Temporada de Inverno 2016 – Apostas

The winter is coming here! A Temporada de Inverno 2016 já começou, portanto é mais do que hora de fazer nossas apostas!

Para quem não conhece a metodologia utilizada no Gyabbo!, aqui vai um breve sumário:

  • Grandes Apostas: Esses são os animes que eu com certeza irei conferir e onde coloco as minhas fichas para serem os melhores da temporada;
  • Prometem Muito: São animes com grande potencial e que provavelmente também serão bons, mas sem tanta segurança quanto os da categoria anterior;
  • Podem ser bons, mas não tenho certeza: Nesta categoria estão os animes ainda com potencial, mas que por um motivo ou outro trazem uma certa desconfiança;
  • Milagres acontecem: Animes com temas que não me agradam, com estúdios sem currículo, escolhas técnicas questionáveis são as características das séries dessa categoria. Mas ainda assim, há sempre a possibilidade de um milagre acontecer…
  • Sobre continuações e similares: Tem que explicar? Aqui ficam as séries que estão recebendo suas continuações, remakes, spin-offs etc;
  • Er… não (animes que prefiro ignorar): Por último, séries que não me dão nenhuma vontade de assistir, normalmente os ecchis mais explícitos e os animes mais infantis.

Lembrando que esse post é 100% opinativo sobre aquilo que eu gosto, o que eu estou esperando que aconteça, nunca uma verdade cravada na pedra, por isso mesmo os convoco para deixar seus próprios comentários do que estão achando dessa nova temporada!

Para conhecer cada anime com suas fichas técnicas de maneira objetiva – incluindo sinopses, datas de estreia, estúdios, diretores, gêneros e trailers – clique na imagem abaixo para ir até o Guia Completo de Séries de Animes da Temporada de Inverno 2016 do Gyabbo!, a mais completa fonte em português sobre os novos animes!

Oshiete-Galko-chan
Sem mais delongas… que comecem as apostas!

Grandes Apostas

Boku Dake ga Inai Machi

BokumachiEm uma temporada bem fraca como essa de inverno, não deveria ser difícil uma obra se sobressair. Mas a verdade é que Boku Dake ga Inai Machi está aqui não por ser acima de uma média nivelada por baixo, está por tudo aquilo que apresenta como características fortes. É verdade que o estúdio A-1 Pictures, por mais que seja uma casa repleta de boas produções em sua história, consegue ser bastante inconstante, mas ao irmos a fundo em busca dos nomes envolvidos encontramos na direção Tomohiko Itou, responsável pelo ótimo e recente Silver Spoon. Além dele, temos também Taku Kishimoto, que trabalhou com o diretor no anime dos “fazendeiros” e ainda fez a feliz adaptação de Usagi Drop, cortando gorduras desnecessárias da obra original, compondo um excelente drama. Por fim, Yuki Kajiura, um dos maiores nomes musicais da indústria completa a equipe técnica como a cereja do bolo.

No entanto, mais do que uma promessa técnica, Boku Dake ga Inai Machi me seduziu por um enredo intrigante, mexendo com viagens temporais e resoluções de traumas passados de uma forma que permite uma evolução interessante dos personagens, algo fundamental se queremos um anime para ser lembrado ao invés de simplesmente algo legal de ser ver em uma safra ruim.

Prometem Muito

Hai to Gensou no GrimgarHai to Gensou no Grimgar – A última vez que dei uma chance para um anime de ação medieval com toques de fantasia baseado em uma light novel tive a grande felicidade de me deparar com DanMachi, então por que não tentar novamente? Apesar de ser também da A-1 Pictures, Grimgar não possui tanta gente de qualidade envolvida e é obviamente a segunda opção do estúdio, o que não é nenhum desmerecimento, apenas um ponto a menos na hora de apostar.

Shouwa Genroku Rakugo Shinjuu – Drama josei de época não aparece toda hora no mundo dos animes, ainda mais um bem elogiado pelas internets. Só que mais do que isso, o que me interessou foi ver como será trabalhada a vida de um ex-presidiário no Japão. O mais próximo que vi de algo assim foi em Rainbow, um bom anime, só que com outra proposta.

Podem ser bons, mas não tenho certeza

AjinAjin – Com tudo para ser o hype da temporada, Ajin acabou um pouco esquecido pela sua animação em CG. Devo dizer que tenho certo preconceito com obras que abraçam esse estilo completamente. Se for contar que o início do manga não me empolgou nada, difícil apostar mais.

Dagashi Kashi – Vocês viram os trailers? Lembra muito aqueles shounens de comédia levemente escrachada com uma proposta inusitada que eu tanto gosto de assistir entre uma obra mais intensa e outra.

Haruchika: Haruta to Chika wa Seishun Suru – P.A. Works deve ser o estúdio mais “ame ou odeie” no meu coração, mais uma vez apresentando técnica sem grande empolgação no argumento. Infelizmente, exceção feita à SHIROBAKO, poucas vezes tenho me surpreendido com uma obra deles nos últimos tempos.

Musaigen no Phantom World – Costumeiramente qualquer obra da Kyoto Animation estaria melhor classificada nesse post, principalmente depois da obra prima que foi Hibike! Euphonium, mas a fórmula muito parecida com Kyoukai no Kanata e o que parece ser uma aposta excessiva em insinuações eróticas tiraram um pouco da minha empolgação.

Oshiete! Gyaruko-chan – Meu queridinho nessas apostas, traz de volta o diretor do ótimo SKET Dance em um slice of life bem honesto ao trazer personagens propositalmente estereotipados. Uma aposta arriscada? Certamente, mas qual graça teria se não tivesse uma dessas?

Sekkou Boys – Apesar dos meus colegas de Portal Genkidama estarem se derretendo pela proposta de um grupo idol formado por quatro estátuas, ainda não consigo ver essa ideia aguentar muitos episódios. Espero estar errado.

Ojisan to Marshmallow – Um bigodudo gordinho que adora um marshmallow em episódios de cinco minutos? Ou dá muito certo ou não passo do primeiro episódio.

Tabimachi Late Show – Apesar das poucas informações em cima desse, achei interessante a temática “jornadas e despedidas”, ainda mais pelo histórico do estúdio CoMix Wave Films com as obras do grande Makoto Shinkai.

Bubuki Buranki – Comecei a desenvolver uma teoria de que quando o anime enche sua sinopse com termos próprios para parecer legal demais é hora de deixar ele pra lá. No entanto, sua animação diferente, mas muito bem feita me chamou a atenção e pagarei pra ver.

Milagres acontecem

Sushi PoliceDimension W – Leia o comentário de Bubuki Buranki.

Divine Gate – Um grupo de adolescentes lutando no meio de um lugar que foi devastado misteriosamente, que original.

Kono Subarashii Sekai ni Shukufuku wo! – É tipo de um No Game No Life genérico, só que sem a curiosidade de ver por ter sido criado por um brasileiro.

Luck & Logic – FUN THINGS ARE FUN, isso é tudo que eu consigo pensar ao ver os trailers desse anime, além de parecer algo extremamente formulaico e artificial para gastar tempo.

Prince of Stride: Alternative – Como nem tudo que reluz é ouro, essa produção da Madhouse com um esporte cool e nada mais parece algo para ter pouquíssimas esperanças.

Shoujo-tachi wa Kouya wo Mezasu – Um estúdio com zero produções interessantes e um harém escolar em potencial, preciso dizer mais?

Sushi Police – É como se alguém estivesse lendo as brigas sobre ketchup e pizza do Twitter e pensasse que isso pudesse dar um bom anime. Difícil.

Active Raid: Kidou Kyoushuushitsu Dai Hakkei – Vocês sabem que eu não gosto de mecha, né?

Sobre continuações e similares

Yamishibai-3Diferente do Outono 2015, marcado pelo número alto de sequências, várias delas muito aguardadas, a Temporada de Inverno 2016 traz um número enxuto e sem grandes pesos pesados. É claro que há público para uma segunda temporada de Ansatsu Kyoushitsu e Akagami – ou mesmo para o fim de Durarara!! -, mas nada de roubar as luzes das estreias, mesmo que seja uma temporada mais fraca.

Akagami no Shirayuki-hime 2; Ansatsu Kyoushitsu (TV) 2; Durarara!!x2 Ketsu; Ganbare! Lulu Lolo 3; Gate: Jieitai Kanochi nite, Kaku Tatakaeri 2; Mahou Tsukai Precure!; Nurse Witch Komugi-chan R; Schwarzesmarken; Ketsuekigata-kun! 4; Teekyuu 7; Yami Shibai 3.

Er… não (animes que prefiro ignorar)

Saijaku Muhai no BahamutAo no Kanata no Four Rhythm; Koukaku no Pandora; Norn9: Norn + Nonet; Phantasy Star Online 2: The Animation; Reikenzan: Hoshikuzu-tachi no Utage; Rilu Rilu Fairilu: Yousei no Door; Saijaku Muhai no Bahamut; Kono Danshi, Mahou ga Oshigoto Desu.; Mahou Shoujo Nante Mouiidesukara.; Nijiiro Days; Ooya-san wa Shishunki!.

Mas e vocês, o que esperam desses novos animes e o que estão assistindo? Deixem suas opiniões nos comentários e até o próximo post!

Clique AQUI e curta a fanpage do Gyabbo! no Facebook e esteja sempre atualizado com os novos posts! Nos siga no Twitter também clicando AQUI.

The winter is coming here! A Temporada de Inverno 2016 […]