Massan – Um japonês, uma escocesa e a indústria do uísque

Conheça Masaharu e Ellie, um casal que superou preconceitos e ajudou a fundar a indústria do uísque no Japão.

Massan é um dorama produzido pela NHK que foi ao ar entre setembro de 2014 e março de 2015. A série conta a trajetória de Masaharu Kameyama, apelidado “Massan”, e sua esposa, a escocesa Ellie, que tentam produzir uísque no Japão numa época em que a maioria dos japoneses só conhecia o saquê. Os personagens são baseados no casal Masataka Taketsuru, criador do premiado uísque Nikka, e Jessie Roberta “Rita” Cowan.

Mesmo quem não se interessa por doramas tem sua atenção despertada por Massan devido ao seu fundo histórico e por abordar a questão do casamento entre japoneses e ocidentais.

Romântico, suavizado demais às vezes, mas interessante.

Romântico, suavizado demais às vezes, mas interessante.

A história real

O casal que inspirou o dorama, Masataka e Rita Taketsuru, é bastante respeitado hoje pelos japoneses que conhecem ou trabalham na indústria de bebidas, mas, como bem mostra o dorama, levou um bom tempo para que conseguissem ser aceitos pela sociedade.

Masataka Taketsuru (1894~1979) era herdeiro de uma família tradicional, que possuía uma destilaria de saquê desde 1733. Ele conheceu e se casou com Jessie Roberta “Rita” Cowan (1896~1961) no período que passou estudando e trabalhando na Escócia. Apesar da oposição de suas famílias e do preconceito, que era muito mais forte na época, eles permaneceram juntos até a morte de Rita aos 64 anos. Ela precisou enfrentar tanto a rejeição da família do marido quanto da sua própria, além das dificuldades de ser uma ocidental no Japão, principalmente durante a Segunda Guerra Mundial. Taketsuru fundou a destilaria Dai Nippon Kaju K.K. – mais tarde renomeada Nikka. Seu uísque ganhou vários prêmios internacionais, sendo o mais recente o International Spirits Challenge 2015.

Masataka e Rita Taketsuru, o casal da vida real que inspirou o dorama.

Masataka e Rita Taketsuru, o casal da vida real que inspirou o dorama.

O dorama

Se comparado ao ritmo ágil dos animes e a encenação bombástica das novelas brasileiras, Massan pode parecer uma narrativa bastante lenta e comedida. Há um bocado de choradeira e brigas, mas nada de arrancar cabelos ou rasgar roupas. A seu favor, os episódios têm menos de 15 minutos. Os protagonistas, Masaharu (Tetsuji Tamayama) e Ellie (Charlotte Kate Fox) são simpáticos e o romance entre eles tem um clima de “shoujo fofinho” principamente no início. 

A abertura é antiquada, com uma música no estilo das canções populares no Japão da Segunda Guerra que pode soar esquisita para quem não conhece. Por outro lado, o encerramento é bem curioso: os episódios terminam simplesmente  apresentando fotos e mensagem de japoneses casados com estrangeiros, não apenas ocidentais, mas também árabes, indianos, e de vários outros países da Ásia.

Ás vezes as coisas ficam açucaradas demais, mas dá pra engolir...

Ás vezes as coisas ficam açucaradas demais, mas dá pra engolir…

Por ser exibida no horário da manhã, a série suavizou muito ou abordou de forma superficial pontos sensíveis como o racismo e os efeitos psicológicos da derrota na guerra, por exemplo. Por outro lado, conseguiu retratar de forma honesta, ainda que simplificada, os dramas pessoais dos personagens, como os conflitos entre Ellie e sua sogra, e os problemas da filha adotiva dos dois, Emma, vítima de bullying por ter uma mãe “gaijin”. Também é digno de nota o esforço da atriz americana Charlotte Kate Fox, que não tinha nenhum conhecimento prévio de japonês, mas que conseguiu aprender o bastante para se manter como protagonista numa série quase inteiramente falada no idioma. 

É importante salientar que, embora tenha a tendência de glorificar o uísque de maneira semelhante ao que os animes de culinária fazem com a comida, por exemplo, a série raramente mostra personagens bebendo ou se embebedando. O dorama parece tentar mostrar a bebida alcoólica como algo especial para ser consumido em ocasiões significativas, e não de forma corriqueira. No final das contas, a história é muito mais sobre a vida de Massan e Ellie do que sobre uísque.

Juntos por toda vida apesar de tudo.

Juntos por toda vida apesar de tudo.

No geral, Massan é um dorama que pode atrair quem gosta de história e tem curiosidade sobre o relacionamento entre ocidentais e orientais. Quem não está acostumado com o estilo desse tipo de programa talvez estranhe um pouco, mas se o seu interesse nos assuntos que a série aborda for grande, pode valer muito a pena. 

FONTES

http://www.nikka.com/eng/

https://en.m.wikipedia.org/wiki/Massan

https://en.m.wikipedia.org/wiki/Masataka_Taketsuru

https://en.m.wikipedia.org/wiki/Rita_Taketsuru

Sobre liviasuguihara

Instrutora de inglês, "arteira", amante de animes e mangás. Você também me encontra no Twitter (@lks46), no Deviantart (https://liviaks.deviantart.com/), e no Instagram (liviasuguihara).

Conheça Masaharu e Ellie, um casal que superou preconceitos e […]