GIGA Jump e a mini safra!

Nesta nova safra da Jump somos apresentados a apenas uma nova série – mas ela vem acompanhada de uma grande novidade: GIGA Jump!

Este ano pode ser considerado atípico para a Shonen Jump. Já estamos no terceiro bimestre e só tivemos duas novas séries para a revista (que você pode ler sobre a estreia AQUI). A revista, que é famosa por entregar anualmente uma média de 10 novos mangas por ano, agora parece que está jogando na retranca.

O motivo da baixa rotatividade de séries tem a ver com a volta, há pouco tempo, de três veteranos às suas páginas (pode conferir a matéria AQUI): Yu Gi Oh e Naruto tiveram capítulos especiais. Hunter x Hunter veio para ficar (até o próximo hiato) e, agora, teremos a estreia da série mensal de Boruto – sim, mensal! Apesar de ser considerado um novo título, não é, oficialmente, um calouro na grade. Sem falar que a periodicidade diferenciada também faz com que esta nova série seja visto como algo “à parte” dentro do semanário.

De novo?! Naruto está virando o novo Dragon Ball da Shonen Jump!

De novo?! Naruto está virando o novo Dragon Ball da Shonen Jump!

O motivo de tantas séries antigas de sucesso voltando a dar as caras é a recente perda do gigante Ansatsu Kyoushitsu que encerrou-se naturalmente nas páginas do semanário. Para evitar uma debandada de leitores, o departamento editorial preparou todos estes retornos para uma mesma data e, provavelmente, fizeram uma proposta irrecusável para que Kishimoto continuasse a série de maior sucesso da revista (num panorama internacional, Naruto faz mais sucesso que One Piece) pelo menos por mais algum tempo.

Bom para a revista, bom para os fãs destas séries antigas em específico, mas muito chato para quem gosta de acompanhar as novidades da Jump. No entanto, parece que, enfim, teremos uma novidade:

Takuan to Batsu no Nichijou Enma-chou, série do novato Itani Kentarou estreia na edição 24 deste ano e, provavelmente, será uma estreia solitária, do contrário o departamento editorial teria feito algum anúncio junto com ela (não que esteja descartada a possibilidade de mais novidades até o final deste semestre). Trata-se de mais uma história que mistura comédia, sobrenatural e elementos folclóricos do Japão. Sério, a Jump já está abarrotada destes temas…

Já estamos em Maio e tivemos apenas três séries novas na Jump

Já estamos em Maio e tivemos apenas três séries novas na Jump

A série conta a história de um estudante com poderes sobrenaturais e sua irmã, igualmente poderosa e com ares de lolicon. Eles parecem agir como uma espécie de “detetives/exorcistas” no seu ambiente escolar e lutam juntos para combater as ameaças (hmmm, lembrou um pouco o novato Kimetsu no Yaiba, mas dele falaremos mais à frente).

Esta safra magérrima veio sem nenhum anúncio de cancelamento, pelo menos por enquanto. Aliás, a revista vive um momento curioso: atualmente tem vários títulos que vendem abaixo de 40 mil cópias na primeira semana (considerado muito baixo para seus padrões), mas mesmo assim insiste em manter estas séries.

Segundos os dados do Oricon, Sesuji wo Pin! to, Hinomaru Zumou, Isobe Isobee Monogatari, Samon-Kun wa Summoner e Mononofu estão na casa dos 30-20 mil cópias vendidas nos primeiros setes dias – Mononofu é ainda pior, seu último volume vendeu vergonhosos 18 mil. Mas de todas estas séries, pode-se dizer que Zumou esteja em situação mais complicada porque é a série mais antiga destas quatro e não possui nenhuma perspectiva de melhora (a não ser que um milagroso anime seja anunciado). No caso de Isobee, ele já possui lugar cativo na Jump na eterna última posição – trata-se de uma série de comédia leve feita para isto mesmo, fechar a revista.

Os dois novatos, Yunna-SanKimetsu no Yaiba, precisam vender um número de cópias aceitável com seus respectivos primeiros volumes – e o departamento editorial parece mais motivado a fazer com que Yuuna-San se saia bem para que, enfim, um ecchi se mantenha – para que sobrevivam mais um pouco. Por sinal, Nisekoi em breve será encerrado naturalmente. E Toriko, que está praticamente largado às traças junto com Bleach (sem capas, sem páginas coloridas e sem anime), também corre o risco de ser passado na faca.

Jump NEXT será substituída?!

Jump NEXT será substituída?!

Bom, mas o maior anúncio da Jump desta semana foi realmente a chegada de um novo filhote: a revista mensal Jump GIGA que alguns teorizam que vai substituir a já conhecida Shonen Jump NEXT como nova casa para one-shots de novatos e tábua de salvamento para algumas séries que acabaram sendo transferidas da revista principal ou que tiveram capítulos extras publicados lá (como Soul Catcher(S) e Beelzebub).

Corre à boca pequena que esta revista vai receber em suas páginas algumas séries da Jump que, apesar de estarem vendendo mal, possuem muita qualidade (como Mononofu, Hinomaru Zumou e até Toriko). Mas isto é o que a raia miúda nos fóruns da internet comenta, ainda não há nada oficial.

Vamos aguardar para ver como será a próxima dança das cadeiras na revista na próxima safra.

Nesta nova safra da Jump somos apresentados a apenas uma […]