Assassination Classroom – Primeiras Impressões

Hora da aula! Confira as primeiras impressões do anime de Ansatsu Kyoushitsu – Assassination Classroom!

“O importante na escola não é só estudar, é também criar laços de amizade e convivência.”

Paulo Freire

Bem-vindos às noites de segunda-feira do Gyabbo!, onde os bizarros são normais!

Em 2012 estreou na JUMP um manga que atropelou os grandes medalhões da revista feito um tanque: Ansatsu Kyoushitsu, conhecido internacionalmente como Assassination Classroom, é um dos mais bizarros mangas que já apareceram nas páginas deste grande semanário de quadrinhos. O autor, Matsui Yuusei, criou um hit instantâneo que deixou One Piece, Naruto e outros mangas de renome comendo poeira.

qqqq

A sinopse, creio que muitos já conhecem: os alunos da turma 3-E têm a missão de matar seu professor antes da formatura. Ele já destruiu a Lua e prometeu destruir a Terra se não for morto dentro de um ano. Mas como vão conseguir matar um monstro de tentáculos, capaz de alcançar a velocidade Mach 20 e que, ainda por cima, consegue ser o melhor professor que qualquer um deles já teve?

No dia nove de janeiro de 2015, há pouco mais de uma semana, estreou o anime da série. Produzido pelo estúdio Lerche e dirigido por Seiji Kishi, o primeiro episódio foi bem recebido de uma maneira geral.

bgtgttt

Para começar, a abertura é muito bem-feita e se encaixou bem com o clima da série. Não duvido que logo alguns estudantes japoneses vão fazer vídeos imitando a dancinha dos alunos. A animação tem bastante qualidade para uma série televisiva. Algo que me chamou a atenção, também, foi o contorno dos personagens num tom de marrom ao invés de preto. Achei isto interessante, deu leveza à animação – embora, às vezes, você tenha a sensação de que os personagens estão “colados” em cima do cenário.

O cast de vozes foi bem escolhido, sobretudo a voz do Kuro-sensei, que ficou melhor que na versão do OVA (cuja análise você vê AQUI). A voz de Nagisa ficou meio assexuada (embora saibamos que ele é um menino), mas também foi bem trabalhada. No geral, os alunos ainda falaram muito pouco e temos mais o que comentar nos próximos capítulos sobre as vozes.

yyyy

Um detalhe que me chamou a atenção negativamente, mas tem mais a ver com meu gosto pessoal: o sangue do Kuro-sensei é amarelo e não vermelho. Pena! Numa série tão leve este detalhe serviria para dar um bom contraste – como acontece no manga, inclusive. Mas creio que se fizessem isto a classificação indicativa da obra iria subir.

O anime conseguiu transmitir o mesmo clima do manga: algo leve, para ler e descontrair, com alguns pequenos momentos mais tensos (mas só para dar uma apimentada no clima suave). Fazia tempo que eu não assistia um anime que me dava vontade de assistir de novo.

Eu, certamente, irei acompanhar esta série! Aconselho que façam o mesmo!

hhhhVeja outra análise de primeiras impressões de Assassination Classroom no parceiro Anikenkai clicando AQUI.

Hora da aula! Confira as primeiras impressões do anime de […]