Detalhes de O senhor dos Espinhos – Ibara no Ou – pela editora JBC

O_Senhor_dos_Espinhos_01tamanhomenorO mês está quase terminando, mas um novo título sempre tem espaço: Conheça O senhor dos Espinhos (Ibara no Ou), novo lançamento da editora JBC.

Pouco mais de um mês atrás você conferiu aqui no Gyabbo! que a editora JBC planejava publicar o manga seinen Ibara no Ou, também conhecido pelo seu título americano: “King of Thorn”. Rapidamente novos detalhes surgiram e ficamos sabendo que o planejamento era que o manga pudesse chegar às bancas nacionais ainda no mês de junho.

Dentro do seu evento, o Henshin+, foi anunciado que o título da obra seria adaptado para português, ficando “O senhor dos Espinhos” (juro que toda vez que vou escrever isso eu por pouco não troco por “O senhor dos anéis”),  algo que sempre gera infindáveis discussões entre aqueles que preferem os títulos com os nomes conforme o original – mesmo que esses muitas vezes se tornem empecilhos às vendas para um público fora dos que já compram mangas habitualmente – e aqueles que entendem que uma boa adaptação é bem-vinda para expandir esse nosso mercado cada vez mais inchado e que precisa urgentemente encontrar válvulas de escape em outros grupos, leitores de quadrinhos ou não.

“Mas por que não “O rei dos espinhos” como ficou na tradução em inglês?!”

Bem, aí é uma questão um tanto quanto subjetiva até demais, afinal, preferir “Rei” ou “Senhor” – ambas adaptações plausíveis acaba caindo no gosto pessoal de cada um. No entanto, a JBC foi mais esperta nesse caso e escolheu “O senhor dos espinhos” por, após pesquisas da sua equipe editoral, descobrir que uma das grandes influências do autor Yuuji Iwahara para escrever o manga foi o clássico “Lord of the flies”, traduzido em português como “Senhor das Moscas” (e se você ainda não viu esse filme ou leu o livro, recomendo).

A história
Em um futuro não muito distante, surge o vírus Medusa, e uma doença fatal para a qual não existe cura. Todas as pessoas infectadas, ao poucos, têm a pele enrijecida e escurecida, ficando com a aparência de uma estátua e morrendo. Sem meios de combater a doença naquele momento, 160 pessoas são sorteadas e colocadas em sono criogênico para aguardar por uma possível cura.

Os sorteados acordam em meio a um mundo completamente diferente. As instalações onde eles repousavam foram invadidas por uma densa vegetação e criaturas com aspecto jurássico habitam as sombras. Confusos e ainda ameaçados pelo incurável vírus Medusa, os sobreviventes se reúnem e tentam escapar do prédio, em busca de ajuda e respostas, sem saber quanto tempo se passou e o que aconteceu com o mundo.

Via press release da própria JBC

A capa, conforme você pode ver acessando este post AQUI, está bem fiel à original. Particularmente ela me chamou muito a atenção e foi um dos motivos de aumentar minha vontade de comprar a coleção.

O Senhor dos Espinhos tem seis volumes vindo no formato 13.5 x 20.5 cm (mesmo tamanho de Rurouni Kenshin, por exemplo), com 4 páginas coloridas, cerca de 200 páginas por edição, folha em papel brite 52g, custando R$12.90 a cada mês.

O mês está quase terminando, mas um novo título sempre […]