Análise – Dissidia 012 [duodecim] Final Fantasy

Produzido e publicado pela Square Enix para o portátil PSP, foi lançado em Março de 2011 nos EUA, Europa e Japão. Duodecim é um jogo de luta, que possui elementos de RPG, com os personagens da franquia Final Fantasy. É um prelúdio do Dissidia: Final Fantasy.

Esta análise contém spoilers em relação à lista de personagens.

As lutas são 1 contra 1 em campo aberto e com obstáculos. O jogador pode escolher o personagem que vai usar, um personagem assistente, escolher quatro golpes do assistente, equipar arma, armadura, escudo, bracelete, 10 acessórios, 1 summon, 12 golpes e algumas habilidades se sobrar pontos.

Os personagens podem subir até o level 100. E cada um possui quatro barras sendo uma de HP que quando acaba o jogador perde, uma de Brave que é um tipo de escudo que precisa ser quebrado para que os golpes causem dano na barra de vida, uma barra para os assistentes que é gasta ao invocar um ajudante e uma barra de especial que torna o personagem mais forte por um tempo e possibilita o uso de um ataque especial.

Existem dois tipos de ataque, o “Bravery attack” e o “HP attack”. “Bravery attack” rouba o Brave do oponente, mas não causa dano no HP, o “HP attack” só causa muito dano se o oponente não tiver Brave. Defesa bloqueia o “HP attack”, abre a defesa do oponente e o personagem pode esquivar do “Brave attack”.

Existem 3 modos de jogo, o modo história que é bem grande (campo aberto com baús, lojas e grids de batalha),o modo arcade que você luta contra o computador e o modo online em que você procura por oponentes podendo criar histórias e até batalhas para os outros jogadores.

Todos os 31 personagens são diferentes em estilo de luta e golpes não tendo cópia como o Ryu e o Ken de Street Fighter. A Terra, por exemplo, é especialista em magias, o Kain em ataques aéreos, Laguna possui muitos ataques de longo alcance e Squall possui muitos combos. Alguns personagens podem se transformar durante a batalha como o Cecil que vira o Dark Knight.

São 22 personagens do jogo anterior, 9 personagens novos e a Aerith em DLC (ela só funciona como suporte). Existem personagens para todos os gostos.

FF1: Warrior of Light, Garland, Desperado chaos (novo)
FF2: Firion, The Emperor
FF3: Onion Knight, Cloud of Darkness
FF4: Cecil Harvey, Golbez, Kain Highwind (novo)
FF5: Bartz Klauser, Exdeath, Gilgamesh (novo)
FF6: Terra Branford, Kefka Palazzo
FF7: Cloud Strife, Sephiroth, Tifa Lockhart (novo), Aerith Gainsborough (novo)
FF8: Squal Leonheart, Ultimecia, Laguna Loire (novo)
FF9: Zidane Tribal, Kuja
FF10: Tidus, Jecht, Yuna (novo)
FF11: Shantotto, Prishe (novo)
FF12: Garbranth, Vaan (novo)
FF13: Lightning (novo)

Pontos Negativos:
A história é fraca e cheia clichês.

Pontos a considerar:
Os personagens no inicio são desequilibrados, mas no final ficam bem equilibrados.

Pontos Positivos:
Os gráficos são fantásticos. Magias exorbitantes, menus, personagens e mapas detalhados.
As batalhas são de grande porte, os personagens são poderosos, alguns voam, outros jogam meteoros.
3 modos de jogos com muita coisa para fazer.
Grande quantidade de golpes, habilidades, invocações e equipamentos.
As músicas são nostálgicas e os efeitos sonoros fiéis a cada jogo da franquia.
A quase inexistência de loading e bugs.

Avaliação: 8,5


http://www.youtube.com/watch?v=VXCNLli_Nco

Produzido e publicado pela Square Enix para o portátil PSP, […]