Yukari Tamura decide sair da gravadora King Records

Seiyuu diz que decisão foi pessoal

Olá pessoas, como estão? No último sábado, dia 13 de janeiro de 2016, a Seiyuu Yukari Tamura, famosa por ser a interprete da personagem Nanoha Takamachi no Anime Mahou Shoujo Lyrical Nanoha, anunciou em seu blog oficial que seu contrato com a gravadora King Records, uma das maiores do Japão, irá se encerrar no próximo mês.

Segundo o post em seu blog, o fim do contrato com a gravadora não se deve a nenhum desentendimento por parte da cantora/seiyuu e a empresa, pois segundo ela, a decisão partiu da própria, sendo que o dia exato para o fim do contrato será o dia 20 de março de 2016. Por meio de comunicado, a King Records lamentou o fim de uma união que já durava nove anos e desejou interesse em trabalhar futuramente com Yukarin e seu fã-clube oficial.

yuka01

Yukari Tamura, que desde o começo do ano passado já dava indícios de que estaria diminuindo as suas atividades como seiyuu e cantora, agradeceu todo o apoio da King Records e também de seu produtor Akio Mishima, responsável por acompanhar boa parte da carreira da cantora na gravadora e que segundo Yukarin, foi a pessoa responsável por muitas vezes não deixar que ela desistisse de tudo quando a situação estava difícil.

O site oficial da seiyuu-cantora (http://www.tamurayukari.com/) será fechado para manutenção no dia 20 de março e deverá voltar algum tempo depois com informações sobre os futuros projetos de Yukarin no mundo do entretenimento japonês.

Com o anúncio do fim da relação com a gravadora, vieram também as notícias que seu próximo show, chamado “Tamura Yukari 2016 Fuyu Live Kaisai”, será cancelado, assim como seus programas de rádio “Kissa Kuro Usagi ~Himitsu Kobeya~” e “Tamura Yukari no Itazura Kuro Usagi“ e seu twitter @yukari_tamura, que devem continuar no ar até o fim do mês que vem.

yuka02

Yukari Tamura, que está em atividade desde 1997 e tem 39 anos, lançou ao todo 26 singles, 11 álbuns, 4 best-albuns, 2 mini-albuns e 15 DVDs. Destes, 15 singles foram lançados pela King Records, assim como 5 álbuns, 3 best albuns e os seus 2 mini-albuns, além de 11 dos seus DVDs.

Apesar de ser uma decisão que pegou todos os seus fãs de surpresa, a situação na gravadora deveria estar tão insuportável que sair e seguir o seu rumo sozinha foi o único jeito que Yukarin encontrou para sua carreira. Desejo toda a sorte do mundo para a Yukarin, que mesmo eu não estar acompanhando seu trabalho nos últimos tempos como fazia antigamente, considero ela uma das seiyuus mais importantes do Japão depois dos anos 2000.

Fonte: Anime News Network

Sobre Leo-Kusanagi

Apaixonado por cultura japonesa desde criança, começou a escrever sobre japonices em 2008, no Mithril e de lá pra cá cobriu diversas transformações da música japonesa ao longo dos anos. Viciado em games, doramas, animes, filmes e design, tem como objetivo informar e disseminar a cultura japonesa na internet.

Seiyuu diz que decisão foi pessoal Olá pessoas, como estão? […]

Deixe uma resposta