Kingdom Hearts divulga mundo de Big Hero 6 e Baymax Negro

Yo!

Kingdom Hearts novo usando toda a safadeza da Disney para fazer os fãs gastarem seu dinheiro suado sorrindo. Bora ver?


No evento  D23, da Disney, que ocorreu no último final de semana na Califórnia, terra do Obama, a empresa do rato falante soltou novidades do game Kingdom Hearts, a franquia que colocou os personagens da Disney, com todas as marcas que a empresa detém direitos, ao lado dos personagens da Square/Enix, uma das maiores softhouses japonesas.

Em Kingdom Hearts III, a grande novidade anunciada é que a franquia que já vendeu mais de 21 milhões de cópias terá em breve um mundo de Big Hero 6, o mais recente sucesso dos cinemas da empresa americana.

A história desse mundo vai ainda explorar fatos que o filme deixou de lado (spoilers do segundo filme?? Selecione o texto e leia por conta própria), quando o corpo de Baymax deixado do outro lado do portal é tomado pelas forças do mal e retorna como um Baymax Negro, sem coração.

Kingdom Hearts III é o primeiro game numerado da franquia desde Kingdom Hearts II, de 2005, e foi anunciado primeiramente na E3 de 2013.  Terá versões para PS4 e Xbox One, no dia em que ver a luz do dia, num futuro não tão distante. Ou não, muito pelo contrário. Mas quem sabe, né?

Fonte: Gamespot

O que eu acho?

Eu não sou fã da franquia, nunca joguei os jogos, mas ela vem sendo alavancada tanto ultimamente (até álbum de figurinhas saiu aqui no Brasil!!!) que não dá pra negar que é relevante. Mas gostei muito de Big Hero 6, filme honesto, com boa história de heróis, classicão em espírito e novo em roupagem. E Baymax é um senhor simpatia, não consigo deixar de lavar as mãos vendo a imagem que tem no banheiro do cinema do shopping Santa Cruz.

Esses spoilers (ou não, sei lá. Pode ser viagem do jogo) até me empolgam por explorar a história de BH6 onde importa, mas todo mundo sabe: versões diferentes são feitas só pra vender mais bonequinhos! Mas somos nós que alimentamos essa máquina de triturar! #somostodosvermes

Escritor, editor, apaixonado por quadrinhos e cultura pop em geral.