Seis é Demais! – Nova Safra de Mangas da Shonen Jump

Papagaio louro! A Shonen Jump resolveu começar o ano com uma voadora giratória invertida de duas pernas e anuncia seis novas séries nesta nova safra!

Se o primeiro semestre de 2016 foi um tanto moroso para a Shonen Jump, este ano já começou com a corda toda. A revista acaba de anunciar seis novas séries de uma vez só – a última vez que ocorreu algo assim foi em 1981! Bem, levando em conta que o ano passado tivemos o encerramento de muitas séries de alta vendagem e apenas dois sucessos (Yuragi-sou no Yuuna-san e The Promised Neverland), o semanário precisa, realmente, de novas estratégias.

Mas para caber toda esta galera nova na revista precisamos tirar o entojo. Quais as séries que irão para a sala de abatedouro? A revista ainda não divulgou, mas podemos imaginar que quatro delas serão limadas – sendo que temos na Jump dois espaços vagos, um deixado por Red Sprite e pelo interminável hiato de World Trigger.

Eis as nossas apostas da Rota Genocida, com 93,4% certeza:

A amálgama que não deu certo

Amalgam of Distortion tentou surfar na onda dos clichês, a mesma onde Black Clover conseguiu se sustentar bem, mas não foi convincente. Os personagens não agradaram e a história não convencia. Amargou as últimas posições desde que começou a ser ranqueado e parte sem deixar saudades.

Uma pena, pois o autor, Ishiyama Ryou, havia feito um trabalho promissor com Condor, sua obra anterior, e tentou ser mais “genérico”. Não deu certo.

Ole Golazo, a divertida história de futebol farofa, atraiu a simpatia do ocidente, mas o ódio do oriente. As reviews nos sites e fóruns japoneses foi simplesmente desastrosa. E a cada capítulo a coisa não melhorava. Nem um gol aos 47 minutos do segundo tempo parece que vai salvar o título.

Talvez seja melhor assim, pois o autor poderá, quem sabe, se dedicar agora à Galaxy Gangs, a série cujos one shots agradaram tanto os leitores.

Gintama está prestes a se encerrar. E há uma boa chance que a série termine nas próximas seis edições, afinal a história já está em seu arco final. Se for, será um encerramento digno de uma das mais importantes obras de comédia da Shonen Jump, talvez só não mais importante que Kochikame.

Seu autor, Tomohito Osaki, trabalhou incansavelmente por quase quinze anos, oferecendo aos leitores ótimos capítulos para rirem, chorarem e vibrarem. Afinal, Gintama não era só piada, mas luta. E das boas!

A queda do pequeno gigante

Hinomaru Zumou foi, durante um certo tempo, minha série preferida na Jump. Pena que da metade em diante ela começou a enveredar demais no caminho da autoajuda e suas lutas começaram a ficar um pouco maçantes. Dava para adivinhar quem ia vencer no final sem problemas.

Embora sempre receba muitas páginas coloridas e esteja sempre com posições boas e medianas, suas vendas não aumentam de jeito nenhum. Não importa quanta publicidade se faça. E como estamos chegando no final do arco do campeonato nacional, parece natural e saudável que a série se encerre por aí… de forma digna. Nada de ficar acumulando ainda mais gordura.

Outras séries que podemos julgar com um pouco menos de certeza (78,032%) de que vão cair fora nas próximas edições são Demon’s Plan (a série vem amargando posições baixas e muitas críticas) e Straighten Up! Welcome to Shika High’s Competitive Dance Club, pois suas vendas são as piores da revista até então. Também poderíamos incluir Spring Weapon No. 1, mas a estranha página colorida que a série recebeu há pouco tempo atrás indica que, talvez, os editores ainda botem um pouco de fé no título.

Seis novas séries chegando!

As Novas Séries

Dizem que quando uma safra é extremamente farta, o agricultor tem uma notícia boa e outra ruim: a boa é que as sementes renderam! A ruim é que o excedente pode fazer o preço do produto baixar drasticamente e não compensar nem para ser transportado até os pontos de vendas.

Vamos ver se o que temos, desta vez, é fartura top de linha!

Bokutachi wa Benkyou ga Dekinai, de Tsutsui Taishi. A nova comédia romântica estreia na edição 10. Yuga, o protagonista, está preste a ir ao ensino médio, mas duas belas garotas aparecem, virando sua vida de cabeça para baixo. Clichê feelings!

U.19, de Yuji Kimura, estreia na edição edição 11. A série conta a história de jovens que vivem em um mundo controlado por adultos, e por causa disso, tentam criar sua própria “independência”. Hmmm… estranho. desde quando o mundo NÃO é controlado por adultos? Mas vamos esperar que a série estreie para a gente ver!

Poro no Ryugaku-ki, de Hitsuji Gonhei, estreia na edição 12. A obra é sobre um demônio chamado Poro que vai parar no mundo dos humanos… hmmmm. Comédia dispensável?

Hara Peko no Mari, de Ryuuhei Tamura, o mesmo autor de Beelzebub, vai estrear na edição 13. É uma obra de ação misturada com comédia que conta a história de Taiga, um garoto que conhece uma garota com que guarda algum segredo. É… só lendo para saber que segredo é este.

Dr. Stone tem roteiro de Riichiro Inagaki e arte do coreano Boichi e estreia na edição 14. Uma aventura de ficção científica futurística onde a humanidade está passando pela maior crise da história. O destaque fica pelo fato do excelente desenhista Boichi estar à frente do título, embora pela prévia dê para perceber que seu traço está um pouco mais suavizado.

Robot x Laserbeam, de Tadatoshi Fujimaki, autor do mega-hit Kuroko no Basket, estreia na edição 16. Conta a história de um garoto com o apelido de “Robot” que tem sua vida mudada após conhecer o Golf. Ops… golfe? Como será que Fujimaki vai lidar com um esporte com uma bolinha tão pequena?

Bem, esta é a nova safra! Agora, o que será dela, só podemos esperar para ver. Deixe nos comentários suas próprias expectivas.

    Conteudista, Designer, Ilustradora, Paulista e Capricorniana. Twitter: @jussara520