Love Kome: WE LOVE RICE – Primeiras Impressões

O Primeiro Episódio

Japão, século 21. Devido às políticas de redução de área de cultivo e a diversificação de comida, a popularidade do arroz está em crise. Em uma faculdade criada para aumentar a popularidade do arroz mas que encontra prestes a fechar por falta de dinheiro, alunos precisarão lutar pelos seus sonhos de transformar o arroz na comida mais famosa do Japão!

>> Confira nossas primeiras impressões de outros animes dessa temporada no Guia de Primeiras Impressões dos ANIMES DE PRIMAVERA 2017

Nossas impressões

Denys Almeida – Gyabbo!

Nota: 1

Com certeza um dos principais fatores que me faz ser fã de anime é a inventividade das produções japonesas. Tudo pode virar uma série, de refrigerantes à baratas, de pão à arroz. No entanto, uma ideia criativa não é nada sem um bom desenvolvimento.

Love Kome é mais um desses animes curtinhos onde arrisca-se mais pelo tempo do que realmente pela necessidade de assisti-lo. Algumas vezes, como em Danna ga Nani o Itteiru ka Wakaranai Ken e Uchuu Patrol Luluco, o saldo é positivo, enquanto em outras, mesmo gastando tão pouco tempo a pergunta que fica é “Por que eu assisti a isso?”.

Com quatro minutos apenas todo esforço de Love Kome vai para trocadilhos envolvendo o grão de arroz em suas diversas formas, algo que não faz sentido algum se você não for/falar japonês. Não sendo esse meu caso, o pouco tempo virou uma eternidade de traços mal acabados e diálogos sem sentido.

De positivo apenas a receita envolvendo arroz que colocam ao final de cada episódio, deu até vontade de cozinhar!


GraveHeart

Nota: 5

Um plot sem qualquer sentido, criado apenas para mostrar belos rapazes que fecham a cartela do bingo dos estereótipos sorrindo na tela, arrancando suspiros de japoneses país afora. Piadas e trocadilhos horríveis com arroz. E inimigos (ainda não mostrados) que simbolizam o trigo. Tudo isso num anime de 4 minutos em que pelo menos 1/3 disso é a abertura e o encerramento.

WE LOVE RICE é provavelmente a melhor produção audio-visual que o Japão produzirá em 2017.

Mais do que recomendado.

PS: Sendo bem honesto, é ótimo acompanhar animes assim. Simples, bobos, e rápidos. Você não precisa pensar, não precisa formular teorias mil, não precisa analisar como se estivesse acompanhando uma obra do mais alto calibre. É um anime para assistir enquanto o arroz da janta cozinha (AHÁ!), e só. De quebra, o encerramento de cada episódio é uma receitinha que leva arroz, no estilo daqueles vídeos que existem aos milhares no Facebook.


Livia

Nota: 3

Love Kome: We Love Rice teve um primeiro episódio bem no estilo comédia maluca. Lembra um pouco Hetalia: Axis Powers pelo ritmo rápido das piadas. Acredito que quem sabe mais sobre os tipos de arroz que são personificados no anime se divertirá mais. Ou ainda, aqueles que gostam de culinária – o bolinho de arroz do vídeo que encerra o episódio parecia muito bom!

    Textos publicados por vários autores