneira que abordaram o filme, comentando sobre fotografia, atuações. Muito interessante a interpretação das cenas também.
    Enfim, aqui fica o apoio de um fã de “longa data” do VQ para que continuem fazendo os Cine Quest, eu adoraria ver mais reviews sobre filmes. =D

    Espero que meu comentário seja lido por alguém, não quero ter escrito isso tudo à toa. ^^

  16. adorei d+ o cine quest, começou muito bem pro primeiro
    o Azrael falou muito bem sobre o filme e as piadas do urso como sempre muito boas pra descontrair e também gostei do lugar que vocês estavam com o filme de fundo e o fato de ter opiniões variadas, o urso com a parte favorita dele e o azrael com outro momento mais foda o leonardo kitsune com suas críticas pesadas apontando os defeitos do filme mais sem deixar de falar sobre o que ele achou legal. muito bom mesmo parabéns por esse novo tema pro video quest, agora que vou divulgar mais ainda o trabalho de vocês ^^
    e uma recomendação (próximo cine quest seria legal vocês falarem do filme/livro perfume a histórai de um assassino)
    e pra aprovietar o comentário o melhor video quest até agora foi o do yu yu hakusho eu confesso que achei que com o azrael no video quest comentando iria ficar ruim mais passei a mudar de idéia depois do yu yu hakusho o trio de vocês ta foda!
    ^^

  17. otimo cine quest,recomendo jogar no PS1/Sega Saturn um jogo chamado Snatcher,e um jogo do mestre hideo kijima(criador de Metal Gear) e basicamente ele pega o roteiro do blade runner e melhora,serio o jogo consegue ser uma versão melhorada do filme,o personagem principal e mais carismatico,tem um robo como companheiro,e tem cenas de violencia que hoje não iria ser possivel em um jogo ou filme.

  18. Sinto dizer mas não gostei desse Cine Quest…mesmo me parecendo que o filme foi bem elaborado (pelo que foi comentado por vocês), não consegui ter nenhuma vontade de assistir, em particular pelo fato de eu me importar muito com a capacidade de entreter que o filme possui,
    E concordemos que se vocês que estavam focados no filme, pois iam falar sobre ele, já acharam que o filme é lento a ponto de vocês perceberem a passagem do tempo e acha-lo entediante, não sou eu que vou assisti-lo só pra contraria-los XD

    uma opinião: acredito que algo que possa ter feito vocês acharem o filme cansativo pode ter sido o próprio cenário (comentado e elogiado por vocês), pois o tom acinzentado e os sombreados, acabam deixando deixando um sentimento triste e negativo no ar, e apesar dessa ser a intenção do diretor, se esse tipo de cenário é visto com muita frequência e ou por um grande período de tempo, acaba tornando o filme cansativo e desgastante para que esta assistindo

  19. Não tem nada háver com o assunto, mais opinem sobre os ataques hackers, pois 2 envolvidos na polemica são parceiros de voces, o Yokai Animes e a Punch ajudem ae

  20. Adorei como sempre vocês são muito fodas_Gostaria de recomendar um filme para vocês verem e fazerem um cine-quest O nome é A TEMPESTADE um filme atual que trata da obra de Shakespeare A tempestade _O filme segue sendo contado em poesia que deixa o filme muito interessante em bora nem sempre seja facil apreciar o filme pela por isso mais a belesa do filme ser contado em poesia vale a pena XDXDXDXDXD

  21. oi não gostei muito não pelo fato de ser um genero que eu não gosto mas sim porque eu acho que fugiu do normal que é fala de anime ou algo publicado pelo japão como no site todo mesmo que não tenha algumas partes falando de anime sempre mostra doramas ou algo do tipo envolvendo a cultura japonesa é bom fugir da mesmice mas nunca tão distante
    porque depois podera ficar confuso a mensagem do site que é comentar sobre animes
    você poderiam até falar explicar um poco da histora do japão para que não entendi e fica panguando assistindo samurai x / samurai depper kyo / hakuoki shinsengumi e outros mas nunca fugir tanto da ideia se não daqui a poco estarão falando de novela e comentando filme porno xD

  22. Ola pessoas do Videoquest! Eu acompanho o trabalho de vocês a bastante tempo mas esta será a primeira vez que comento no blog, mas não tinha como não comentar sobre esta nova empreitada de vocês. E já começaram com o pé direito falando sobre um filme que eu gosto muito!
    Este filme inspirou muito na criação de um anime que eu também sou muito fã: Ghost in the Shell.
    Gostaria de parabenizá-los pelo video e também desejar que a seção Cinequest prospere, assm como o videoquest.

    Abraços!

  23. Só uma pergunta: Vocês não vão se manifestar sobre a flame idiotinha do #foraPunchfansub? Afinal, a “guerra” principal é entre Punch e Yokai, vocês meio que deveriam se pronunciar, não? (Não, não deveriam, mas fica tenso vocês tendo parceria com AMBAS ‘-‘).

    Agora, sobre o CQ, não consegui ver inteiro porque minha internet tá uma bosta e o vídeo não carregou inteiro (e.e), mas o que eu vi eu gostei, adorei a iniciativa, então desejo sorte pra vocês, VideoQuest. ^^

  24. Vocês estão de parabéns pela iniciativa,muito bom o CQ,achei legal o ponto de vista dos 3 sobre a obra.Assim, o que já era interessante, fica melhor ainda,meio que um debate sobre a obra,o que é excelente.

    Não assiti esse filme ainda,mas graças a vocês irei assisti-lo. E, quem reclama que Urso fala pouco,não tem o que reclamar dessa vez, arrebentou Urso,aliás todos arrebentaram.

    Valeu.

  25. CQ bacana, Blade Runner é um clássico, pena que só veio a ser respeitado depois de ANOS, já que na ápoca foi um fracasso tanto de bilheteria quanto de critica.

    Gostei da iniciativa e não sei se vocês pretendem fazer de filme em filme, mais poderiam desenvolver isso como um papo envolvendo o mundo do cinema em geral, temas como os atores esquecidos, os filmes que ninguém deve ver, os brucutus dos anos 80 (eu não conseguiria ver um CQ inteiro só sobre o Stalone, ou o norris ou o elenco do mercenários, mais um que envolve todos esses atores pode vir a ser algo bacana.)

    mudando de assunto, vocês viram a noticia nova do Yokai Animes? atacando a Punch? os dois são parceiros de vocês, caras, vejam isso rápido pois podem acabar sendo prejudicados.

  26. Ontem de noite foi anunciado guerra na twitcam entre Dih da chuva de nanquim contra vcs, eles dizendo que iria roubar a cena de vcs, eai vão deixar na msm, ele até falou da mãe ein… Não exagerei em nada.

  27. Detalhe: adicionei o video quest as postagens do blog.
    Continuem assim, e que esse 1 ano vire 10, depois vire 100.
    Estou aceitando parceria, só entrar em contato.

    OBS: Já que vocês tem abordado muito sobre autores e sagas, porquê não falar sobre Akiyoshi Hongo, pseudônimo da equipe responsável por digimon, da Bandai?

  28. Animes não precisam ser prioridade quando se falam de jogos, Senão eles criam um anime game quest;
    Podem usar o próprio modelo do Video quest, em que eles jogam 3 fases, e falam o que acham.
    E podem usar suas preferências de jogos, mundo livre.

    OBS: Eu vi um XBOX 360 no fundo do Cine Quest ¬¬

  29. eu gostaria que vcs falece sobre a trilogia dos dolares que são
    Por um punhado de dólares
    Por uns dólares a mais
    Três homens em conflito
    são filmes bons

  30. Sobre o filme ser escuro, desculpa minha redundância, mas se trata de um Noir moderno, além das sombras constantes temos outros elementos óbvios dos tópicos filmes B dos anos 40 como o Investigador/detetive (no caso um caçador de androide) e a bela mulher fatal, que fascina, impulsiona a trama e coloca o herói em perigo (intencionalmente ou não, muitas vezes até inconscientemente).

  31. agora o proximo cini videoguest vai ser maquina mortifera imagina o spoilres o kitusine

    PS primeira vez que o urso nao xinga um video guest eu gostei mas prefiro animes claro ne

  32. Gostei muito do cinequest, mesmo sendo com um assunto batido como Decard é ou não é um replicante? Blade Runner é um dos meus filmes favoritos, assisto ele quase que todo mês. E concordo com o Azrael, o filme tem o ritmo que a história pede. É como Evangelion, é arrastado, é denso, é profundo, e se você se deixar levar pelo visual acaba perdendo o que realmente importa na obra.

    Espero que venham muitos outros cinequests! Até lá ; )

    Obs: a TV atraz de vocês estava com a imagem deformada

  33. Eu juro…. dormi perto do final do filme… =

    Cansativo pra caraleo…

    Mas valorizo a importancia desta obra, tanto que ela faz parte da minha biblioteca… logo preciso rever esse filma desta vez sem cochilos… uma garrafona de café deve ajudar. xD

  34. Muito foda mesmo este cinequest continuem assim que tal vocês fizessem um cine quest sobre o grande, foda , insuperavel ,mega power, ultra ,hardcore Akira Kurosawa falando do seu insuperavel filme os 7 samurais vai a minha dica para vcs

  35. Vocês são maus, tiraram da tela, mas dexaram o resto da cena que o replicante mata o dono dele lá atrás, na televisão. Morte por dedada no olho é SEMPRE agonizante >.<

  36. Um filme excelente em vários aspectos, especialmente para os fãs do Mundo das Trevas. Uma ambientarão “punk-gótica”, como dos filmes do Tim Burton. Acho que um dos filmes que mais assisti para inspirar minhas campanhas de vampiro. Gostei do CQ, foi muito bom.

  37. Deckard na versão original não era replicante mas na versão do diretor ele é sim! Tem um cena que ele está falando das memorias para a mulher e ela começa a chorar por ter ficado com a certeza de ser uma replicante uma vez que o policial tinha acesso as informações das memorias implantadas. Então tinha aquele outro policial que ficava fazendo esculturinhas e botou uma no quarto do Leon e botou outra no quarto do Deckard, um origami de unicornio que é o sonho que foi implantado nele!

  38. Para um primeiro episódio, foi bem mediano. Faltou uma narrativa mais envolvente, um melhor planejamento, não sei quanto tempo levou para filmar e editar tudo, mas pelo vídeo pareceu que foi pouco. Não era um vídeo quest, e nem era pra ser, e por conta disso realmente não conseguiu me entreter, ainda mais com Blade Runner no primeiro episódio, talvez com um filme igualmente bom mas deveras menos complexo o resultado fosse melhor já que apesar de tudo isso era apenas um piloto. Não sei se vocês vão dar continuidade a esse projeto, se derem, melhor seguirem essas dicas, não li os comentários de outros usuários mas acredito que outros usuários com críticas tenham algo a acrescentar já que sinto que estou esquecendo algo.
    Mudando de assunto, vocês por acaso têm planos de fazer um vídeo quest sobre Akira?

  39. Gostei muito do Cine Quest. Eu tinha muitoa vontade de assistir a esse filme e recentemente, comprei o DVD (a versão do diretor) e assisti. Foi além do que eu esperava. Eu gosto de filmes lentos pq é proporcional ao meu raciocínio e ao meu interesse pela história. Concordo com a visão do Azrael sobre a brevidade da vida, também tive esse mesmo pensamento na cena final. Espero que possa haver mais. Está aprovado ^^

  40. Também concordo com o Kitsune. Blade Runner pode até ser considerado um clássico, ter vários questionamentos e etc, mas a verdade é que o filme é mesmo um tédio e algumas cenas são uma galhofa sem fim. Quando terminou tbm tive a sensação de ter visto um filme chato de 15 horas de duração! Mas enfim…

    Mas eu curti esse formato do Cine Quest, minha sugestão é que para os próximos vcs falem de filmes que tiveram alguma inspiração em animações orientais (Matrix, que teve MUITO de Ghost in the Shell, por exemplo).

    Até o próximo!

  41. Sei que o post é antigo. Mas descobri recentemente e queria mto compartilhar com o pessoal.

    A cena final a fala ‘Como lágrimas na chuva” não tava no roteiro, foi improviso.

    FODA! Simplesmente foda!

  42. Gostei dos vossos pontos de vista!

    Mas o filme retrata o ser humano enquanto ser de origem divina. Tambem ha anos Nietzsche anunciou o fim de Deus e o aparecimento do super homem. Assisti ao filme dezenas de vezes tendo estado na sua ante estreia mundial. O q eu gostava q falassem e se possível em outra ediçao do Video Quest era o porquê de ha uma larga dezena de anos o final deste filme ter sido modificado. Qual a razão de isso ter acontecido. E apesar de gostar muito do filme, lembro q se trata de uma produção de hollywood e como tal uma história contada com versao q talvez nao seja a original de Philip Dick. Coisas q por vezes irritam os criadores como o caso de V de Alan Moore. Para nao falar de Amadeus. E centenas de outros exemplos.

    Um abraço para todos.

    Luis Guimarães.

Deixe uma resposta