Checklist da editora JBC: Maio/2013

checklist-editora-jbc-maioQuinze títulos chegam nas bancas brasileiras pela editora JBC com uma chegada e três despedidas!

Leia mais:

Maio chega e com ele mais uma leva de mangas para esvaziar nossos bolsos, mas pelo menos esse é um mês para completar três grandes coleções. Do menor para o maior, primeiro temos o fim da terceira obra de Yoshihiro Togashi no Brasil. O volume #3 da comédia Level E encerra sua breve estadia por aqui já abrindo caminho para volta de Hunter x Hunter – com sua edição #31 – que novamente se aproxima ao original, devendo encostar até julho, o que consequentemente deve ser a deixa pra o relançamento tão aguardado pelos fãs de Yuyu Hakusho no segundo semestre. Pra fechar essa parte sobre o Togashi é incrível olhar para as duas capas, a belíssima arte da última de Level E e esse desleixo que vemos com Hunter x Hunter… triste.

Continuando temos o mistério de Another que termina no seu quarto volume apresentando, afinal, quem era o morto. Não sei quão igual o manga é comparado ao anime, mas se for, devemos ter um término até que inesperado para muita gente. Torço que a série tenha feito sucesso ao ponto de sinalizar cada vez mais a importância de sincronizar os lançamentos daqui com os sucessos mais recentes da animação japonesa.

Another-Editora-JBC-4E para não dizer que não falei de flores, a edição especial de Sakura Card Captor chega ao seu final com doze belas edições que cumpriram bem sua finalidade de trazer de volta um clássico em maior qualidade gráfica. Parece que foi ontem, mas tudo chega ao fim. Quem comprou toda coleção deixa nos comentários o que achou dela agora que terminou, valeu a pena?

Mesclando estreia com fim temos o volume único de outra história sobrenatural (a JBC parece ter tido bons resultados com essa tema, hein?), The Innocent, cujo lançamento você soube aqui, mas até agora não temos detalhes do formato. Assim que souber atualizo essa parte. Já em segunda edição de 14 a pensão Hinata de Love Hina continua movimentada e aparentemente o sucesso do título continua o mesmo, ainda mais possuindo a mesma qualidade de Sakura com páginas coloridas e tudo mais. Por sinal, fiquem de olho que logo devemos ter uma promoção envolvendo esse manga aqui no Gyabbo!

Outro relançamento que voltou em boa forma é Rurouni Kenshin que chega ao volume #7, intercalando capas bonitas com capas estranhas. Sério, esse “retalho” (ahn, ahn) na capa ficou tão ou mais bizarro quanto a cabeça flutuante do Kenshin no volume #5. E falando de títulos shounen (como se tivessem muitas outras opções shoujo, só Sakura e RG Veda #07 cumprem a cota. Está aí algo que a editora precisa trabalhar melhor) maio é mês de Cavaleiros do Zodíaco em dose dupla: A série original e seu fundo estrelado chega ao volume #16 – se continuar assim vamos começar 2014 nos despedindo mais uma vez dos cavaleiros de Atena – enquanto Next Dimension alcança o Japão com o sexto volume.

Continuando podemos dizer que Fairy Tail já começa a se aproximar também do Japão agora que alcançou a casa dos 30 volumes publicados (são 37 por lá), deixando os fãs ainda mais empolgados agora que não tem mais o anime para acompanhar. Por sinal, que capa demais, dá vontade de ler só de olhar! Diário do Futuro está quase na metade da série em seu volume #4 e é outro que vem sendo bem comentado pelo público apesar do preço mais caro. Freezing chega ao #11 com mais peitos em uma qualidade gráfica invejável e Nura #08 completa os títulos vindos da Shounen Jump por esse lado.

Para finalizar, gostaria de emendar já a parte de melhor capa do mês com Soul Eater #10, manga que demorou muito para chegar ao Brasil, mas que satisfaz com um volume melhor que o outro, certamente um dos meus títulos favoritos no país hoje.

Agora é com vocês, vão sentir falta das coleções que terminam? O que esperam do lançamento de The Innocent? Qual é a melhor capa de maio? Deixem seus comentários logo abaixo e/ou nas capas dos mangas clicando para ampliar.

OBS: Ainda não temos as capas em tamanho maior de The Innocent, Hunter x Hunter e Next Dimension pois a editora quer primeiro trabalhar com elas nos seus meios de comunicação para depois possibilitar o acesso. Mas logo que eles enviarem – o que não deve demorar – eu atualizo aqui para vocês.

Quinze títulos chegam nas bancas brasileiras pela editora JBC com […]