Ushio to Tora – Primeiras impressões

Divirta-se com demônios ferozes em Ushio to Tora!

No porão de um depósito em sua casa, o jovem Ushio encontra um demônio parecido com um tigre aprisionado por uma lança sagrada. Uma série de acontecimentos estranhos obriga Ushio a libertar esse demônio e os dois acabam que se aliar para enfrentar um ataque de seres sobrenaturais.
O primeiro episódio de Ushio to Tora nos mostra um bom e velho shonen à moda antiga, com personagens que cativam muito pela nostalgia, cenas de ação bacanas e humor simples e eficiente.
ushio

O clássico protagonista Ushio: rude, comilão, não muito inteligente, atrapalhado, mas de bom coração.

Ushio to Tora é um manga antigo, de autoria de Kazuhiro Fujita e publicado na Shonen Sunday entre 1990 e 1996. Foi adaptado para OVA nos anos 90 e agora, para anime pelos estúdios MAPPA e Studio VOLN. Dá para ver nos traços do desenho e na própria história o estilo daquela época.
Da abertura ao encerramento, Ushio to Tora deve dar aos espectadores mais velhos um gostinho de infância. A ambientação sobrenatural faz pensar em YuYu Hakusho, o relacionamento acidentado de Ushio com seu pai lembra um pouco o Ichigo nos primórdios de Bleach, por exemplo.
ushio e tora discutem

Ushio e Tora discutem a relação…

No que diz respeito à comédia, pessoalmente as tentativas desastrosas do Tora de convencer Ushio a libertá-lo me pareceram mais irritantes do que engraçadas, mas a interação entre ele e Ushio no geral foi divertida, bem no estilo “inimigos forçados a trabalharem juntos”. As cenas entre  Ushio e o pai também fazem rir, principalmente aqueles que preferem um humor mais direto, sem segundas intenções.
O ritmo é bom, alternando humor, suspense e ação de modo que as informações essenciais são introduzidas com a devida clareza, mas sem dar chance ao espectador de ficar entediado.
Ushio não é lá muito inteligente, mas o Tora... é pior!

Ushio não é lá muito inteligente, mas o Tora… é pior!

Quanto aos personagens, os que apareceram neste primeiro episódio não saíram muito do padrão comum de anime shonen: protagonista não muito inteligente, mas de bom coração e com grande senso de justiça, o inimigo que é forçado a se tornar parceiro, as meninas que gostam do herói.
Ushio é um protagonista simpático e interessante pelo contraste entre seu jeito atrapalhado nos momentos de calma e sua ferocidade nas lutas. O mesmo pode se dizer de Tora. Um ponto interessante no caso de Tora é o fato de ser verdadeiramente traiçoeiro e continuar assim até o fim do episódio. Se o processo de transformação dele de demônio a herói for desenvolvido de forma gradativa e sem pressa no correr dos episódios, dará uma excelente história.
O visual feroz dos combates é bacana

O visual feroz dos combates é bacana

As meninas, ao que tudo indica, serão as donzelas em perigo a serem salvas durante a série. Quem não gosta do tipo tsundere provavelmente não vai se entusiasmar com a Asako, e a doçura da Mayuko pode parecer um pouco excessiva para alguns. Entretanto, foi apenas a impressão de um primeiro episódio, pode ser que as personagens se desenvolvam e mudem com o tempo.
Em qualidade técnica, o anime é muito bom naquilo a que se propôs: o character design conseguiu atualizar o traço do desenho sem perder o charme dos anos 90, a animação e trilha sonora foram eficientes, ainda que não espetaculares.
As personagens femininas parecem bem comuns... será?

As personagens femininas parecem bem comuns… será?

Concluindo, Ushio to Tora é um anime divertido. Não chega, por exemplo, ao nível de diversão de YuYu Hakusho, mesmo tirando a dublagem brasileira que acabou conquistando os corações de muita gente, mas é uma boa opção para quem procura uma mistura de ação e comédia sem grandes pretensões.
Você pode assistir Ushio to Tora no Crunchyroll.

Sobre liviasuguihara

Instrutora de inglês, "arteira", amante de animes e mangás. Você também me encontra no Twitter (@lks46), no Deviantart (https://liviaks.deviantart.com/), e no Instagram (liviasuguihara).

Divirta-se com demônios ferozes em Ushio to Tora! No porão […]