Vai Capeta!

Capeta, obra de Masahito Soda, é uma das únicas com a temática de Fórmula-1. Publicada pela Kodansha entre os anos de 2003 a 2013, recebeu também uma adaptação para anime em 2005.

Preparem-se para excelentes corridas, boa trilha sonora e um problema bastante real.

O anime conta a história de Taira Capeta, uma criança que desenvolve o sonho de ser um piloto de kart após andar em  um que foi construído pelo próprio pai. Quando testa o kart pela primeira vez em uma pista, Taira encontra muitas dificuldades para pilotar – isso porque ele estava totalmente desregulado. É nesse teste que conhece seu principal rival, Naomi Minamoto, um pré-adolescente que já corre na linha profissional pela equipe de sua mãe, a Auto-House. Neste momento eles correm na mesma pista e Taira tenta de todas as formas ultrapassara-lo, mas existe uma diferença enorme entre os dois; o motor utilizado.

“De que adianta ter habilidade se o motor pode definir o vencedor?”

Capeta 03

Este se torna um dos principais questionamentos de Taira. Ele não sabia no momento, mas descobriria com o tempo o que realmente decide uma vitória.

Durante todo anime o maior desafio do Taira são os problemas financeiros. O pai de Taira é um pavimentador de ruas que recebe apenas o suficiente para as despesas de casa. E com isso querer entrar no caminho para a Fórmula-1? Um esporte totalmente elitizado e caro!? Não ia ser nada fácil: peças, inscrições, campeonatos, treinos, tudo isso ia depender não somente do talento, mas de dinheiro, sendo necessário que Taira compense toda essa diferença com a sua habilidade de pilotar. Embora não transparecendo, o anime aborda esse problema de forma bem séria e é muito interessante ver como foi importante todo o apoio que o Taira recebeu, não só do pai, mas também dos seus amigos: Nobu e Monami. Estes são os melhores amigos que contribuíram para o desenvolvimento dele.

Capeta

A Fórmula-1 já foi um esporte muito mais popular no Brasil do que é hoje; Emerson Fittipaldi, Nelson Piquet, Ayrton Senna, quem conhece estes nomes sabe do que estou falando. Foi a época das mais acirradas e emocionantes corridas, pode-se dizer que dava pra sentir na pele a tensão de cada uma. Este é o primeiro ponto a destacar do anime Capeta: as corridas. De início o CG usado nos karts e nos carros, pode incomodar por ser inferior a de animações atuais, mas isso de forma alguma interfere no ritmo da obra. Com bons ângulos de câmera e bons cortes de cena, transmite para nós toda adrenalina de uma corrida.

A animação não é lá essas coisas, mas foi muito bem compensada pela trilha sonora feita por Sahashi Toshihiko que é bem contagiante e equilibrada. Há boatos de que a obra original tem inspiração em Ayrton Senna, da mesma forma me atrevo a especular de que a trilha sonora também possa ter sido influenciada pelo famoso tema da vitória, música composta pelo mastro Eduardo Souto Neto. Há muitas semelhanças no estilo, nos instrumentos utilizados e na estrutura da música.

Tema da Vitória

Música “Race Start” – Trilha sonora de Capeta

Capeta possui uma história muito bem equilibrada e concisa, todo o ambiente, carros, equipes, patrocínios, regras e até mesmo todo processo para adentrar nas competições são bastaste verossímeis, sofrendo apenas leves mudanças desde o kart. Infelizmente o anime só foi até a Fórmula Stella sem finalizar a história. Entretanto o mangá já está fechadinho. Quem sabe algum dia ele não vem a ser publicado por aqui.

Capeta 02

Capeta, obra de Masahito Soda, é uma das únicas com […]