Checklist da editora JBC: Outubro/2013

Guerreiras Magicas de Rayearth 1 copy15 títulos nas bancas do país incluindo a tão esperada reestreia das Guerreiras Mágicas de Rayearth!

Leia mais:

Apesar de na prática termos 15 títulos nesse mês de outubro no checklist da editora JBC, na verdade apenas 12 são mangas que ainda não tínhamos visto a capa e comentado anteriormente sobre. Death Note – Black Edition #04, O Senhor dos Espinhos #04 e Thermae Romae #02 sofreram atrasos na gráfica e por isso foram remanejados para o começo do mês, maiores comentários ver o checklist do mês de setembro.

Vamos começar de verdade então por Blue Exorcist #4 – perceberam como tem volumes #4 este mês? Que negócio mais sinistro (lembrando que certas formas de falar o número quatro em japonês remetem à morte) – e mais uma belíssima capa. Sério, não consigo deixar de elogiar todo mês as capas feitas por Kazue Kato, só elas já me ganham, além claro do manga ser muito bom, ainda que seja menos comentado do que eu acredito que merecia. Por outro lado, um comentado até demais na história dos animes e mangas no Brasil é Cavaleiros do Zodíaco – Saint Seiya, chegando agora ao seu volume #20, faltando apenas mais oito meses para termos novamente seu fim. Fico pensando se ele será relançando em uma edição caprichada… não duvido, não duvido (até porque faz muito sentido já que teoricamente vende feito água desde sempre).

Um que está mais próximo do seu fim, conseguindo comprovar todo hype que possuía pelas internets anteriormente ao seu lançamento é Diário do Futuro – Mirai Nikki com o #09, faltando apenas mais três volumes para fechar. Quem lê o Gyabbo! sabe bem que eu não gosto da franquia – principalmente do anime -, mas devo dizer que Sakae Esuno é outro capista de mão cheia, ainda mais por essa escolha de deixar cada capa com uma cor predominante, deve ser lindo de ter na coleção. Já um manga que divide muito minhas opiniões com suas capas é Fairy Tail, agora no volume #34 e uma capa pra lá de estranha com alguns personagens em poses badasses e outros em modo chibi.

Freezing, que recebeu nessa temporada de outono 2013 uma continuação para sua versão animada (será que isso dá algum impacto nas vendas dos mangas aqui? Seria algo interessante para ser pesquisado…), não arrisca nada no volume #16 e mantém as atenção no grande e belo par de… olhos de mais uma das suas personagens para chamar atenção do público. Por sua vez, Genshiken que parece ter chegado ontem já está quase na sua metade com o atual volume #4 (olha o “shi” aqui de novo!) e não vai demorar muito para terminar, já começa a deixar saudades (apesar de que se na última edição a Ohno estava incrível, dessa vez ela está meio bizarra)!

Love Hina ainda tem muita estrada para percorrer e calcinhas para mostrar, mas aproveita para já ir comemorando o Natal de forma antecipada no número #06 (teria sido divertido se tivessem atrasado em dois meses o lançamento da série só para coincidir essa capa com o mês de dezembro). Soul Eater também ainda tem um bom tempo entre nós, mas parece correr, chegando ao volume #15, faltando apenas mais 10. E só eu fiquei incomodado com essa pose não simétrica do Kid!?

Falando dos outros títulos da Shounen Jump vemos Rurouni Kenshin #12 em uma capa linda por balancear a leveza da Misao e da Kaoru com a raiva de Kenshin e Aoshi, definitivamente um ótimo trabalho do Watsuki em um dos melhores momentos da série (Aoshi é fácil um dos meus personagens favoritos!). Mas oh, não se deixem enganar pela meiguice das duas garotas, é justamente por elas não serem simplesmente unidimensionais em suas características que são personagens tão interessantes até hoje. Não ficando na trás do quesito arte de capa, Nura: A Ascensão do clã das sombras vai seguindo tranquilamente no Brasil sem grande concorrência no uso de elementos folclóricos japoneses e segue com o volume #13.

Terminando esse checklist temos os dois mangas mais recentes da editora (por enquanto, já que existem títulos confirmados ainda para esse ano) chegamos à estreia da edição especial de Guerreiras Mágicas de Rayearth, em uma belíssima edição, realmente caprichada e que vale o preço. Pretendo fazer uma review dela nesse final de semana, mas já adianto que o trabalho está melhor que o feito em Sakura. Por último temos Super Onze #2 em seu formato gibi que me conquistou, sei lá, é gostoso de pegar a edição e ler rapidinho sem grandes preocupações, é uma sensação diferente. A história é boba, mas divertida, espero que dê certo por aqui, os que eu recebi da JBC já tem caminho certo: as mãos do meu sobrinho!

Melhor capa do mês: Rurouni Kenshin #12

Mas e você, o que levou/vai levar desse mês dos mangas da JBC? Deixe aqui embaixo seu comentário.

15 títulos nas bancas do país incluindo a tão esperada […]