Todo o carisma de T.M.Revolution no Anime Friends 2017

Créditos da imagem: T.M.Revolution fanbase @ Facebook

 

Com um show repleto de efeitos e muita empolgação, o T.M.Revolution realizou um dos melhores shows do Anime Friends até hoje.

O Anime Friends 2017, finalmente ganhou ares de convenção, deixando de lado aquela tradicional visão dos eventos de anime dos anos 2000 que eram realizados em escolas e universidades. Utilizando 4 pavilhões do Transamérica Expo Center em São Paulo, o evento contou com shows de bandas que jamais haviam se apresentado em eventos de anime no Brasil. A organização, assim, começa a perceber que, para continuar existindo, o evento precisa mudar, e correr atrás de eventos como a CCXP, que é, atualmente, o maior evento de cultura nerd em terra brasilis.

Um dos shows deste “novo” Anime Friends, foi o show do T.M.Revolution, nome artístico de Takanori Nishikawa. Apresentador, cantor e personalidade japonesa que desembarcou por aqui pela primeira vez em sua carreira, fazendo com que os fãs do cantor e de animes como Gundam Seed e Rurouni Kenshin (Samurai X) tivessem o prazer de escutar algumas das músicas mais marcantes para este público, ao vivo, pertinho de seu ídolo, num show que por muitos foi considerado um dos melhores shows de todos os que já passaram pelo Anime Friends.

 

Leia Também: MAXIMUM THE HORMONE virá para o Brasil em sua turnê sul-americana!

 

O show foi a principal atração do último dia de Anime Friends, e começou com um super medley onde diversos de seus singles lançados nos anos 90 foram apresentados com batidas eletrônicas. Com backdancers e muitos efeitos de luz, a primeira parte do show já demonstrava que Takanori não estava ali para brincadeira, deixando o público super empolgado com as músicas e as coreografias capitaneadas por Takanori, que no auge dos seus 46 anos mostrou um preparo físico e um pique de causar inveja em muita gente.

Mesclando músicas mais lentas com outras rápidas e empolgantes, o show que teve duração de apenas 1 hora foi suficiente para Takanori apresentar seu repertório e conversar com o público, fazendo brincadeiras utilizando o tradutor de seu celular e arranhando algumas frases em português. O público, claro, adorou ver Takanori falando frases como “Você é bonito”, “Você é lindo” e até a famosa expressão “Tá foda. Tá muito foda”, eternizada por Yoshiki Fukuyama (JAM Project) em seu show, também no Anime Friends, em 2005.

Créditos da imagem: T.M.Revolution fanbase @ Facebook

T.M.Revolution esbanjou carisma por sua passagem no Brasil, não apenas no show em si mas também antes e depois de sua apresentação no evento. Em suas redes sociais, apesar do pouco tempo em São Paulo, Takanori postou fotos experimentando quitutes tipicamente brasileiros, como a coxinha e também foi em uma churrascaria, afinal, nada mais justo — e até clichê — do que provar um belo churrasco brasileiro. Em sua despedida, Takanori fez questão de agradecer aos fãs em português pelo show no Anime Friends e ainda terminou com a frase “Obrigado, do cara mais lindo!”, o que mostra a afinidade que Takanori tem com seu público.

Apesar de Takanori não ter cantado músicas como “Preserved Roses”, single de 2013 lançado em conjunto com a Mizuki Nana ou seu último single “RAIMEI”, o show foi conciso e muito divertido. O novo local, um pavilhão imenso do Transamérica Expo Center reservado exclusivamente para o palco principal, é espaçoso e praticamente não tem pontos cegos, o que facilita o aproveitamento do show até dos cantos mais distantes.

 

Leia Também: ONE OK ROCK retorna ao Brasil para show em São Paulo!

 

O evento em si ainda tem muito o que melhorar, como a própria disposição dos estandes que parece meio estranha entre os pavilhões e a oferta baixíssima de banheiros (aqui, por culpa do próprio local). Fora a localização, que não fica necessariamente próxima a estações do Metrô ou da CPTM (trens metropolitanos), o que requer uma boa caminhada até a estação mais próxima. Eu mesmo moro bem longe e atravessei São Paulo para ir ao evento. Foi uma verdadeira viagem, mas por conta do show do T.M.Revolution, valeu a pena.

O T.M.Revolution terminou o show falando que espera reencontrar os fãs brasileiros em breve e, assim como o Asian Kung-Fu Generation voltou ao país para um show no mesmo dia que o T.M., quem sabe Takanori não volta futuramente ao Brasil, não é mesmo? Seria um sonho muito distante ele trazer ~certas companhias~ mais do que especiais?

Créditos da imagem: T.M.Revolution fanbase @ Facebook

De qualquer forma, é bom ver que novos artistas estão vindo para o Brasil e espero que as empresas, não só a Yamato, como todas as outras promotoras de shows no Brasil, tragam mais artistas japoneses para cá. Porém, mesmo sendo muito esperançoso, sabemos que essa decisão depende muito mais das gravadoras e agências japonesas, do que dos artistas em si.

Setlist do show no Anime Friends 2017

  1. WHITE BREATH
  2. aoi hekireki
  3. WILD RUSH
  4. HIGH PRESSURE
  5. HOT LIMIT
  6. Meteor
  7. resonance
  8. INVOKE
  9. Ignited
  10. vestige
  11. FLAGS
  12. SWORD SUMMIT
  13. HEART OF SWORD

O T.M.REVOLUTION

O T.M.Revolution — que significa “Takanori Makes Revolution” — surgiu como um projeto pessoal de Takanori Nishikawa ainda na década de 90, mas o cantor já estava presente no mundo da música japonesa desde o final da década de 80. Logo no começo de sua carreira como T.M., Takanori emplacou o single “HEART OF SWORD” como tema de encerramento do anime de Rurouni Kenshin e, daí pra frente, sua carreira foi alavancada graças ao sucesso da série. Ainda na década de 90, o T.M.Revolution lançou singles memoráveis como “WHITE BREATH” e “HOT LIMIT”, este, ainda cantado por Takanori em performances especiais em programas de músicas japas.

Fabio Sakuda / Genkidama

Takanori possui diversos outros projetos, que vão desde uma grife de roupas à agência de talentos. Um desses projetos é o abingdon boys school, banda formada em 2005 por Takanori e o antigo guitarrista da sua primeira banda Luis-Mary, Sunao. O abingdon foi um sucesso em todos os anos em que esteve em atividade, tendo feito shows incríveis e lançado músicas que também se tornaram grandes hits entre os amantes de anime songs. Takanori, inclusive, conseguiu a proeza de ter, no mesmo anime, músicas tema com bandas diferentes. Em Soul Eater ele emplacou um single como T.M.Revolution e outro com o abingdon boys school, mostrando como Takanori é versátil e passeia entre estilos diferentes de forma muito natural.

Atualmente o abingdon está em hiato e Takanori tem focado principalmente em sua carreira como T.M.Revolution e também na sua imagem como personalidade do showbiz japonês, apresentando um programa especializado em anisongs e também realizando performances em programas de música e variedades.

Apaixonado por cultura japonesa desde criança, começou a escrever sobre japonices em 2008, no Mithril e de lá pra cá cobriu diversas transformações da música japonesa ao longo dos anos. Viciado em games, doramas, animes, filmes e design, tem como objetivo informar e disseminar a cultura japonesa na internet.