Temporada de Inverno 2011/2012 – Comentários rápidos

Ontem você conferiu aqui no Gyabbo! as minhas principais apostas para a nova temporada de inverno que chega em Janeiro próximo. Se ainda não viu, corre lá antes de continuar com esse post, pois são certeza de assistir e digo o porquê.

Mas existem outras dezenas de animes e como venho fazendo nas últimas temporadas, além do post principal, venho com este para comentar o resto, muitos dos quais eu irei assistir, mesmo sem estar tão empolgado no momento, vamos lá!

Prometem muito

Rinne no Lagrange: Apesar de eu não gostar muito de mechas, esse anime parece tem tranquilo. Kyono Madoka é uma garota de 17 anos que gosta de viver em sua cidade Kamogawa e para protege-la luta contra aliens usando seu mecha Woks. Produzido pela Production I.G, mas animado pelo estúdio XEBEC, tem cara de que vai ser bom, mas a falta de algo a mais impede de subir um outro patamar. Curioso apontar que os mechas do anime tem o design desenvolvido pela construtura de carros, Nissan.

Recorder to Randoseru: Na verdade eu estou colocando esse anime aqui simplesmente pelo inusitado enredo; Miyagawa Atsushi tem 11 anos, mas um corpo de adulto, já sua irmã de 17, tem corpo de criança. Mantendo a comédia da sua natureza de yonkoma e não caindo pro lado loli, promete ser bastante engraçado.

Brave 10: Mais conhecido por chegar aqui no Brasil pela editora Panini sem uma grande fanbase, Brave 10 é um dos poucos animes de batalha dessa temporada e promete cumprir sua missão solitária. Conta a história de 10 grande guerreiros reunidos pelo senhor feudal Sanada Yukimura na era Sengoku do Japão. Provavelmente deve seguir o estilo de Sengoku Basara, mas com menos exageros.

Black Rock Shooter: Apesar de todo rebuliço que causou quando o Video Quest caiu em cima do OVA de 50 minutos lançado em 2010, eu devo dizer que gostei muito daquela obra e não fosse a grande queda de orçamento que naturalmente veio para a adaptação em série, eu estaria colocando entre os que mais aposto. As atenções estão muito voltadas para o anime por ele fazer parte do bloco noitaminA, o que deixou muitos de surpresa. É algo a realmente ficar de olho aberto.

Podem ser bons, mas não tenho certeza

Inu x Boku SS: Aniplex e David Production (que vem sempre me surpreendente, do seu início com Ristorante Paradiso, para o recente Ben-to) já é algo que merece ser assistido, mas o clichê garotinha mais homem de classe para protege-la pode arruinar um pouco as coisas. Se a protagonista for tsundere, então, ferrou-se. Mas sendo um anime com bom character design, um enredo minimamente instigante e com leves toques de sobrenatural, pode vir a dar muito certo.

Area no Kishi: Finalmente outro anime de futebol que não fala somente de futebol. Adaptado de um manga lançado na Shounen Magazine Mensal desde 2006, já contando com 27 volumes, temos aqui Aizawa Kakeru, que não acreditando no seu potencial como jogador, resolve virar o treinador do time de sua escola que tem como principal jogar justamente o irmão mais novo de Kakeru, Suguru. Tem potencial para ser um Giant Killing juvenil, mas incomoda o fato do estúdio responsável – Shin-ei Animation – ter em seu catálogo basicamente animes kodomo (para o público realmente infantil).

Mouretsu Pirates: O que esperar de um anime baseado em uma light novel cujo título poderia se traduzir como “Piratas de Mini-Saia”? Mouretsu Pirates não parece ligar em fazer sentido e coloca uma colegial, que passa parte do seu tempo em um clube especial e trabalhando em um café, para assumir o comando do navio espacial pirata que fora do seu pai. Sentido? Nenhum. Diversão? Possível.

ERRATA: Me informaram e vi que Kyousogiga não terá série, somente o OVA que já saiu.

Kyousogiga: Próximo lançamento da Toei, Kyousogiga teve um OVA lançado para preparar o público e conseguiu deixar todo mundo muito confuso. Não, sério, eu não entendi nada do que vi, maluquice pura, LSD. Se a série pisar um pouco no freio é possível fazer algo bom daquilo, mas não sei essa não é justamente a ideia central.

Milagres acontecem

High School DxD: Me parece um strip battle com fundo harém. É, deve ser mais ou menos isso. Hype zero. Esperanças em 0,2%, é ver o primeiro episódio e torcer pelo melhor.

Senhime Zesshou Symphogear: Sinceramente, esse anime só não foi para última categoria porque me chamou levemente a atenção. Mas acredito que não terá nada demais com suas garotas lutando enquanto algumas delas cantam. É ver o primeiro episódio e ter certeza (ou estar errado).

Gokujyo: Eu li o primeiro capítulo do material original e posso dizer que o negócio é bem maluco e recheado de fanservice. Até porquê, o que esperar uma obra que se passa em um colégio só para garotas e é voltada para o público masculino? Acredito que muita gente irá gostar, mas realmente não faz meu estilo.

Sobre continuações e similares

Nisemonogatari: Sendo a continuação de Bakemonogatari, essa série poderia estar ali entre os “Prometem muito”, mas decide colocar aqui entre as outras sequências por lembrar que seu antecessor, apesar de incrivelmente lindo no design e com ótimos episódios, é bastante inconstante, principalmente em seu final, não sendo um verdadeiro marco para mim. Espero pelo melhor, mas não tenho toda essa certeza.

Amagami SS+ Plus: Gostei muito da “primeira temporada” de Amagami SS, mas realmente não sei o que eles vão fazer com esse Plus. Com certeza vou acompanhar, mas estou seriamente com o pé atrás. Se conseguirem o carisma da primeira série, já está garantida a diversão.

Natsume Yuujin-chou Shi: Sim, eu sei que muita gente acha que esse anime sozinho salva a temporada. Sei que Natsume é colocado como um ótimo anime, mas fazer o que, não vi nenhuma das três temporadas anteriores e não vou começar pela quarta. Prometo um dia assistir.

Zero no Tsukaima F e Aquarion EVOL: Nunca vi as primeiras séries e nem tenho vontade.

Nichijou (ETV ver.): Se algum sub entrar na onda eu revejo os 12 episódios selecionados tranquilamente. Nichijou foi uma das melhores coisas que sugiram em 2011, mesmo tendo fracasso em vendas no Japão.

Mobile Suit Gundam Seed HD Remaster: Olha, eu não costumo ligar muito para mechas e não dou a mínima para Gundam, mas fica a curiosidade. Talveza eu dê uma chance por ser “HDzão Remaster!!”.

Er… não. (Animes que eu preferi ignorar)

Smile Precure!
Papa no Iu Koto o Kikinasai!
Poyopoyo Kansatsu Nikki
Tantei Opera Milky Holmes 2
New Prince of Tennis
Busou Chuugakusei Basketarmy

Aqui está tudo que eu vejo nessa nova temporada de inverno. E você? Dentro das categorias que eu propus, como você classificaria os animes que iniciam 2012? Aguardo os comentários e não deixem de clicar em “curtir ali no final do post.

Confira as apostas dos blogs parceiros também!:

Elfen Lied Brasil
Nahel Argama
Omnia Undique
Mithril
Chuva de Nanquim

Ontem você conferiu aqui no Gyabbo! as minhas principais apostas […]