Warau Salesman New – Primeiras Impressões

O primeiro episódio

Duas histórias envolvendo o Vendedor Sorridente, uma figura esquisita que dá nome ao anime. Sempre com um sorriso estampado no rosto, ele oferece aos seus clientes tudo o que eles mais desejam, mas há regras que precisam ser cumpridas.

>> Confira nossas primeiras impressões de outros animes dessa temporada no Guia de Primeiras Impressões dos ANIMES DE PRIMAVERA 2017

Nossas impressões

Denys Almeida – Gyabbo!

Nota: 2

Há alguns anos começamos a ver cada vez mais animes curtos, variando entre 3 a 15 minutos, algo extremamente benéfico para a experiência com a animação japonesa pois possibilita que muitas obras que antes não chegariam a ver a luz do dia agora possam ser lançadas em formatos variados, seja na televisão ou direto para internet. Ao assimilar essa novidade, muitas animes dão a forte impressão de que poderiam ser bem melhores se seguissem essa fórmula. Warau Salesman New é um deles.

Contando histórias fechadas de um estranho e até certo ponto macabro vendedor que busca atender os desejos mais íntimos de seus clientes, a série divide seu episódio em dois, cada um independente do outro, variando nesse primeiro episódio entre o dispensável e o medianamente interessante. Aqui mais seria menos, focar somente nas melhores histórias em episódios de 10 a 15 minutos com certeza daria um melhor resultado.

Dito isso, quando Warau Salesman New realmente acerta acaba virando um bom entretenimento, desenvolvendo bem a velha fórmula da ganância humana que vira nossa condenação. Utilizando-se de um traço mais retrô fiel à encarnação original da franquia de 89, temos um sabor diferente do padrão dos animes de temporada, algo sempre bem-vindo para sair do mesmo.


GraveHeart

Nota: 3

Com um começo ainda tímido, contando duas histórias que oscilam entre o fraco e o OK, Warau Salesman promete mas cumpre pouco. A animação está muito boa e o character designer, que lembra muito o traço original do mangá, funciona muito bem dentro do clima de humor negro da história. Tanto a abertura e o encerramento são bons também, e ainda estou ouvindo o encerramento em looping.

Na primeira história, um bar que funciona durante o dia faz a cabeça de dois executivos, e honestamente é dispensável. Já a segunda história, sobre um cartão de crédito que pode comprar tudo, melhora um pouco, e ainda deixa uma lição de moral esquisita no ar.

No geral, um bom anime, mas precisa melhorar mais se quiser que eu continue acompanhando.

    Textos publicados por vários autores