Review: Magic Kaito – O “pai” de Detective Conan!

No ano de 1988, o jovem mangaká Gosho Aoyama estreou na revista Weekly Shounen Sunday com um mangá que, até hoje, é lembrado com muito carinho por muitos japoneses: Magic Kaito.

Infelizmente, o mangá não foi sucesso imediato no Japão. Após compilar três volumes, foi paralisado. O motivo não foi uma doença do mangaká ou cancelamento. Foi por um bem maior: Gosho Aoyama havia iniciado o mangá que iria continuar até os dias de hoje, sendo um imediato e gigantesco sucesso, tomando totalmente seu tempo. Estou falando de Detective Conan.

Mas isso não significa que os leitores ou o próprio mangaká esqueceram-se de Magic Kaito. Muito pelo contrario, na verdade.

O mundo de Detective Conan e Magic Kaito são o mesmo, o que significa que a possibilidade de um cross-over era muito grande. Como Gosho Aoyama gostava muito do personagem principal de Magic Kaito, o ladrão Kaitou Kid, ele não pensou duas vezes antes de fazer o personagem ter algumas participações especiais no mangá de Conan. Como era de esperado, os fãs “enlouqueceram” ao ver um dos ladrões mais amados dos japoneses de volta, mesmo que não em seu próprio mangá, e as participações de Kaitou Kid , mesmo sendo pequenas, são muito aguardadas e apreciados pelos leitores das duas séries. Tanto que, neste ano, o mês de Agosto foi batizado como “O Especial do Kid” ou “Festival do Kid”, onde no lugar de Detective Conan, foram lançados dois episódios especiais adaptando o mangá de Magic Kaito. E é deles, incluindo o primeiro lançado ano passado, que irei falar neste post.

Kaitou Kid em ação!

A história é simples: Kaito Kuroba, um garoto que gosta de mágica, perdeu o pai em um acidente há 8 anos. Hoje, ele descobre que seu pai era um famoso ladrão, e que foi assassinado. Em busca de descobrir quem matou seu pai, ele assume a identidade que seu pai usava no passado, a de Kaitou Kid, e dá continuidade à vida de crimes de seu antecessor.

Devo confessar que o primeiro especial de Magic Kaito não é lá muito empolgante e bom… Mesmo assim, gostei. Não amei ou achei fantástico. Apenas… Gostei. Acho que um dos fatores que pecaram muito em todos os três especiais já exibidos foi a qualidade técnica. Não que tenha sido um horror, algo deplorável. Mas poderiam ter caprichado mais, e em alguns momentos, o traço estava muito esquisito.

Agora, sobre os personagens: todos tem sua qualidade especial, sua própria característica. Seja Kaito com suas brincadeiras, seu poder sedutor e suas habilidades magicas; Aoko com seus momentos fofos e tsunderes; Ou o Inspetor Nakamori, sempre atrás de Kaitou Kid e sendo bem engraçado. Eu sou fã absoluta de Kaitou Kid, tanto que ele é meu personagem favorito até em Detetetive Conan, acreditem.

Quem ela pensa que é para beijar o MEU Kaito Kid? *Fangirl ON*

Dos três especiais lançados até agora (um quarto irá ao ar no final de Setembro) o que, na minha opinião, foi o mais divertido e pegou toda a “essência” de Magic Kaito foi o terceiro, onde uma princesa de um país distante vai para o Japão com uma joia valiosíssima e desafia Kaitou Kid a roubá-la. O segundo especial é sobre um encontro entre Aoko e Kaito, tendo algumas surpresas bem interessantes. E o primeiro é a origem do “novo” Kaitou Kid (vocês irão entender o motivo da aspas quando verem).

Cheio de diversão, comédia, ação e toques de romance, Magic Kaito pode não ter sido fantástico e sim, poderia ter sido melhor executado. Porém, diverte e causa uma certa “curiosidade” para continuar vendo as aventuras do ladrão sedutor mágico. Então, no final de tudo, eu recomendo os epeciais de Magic Kaito. Fiquem ligados no quarto que será lançado este mês e como diz Kaitou Kid: não se esqueçam da “poker face”!

Já que finalizei este post, vou apresentar-me: sou a Rafaela, mais conhecida como Rah e escrevo tanto no blog Special Days quanto agora, no Video Quest. É uma grande felicidade poder escrever para este vlog/blog e espero agradar alguns com meus posts.

See ya!

Sigam a Rafa no Twitter! @walkerRah

[Atualização: Informações erradas mudadas… Sinto muito pelo transtorno. Próximo post, tentarei evitar esse constrangimento…]

No ano de 1988, o jovem mangaká Gosho Aoyama estreou […]

19 thoughts on “Review: Magic Kaito – O “pai” de Detective Conan!”

    1. pra falar a verdade eu nunca li nenhum dos dois mangás citados…
      mas achei bem interessante sua escrita, me despertou curiosidade de ler Detective Conan e Magic Kaito o/

  1. Saudações

    O VQ agora está ampliando horizontes na questão redatores?
    Escolha excelente!

    A Rafaela já tem o próprio blog, e os textos que ela faz já possuem muita qualidade. A prova disso está nesta postagem publicada no VQ.

    Parabéns.

    Até mais!

    1. Sim! Teremos mais gente escrevendo aqui. Semana que vem tem coluna do Azrael (e talvez uma minha também). Mais conteúdo de qualidade, esperamos, pra quem nos acompanha.
      E a Rah é a menina mais legal do Twitter (não se ofendam, meninas!), e eu sempre gostei dos textos dela, sempre objetivos, e sempre gostosos de ler.

      1. Saudações

        Acho sua ideia muito va´lida para a longevidade do VQ, Leonardo.

        E aposto que a Rafaela deve ter aceitado o seu convite sem a menor cerimônia, hehe…

        Desde já fico no aguardo da sua postagem.

        Até mais!

  2. Nossa… fiquei surpreso! Não imaginava encontrar um texto sobre Magic Kaito nesse início de textos no novo site do Video Quest. Como eu sou um grande fã de Detective Conan e do Gosho Aoyama, eu conheço o personagem Kaitou Kid, e é um dos personagens que eu gosto ^^. Logicamente eu vi os 3 OVAs do Magic Kaito, e gostei bastante dos 3. Se bem que o primeiro OVA serviu mais para contar a origem do personagem XD. Queria ver se o Kaitou Kid aparece em um live action, nem se for naquele novo Drama do Detective Conan ^^. Gostei da review, foi bem objetiva, e já começou com um personagem excelente. Conclusão: vou começar a ler os textos q saírem aqui XD Parabéns e boa sorte o/

  3. Legal! Nova redatora no VQ. Seja bem vinda!. o Texto esta bem legal mesmo, fico na espectativa das próximas postagens. Eu não curto esse tipo de anime más, ela soube vender bem o plot da série. Ganbatte!!!

  4. Otima materia, nao esperava sair um post tao cedo assim. Achei q sairia um video avisando ou algo do tipo. Parabens pela estreia, foi muito gostoso de ler, mesmo nao gostando de desse tipo de genero ate q sinti vontade de assistir. E parabens ao VQ por…….existir kkkkkkkkkkkkkkk. Foi por causa de vcs q eu estou me aprofundando mais no mundo otaku. Obrigado.

    Abraço.

  5. Eheh, nem tenho muito o que dizer, Detective Conan para mim é muito bom, divertido, com suas buscas e casos interessantes… e o Magic Kaito eu tinha visto só em inglês e tinha gostado também!

    Adorei o Review! E continue assim =D

  6. Otimo post.
    Gostaria de deixar a minha experiencia pessoal aqui.
    Meus amigos sempre me falavam para eu ver Detective Conan , mas eu sempre deixava de lado e acabava nao vendo.Foi quando eu vi esse especial do Kaito e finalmente comecei a ver o anime e ler o manga do Conan( embora mais pela vontade de ver o Kaito em acao ).
    So agora lendo esse post , eu fiquei sabendo que na verdade o Kaito e de um manga que foi cancelado( eu ate tive um calafrio quando li isso ), estou meio triste pela noticia( eu axava que ele era um dos pesonagens do Detective Conan e nao um cross-over ).Mesmo assim continuo vendo Conan na esperanca de ver o Kaito XD.

Deixe uma resposta