Quem são os fudanshis?

Afinal, quem são esses caras?

Quando o anime Fudanshi Koukouseikatsu estreou nesta temporada, despertou a nossa curiosidade. A série em si não é grande coisa: tecnicamente tosca e, como entretenimento, sofrível apesar de algumas boas ideias. Entretanto, o fato de ter um protagonista assumidamente fudanshi chamou a atenção. Se as fujoshis até há bem pouco tempo eram um mistério, fudanshis eram totalmente desconhecidos. Afinal, quem são eles?

Definição 

Hoje, boa parte dos otakus ocidentais sabe que fujoshi (腐女子) é a fã de boys’ love/yaoi. A tradução literal do termo é “garota podre”, daí ser considerado pejorativo no Japão. O fudanshi (腐男子) é a versão masculina, ou seja, o rapaz que é fã de yaoi. E, sabendo que manga/anime yaoi aborda relacionamentos amorosos entre rapazes, muita gente se pergunta se os fudanshis são homossexuais. A resposta é: não necessariamente.

Cara, você me conhece desde criança e não percebeu que eu sou fudanshis?

Cara, você me conhece desde criança e não percebeu que eu sou fudanshi?

Entre 2008 e 2011, Taimatsu Yoshimoto realizou um trabalho de pesquisa intitulado “Fudanshi ni Kiku”. Foram entrevistados cerca de 100 sujeitos a cada rodada, por internet e pessoalmente. Os resultados mostraram que há uma porcentagem de homossexuais, mas não é tão grande quanto se imaginava. Há uma boa parcela de homens que se declararam heterossexuais ou “mais atraídos por mulheres do que por homens”.

Mas… por quê?

Não dá para se dizer com certeza o que há no yaoi que atrai os fudanshis. Afinal, são obras direcionadas para o público feminino, destinadas a satisfazer as fantasias delas, certo? Haveria algum atrativo específico para os homens?

Minha alma gêmea!

Minha alma gêmea!

Uma hipótese, apontada pelo pesquisador Kimio Ito, é a de que seria uma reação ao padrão japonês tradicional de masculinidade. É aquela velha ideia de que homem tem que ser agressivo, autoritário e dominante. Fudanshis seriam homens que não querem ou não conseguem aceitar isso. Eles estariam buscando um outro modelo de masculinidade nos personagens das obras yaoi. Um dos entrevistados na pesquisa relatou que se sente “livre de uma consciência de gênero estabelecida”. Além disso, também haveria uma certa curiosidade em conhecer o universo feminino e suas fantasias.

De fato, no Japão os papéis do homem e da mulher ainda são rigidamente separados. Até no idioma isso acontece: há palavras e expressões que só os homens podem usar, por exemplo. Os famosos dizeres “isso é coisa de mulher” e “isso é coisa de homem” ainda têm muita força entre os japoneses. Com tantas regras e limitações, é de se esperar que quem não se encaixa tente se rebelar.

Bora comprar doujinshis!

Bora comprar doujinshis!

Mas, no final das conta, isso é apenas uma hipótese. Não há como saber ao certo, pelo menos por enquanto. No futuro, talvez, quando fudanshis forem tão conhecidos e aceitos quanto os nerds, será possível conhecer o que os levou a se tornarem fãs de yaoi.

E, deixando de lado as complicações, quem sabe os fudanshis apenas querem ler ou assistir histórias diferentes, fora do padrão? De qualquer forma, o que realmente importa é que todos sejamos livres de preconceitos. Que os fudanshis possam curtir mangas e animes em paz.

Ah, como é bom curtir mangás sem pessoas me olhando feio...

Ah, como é bom curtir mangás sem pessoas me olhando feio…

Este post foi apenas a ponta de um grande iceberg. Não quis me aprofundar e tornar o texto longo demais, afinal, o Gyabbo é um blog de anime e manga, não de sociologia. A pesquisa completa, com todos os detalhes e com um texto melhor elaborado está no livro que cito abaixo como fonte.

FONTES

BOYS LOVE MANGA AND BEYOND: History, Culture and Community in Japan de McLellan, Nagaike, Suganuma e Welker.

BANGIN (blog, inglês)

Sobre liviasuguihara

Instrutora de inglês, "arteira", amante de animes e mangás. Você também me encontra no Twitter (@lks46), no Deviantart (https://liviaks.deviantart.com/), e no Instagram (liviasuguihara).

Afinal, quem são esses caras? Quando o anime Fudanshi Koukouseikatsu estreou […]

7 thoughts on “Quem são os fudanshis?”

    1. Haha, não é ruim de causar revolta, só é “morno”. Mas vale assistir pela temática, acho que é o único anime de fudanshi que existe ^^

      Obrigada pelo comentário!

  1. Puxa, adorei o post!! Eu sempre me perguntei sobre isso – afinal, o que os fudanshis vêem no yaoi?
    Pessoalmente me identifico como “fujoshi” e acho que curto BL em grande parte pela zoeira (ah, *doujinshi*) e pela estética fofa que definitivamente quebra vários padrões sexistas. Também conheço muitas fujoshis não-heterossexuais/lgbtqiaa, então pra mim sempre ficou claro que o apelo do yaoi realmente não é sempre 100% sexual. Mas eu nunca tive a oportunidade de ouvir muitos fudanshis. Dos poucos colegas fudanshis que eu tive, a maioria se identificava como homo- ou bissexual, e os heterossexuais que liam BL não se identificavam como fudanshi. Só recentemente fui fazer mais amigos fudanshis e heterossexuais, e esse anime (que eu pessoalmente acho até engraçadinho!) despertou minha curiosidade para as diferenças desse cenário no Japão, então fiquei feliz com esse post! Parabéns pela pesquisa e muito obrigada pelo post! ^_^

    1. Obrigada, Chell ^^

      Sempre que eu escolhia alguma obra yaoi para ler era pela comédia ou pelo design (alguns autores de yaoi têm um traço tão lindo =*o*=), nunca me interessei muito pela parte sexual do gênero.
      Não achei o anime ruim, apenas insuficiente. Mas gostei de algumas ideias , como o protagonista passando vergonha na hora de comprar mangás XD

      1. Sim, tem! :) Também me fascina muito a estética de algumas obras, e o fato de muitas serem curtas. E concordo que Fudanshi Koukou Seikatsu foi insuficiente por um lado, acabou sendo superficial e acho que teria gostado mais se tivesse sido como um Gekkan Shoujo Nozaki-kun de fudanshis, com 30 minutos por episódio!

Deixe sua opinião