Troca Debate #6: Os melhores RPGs de playstation

O episódio de hoje é para atingir diretamente o seu lado saudosista que andava adormecido. Listamos e discutimos quais seriam os melhores RPGs lançados para Playstation (PS1).

O lançamento dos nossos podcasts acontece quinzenalmente sempre às quinta-feiras. Não deixe de comentar e mandar e-mails para sabermos o que vocês gostariam de ouvir por aqui.

——————————————————————————————————————————–

Ouça:

 

Download formato .mp3 (90mb)
(clique com o botão direito do mouse e escolha a opção “salvar destino como…” ou “salvar link como…”)

———————————————————————————————————————————

Assine o Troca Debate no iTunes
Acesse aqui: https://itunes.apple.com/br/podcast/troca-equivalente/

Adicione o nosso FEED no seu agregador de RSS
http://feeds.feedburner.com/trocaEquivalente

———————————————————————————————————————————

Participantes:

Hugo, Lívia, Samuel, Teko e Wagner.

Cronologia:

Apresentação – (00:00:00)
Star Ocean: Second Story – (00:00:49)
Tales of Eternia – (00:11:09)
Vagrant Story – (00:22:00)
Suikoden II – (00:39:26)
Breath of Fire III – (00:44:52)
Final Fantasy Tactics – (01:00:49)
Final Fantasy VII – (01:10:49)
Chrono Cross – (01:32:04)
Grandia – (01:49:57)
Wild Arms – (01:54:36)
Recomendações de JRPG’s – (02:02:33)

Fale Conosco:

Queremos saber sua opinião sobre o programa, isso é realmente importante! Podem ser críticas, elogios, dúvidas, poemas e xingamentos. Mande sua opinião pelos comentários, twitter, facebook ou pelo nosso e-mail: [email protected]

 

O episódio de hoje é para atingir diretamente o seu […]

22 thoughts on “Troca Debate #6: Os melhores RPGs de playstation”

  1. CHRONO CROSS É O JOGO MAIS FODA DO PSONE!!!!!!!!!!!!!!

    QUANDO EU DESCOBRI OS LINKS COM O TRIGGER EU JURO QUE CHOREI DE EMOÇÃO!
    é muito épico! Quando descobri quem é a Kid! quem é o Linx! PUTA MERDA
    vão se ferrar! Chrono Cross é muito épico!
    me arrepio cada vez que ouço aquela abertura!

  2. Ficou realmente muito bom o podcast, gostei bastante mesmo n tendo jogado praticamente nenhum dos jogos citados (pelo menos não inteiros). Quando eu era criança (época q eu realmente jogava video game), n tinha mta paciência para jogos de RPG, por causa do sistema de batalha em turno, coisa que até hoje me incomoda (um pouco). Nessa época eu tbm n ligava muito para as histórias dos jogos; apenas em alguns eu realmente me importava com elas (como em Resident Evil, por exemplo), mas agora acabei percebendo que além dos animes e mangas, os jogos tbm podem proporcionar histórias muito interessantes de se acompanhar, tanto que já tenho uma lista de jogos pra jogar, aqui. Como prioridades estão os Final Fantasy e Dragon Quest, duas franquias mto famosas, mas é provável que antes deles eu acabe jogando Chrono Trigger e Chrono Cross, já q eu tbm sempre adorei temas que mexem com espaço-tempo, além de q um amigo meu me recomenda esses jogos há anos. Espero que algum dia eu consiga jogar tudo que foi citado xD

  3. Falar que o PSOne vendeu pra caralho por causa de FFVII é loucura hein ! Sega Saturn já tinha ido de ralo , e pelo o fato de Nintendo 64 usar cartucho , e o PSOne CD muito jogos foi pro PSX , e o N64 dá pra contar nos dedos os jogos que prestam.
    Não sei porque endeusam tanto o FFVII ._. , 1 jogo que foi ofuscado por ele foi Wild Arms que vocês comentaram e o sistema de Batalha e o Visual do Breath of Fire IV é melhor que o de Breath of Fire III a parte de dragão concordo o do 3 é foda , mas o 4 é muito foda e a estória também é foda pra caralho !

  4. wow esses jogos fizeram minha adolescência!!! *__* a principio fiquei triste pq nao tinha Persona 2 na lista (mas ta nas recomendações uhul!), quebrar o padrão medieval pra algo mais moderno, batalhas com músicas descoladas, personagens maneiros, demônios, bizarrices, trama voltada pro suspense e policial, adoroo!! rsrs. Suikoden 2: acho o máximo conseguirem criar 108 personagens com carisma, o character design mt bem elaborado, e o mais legal que o jogo não te obriga a ficar só lutando pra aumentar de nível (imagina como seria elevar level 99 com tanta gente?) tem aquelas coisas no castelo pra ficar explorando, competição de culinária, etc. Os gráficos fizeram alguns gamers torcerem o nariz, mas sempre achei bonitinho o jogo. Enfim foi ótimo relembrar os velhos tempos, muito bom podcast!

    1. Fizeram a nossa adolescência também, foi muito bacana relembrar esses games. Suikoden é uma franquia que ainda tenho interesse em jogar, vamos ver!

  5. Da lista só não gosto do FFVII, nunca vi o que ele tem de
    tão bom para mim foi mais um jogo da boa safra do ps1.

    Agora FinalFantasy Tactics jogo até hoje incessantemente. Das recomendações
    finais conhecia bem poucos e só tenho um comentário: Não terminei a minha tese
    de doutorado em filosofia e teologia para entender o enredo de Xenogear, mas
    adoro o sistema de batalha e os robôs.

  6. Primeira vez que eu entro no site, ouço o podcast de vocês e devo dizer muito bom. Parabéns é pura nostalgia, me lembro do tempo que jogava Final Fantasy, Legend of Dragoon, Grandia Xenogears e entre outros. Vou acompanhar os próximos episódios.

  7. Chrono Cross é um dos jogos mais geniais do PS1, a trilha sonora é a mais linda de todas e os gráficos são muito bons até hoje, isso se você não jogar em uma TV atual e em Widescreen, porque aí você tá de brincadeira.

    Claro, não é perfeito, mas não acho que isso tira todo mérito do jogo. Foi com certeza o jogo que mais me marcou nessa geração.

    Também prefiro a arte do Amano a arte do Nomura, acho que a arte dele tem uma identidade própria e é algo diferente do que tinha na época, mas também é aquela coisa, ou o Amano faz uma arte linda sensacional, ou uma arte meio bosta, um exemplo é a arte do personagem principal do FFV que é a coisa mais gay possível, ainda bem que alteraram quando fizeram os sprites.

    Ótimo podcast, espero a versão de Super Nintendo do mesmo assunto.

  8. Chrono Cross é um dos jogos mais geniais do PS1, a trilha sonora é a mais linda de todas e os gráficos são muito bons até hoje, isso se você não jogar em uma TV atual e em Widescreen, porque aí você tá de brincadeira.

    Claro, não é perfeito, mas não acho que isso tira todo mérito do jogo. Foi com certeza o jogo que mais me marcou nessa geração.

    Também prefiro a arte do Amano a arte do Nomura, acho que a arte dele tem uma identidade própria e é algo diferente do que tinha na época, mas também é aquela coisa, ou o Amano faz uma arte linda sensacional, ou uma arte meio bosta, um exemplo é a arte do personagem principal do FFV que é a coisa mais gay possível, ainda bem que alteraram quando fizeram os sprites.

    Ótimo podcast, espero a versão de Super Nintendo do mesmo assunto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *