Fullmetal Alchemist: Brotherhood, K-ON! – Primeiras impressões

Olá a todos em mais um domingo. Apesar de não ter sido um dos melhores, isso não é motivo para não postar, certo? Aproveitando a chance, viram o último episódio de Soul Eater? Foi MUITO ruim. Os produtores não sabiam mais o que fazer e terminaram daquele jeito. Uma pena, Soul Eater começou tão bem, agora é ler o manga. Mas hoje vou falar dos três animes da nova temporada que comecei a acompanhar:

Fullmetal Alchemist: Brotherhood #1

Falar de Fullmetal Alchemist já é algo complicado. Comparar FMA com alguma coisa é mais complicado ainda. E comparar FMA com… FMA?

Lembro que FMA foi o primeiro anime que baixei por torrent e possivelmente foi o primeiro que assisti com legendas em inglês e foi um dos momentos mais marcantes da minha vida de fã de animes. O início do primeiro episódio, aqueles gritos de desespero do Ed, o sangue, tudo escuro, foi marcante. E é aí que começam as diferenças.

Brotherhood (vou falar de FMA2 assim, ok?) não é ruim, definitivamente não, mas nem de perto tem um primeiro episódio como FMA. Claro, seria chato se eles tentassem fazer a mesma coisa novamente. Quando anunciaram esse “remake”, muitos se perguntaram como fariam com os primeiros capítulos, que é bem próximo do manga. Ficaria igual a FMA? Acho que esse primeiro capítulo responde bem essa pergunta.

Um erro que eu acredito que não deveria ser cometido, mas que é inevitável, seria comparar uma série com a outra. Digo que é inevitável por questões óbvias, mas você com certeza aproveitará Brotherhood melhor se esquecer que já existiu outro FMA.

Saindo das comparações (ok, FMA parece melhor que Brotherhood, ok? Está satisfeito?), a animação está boa, especialmente nas cenas de ação, só achei o desenho pouco detalhado, mas nada que atrapalhe. O trabalho dos seiyuus está bom, a abertura é ótima e a ending tem uma animação interessante. Um ponto que achei interessante foi a maior interação entre Ed e Al durante as cenas de luta, dando mais espaço para o irmão menor. Outra coisa que me chamou a atenção foi a aparição do Führer Bradley, deixando-o mais misterioso.

Enfim, Brotherhood promete, tem todos os elementos que fizeram de FMA o que ele é hoje, inclusive as piadas com a altura do pobre Ed, se será melhor ou não que FMA anterior é difícil dizer, mas que tem tudo pra ser um ótimo anime, com certeza tem!

K-ON! #1

Apesar de eu não ter colocado na minha list do que realmente quero ver nessa temporada, estava de olho em K-ON! desde que a primeira lista saiu. Afinal, para quem não sabe, sou um grande fã de “Slice of life“, principalmente escolares. Unindo isso a música e garotas kawaii, o que poderia sair errado?

Eu respondo: o excesso.

K-ON! tem uma animação muito boa, tudo é bem fluente e com bons detalhes, principalmente os instrumentos musicais e eles sendo tocados, mais um ótimo trabalho do estúdio Kyoto Animation. O que me deixou levemente irritado, e eu sei que muitos vão dizer “Então por que tu está vendo esse anime?!”, foi o excesso de moe, principalmente da protagonista Yui Hirasawa. Seja na voz, seja no jeito, nos comportamentos, é moe pra todo lado, TODO lado, achei meio exagerado.

Mas a proposta de K-ON! é bem legal, 4 garotas que tentam formar uma banda, mesmo que a guitarrista nem saiba tocar. Acredito que mesmo com esse excesso de moe, o anime vai se desenvolver bem e ainda vai me pegar, continuarei acompanhando e você também devia dar uma chance.

Ah! E tenho que concordar com os blogs Mithril e Tsundere, a ending ficou ótima, dêem uma olhada:

Charady no Joke na Mainichi

Esse eu peguei mais pela curiosidade e pelo fato de ter menos de cinco minutos. Com a proposta de ter um episódio por dia durante um ano inteiro, Charady no Joke na Mainichi tem uma premissa bem simples, contar uma piada a cada dia. O traço é meio esquisito, até por ser feito por estudantes da Universidade de Kyoto, mas pra uma coisa rápida como pretender ser, está bom. A piada em si que é contada no primeiro episódio não é das melhores, mas me fez dar uma risadinha. Quem sabe não melhora?

Olá a todos em mais um domingo. Apesar de não […]