O novo Gundam – Iron-Blooded Orphans

Yo!

Tem um tempinho para a palavra de Gundam? Bora ver!

A mais nova série de Gundam foi anunciada para a próxima temporada. Iron-blooded Orphans deve apresentar um novo cenário, onde uma guerra devastou a civilização e uma humanidade se reconstrói em Marte, onde uma cidade auto-suficiente resiste aos invasores, com seus garotos soldados e seus mechas.

mv_pad

Tekketsu no Orphans (o nome japa) é do criador da franquia, Yoshiyuki Tomino, com Hajime Yatate (que é um nome fictício para os roteiristas contratados da Sunrise).

A direção é de Tatsuyuki Nagai, diretor de AnoHana, Honey and Clover II e ToraDora. Roteiro será de Mari Okada, parceira de Nagai em ToraDora e AnoHana, além dos OVA de Rurouni Kenshin.

Os personagens são de Yu Ito (do mangá Shut Hell) e de Michinori Chiba (de Gundam 00 e Gundam AGE).

Design de mecha de Naohiro Washio, Kanetake Ebikawa, Ippei Gyobu, Kenji Teraoka, Tamotsu Shinohara
Background de Kusanagi
Trilha de Masaru Yokoyama

 

As músicas de abertura e encerramento também foram anunciadas, mas só os artistas, sem o nome da música ainda.

Abertura: MAN WITH A MISSION

Fechamento: MISIA

 

As vozes dos personagens:

Kengo Kawanishi (Aldnoah Zero), como Augus Mikazuki

Yoshimasa Hosoya (Terraformars), como Itsuka Orga

Natsuki Hanae (Dragon Ball: Fukkatsu no F), como Bisket Griphon

Yuiichiro Umehara (Yowamushi Pedal), como Eugene Seven Stark

Taishi Murata, como Norba Shino

Yasuaki Takumi, como Akihiro Altland

Daiki Hamano, como Dante Mogro

Haruki Ishiya, como Chad Chadan

Kohei Amasaki, como Takaki Uno

Mutsumi Tamura, como Ride Mass

Soma Saito, como Yamagi Gilmerton

Fonte: Site Oficial

O que eu acho? Sou fã das séries de Gundam e sei que tem muita coisa merda no meio. Ainda assim, sobram pelo menos modelos legais de mechas para virar gunplas.

Depende sempre do humor do Tomino e do grau de envolvimento da Bandai. Espero que o velho ranzinza esteja motivado, pelo menos, porque o G no Reconguista foi tão zuado que até ele pediu desculpas. Mas uma série com o pé no chão e com cara de 8th MS Team, tem tudo pra ficar legal. O tema central da série deve ser a união entre os personagens fodidos pela vida, então já tem alguma coisa melhor que o antecessor, que era o Gundam pros netinhos.

Mas a melhor coisa é o conceito de mechas, onde os robôs são esqueletos padronizados que podem trocar peças entre si. É tipo um Megaman, o chefão da fase dá uma arma que vai dar poderes para ele avançar no jogo. E ISSO EM GUNPLA DEVE SER FODA DEMAIS NOS CUSTOMS!

Ah, claro! A dupla de frente, os caras de AnoHana, acho que eles devem dar uma cara diferente pra Gundam, quem sabe? Sempre é bom um vento renovador quando se trata de uma franquia com 35 anos.

Escritor, editor, apaixonado por quadrinhos e cultura pop em geral.