Cherish – #MêsDoShoujo

Cherish é um josei de volume único de Wataru Yoshizumi, de enredo simples e único, simpático e agradável. O manga conta a história da filha adotiva de um casal gay, focando no amor e união familiar.

Volume único com um total de cinco capítulos – três da história principal e dois extras – Cherish saiu pela revista josei Chorus, da editora Shueisha, em 2006. A Panini já publicou no Brasil os shoujos Marmalade Boy, Ultramaniac e PxP, além do josei Spicy Pink, todos de Wataru Yoshizumi. Quem sabe esse josei também não possa vir para cá?4-08-865378-5

A protagonista, Chihiro, se junta ao clube de cinema da faculdade no seu primeiro dia de aula, todavia, sua alegria é interrompida ao avistar um ex-namorado, Masanori, na festa de boas-vindas do Cinemania. Eles namoraram na adolescência, mas o relacionamento terminou quando ela explicou a situação de sua família para ele e recebeu uma carta dizendo que ele não poderia aceitar e compreender a família dela.

Chihiro é muito próxima dos pais. O pai adotivo, Taku, era colega de quarto da mãe da moça e a adotou depois que a amiga faleceu. Alguns anos depois, ele conheceu o namorado e passaram a morar juntos. Desde então os dois criaram Chihiro, que ainda mora com os pais durante o decorrer da história do manga.

Cherish-2Masanori e Chihiro são parecidos em personalidade, ambos são em geral calmos e decididos. Mais do que em personalidade, contudo, eles são parecidos nos gostos para filmes, roupas, indicações etc. É um relacionamento com tudo para dar certo, especialmente por eles combinarem tanto, mas que é atrapalhado pelo conteúdo daquela carta.

Aliás, como em Marmalade Boy, os pais de Chihiro são importantes para o enredo e há uma subtrama focada neles. A mãe de Chihiro é apresentada como uma mãe solteira e confiante, sem jamais ser julgada por suas escolhas de vida, inclusive em optar por esconder a identidade do pai biológico da menina. Já Taku e o marido são pais presentes na vida da filha e ela claramente possui um grande carinho por ambos.

Cherish-3Cherish tem um único defeito: é uma história que poderia ter rendido material para muito mais do que três capítulos. As personagens são simpáticas, o enredo é bem desenvolvido e lida com temas socialmente importantes. Havia material para ser explorado por muitas e muitas páginas.

Ainda assim, Cherish é um manga agradável de ler. Esse josei está mais para slice of life com romance do que drama, mesmo ao retratar em flashbacks a mãe falecida da protagonista. A arte também é agradável, principalmente na diferenciação do character design das personagens mais jovens para o presente do manga. Os cortes de cabelos, os estilos das roupas etc mudaram com a passagem de tempo, como é perceptível nas imagens logo acima.

Cherish-1Por tanto, no fim do Mês do Shoujo, recomendo os mangas curtos de uma mangaka já conhecida por aqui para os leitores e para a Panini. Aliás, mesmo tratando de temas que são diferentes do usual, Cherish renderia até uma boa novela, com romances, equívocos… – e com direito a beijo gay!

Cherish é um josei de volume único de Wataru Yoshizumi, […]