Dawn Tsumetai Te – Editora Nova Sampa – Vol. 1

E chega até as nossas bancas e aos nossos olhos um inusitado shoujo de horror e zumbis, Dawn Tsumetai Te.

Zumbis já não são novidade para ninguém. Há alguns anos estamos vivendo uma montanha russa sobre o segmento “zumbi” nas mídias. Séries, filmes, animes e mangás, todos centrados em mortos-vivos ou pelo menos em alguma variação do gênero com nomes diferentes, mas sempre o mesmo lance contagioso e fatal. Dawn Tsumetai Te é uma das obras que vem nesse embolo de obras que visam atingir os amantes dos mortos-vivos.

Nagasawa é um jovem que leva sua vida escolar normalmente como todo típico japonês de anime, procurando um lugar para se encaixar na sociedade e com medo de falar com a garota que ele mais gosta. Durante um passeio, ele é mordido por um rato e acaba desmaiando e acordando dias depois em sua casa. Aparentemente, o rato estava contagiado com um tipo estranho de raiva e isso deixa o rapaz apavorado. Após receber zoações básicas de seus amigos por desenvolver um trauma por ratos, Nagasawa, voltando para casa após a escola, é perseguido por um bêbado. O bêbado aparentemente raivoso, com as mesmas características do rato, ataca o pobre rapaz e o morde também. Após milagrosamente conseguir se livrar do bêbado, uma espécie de cientista aparece a sua frente e o leva embora para revelar o que diabos está acontecendo: uma estranha doença está assolando criaturas e seres humanos e os transformando em monstros raivosos e sedentos por sangue e o pobre protagonista agora está infectado. A partir disse ele irá atrair mais dessas criaturas e ajudar o cientista a erradicar a doença lutando contra elas, mesmo que ele ele só queira levar uma vida normal.Dawn 02

Dawn Tsumetai Te foi serializado originalmente em 2002 pela revista Comic Zero-Sum e trazido até o Brasil pela Editora Nova Sampa. Criado pela autora Ueda Shinshu, o mangá foi concluído com apenas seis volumes, totalizando 38 capítulos. Desconhecido dos brasileiros e até de muitos japoneses, a aposta da Nova Sampa foi grande em trazer Dawn até nós. A mistura de horror com romance num mix muito maluco, apesar de parecer algo inovador, deixa um pouco a desejar em todos os fatores.

Começando pelo traço de Ueda Shinsyu, a impressão que fica é que ele fez as páginas meio correndo, é tudo meio rascunhão com direito a traços abertos e cenários vazados. Os rostos não são tão expressivos quanto esse tipo de história pede e não consegue levar o leitor ao ápice da sua experiência de leitura. Os monstros infectados são denominados “nightshifts” e apenas o design deles consegue causar um pouco de horror sendo bastante deformados e assustadores, principalmente o rato que mordeu Nagasawa logo no início.

Dawn 03

O roteiro também é bastante fraco. No “freetalk” do primeiro volume, a própria autora comenta que começou o mangá para ser uma história de romance escolar mas achava que não tinha conseguido passar essa essência. Shinshu estava certa. Como shoujo de horror, Dawn não consegue passar a essência de nenhum dos dois. Apesar de ter pequenas cenas de romance em que Nagasawa está tentando fazer Shirai Kyouko enxergá-lo, eu duvido muito que o mangá atinja corretamente a demografia shoujo a qual ele foi destinado. Muito menos o leitor que gosta de uma história de horror, que deve ficar decepcionado com a grande maioria de cenas em que o protagonista lamenta por seu azar enquanto está na enfermaria da escola.

Agora, falando um pouco da primeira edição brasileira de Dawn Tsumetai Te que foi trazida ao Brasil pela Nova Sampa, sua versão da está muito bem feita, chegando perto da qualidade da Panini e JBC. Algo bem bacana foi o fato de colocarem as tirinhas especiais do volume original na nossa versão. Logo se vê um capricho da editora em relação aos seus projetos atuais, visto que há alguns anos esse tipo de conteúdo não chegava até nós. A capa ficou bastante fiel a original e a lombada é um luxo só. Não sei porque, mas adorei a lombada de Dawn, pena que provavelmente não continuarei a coleção.

Dawn 04

Mas enfim… se você me perguntar se Dawn Tsumetai Te vale a pena, eu posso até responder que sim, caso você não tenha mais nada de bom para fazer em uma tediosa tarde de domingo. Posso dizer com certeza que ler esse mangá é melhor do que assistir Domingo Legal ou Faustão, mas se você está em busca de um grande plot envolvendo zumbis, horror ou mesmo uma boa história de romance, nem adianta procurar por essas páginas.

E chega até as nossas bancas e aos nossos olhos […]