Denpa Kyoushi – Primeiras Impressões

A temporada de primavera, que é famosa por ser a melhor do ano, finalmente começou e com ela somos apresentados ao novo Great Teacher Onizuka… Não, péra… Conheçam o professor mais otaku do Japão em Denpa Kyoushi!

Brincadeiras e semelhanças à parte, é inegável que ao ler a sinopse de Denpa Kyoushi sua lembrança será remetida ao famoso professor delinquente dos anos 2000, mas até que ponto essa nostalgia conta como ponto positivo nesse novo anime? Antes de mais nada, vamos dar uma repassada no que a obra nos mostrou neste primeiro episódio.

Logo de início somos apresentados a um otaku chamado Kagami Junichirou, dono de um blog de animes como este que você está lendo e em seguida conhecemos a sua irmã que nos dá uma rápida descrição do personagem como sendo um preguiçoso, desleixado e desempregado. Ela praticamente obriga-o a trabalhar como professor na sua antiga escola, já que aquele blogueiro tão folgado é formado em física e aparentemente é um gênio com várias teses publicadas em revistas famosas. Meio a contragosto, Kagami acaba indo dar aulas, mas sem cogitar deixar sua paixão por animes de lado e ao chegar para sua entrevista ele conhece sua primeira aluna, uma jovem que sonha ser dubladora de animes.

Denpa 2

Em meio a situações cômicas e outras nem tanto, Kagami começa a conhecer mais a fundo sua nova classe e percebe que alguns alunos praticam bullying de maneiras terríveis e, assim como seus protagonistas favoritos de anime, ele decide tentar ser um herói para os alunos que sofrem e tentar salvá-los dessa opressão usando formas não ortodoxas, aproveitando-se de todo o seu conhecimento tecnológico e esperteza para isso.

Sem muito alarde, Denpa Kyoushi chegou apresentando uma história divertida e como muitos podem dizer por aí, com um roteiro não muito original graças ao nosso saudoso GTO. Eu até acho válido dizer que Denpa Kyoushi é parecido e que o plot é praticamente o mesmo – um professor que ajuda alunos de formas não convencionais. Afinal, ao contrário da maioria dos animes, a figura do professor é quase sempre apagada ou apresentada como um simples cara que fica falando baboseira lá na frente, mas será que não é exatamente por isso que vemos tanto de GTO em Denpa Kyoushi? Não pelo fato de eles serem parecidos, mas pelo fato de não termos tantos animes com foco nos professores. Lembro de ouvir a mesma história quando teve início Assassination Classroom. A famosa frase “É o novo GTO” surgiu diversas vezes na época e novamente está pipocando mais que lanchonete de cinema nos blogs de anime.

Denpa 3

Agora imaginem se as comparações viram moda, quando Kuroko no Basket surgiu, era “o novo Slam Dunk” e por Slam Dunk ser tão impressionante, todos os novos mangás de basquete que surgirem vão viver na sombra dele. É um pouco de injustiça com as novas obras sempre as colocarem na sombra de obras antigas só porque apresentam temas parecidos. Outro exemplo é  Kyoukai no Rinne, que foi apresentado aqui no Gyabbo! semana passada, que é tido como o “novo Inu Yasha” só por tratar de espíritos e ter o traço da Rumiko Takahashi. Injustiça com Rinne que é uma obra bastante divertida também! Nem sempre viver na sombra de outro mangá é positivo. Voltando ao Denpa, uma breve comparação é válida já que animes com foco em professores que ajudam alunos são raros, mas vamos prestar mais atenção em Denpa Kyoushi como obra e não como um genérico.

Denpa apresenta uma história divertida com um estereótipo de protagonista bastante popular, aquele que é folgado, mas age da maneira correta quando a coisa aperta. Outro ponto que chama atenção em Kagami é o seu orgulho por ser otaku. Já perceberam como a maioria dos otakus em animes tem vergonha de ser assim? A maioria sempre esconde que é fã ou simplesmente não mostra essa paixão na frente dos outros por medo de serem taxados ou zoados. Já Kagami, apesar de ser um físico genial, não tem a mínima vergonha de cantar músicas de anime por aí ou dizer que dubladores são deuses ou mesmo de vestir uma máscara de Kamen Rider em cima de uma loja de conveniência. A impressão que passa é que ele está pouco se lixando pra quem fica taxando e classificando os outros segundo seus gostos e preferências, algo bastante interessante, ainda mais para nós, fãs de anime também.

Denpa 4

Sobre a classe, a primeira impressão que nos passa é que tem muita coisa errada. Muita gente que pratica e sofre bullying, um prato cheio para um anime nesses moldes. Afinal, as escolas de hoje em dia são assim em todo lugar. É incrível como as escolas ficaram tão radicais assim nos últimos anos, deixando de ser “picuinha” de crianças e virando verdadeiros casos de abuso infantil. Pior ainda no sistema de ensino tão rígido que o Japão mantém, chegando até a ser revoltante só de ver de fora, mas pior para quem está preso nele. Está virando algo mais opressor a cada dia que passa e animes como Denpa Kyoushi, Assassination Classroom e GTO são um verdadeiro protesto contra tudo isso. Valiosos são os professores que ensinam e cuidam dos alunos fora da sala de aula também. Valiosos e raros!

O que Denpa deixou um pouco a desejar, no entanto, foi na qualidade técnica que vai se tornando aparente ao longo do episódio. A animação da A-1 Pictures não está ruim, mas poderia ter uma qualidade um pouco superior visto que o mangá faz um grande sucesso e está sempre entre as maiores vendagens de encadernados. A paleta de cores parece meio opaca dando aquele ar de 2002 ou 2003. Não é por nada, mas se me apresentassem o anime sem dizer que é dessa temporada, eu chutaria que no mínimo tinha sido feito antes de 2010.

A maioria dos cenários de fundo parecem ter sido desenhados com lápis de cor aquarelados e inexplicavelmente me trouxe um pouco do que senti com cenários de Chihayafuru que nem é do mesmo estúdio. O clima do anime ficou bem leve graças a eles.

Denpa 5

Para finalizar, o primeiro episódio de Denpa Kyoushi apresentou um ritmo bom e mostrou bem o que o anime promete com personagens cativantes e muitas situações cômicas. Sem previsão de quantos episódios terá, mas provavelmente com uma base de 24 episódios, em breve a referência a GTO ficará para trás e Denpa Kyoushi apresentará sua verdadeira identidade como obra marcante.

A temporada de primavera, que é famosa por ser a […]